História Colégio Hillstone: Uma Paixão Inesperada. - Capítulo 2


Escrita por: e Blue__Fire

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Bill Cipher, Wendy Corduroy
Tags Bts, Colégio, Drama, Gay, Gravity Falls, Heróis, Jovens Titans, Yaoi
Visualizações 9
Palavras 1.490
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


gente quem ta escrevendo é o Blue a gente vai avisar pra vocês quem esta escrevendo assim vocês se acostumam com o nosso jeito de escrever belezura ?

Bora la que esse capitulo eu quem fez :3

Capítulo 2 - A Escola Nova!


Fanfic / Fanfiction Colégio Hillstone: Uma Paixão Inesperada. - Capítulo 2 - A Escola Nova!

Jane Silferr On:

Eu Finalmente vou frequentar a escola que eu amo, estou bem nervoso mas eu vou dar o meu melhor.. E também espero fazer novos amigos já que na minha antiga escola eu só tinha um em quem confiava e ele infelizmente não veio pra cá.. Mas não vou deixar isso me abalar, eu estava tão perdido nos meus pensamentos que quando perdi um garoto bem alto me derrubou no chão, eu me levantei rapidamente antes que alguém me visse e limpei minha calça jeans e meu meu moletom de galáxia e tirei a poeira do meu Nike cinza, quando olhei, ele estava vestindo um uniforme de basquete com o nome bordado: Bill Cipher..

-Ei ''Nerd'' olha por onde anda. Ele da uma risada sarcástica. Eu não queria arranjar confusão logo no meu primeiro dia de aula então apenas murmurei um Perdoe-me sereno e continuei meu caminho eu andei bastante até achar a minha sala, mas como não vi ninguém la presumi que não havia começado a aula, então fui até a sala do diretor pegar minhas chaves do dormitório, era o numero 412 eu andei um pouco e achei apenas o dormitório feminino, eu vi uma garota loira bonita então eu perguntei pra ela:

-E-Ei, Você pode me dizer onde fica o dormitório Masculino?. Ela parou de conversar e me olhou de cima a baixo com aquela roupa de ... olha melhor eu ficar quieto.

-Ah vejam só o calouro, ele fica no lado oposto do feminino sua besta quadrada. Eu dei um sorriso fingido pra não voar no pescoço da criatura oxigenada. Achando meu dormitório eu entrei e me deparei com um menino da minha idade um pouco menor que eu, ele usava um moletom preto calça jeans e meias de.. gatinho? Presumi que ele seria meu colega de quarto.

-O-OI eu sou Jane.. Jane Silferr e você?. Perguntei

-Eu sou o Mok, Mok Klim você é o calouro né?. - Sim, eu sou novo aqui depois podemos fazer um tour pela escola? Eu acabei me perdendo hoje. Eu dei uma risada sem graça.

-Não. Bom eu não estava esperando essa resposta eu então revirei os olhos, eu tirei meu tênis e joguei minha bolsa em algum canto do quarto e fui pra cozinha para fazer algo para comermos, fiz uma comida vegetariana não me importei se ele era ou não mas fiz do mesmo jeito, quando eu estava colocando a comida no prato sinto alguém cheirar meu pescoço eu me desesperei e caí no chão, era o Mok eu não entendi nada ele apenas foi pro quarto rindo, quando eu fui chamar ele, vi ele dormindo? ''Como ele consegue dormir tão rápido'' murmurei pra mim mesmo e sentei ao lado dele e comecei a cutuca-lo, ele acordou dando risada por que sentiu cócegas ''Opa, um ponto fraco'' pensei.

-Vem comer, eu fiz um prato vegetariano espero que não se importe. Dei um sorriso fingido

-Eu sou vegetariano também... Ufa, pensei comigo mesmo, assim que começamos a comer ele abriu a boca:

-Você tem um cheiro bom sabia..? - O-o-obrigado eu acho.. Eu fiquei vermelho mas mudei minha expressão de surpresa pra sério:

-Que horas começa a aula ? - Ah.. Daqui 3 minutos na sala 4. Ele disse sem se importar eu me desesperei e coloquei o tênis e peguei a bolsa na velocidade da luz e saí correndo pra lá. Chegando la a professora ainda não havia chegado então eu me senti mais aliviado e me sentei na ultima carteira da janela, a primeira aula foi português com a professora Marlene, eu achei ela tão legal que queria mais aulas com ela mas assim que acabou a aula dela chegou o ''demônio em pessoa'' Gisele professora de matemática eu odiei tanto ela.. mas fiz a lição mesmo assim, quando acabou a aula dela nós fomos para o intervalo, e percebi que Mok na sala de aula não fazia bagunça como eu esperava..

                                                              2 Minutos tentando achar o Refeitório...

Meu Deus essa escola é enorme por acaso? Mas ainda bem que ainda tem bastante tempo pra comer, mas eu sem conseguir comer claramente por um inicio de briga que estava acontecendo ali no meio, eu decidi não sei por que motivo separar aquilo e cheguei nos meninos que estavam lá, outro jogador de basquete com o nome bordado: Robin.. E o outro garoto de cabelos vermelhos, fones vermelhos, um moletom de um triangulo calça jeans e um tênis da Adidas (nojo). E entrei la no meio.

-Meninos parem de brigar por favor? Não quero confusão no meu primeiro dia de aula e puxei o garoto de cabelos vermelhos pela mão. - Vem cá amigo deixa eu falar com você.. MANO oque deu em mim por que eu interrompi aquela briga?! Eu sou um idiota mesmo, arrastei o menino até uma mesa qualquer e ele ficou confuso com tudo aquilo.

-Ehrr.. Quem é você e por que me ajudou ?. -Ah eu não sei pra falar a verdade.. Eu só não queria confusão hoje no meu primeiro dia ainda e eu sou Jane, Jane Silferr... Ele olhou profundamente nos meus olhos eu fiquei vermelho mas ele não tinha intenção de malicia..

-Você não tem amigos né?. Eu arregalei os olhos e respondi um sim com a cabeça. -Por que ? Achei você bem legal..

-Eu não sei. *Suspiro*. Eu não confio muito nas pessoas, a maioria dos ''amigos'' que eu tive eram por interesse ou algo do tipo. Sem perceber eu comecei a chorar. -Eu sempre achei que um amigo de verdade apareceria pra ficar comigo nos momentos difíceis mas agora que eu vim pra essa escola eu não conheço ninguém assim... Eu senti ele me abraçar eu achei aquilo quentinho e seguro?.. Ele separou o abraço e limpou as lágrimas com o dedo.

-Eu vou ser seu amigo fiel e confiável!. Ele fez uma pose engraçada tirando alguns risos meus, eu dei um jeito de olhar a mesa de trás e vi que Mok assistia tudo aquilo na mesa anterior mas eu não me importei e comecei a falar com ele denovo:

-Ah você não me falou seu nome. - Ah desculpa. *risos*. eu sou muito desligado, eu sou o Yale, Yale Reaver.

-Entendi, e Ah por que você estava brigando com aquele garoto? Ele parece ser bem forte. - Bem eu tava andando e colocando uma musica no meu celular com a bandeja de comida na mão, eu esbarrei nele e um pouco do arroz caiu no moletom dele. Eu tentei pedir desculpas mas ele começou a discutir comigo, então ele disse umas coisas que eu não gostei e comecei a discutir com ele, aliás obrigado por me ajudar, eu não teria a mínima chance contra ele, o meu físico é uma ''Batata''. Ele disse batata ?

-Ah não á de que. Eu olhei pro relógio da cantina. - Faltam apenas 4 minutos então vou voltar pro meu dormitório se quiser me visitar é o quarto 412 ok? Bye Bye Yale. Eu acenei e ele acenou sorrindo de volta. Chegando no quarto eu comecei a ler meu livro até dar o tempo da próxima aula 

                                                                               Depois de 4 minutos lendo...

Ai droga perdi a noção do tempo, peguei a mochila e corri pra sala por sorte (denovo) a professora ainda não havia chegado então eu me sentei e uns 10 segundos depois a professora chegou, era professora de geografia a Camila eu gostei dela também mas de repente por sorte /Ou azar\ o Mok Começou a passar mal e a professora pediu para o colega de quarto dele levar ele á enfermaria eu apenas levantei e levei ele pra lá sem dizer uma palavra no caminho todo. Coloquei ele na maca e a enfermeira analisou ele todo, ela disse que ele só estava um pouco mal de dor de cabeça e que alguém tinha que ficar de olho nele eu bufei e levei ele pro dormitório. Eu me sentei do lado dele na cama e disse:

- Mok eu vou voltar pra aula se precisar de algo me liga no celular. Quando eu levantei ele me segurou. - P-Por favor Fica a-aqui comigo....

- Mas eu vou perder aula.. Ele me olhou com olhar de cachorrinho que eu tanto odeio. -TAA, eu fico. Eu fiquei sentado na minha cama lendo meu livro quando ele me prensou na parede com a cara quase colada na minha.

-E-e-ei Oque você es--

-Shh.. Ele colocou o dedo na boca dele se aproximando cada vez mais.. Quando ouço a porta sendo aberta era a professora de artes (Percebi pela roupa dela cheia de tinta) Ela ficou tão vermelha que parecia um tomate fechou a porta com força e deu pra ouvir ela correr com aquele salto alto. Eu e o Mok ficamos vermelhos também e nos separamos e saímos para sala já que ele havia se recuperado ''magicamente'' não dissemos uma palavra o caminho todo ainda vermelhos..

 

Continua... 


Notas Finais


ufss terminei kkk que capitulo grande hein kkkk bom, escrevam aí se vocês querem mais dessa fic ok ?

-Blue


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...