História Colorful Ômega - Capítulo 22


Escrita por: e Mochimie

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Lu Han, Rap Monster, Sehun, Suga, V
Tags Abo, Chanbaek, Dirtytalk, Hunhan, Jikook, Jimin!bottom, Jungkook!top, Kookmin, Long-fic, Namjin, Taegi, Taeyoonseok, Vhope
Visualizações 402
Palavras 1.828
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Vou deixar as desculpas para depois, boa leitura meus xuxus.

Capítulo 22 - Colorful Return


É sempre bom, aguardar o retorno de um artista revolucionário. Não é?  —  COLORFUL ÔMEGA.

Esgotado!

 

Era como Jimin se encontrava naquele momento, observando todos que se divertiam ao redor da fogueira. Depois de passar horas e horas fazendo coroas de flores para todos os ômegas e alfas daquela alcateia, sua coluna doía bastante, não sabia nem se iria conseguir “unir-se” ao seu alfa, Jimin só queria ir para sua cabana e dormir até que Jungkook retornasse, havia parado de reclamar pelos cantos sobre a falta de seu alfa quando sua mãe lhe deu um puxão de orelha; Não adiantaria de nada ficar reclamando pela falta de Jungkook.

 

A caçada era necessária, mostraria a todos os outros alfas a quem o ômega pertencia – se caso o mesmo o escolhesse, ou fosse predestinado a si –, além de comprovar que aquele alfa seria forte o suficiente para defender sua matilha. Jimin não se sentia bem, não se sentia confortável ali, algo ruim iria acontecer e seus pensamentos o levavam diretamente para o alfa em meio a floresta.

 

— Meus sentidos me dizem, que você está incomodado com alguma coisa. – O ômega deu um sobressalto ao escutar a  voz rouca de Taehyung. O mesmo riu abraçando o baixinho de lado – O que lhe incomoda Jiminnie?

 

— Você já teve a sensação de que algo estava prestes a dar errado?

 

— Toda as vezes que eu comecei a namorar? – Taehyung franziu o cenho logo voltando a encarar Jimin com um sorriso fraco e encantador. – Mas por que disso Jimin? Está com  medo da volta dos alfas?

 

— Não hyung, é outra coisa, mas deve ser só mais uma paranóia minha mesmo. – O rosado suspirou, encarando a entrada da floresta.  — Mal vejo a hora de ver o meu Jungkook.

 

Taehyung riu, sabia o quanto o rosado era bobo e apaixonada pelo seu irmão, que não ficava muito diferente do ômega. Ambos foram chamados pelas anciãs, estava na hora de arrumar as cestas com cada ômega em sua posição, pegaram as coroas de flores que destacavam a cada ômega. Jimin estava tão belo com as flores de cerejeira sobre suas madeixas rosadas, sua mãe sorriu, beijando as bochechas do pequeno ômega com ternura e então voltou para se juntar ao seu alfa.

 

Os olhos de Jimin se arregalaram ao ver o primeiro alfa cruzar a entrada com um alce sobre os ombros, um sorriso singelo se estendeu pelo rosto de Do Hyun ao receber a pele do mesmo. Jimin riu ao ver Taehyung revirar os olhos para a empolgação da mesma, mais alfas retornavam deixando as peles para cada ômega em que estava interessado, Taehyung não conseguiu esconder o espanto e a surpresa em seu rosto ao receber a pele de ambos os alfas da linhagem dos Jung.

 

Os alfas retornavam e enchiam as cestas dos ômegas com as caças, o rosado não se importava com o tanto de pele que estava recebendo, seus olhos passavam veemente pela entrada da floresta com apenas um objetivo.

 

Encontrar o par de olhos de cores cinza escuro.

 

Alternou seu olhar entre Taehyung, seu pai e a entrada da floresta e decidiu relaxar. Jungkook estava bem e sentia isso através da marca em seu ombro, então não teria com o que se preocupar, não até o momento em que Chul atravessou a entrada, o alfa estava com um cervo dourado sobre o pescoço e um sorriso enorme que ia de orelha a orelha. A caça de Chul tinha sido produtiva, mas ia muito além disso, a caça o daria pontos o suficiente para que fosse um forte concorrente para a sua mão, podia ver o desprezo no rosto de Minjee e o descontentamento no de Jimin.

 

Quando Chul colocou a pele em seu cesto, o rosado apenas sorriu fraco, havia tentado conversar com Chul antes da caçada começar, havia dito à ele que agora estava marcado e por mais que recebesse peles de tantos alfas, ele só podia pertencer a um.

 

Mas o mesmo sequer o deu ouvidos e ali estava a prova, o cervo era uma caça a altura de sua linhagem pura, o rosado agora só podia esperar para que seu alfa retornasse com uma caça equivalente ou melhor que a de Chul, sinceramente o ômega sequer se importava com isso. Estava estampado em sua face o desconforto que sentia pela demora de Jungkook.

 

Os alfas retornavam de pouco em pouco, alguns sozinhos, outros em grupos, a chama ainda não tinha sido apagada. Quando a fogueira queimasse em sua última fagulha de vida, a caça teria sido terminada e enfim poderia-se dar o início ao cortejo e festividades, assim como o enlaçamento das almas.

 

A fogueira permanecia acesa, assim como a esperança do rosado.

 

Mordiscava a unha de tempos em tempos e endireitava a postura apenas quando um alfa colocava a pele sobre seu cesto, achará fofo a quantidade de jovens alfas interessados por si, porém seus pensamentos sempre o levavam de volta para o Jeon em meio a floresta. Estalava os dedos e roía as unhas tentando aliviar o estresse e nervosismo, Taehyung que estava ao seu lado percebia claramente o desconforto do rosado pela demora da volta do irmão. Taehyung também estava, porém ele sabia que Jungkook era astuto e sabia se virar  bem.

 

— Fique calmo Jimin, ele vai voltar. — O ômega segurou as mãos pequeninas entre a sua e sorriu dócil para o mesmo.

 

— Por que tanta demora Taehyung? Ele já devia estar aqui, eu me encontrei com ele. Ele não tinha ido muito longe.

 

— Entrou na floresta durante a caçada? Está louco? Você não pode interromper ou se intrometer na caçada Jimin.

 

O Park mais novo apenas assentiu conformado, sabia bem que não podia entrar na floresta em meio a caçada, era perigoso, poderia ser uma presa fácil para os animais e para os alfas.

 

Em florestas como essa habitavam muitos exilados, ladrões e até mesmo assassinos. Todos eles não tinham o direito de viver em conjunto com qualquer alcatéia, por isso eram exilados de suas terras natais, alguns sequer mereciam o exílio, eram viventes de alcateias onde o líder era tão rigoroso que se caso discordassem de sua liderança eram expulsos da mesma, ou nos piores casos, mortos.

 

Os exilados por injustiça eram sempre acolhidos em alcateias da lua, a alcatéia dos Parks era uma dessas, a muito tempo o líder Park decidiu trazer os exilados por injustiça para crescer seu bando, dar a eles um local em que poderiam reconstruir suas vidas e expressar suas opiniões, sem serem discriminados pelos habitantes da mesma. E era por isso que a família de Jungkook chegou até ali, viver em meio a floresta, longe da civilização, não era apto para nenhum ser humano.

 

A fogueira já estava apagando quando o último alfa passou pela entrada, e para a infelicidade do pequeno rosado, não era Jungkook que atravessava a mesma.Os olhos do mesmo se arregalaram quando a fogueira já estava apagada, as cornetas soaram e os gritos de felicidade foram ouvidos, porém o ômega se manteve estático no lugar, com os olhos arregalados e o coração acelerado, as pernas se encontravam bambas e o seu corpo em alerta de desespero, Jungkook não havia retornado.

 

Saiu de sua posição e correu até onde os líderes ainda estavam, seu pai  estava envolto em uma conversa com o líder Jung, estavam negociando a junção das duas alcateias, o líder Jung já havia escolhido qual filho lideraria a alcatéia do mesmo, porém o líder Park só tinha um filho e o alfa de Jimin teria que liderar a mesma, Jimin puxou a camisa de seu pai atraindo a atenção do mesmo e engoliu em seco.

 

Os dedos gordinhos tremiam em nervosismo, abriu e fechou a boca diversas vezes, estava tentando ganhar tempo, precisava ganhar tempo.

 

— Jimin meu anjo, o papai tem que dar início às festividades. Me diga o que você quer.

 

— Papai, por favor espere mais um pouco. — O líder Jung franziu o cenho, a fogueira já havia apagado e as cornetas soado. Não podiam esperar ou adiar mais as festividades, a lua estava se alinhando e em pouco tempo os casais e lobos predestinados deveriam fazer o enlaçamento da alma. — O Jungkook ainda não retornou, pai, eu só te peço mais uns minutinhos.

 

O líder olhou ao redor, só então dando falta do filho dos Jeons, suspirou encarando o outro líder ao seu lado que negou sutilmente com a cabeça. As lágrimas finas banhavam o rosto do pequeno ômega e isso entristecia tanto o seu progenitor.

 

— Jimin, eu não posso fazer isso. Eu sinto muito meu filho, mas se o Jungkook não passou pelo portão ele deve… — A fala do alfa forá cortada quando viu o moreno passar pelo portão.

 

Jimin se virou lentamente e ao encarar os olhos que tanto gostava suspirou aliviado. Correu ao encontro de seu alfa, Jungkook possuía sobre os ombros o tigre de pelagem azul, e em suas mãos uma lebre. O alfa sorriu ao ver Jimin correr ao seu encontro com uma coroa de cerejeira sobre as madeixas e o rosto banhado em lágrimas, ele estava tão lindo daquela forma. Jungkook  retirou o corpo do tigre de seus ombros e colocou no chão, a alcatéia se mantinha em silêncio encarando a presa daquele alfa.

 

— Jungkookie. — Jimin abraçou seu corpo com delicadeza, o alfa suspirou, aspirando o cheiro do rosado. Jungkook envolveu a cintura de seu amado com ternura e deu um beijo sobre seus lábios.

 

— Está tudo bem meu amor, eu estou aqui. — Se afastou apenas para tocar o rosto do rosado e juntar as suas testas.

 

— Eu fiquei com tanto medo, você se atrasou, achei que tinha se perdido ou ficado machucado. — Ouviram um pigarreio e se separaram ao sentir o cheiro crítico de um alfa.

 

O líder Park suspirou olhando para Jungkook, o alfa apertou a cintura de Jimin o trazendo  para mais perto e encarando o pai do mesmo.

 

— Senhor Park, eu trouxe a pele que está a altura da linhagem do seu filho, e agora eu peço ao senhor que por favor nos deixe amar em paz. Sem interrupções ou chantagens, eu amo seu filho e tudo o que eu quero é ser um bom alfa para o mesmo. — Jimin sorriu, abraçou o pescoço do alfa e beijou a bochecha do mesmo. — Eu quero protegê-lo, quero ser um bom pai para os nossos filhotes e um bom genro para o senhor e para a senhora JiEun. Tudo o que eu quero é a sua aprovação.

 

Todos escutavam atentamente as palavras do alfa, de repente não havia música ou qualquer barulho, parecia que até a floresta havia se silenciado depois da declaração do alfa. Park YeJun surpreendeu a todos ao sorrir e estender a mão para que Jungkook a apertasse, o alfa sorriu, agarrando firmemente a mão de seu sogro.

 

— Bem vindo a família, Jungkook.

 


Notas Finais


Iti que no próximo capitulo tem Lemon aaaaaaaaaaa, olha só, eu sinto muito mesmo. Esse capitulo estava pela metade e eu só precisava terminar, porém como vocês devem saber eu sou fundadora de um projeto e eu estou me dedicando muito para organizar o blog dele, peço perdão a vocês pelo atraso dessa atualização e não vou prometer nada agora. Eu irei criar um cronograma para as minhas fanfics, afinal eu tenho outra fanfic para atualizar. Vão ao meu perfil dá uma conferida em Alpha Gangsta, estarei atualizando ela amanhã.

Beijinhos meus amores e até o próximo capitulo ♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...