História Collision - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Riverdale
Personagens Antoinette "Toni" Topaz, Archibald "Archie" Andrews, Cheryl Blossom, Clifford "Cliff" Blossom, Elizabeth "Betty" Cooper, Kevin Keller, Penelope Blossom, Personagens Originais, Veronica "Ronnie" Lodge
Tags Cheryl Blossom, Choni, Lgbt, Riverdale, Sereias, Toni Topaz, Yuri
Visualizações 196
Palavras 1.790
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - III - Sea and Earth


Anteriormente em Collision...

-Ei você! -Outra garota ruiva disse chegando perto da que estava nua. -O que faz aqui pelada?!

-An... -A misteriosa disse confusa.

-Espere ai! Vou trazer algo pra você vestir! -A ruiva voltou pra festa e pegou um shorts e um casaco da beira da piscina logo voltando para onde a tal garota misteriosa estava. -Vista isso.

(...)

-Minha irmã tem bom gosto. -Riu Bea ajeitando o cabelo. -Prazer Bea.

Todos eles estavam perto da piscina conversando e quando Cheryl iria questionar que elas eram irmãs uma garota loira chegou com chamas nos olhos.

-Ei garota!!! -Ela gritou. -Essa roupa é minha! -E quando alguém iria falar algo a mesma empurrou Cheryl na piscina.

☸ ☸ ☸

Estava acontecendo tudo o que Cheryl mais temia.

As pernas de Cheryl se começaram a virar uma cauda com escama de peixes, o seu modo sereia estava ativado, o shorts que Naju tinha dado a ela simplesmente estourou as costuras e rasgou. Aquilo meio que doía, se alguma sereia se transformasse em água doce simplesmente doía.

-Anna!!! -Gritou Bea olhando indignada para a garota.

-Puta que pariu, Anna... -Charles olhou pra irmã bravo.

Ao ver a confusão Kevin e Veronica correram para ver o que estava acontecendo, a festa já tinha acabado, ainda continha poucas pessoas na casa dos Bianchi. Os adolescentes que se reuniram ali começaram a discutir, principalmente Veronica e Bea.

-Calem a boca! -Gritou Toni se aproximando da piscina para ver a água. -Ela ainda não voltou!

-Aí meu Deus, aquilo é uma cauda de escamas de peixe? -Naju disse chocada mas era tarde de mais, Toni já tinha pulado na água.

Antoinette se chocou contra a água da piscina e mergulhou fazendo o seu rosto se encontrar com o de Cheryl, os lábios de ambas selaram e quando começaram o selinho as duas voltaram para a superfície da piscina.

Ao se afastarem a cauda de Cheryl ficou completamente visível fazendo todos ficarem boquiabertos e chocados com aquilo tudo, a Blossom estava começando a passar mal por não estar em água salgada, seus lábios estavam esbranquecidos e sua pele pálida.

-Gente... -Bea disse ainda boquiaberta observando aquilo tudo

-Cheryl? -Antoinette questionou preocupada.

-M-mar... -A voz da ruiva saiu falha.

E com uma força que Toni não sabia que continha ergueu Cheryl e a colocou na beira da piscina fazendo a sua cauda realmente ficar a vista.

-Puta que pariu... -Charles disse colocando a mão sobre a boca. -Ela é uma sereia?

-Eu vou chamar a policia. -Veronica disse pegando o celular mas fora impedido pelo grito de Toni.

-Não vai ligar porra nenhuma! -Gritou Toni saindo da piscina. -Precisamos ajudar ela!

-Merda... Mas sereias não existe! -Bea disse colocando as mãos no cabelo.

-Se ela é uma sereia é porque existe né?! -Falou Naju olhando pra amiga e depois pra todos. -O que vamos fazer?

-Eu não sei!!! -Gritou Antoinette desesperada. -Parem de fazer perguntas! 

-Mar... Por favor... -A voz de Cheryl saia fracamente.

-Charles, eu acho melhor você retirar a sua van. -Toni falou respirando fundo. -Precisamos levar ela pra água salgada.

E quando Toni terminou de falar Charles correu até a sua van e entrou na parte do motorista logo retirando o automóvel da garagem.

-Ela é uma sereia! -Gritou Anna- Aí meu Deus! Sereias existem! Eu sempre soube!

-Cala a boca, Anna! -Bea disse passando a mão pela testa como um gesto nervoso. -Ficar nervosa assim não adianta nada!

-Não manda a Anna calar a boca! -Veronica gritou defendendo a Bianchi loira.

-Para de querer ficar contra a Bea, V! -Kevin disse impaciente. -Eu tenho que ir embora!

-Parem todos vocês agora! -Toni gritou novamente fazendo todos calarem a boca. -Estamos todos envolvidos agora e ninguém vai embora! Isso é um segredo nosso, isso é um problema nosso, sem policia e sem falar nada iremos levar ela pro mar! Naju me ajude pegar ela aqui!

Todos ficaram em silencio e com a ajuda de Naju a Topaz pegou Cheryl no colo, todos os participantes daquela situação foram em direção a van de Charles que já estava ligada na rua. Todos entraram no automóvel e se ajeitaram naquele local, a Blossom continha sua cauda sobre o colo de Naju enquanto a parte de cima da sua cintura estava no colo de Toni.

O carro ficou em completo silencio até a metade do percurso, o mar e o pier de Riverdale era distante da mansão dos Bianchi, a viagem durava minutos que nenhum deles sabiam, eles estavam apenas focando naquela situação, todos ainda estavam incrédulos sobre aquilo tudo e toda aquela revelação que sereias que todos mortais pensavam que era apenas lenda existe.

-Isso é uma péssima ideia. -Anna falou colocando a mão na testa preocupada com o que iria acontecer. -Devíamos ligar pra policia e contar tudo...

Cheryl ainda estava em seu modo sereia, parece que algo que faz as sereias se tornarem humanas.

-Eu concordo. -A Lodge disse babando ovo de Anna como sempre.

-Não adianta nada agora, estamos na metade do caminho, não tem mais volta. -Toni disse bufando impaciente com tudo aquilo.

Em uma noite e em algumas horas a vida toda dela mudou, por um momento ela pensou que a sua vida tinha se tornado mais interessante e legal mas como sempre nada dava certo.

-Eu não estou crendo que a gente está fazendo isso. -Charles falou segurando firme no volante.

-Só calem a porra da boca, por favor... -Kevin disse passando a mão no cabelo. -Iremos fazer isso e esquecer tudo depois okay? Fingir que nada aconteceu, não queremos problemas, vamos fingir que essa maldita noite não aconteceu.

Todos concordaram com a cabeça e resmungaram um sim, a mão de Toni deslizava pelos cabelos ruivos da Blossom, até sentindo dor e enfraquecida ela era linda.

-Eu sinto muito por fazerem vocês se envolverem nisso. -Disse Cheryl em um tom fraco enquanto observava o colar no pescoço de Naju.

-Tá a gente desculpa. -Veronica disse bufando.

-Veronica, você sabia que merda sai pelo anus e não pela boca? -Debochou Bea provocando a Lodge.

-Eu acho melhor vocês duas já pararem. -Naju falou suspirando olhando para o nada querendo não ver a cauda em seu colo.

E o silencio voltou para o carro, todos estavam com uma mistura de desespero, ansiedade, preocupação e nervo, a maioria olhava para o nada enquanto Charles dirigia e observava as ruas.

-Acho que chegamos, o pier é logo ali. -Charles disse suspirando ao ouvir o barulho das ondas. -Você tá bem, Cheryl?

-Não... -A ruiva respondeu, ela estava mais fraca.

-Okay, vamos fazer logo isso. -Bea disse abrindo a porta e saindo.

Rapidamente todos saíram do automóvel menos Toni e Naju que com uma certa dificuldade saíram do carro com Cheryl no colo, estava totalmente escuro, dava para ouvir apenas os barulhos das ondas e dos barcos no pier, aquele era um dos piers com mais lotação de barcos.

-Toni... -Cheryl chamou a morena. -Eu não sei se vou aguentar muito tempo...

-Estamos te levando pra sua casa, Cher. -Toni disse firme. -Vamos!

Com uma força de vontade extraordinária Antoinette e Naju desceram as escadas para descer ao pier com Cheryl no colo, o restante do grupo também desceu logo atrás delas. Eles realmente estavam fazendo aquilo.

-Alguém liga a lanterna do celular! -Gritou Toni sentindo o vento frio da praia e da noite bater nela.

Rapidamente Anna e Kevin ligaram as lanternas de seus celulares e ficaram na frente das duas garotas que carregavam a sereia no colo, as luzes do celular iluminavam tudo, quando todos subiram no pier um barulho meio que estrondoso aconteceu, Veronica tinha caído de cara e tudo na madeira do pier.

-Merda!!! -Gritou a garota com raiva enquanto se levantava e colocava a mão na testa percebendo que estava sangrando.

-Para de gritar! -Gritou Kevin, ele já estava estressado com a Lodge.

-Para você de gritar comigo, viadinho! -A Lodge gritou de volta agora com xingamentos.

-Você me chamou do que? -Kevin disse se aproximando da de cabelos pretos.

-Calem a maldita boca! -Naju gritou fazendo todos calarem.

-Vamos terminar logo com isso, deixem para brigar depois! -Toni disse chegando na beira do pier.

Quando elas estavam prestes a colocar Cheryl na água salgada algo as iluminou, uma luz de uma lanterna vinha de um dos barcos.

-Quem está ai?! -Uma voz feminina gritou. -Eu já chamei a policia! É melhor vocês se revelarem!

Mas ninguém se revelou, quem foi revelado foi a garota, Anna rapidamente ao ouvir a voz dela ergueu seu celular e apontou em direção aonde vinha a voz iluminando o corpo físico da garota, era Laury, a jornalista da escola.

-Laury?! -Toni disse surpresa.

-Toni?! -E Laury disse sorrindo enquanto saia do barco. -O que voc...

-Pronto, agora temos mais uma pessoa envolvida. -Anna disse respirando fundo e apontou a lanterna para Cheryl. -Estamos fazendo isso.

-Você realmente chamou a policia? -Questionou Charles preocupado e Laury concordou com a cabeça. -Puta merda...

-Esperem, isso é uma sereia? Sereias existem? -Laury falou coçando a nuca confusa.

-Vamos logo com isso! -Toni disse se virando para a água novamente. -Não temos tempo!

Mas novamente algo as interrompeu. Agora era a policia.

-Fiquem todos parados agora! -Um dos policiais gritou chegando com outros dois, eles continham armas e lanternas apontadas para o grupo de adolescentes.

-Mas já? -Laury falou perplexa enquanto todos se viraram.

-A gente estava por aqui. -Um dos três policiais que pararam ficando frente a frente ao grupo respondeu. -O que está acontecendo aqui?

-Espera! Isso é uma sereia?! -Gritou outro surpreso e se aproximando. -Isso vai dar uma boa grana!

Eles iam se aproximar mas foram impedidos pela barragem humana que os adolescentes fizeram, Toni e Naju que ainda tinham a sereia nos braços se entreolharam e concordaram com a cabeça.

-No três... -Antoinette falou baixo para Naju e olhou para a Blossom. -Vai dar tudo certo...

-Se vocês soltarem ela no mar todos vão presos por desobedecerem a lei! -Gritou um policial. -Agora saiam da frente antes que nós atiramos em vocês.

E foi o que alguns fizeram, Veronica saiu da frente dando espaço para os policias passaram, enquanto tudo aquilo acontecia Toni e Naju já estavam no número dois, e quando os policias ficaram frente a frente as duas garotas e a sereia elas chegaram no número três.

Em questão de segundos as duas garotas se viraram e jogaram Cheryl no mar fazendo os policiais gritarem um não, eles tinham feito a coisa certa mas essa coisa certa iria custar alguma coisa em suas vidas.

-Vocês todos estão presos por ingerirem álcool e infligirem a lei ignorando as palavras de um policial. -Um dos policiais falou pegando algemas. -Vocês vão pra cadeia.

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...