História Collision - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Riverdale
Personagens Antoinette "Toni" Topaz, Archibald "Archie" Andrews, Cheryl Blossom, Clifford "Cliff" Blossom, Elizabeth "Betty" Cooper, Kevin Keller, Penelope Blossom, Personagens Originais, Veronica "Ronnie" Lodge
Tags Cheryl Blossom, Choni, Lgbt, Riverdale, Sereias, Toni Topaz, Yuri
Visualizações 217
Palavras 2.458
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Pra vcs terem uma experiencia mais legal de leitura coloquem para tocar a música Only You das bandas Little Mix e Cheat Codes

boa leitura

Capítulo 3 - II - The Melody of Bodies.


Anteriormente em Collision...

Antoinette para se enturmar enquanto não encontrava seus amigos entrou em um grupo de amigos, uma jovem garota chegou com alguns copos de bebidas e achando que era para si a morena se ofereceu para pegar mas simplesmente a garota e o restante do grupo a ignoraram saindo logo de perto dela.

(...)

-O meu nome é Naju Gaia, mas me chame apenas de Naju. -A ruiva que se nomeou Naju disse sorrindo e estendendo a mão. -E você quem é?

-Ah... Cheryl Blossom.

☸ ☸ ☸

Antoinette novamente estava sentada sozinha naquele sofá, Kevin tinha falado que iria no banheiro mas ela sabia que aquele safada ia dar pro Moose, Veronica após ver Bea beijando Charles foi pra cozinha provavelmente encher a cara. 

A curiosidade surgiu na ruiva quando ela entrou naquela enorme casa, ela observava todos e tudo, ela tocava os pisca-pisca que estavam ali para decorar o local e até cheirava a bebida que continha nos copos alheios.

Com a música se envolvendo no seu corpo e seu corpo se envolvendo na música Cheryl Blossom começou a dançar, o seu corpo mexia e rebolava de um jeito totalmente sexy que hipnotizaria qualquer um e isso aconteceu, Toni Topaz estava hipnotizada por Cheryl Blossom e seu jeito.

Ao perceber o olhar da garota morena sob si a Blossom a encarou e sorriu logo sendo retribuída também com outro sorriso, Cheryl se aproximou da mesma com outro belo sorriso no rosto e quando estava frente a frente a ela estendeu a mão para que a mesma pegasse e foi o que ela fez.

A tal ruiva misteriosa puxou a morena para a pista e para o meio do povo começando a dançar com a mesma, as duas dançavam de um jeito sexy e sincronizado. Seus corpos mexiam de um jeito maravilhoso, elas nem se conheciam e já estavam atraídas por ambas, nenhuma palavra saia da boca delas, elas apenas dançavam e aproveitavam o momento.

☸ ☸ ☸

Algo estranhamente ridículo e escroto acontecia na cozinha ao mesmo tempo que as duas garotas dançavam.

-Bea! -Veronica disse animada e rindo quando viu a irmã de Toni entrar na cozinha.

-Está bêbada. -Disse Bea se aproximando do barril de cerveja e se servindo. 

-Não estou não. -Veronica se aproximou da morena enquanto falava.

-O que você quer, V? -Bea disse bebendo um gole de sua cerveja e encarando a amiga.

-Sabe de uma coisa, Bea... Eu quero quebrar tua cara talarica ridícula. -V cuspia suas palavras enquanto a outra garota olhava para ela confusa. 

-Talarica ridícula? -A morena arqueou uma sobrancelha e bebendo um gole novamente da cerveja. -Uau...

-Sim, talarica ridícula, isso que você é. -A de cabelo preto se aproximava da outra garota que bebia sua cerveja de um jeito debochado. -Vai ficar bebendo é? Então bebe direito, vagabunda. -E quando disse isso Veronica pegou o copo da mão da garota e tacou no rosto dela. -É isso que voce merece sua vadia.

-O que?! -Bea gritou com raiva prestes a ir para cima dela.

Quando Bea estava prestes a encostar sua mão no rosto da Lodge alguém se entrometeu, era uma ex-amiga de infância  de Bea, era Naju Gaia B.

-Ei garotas! -Naju disse brava ficando no meio das duas. -Podem parar! Garotas não podem brigar!

-Ah, qual é Naju! -Bea gritou com raiva. -Olha como essa vaca me deixou!

-Vaca é você! -Veronica disse avançando na morena mas como previsto fora impedida por Naju.

-Vocês duas parem agora! Veronica Lodge fique quieta e bem parada aqui! -A ruiva gritava e separava a briga. -Bea Topaz venha comigo!

E levando Bea Topaz para o lado de fora Naju encerrou a briga, como a ruiva sempre disse, mulheres não devem brigar entre si, mulheres tinham que permanecer juntas.

-Me diga por qual motivo você não deixou eu esfregar a cara daquela maldita no chão! -Bea gritou com Naju que a encarava seriamente.

-Eu não podia deixar você sujar suas mãos com aquela poc. -Naju sorriu. -De nada viu? Agora vem comigo, vamos limpar isso.

Bea gargalhou e se juntou a ruiva logo indo para o banheiro se limpar.

☸ ☸ ☸

A música adentrava em suas peles, invadia cada partícula e átomo de seus meros corpos humanos, a mão das duas garotas deslizavam pelo corpo de ambas, aquela era uma verdadeira melodia dos corpos.

As duas se entreolharam com sorrisos no rosto, a mão de Cheryl passeava pelo rosto de Antoinette que continha os braços em volta do pescoço da ruiva, a sincronia delas era tão grande que elas pareciam se conhecer e ter uma paixão enorme.

-Sabe de uma coisa... -Toni foi a primeira falar alguma coisa. -Estamos dançando a muito tempo e você ainda não falou seu nome.

-Cheryl Blossom... -A ruiva disse perto do ouvido da garota a fazendo se arrepiar. -E você?

-Antoinette Topaz ou melhor, me chame de Toni Topaz. -A morena disse sorrindo.

-Vem comigo, Topaz. -Cheryl sorriu largo e pegou a mão da garota a levando para o jardim onde a festa estava mais calma.

O casal de garotas passou de mão dadas no meio de adolescentes que olharam meio torto para elas, quando chegaram em seu destino ambas se sentaram frente a frente na grama de costas para a piscina.

Cheryl era estranha e totalmente misteriosa mas Toni não ligava para isso, ela não ligava para isso pois em muito tempo a Blossom foi a única que a fez se sentir viva.

As duas ficaram se entreolhando com sorrisos nos rostos, elas em pouco tempo criaram uma química enorme.

-Quem é você, Topaz? -Cheryl disse sorrindo e pegando um copo de bebida que estava ali perto.

-Uma completa estranha que não deveria estar aqui. -Toni disse pegando o copo da mão da ruiva e bebendo um gole daquela bebida ali. -E você, Blossom?

-Uma completa estranha que também não deveria estar aqui. -Riu a Blossom, naquele exato momento ela decidiu ignorar tudo e apenas viver aquele tempo com a morena. 

-Então nós duas somos duas completas estranhas. -Antoinette sorriu e virou a bebida que estava em seu copo logo fazendo uma careta.

-Isso significa todos os olhares sob a gente. -Cheryl falou rindo da careta da morena. -Vai com calma garota.

-Calma é o meu segundo nome. -A Topaz falou com um sorriso largo no rosto.

E após aquele diálogo um silencio surgiu, não um silencio constrangedor mas sim um silencio bom, ambas se olhavam e pouco a pouco elas foram se aproximando. Em um certo momento os seus corpos estavam tão próximos que elas sentiam a respiração uma da outra, os seus lábios estavam prestes a se encontrar mas com uma vergonha total Toni se levantou fazendo a Blossom ficar completamente confusa.

-Vem, acho melhor a gente fazer algo interessante. -Antoinette disse coçando a nuca e estendendo a mão para a ruiva que logo a pegou a utilizando para se levantar.

Toni de mão dadas com a outra garota foi em direção aonde as pessoas estavam jogando alguns jogos de festas, jogos com bebidas até pingue-pongue.

As duas garotas se aproximaram da mesa de pingue-pongue que agora estava acontecendo um jogo de bebida de acertar a bolinha no copo, ambas ficaram paradas ali esperando que a partida que estava acontecendo acabasse e acabou com Charles Bianchi ganhando.

Charles Bianchi como dá pra ver o nome era irmão de Anna e o gostosão da escola, e convenhamos, ele era realmente um gostosão. Apesar de ser um Bianchi e irmão de Anna ele era diferente, era legal e se enturmava e se divertia com todos.

-Hey! Quem é o próximo?! -Charles gritou sorrindo enquanto servia mais bebida nos copos do jogo.

-A gente. -Cheryl disse sorrindo e chegando perto do mesmo junto a Toni.

-Olha só Toni, vejo que tem uma amiga nova... -Charles disse sorrindo cantando a Blossom.

-Pode ir tirando o cavalinho da chuva, Bianchi. -Riu a Topaz. -Você não vai ciscar nesse viveiro ele já tem dono e aliás, você acabou de beijar minha irmã.

-Calma cachorrinho, cachorrinho mal, cachorrinho mal! -Debochou o Bianchi rindo. -A sua irmã é diferente...

-Tá mas se você machucar ela, juro que enterro você vivo. -Toni disse rindo e começando a jogar o jogo, ela tinha acertado a primeira bolinha no copo de vodca. -Em Riverdale vadias são enterradas vivas. -A garota falou pegando o copo e bebendo a bebida.

-Cuidado para não ser enterrada então. -Charles falou jogando a bolinha e acertando no copo de cerveja, logo ele tinha virado.

-Okay, okay. Eu ainda estou aqui, viu? -Cheryl disse em um tom debochado e jogando a bolinha acertando nenhum copo, todos riram junto a ruiva. -Não creio que errei.

-Esse jogo é pra poucos, queridinha. -O amigo de Charles disse rindo e acertando a bolinha em um copo de tequila fazendo ele e Charles fazerem aquela batidinha de corpo de macho. -Go go.

-É por isso que a gente está jogando, queridinho. -Atoinette falou e virada de costas tacou a bolinha logo acertando em um copo.

-Isso é pouco, Topaz. -Charles disse observando a garota que bebia a bebida em seu copo, rapidamente o Bianchi pegou a bolinha e tentou acertar um copo mas não teve sucesso.

-Ai ai, Karma é tão bom. -Cheryl riu e pegou a bolinha logo acertando o penúltimo copo e bebendo a vodca que estava lá.

-Tá okay. -O amigo de Charles pegou a bolinha, se ele acertar a bolinha no copo eles ganhavam.

E foi o que aconteceu, a bolinha acertou no copo fazendo Charles e seu amigo ganharem aquela partida, as duas garotas riram e saíram de perto da mesa para que outra dupla jogasse contra aqueles veteranos bêbados

-Eai, o que quer fazer agora? -Toni perguntou pra ruiva que sorriu fraco, aquele maldito sorriso.

-Vem comigo. -Cheryl falou encostando sua mão gelada e fria na mão quente da morena a levando novamente para dentro e pra pista de dança.

-Dançar? De novo, Blossom? -Riu Toni pegando um copo de cerveja e dando a ela. -Mas antes...

As duas se entreolharam e riram, Cheryl pegou o copo verde e virou todo aquele copo, ela bebeu tão rápido que parecia não se incomodar em ficar sem ar.

-Agora que eu bebi, você tem que dançar comigo. -A Blossom disse indo pra pista de dança começando a dançar.

A maioria das músicas que estavam tocando lá agora era eletrônica, enquanto não começava a batida todos dançavam perto a perto com seus par, com mãos na cintura e braços na cintura. Parecia até cenas de filmes e séries.

Ficando igual a todos que estavam na sala Cheryl colocou seus braços em volta do pescoço de Toni que colocou suas mãos na cintura da ruiva, em uma sintonia linda elas começaram a dançar lentamente enquanto se olhavam. Quando era pra começar a pular, elas não pularam, elas fizeram outra coisa.

O corpo de ambas foram se aproximando pouco a pouco e quando já dava pra sentir a respiração de uma da outra elas deram um leve sorriso, e então seus lábios se encostaram, selando uma bela paixão. Vagarosamente o selinho foi se transformando em beijo, as mãos de Toni na cintura de Cheryl que ainda continha os braços em volta do pescoço da morena, os lábios delas se roçavam enquanto as línguas trabalhavam em explorar o local. Elas não ligavam se alguém estava olhando ou fazendo algo ridiculamente preconceituoso, elas ligavam apenas para si mesmas.

E então após um longo beijo quente, prazeroso e com uma pitada de paixão elas se encerraram e se entreolharam com sorrisos nos lábios, apesar de terem se conhecido naquela noite, elas já tinham meio que se apaixonado, a famosa paixão a primeira vista.

Entrando na onda novamente as duas começaram a pular igual todos, elas riam e se divertiam apenas pulando, nenhuma delas tinha experimentado uma noite tão maravilhosa igual estavam experimentando. Os pulos de todos duraram até quando a batida acabou e novamente uma troca de olhares e sorrisos aconteceu.

-Venha comigo. -Cheryl falou pegando na mão da morena e olhando para os lados subiu as escadas com a mesma.

Ambas as duas caminharam pelo corredor vendo várias portas, Antoinette estava confusa mas permaneceu de mão dadas com a ruiva, em minutos as duas entraram em um quarto que estava vazio. A ruiva fechou a porta e logo o casal de garotas estavam sentadas na cama e se olhando.

-O que viemos fazer aqui?-A Topaz perguntou meio envergonhada.

-Isso.

E então Cheryl respondeu subindo em cima da mesma e começando a beija-la, sentada no colo da morena a Blossom continha seus braços em volta da Topaz que tinha as mão na cintura da garota.

O beijo era quente, prazeroso e cheio de necessidade, cessando o beijo por apenas alguns segundos Cheryl retirou sua blusa e jogou na cama ficando apenas de sutiã.

-Uau... -Corou a Topaz.

Antoinette nunca tinha feito aquilo na vida, quer dizer, ela não era virgem, já transará com Jughead várias vezes mas com uma mulher nunca.

Quando elas iam voltar pro ato alguém adentrou no quarto as assustando, rapidamente sem ver quem era as duas garotas se jogaram na cama e a Blossom se cobriu com um lençol.

-Uhm... Charles... -Alguém gemeu e Toni olhou para as duas pessoas que estavam entrando no quarto.

-Bea?! -Gritou Toni se levantando e vendo a irmã se afastando do garoto que a abraçava por trás. -Menina!

-Toni?! -Bea arregalou os olhos olhando pra Toni e pra garota que estava deitada ao lado da irmã. -O que... Ai meu Deus...

-Ih, estamos atrapalhando o casal de pombinhos. -Riu Charles voltando a beijar o pescoço da outra Topaz.

-Bea!!! Charles!!! -Gritou Toni novamente.

-Tá, tá... Tchau, tchau. -Riu Bea. -Se divertam...

Logo Bea e Charles saíram do quarto fazendo Cheryl e Toni se entreolharem, as duas gargalharam enquanto se encaravam.

-Acha melhor a gente ir... -Cheryl falou se levando.

-Concordo.

☸ ☸ ☸

-Toni, essa é a Naju. -Cheryl falou apresentando a morena para a garota que tinha a ajudado. -Naju essa é a Toni.

-Prazer! -Naju sorriu estendendo a mão.

-O prazer é todo meu! -Toni pegou na mão da garota enquanto sorria.

-Mas já acabaram?! -Gritou Bea chegando com Charles, ela estava descabelada. 

-Não é melhor a gente também fazer essa pergunta pra vocês? -Cheryl pela primeira vez dirigiu a palavra para a irmã de Toni. -Prazer, Cheryl Blossom.

-Minha irmã tem bom gosto. -Riu Bea ajeitando o cabelo. -Prazer Bea.

Todos eles estavam perto da piscina conversando e quando Cheryl iria questionar que elas eram irmãs uma garota loira chegou com chamas nos olhos.

-Ei garota!!! -Ela gritou. -Essa roupa é minha! -E quando alguém iria falar algo a mesma empurrou Cheryl na piscina.

Continua...

 


Notas Finais


espero que tenham gostadooo

xoxo, ~monnye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...