História Colors - BTS , Min Yoongi ( suga) BDSM - Capítulo 25


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Kim Hyo-Eun, Kim Hyun-joong, Kim Nam-joon / Rap Monster, Kim Seul-gi
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Hyo-Eun, Kim Hyun Joon, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Seul-gi, Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Amor, Babygirl, Bangtan Boys (BTS), Daddykink, Dominação, Erótico, Fanfic, Felix, Imagine, Jimin, Jin, Kimnamjoon, Minyoongi, Pornografia, Straykids, Submissão, Suga, Sugardaddy
Visualizações 103
Palavras 1.066
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, LGBT, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa a demora, estou em época de provas nas faculdades e cursos.
Leiam a minha outra fanfic, Falso Crush, um clichê água com açúcar bem levinho.

Capítulo 25 - Eu o amo, Yoongi


Dias depois


Kim Seokjin


    Deitado na cama, vejo as horas, 2:30 da manhã de uma quinta, faz mais de um mês que não vejo quem me tira o sono de tanta saudade. Carência? Não. Realmente saudade, ando distraído e como se faltasse algo, sabe, um vazio?! Viro-me na cama de um lado para o outro, preciso parar de ter tanto medo. Saio do "meu" quarto e ando pela a mansão Min, chego no cozinha, procuro um Lamen que vi que a Yoora deixou na geladeira, pego e coloco no microondas. Pego meu celular e olho as mensagens, nada da mensagem de quem eu tanto queria. Desde a discussão não tive notícias… Sei que só está respeitando o meu pedido e isso é importante para mim…

    – Jimin-ssi, o que diabos você está fazendo aqui? – Yoon diz com seu tom grosso de voz.  

    – Comendo, ué. – respondo. – Quer um pouco?

    – Hum, não. – ele se senta à mesa. – Jin, você está corado. Aconteceu algo?

   – Ah, não. – respondo simples. – Tudo ok. 

   – Não está, porra, sou seu melhor amigo. Você não me conta mais nada! O que for, eu vou está com você! – ele diz.

   Respiro fundo, talvez esteja na hora de falar. Isso está me consumindo.

    – Eu estou apaixonado. –falo rápido.

    – Oi? – ele está surpreso. – Finalmente, hyeong. 

    – Essa não é pior parte. 

   – Isso não é ruim, Jin-ssi. – diz. – Quem é a pessoa?

   – Namjoon. – falo envergonhado, porém livre.

   – Espera. Kim Namjoon? – porra, porra, ele não gostou.

   – Sim, um garoto! – falo de forma livre. – Desculpa!

   – Porque? Você está apaixonado, Jin. Isso é tão maravilhoso! – ele se anima.

   – Você não se importa por ser um cara? – pergunto surpreso.

   – Você se importa? – ele rebate.

  – Não, eu o amo, Yoon. – adimito.

   – Então, diz a ele. – comenta.

  – Eu pedi um tempo, pois estava com medo… De não me aceitarem. – falo. 

  – Mas o que importa é você se aceitar, Jin. Quem vai sentir tudo será você. Eu sempre vou apoiar você. Menos se você quiser matar alguém. – ele ri.

   – Obrigada, Yoon. – sinto como se um grande peso saísse do meu peito.

   – Eu amo você. É meu melhor amigo. – diz Yoongi.

   – Ui, o Min Yoongi falando dos seus sentimentos. – começo a ri. – Isso é novidade.

   – Ah. Vou dormi. – levantando. –  E você, vá agora atrás do garoto. – completa.

   – AGORA?! – surpreendo-me.

   – Sim! Agora! – confirma e sai da cozinha.

   Meu coração se alegrou em saber que terei o apoio dele, ele está certo, ninguém tem que me aceitar, quem tem que fazer isso sou eu mesmo, pois que vai viver tudo isso sou eu. Não outra pessoa. E eu quero viver isso, quero sentir. Preciso dele. Subo para meu quarto indo até o closet, colocando uma conjunto moletom —calça e casaco— e logo um tênis, pego as chaves do meu carro e o celular.


🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻🌻


    Na porta do seu apartamento é que percebo que não sei o falar ou fazer, eu que o deixei. Respiro fundo, eu ainda lembro a senha da porta, mas acho que isso seria invasão. Então toco a campainha, talvez ele nem venha, são quase 5 horas da manhã da quinta, olho no app de mensagem e a última vez que ele estava online foi as 00 horas de hoje, há mensagem do Yoongi falando que não me deixaria entrar na casa até eu resolver isso com o Namjoon, eu rio. Guardo o celular e respiro, toco novamente, segundos depois ele aparece na porta e se prenúncio:

   – Jin? São 4:49 da manhã! –ele diz.

   – Eu…

   – Jin, não é uma hora boa. – ele diz.

   – Desculpa, mas precisei vir. – começo. – É rápido, prometo. 

  – Está bem, entre, está frio. E essa sua roupa não é quente o suficiente. 

   Jonnie abre mais a porta e eu entro, tiro o tênis e vejo um allstar lilás, não lembro que o Namjoon usasse sapatos coloridos. Sento no sofá da sala e ele continua em pé, como se estivesse apreensivo ou preocupado, então começo:

     – Eu sei que foi eu que fui embora, eu sinto muito… – respiro fundo. – Eu me resolvi, eu acho.

   – Acha? – ele olha-me estranho.

   – Joonie? – ouço uma voz feminina chamar.

  – Continua na cama! – ele repreende.

   – Jonnie? Tem mais alguém aqui?!? Sério Namjon?! – me sinto magoado. 

  – Ah, sim. Falei que não era uma boa hora. – ele fala calmo.

  – Vou embora. – falo levantando. 

  – Jonnie tem mais alguém aí? – a voz novamente.

  – Ué, por que você vai embora? – ele pergunta como se não fosse nada. 

  – Você está com… – tento. – Até depois. – quando chego na porta ouço a voz feminina me chamar. 

 – Seokjin? – chama e eu olho.

 – Ashley? – era a submissa do Suga. – Você está transando com o Namjoon? O Suga sabe?

 – Eu e o Namjoon? Sério? – ela começa ri.

– Sim. – falo, ela se desequilibra e ele corre até ela.

  – Ashley, vem. – ele pega ela no colo. – Espera, Jin. Pois se você for, não volte mais. – ele leva para dentro, provavelmente se quarto, mas rapidamente volta.

  – Nam, o que ela tem? – começo.

  – Ela está doente. Somos melhor amigos. Não quis deixar ela sozinha no apartamento dela. E de onde você conhece ela?

  – Ela é a… A garota que meu melhor amigo tem um caso. – começo. – Ela é a Ola, a aquela Ola que você " ajudou" ? – pergunto.

 – Sim. Agora me fala o que tinha para falar.  

– Eu amo você! – falo e me aproximo dele.

  – Jin, amor não é o suficiente! – ele responde rígido. – Você me ama e eu te amo, mas não quero viver escondido. – me aproximo mais.

 – Kim Namjoon, eu amo você e quero arriscar, eu quero você. – o abraço pela cintura. – E se você quiser, claro. Por favor, fala algo, não fica só me encarando! 

   Ele não fala nada, só respira fundo e logo sinto seus lábios nos meus, ele me beija com desejo como se precisasse daquilo para respirar, como se eu fosse o oxigênio que ele precisa. Levo minhas mãos para sua nuca e ele me conduz até o sofá, ele se senta e eu sento em seu colo, ele beija meu pescoço suas mãos descem pelas laterais do meu corpo apertando-me e fazendo gemer baixo, sinto seu membro rígido. Ele respira fundo e se pronuncia:

   – Quer fazer isso agora? 

  – Sim. – falo, eu quero me entregar todo. – Seu quarto está livre?

  – A Thalia está nele, deixei ela lá para depois levar para o outro quarto. Preciso cuidar dela, mas podemos só dormi. Tudo bem para você? – ele alisa meu rosto.

   – Sim, sim. Você me esperou esse tempo todo, esperarei você. – beijo sua testa.


Notas Finais


Vocês shippam Najin/ Namjin?
Vocês tem namorada/o / as / os?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...