1. Spirit Fanfics >
  2. Color's - Taegi - >
  3. Capítulo XIV

História Color's - Taegi - - Capítulo 14


Escrita por: e armyykbiscoito


Capítulo 14 - Capítulo XIV


Fanfic / Fanfiction Color's - Taegi - - Capítulo 14 - Capítulo XIV

COLOR'S


CAPÍTULO XIV


 


-Estais a ouvir-me, Taehyung? - Hoseok perguntou, frustrado


Taehyung olhou em volta, vendo todos os novos tons. As cores que sempre estiveram ali, porém o Kim nunca tivera a oportunidade de vê-las.


"Preciso contar aos meus pais!", pensou. Se apressou para voltar ao salão.


-Aonde vais?? - o Jung segurou o braço do alfa


Taehyung o encarou.


-Nos vemos mais tarde. - se soltou e correu para dentro do castelo


Taehyung sentia-se meio zonzo com tantas tonalidades. Eram novidades demais para o Kim.


-×-


-Alfa, não vais acreditar! - Jungkook apareceu na cozinha


-O que foi?


-Os nobres de Vérquis estão aqui!


-É de se esperar, Jungkook. Eles... Jimin é de Vérquis! - Yoongi caiu em si


-Estais certo!


-Vá! Tens de falar com ele!


-O quê??


-Jungkook, não deves perder essa oportunidade!


-Venha comigo!


-Não posso abandonar a cozinha, implorei a semana inteira para que minha mãe deixasse que eu a ajudasse hoje... Desculpe-me.


-Não vou. Tenho medo. O Park nunca me notaria.


-Se tu não fizer por onde, ele realmente não lhe notará.


Jungkook batucou os dedos em suas coxas. Seu amigo tinha razão.


-Eu vou lá.


-Esse é o meu ômega! - sorriu e bagunçou o cabelo de Jungkook - Tenho que levar vinho até as mesas daqui a pouco, estarei torcendo por você, huh? - Jungkook assentiu


O moreno se retirou, tentando se mostrar confiante para si mesmo. Ao avistar Jimin, Jungkook estava decidido a falar com o Park. Porém, ao chegar perto, o alfa desistiu. Seria idiotice tentar conversar com um membro da alta sociedade. Virou à direita, acabou esbarrando com um homem.


-Oh, peço desculpas pela minha distração, eu...


-Tudo bem. - sorriu - Sou Park Jin-young. Podes dizer-me seu nome? Ou talvez eu não seja digno de saber como é denominado o homem mais belo ao qual tive o prazer de esbarrar... - estendeu a mão para o moreno


Jungkook arregalou os olhos. Um nobre estava falando consigo. Um nobre que, por acaso, era irmão de Jimin. O moreno apertou a mão do Park. 


-Eu... Bom...


-Irmão? - os olhos de Jungkook se arregalaram ainda mais - O que estais a fazer? Enganando outro garotinho com vossas palavras de Don Juan? - perguntou e soltou um risinho antes de encarar Jungkook


Um lampejo de reconhecimento passou pelos olhos de Jimin. Havia visto o moreno em Vérquis.


-Cale-se, Jimin.


-Deixe-o em paz.


-Tá bem! Vossa alteza manda. - levantou os braços em rendição e se afastou


-Deves ignorar meu irmão. - Jimin disse - É um estúpido.


-Não te preocupes, senhor. Devo voltar para a cozinha... - se virou para ir até a cozinha


-Jungkook! - parou


Como o Park sabia seu nome? Não havia falado nada.


-Como sabes meu nome?


-Tu és pintor. Eu sabia que já havíamos nos visto em Vérquis, mas não lembrava aonde. Meus pais já mandaram nossos criados comprarem alguns quadros seus. Eles se encantaram com o seu modo de pintar... Confesso que eu também. Podes pintar um quadro meu? 


Jungkook sorriu, desacreditado. Estava realmente conversando com Park Jimin.


-Claro. Mas há condições para que eu pinte as pessoas...


-É, já tive o prazer de ver como seus modelos posam. - lançou um sorriso sugestivo


-×-


"Aonde estão meus pais?!", Taehyung estava impaciente.


-Alteza? Cuidado! - Yoongi disse, quando o Kim quase o atropelou


Taehyung observou Yoongi. Não sabia quais os nomes das cores que via no Min, mas sabia que gostava da combinação que elas formavam. Yoongi era ainda mais lindo.


-Eu estou vendo, Yoongi. Estou vendo!! - sorriu animadamente


-Hm? - arrumou a garrafa de vinho em suas mãos


-Isso. - apontou para a camisa de Yoongi - É vermelho!


O ômega sorriu.


-As cores? Você está enxergando, alteza! - aumentou o sorriso


Então, o alquimista estava certo? Taehyung gostava de si? Era por causa dele que Taehyung havia sido curado? Yoongi se sentiu bem ao pensar nisso.


-Como? O que aconteceu??


-Ah, foi tudo tão rápido! Hoseok me beijou e depois disso, as cores surgiram! - estava tão eufórico que não percebeu o que falou


"Hoseok?", Yoongi desmanchou o sorriso.


-Yoongi? Estais a escutar-me?


Yoongi abaixou a cabeça, mordeu seu lábio inferior, sentindo seus olhos arderem. Entregou para o Kim garrafa de vinho que deveria colocar em uma das mesas e saiu correndo, sem se preocupar com os olhares dos presentes.


-Yoongi? - Taehyung estava confuso


-Alfa! - Jungkook, que estava observando seu amigo de longe, decidiu ir atrás do mesmo


-Aonde vais?? - Jimin perguntou. Não queria ficar sozinho


-Desculpe-me. Meu amigo está mal.


-Oh... Vá ajudá-lo. Espero ver-te novamente.


Jungkook beijou a mão do Park.


-Vais ver. Até. - respondeu e se afastou em passos apressados 


-Taehyung! - Hoseok se aproximou do Kim - Vossa família quer você perto deles... Por que estais segurando essa garrafa de vinho? 


Teria que deixar a ação de Yoongi para depois.


Entregou a garrafa de vinho para o Jung.


-×-


-Alfa? - entrou no quarto


Abraçou o pálido assim que ouviu os altos soluços vindo do mesmo. O garoto tentava chorar baixinho, sem êxito.


-Deves deixar vosso corpo falar, Yoongi.


O Min obedeceu, e por longos minutos, Jungkook apenas ficou ao lado de Yoongi, acariciando os braços do mesmo.


-Está tudo bem, huh? Eu estou aqui.


-Ele gosta do príncipe Hoseok, Jungkook. Eu... Eu não significo exatamente nada para aquele mimado. - secou seu rosto, molhado pelas lágrimas


-Taehyung?


-É.


-O mesmo príncipe que tomou seus lábios hoje? Naquela chuva? Naquele momento extremamente romântico?


-O mesmo príncipe que confessou-me ter beijado outro homem a menos de dez minutos. - rosnou algumas palavras - Desejo nunca mais ver Taehyung. Nunca mais.


Jungkook sentiu a raiva passear por seu corpo. Como Kim Taehyung se atreveu a machucar o coração de seu amigo? "Os da nobreza são todos egoístas", pensou e a imagem de Jimin veio em sua mente. Gostava do Park, mas manteria sempre um pé atrás.


-Não te preocupes. Não deixarei ele se aproximar de ti.


O Jeon não deixaria assim, não mesmo. O príncipe pagaria pelo erro.


Yoongi se aconchegou nos braços do alfa. Odiava Kim Taehyung por ter o iludido, e se odiava por amar aquele príncipe.




Notas Finais


Katy: Poxa, Taehyung, mancada 'ein

Jam: Xenti... ow, foi difícil escrever esse cap, cara. Eu tô assistindo uma série espanhola, né. Aí os diálogos dessa fic são "formais" e parecem um pouco com o espanhol - na minha concepção KKKK -, e eu fico colocando um bagulho em espanhol às vezes, aí é a maior enrolação, porque eu apago e depois repito a mesma coisa outra hora. Aliás, tô me sentindo muito espanhola, mano. Os personagens falam umas coisas lá e eu entendo, aí fico muito soft kk.
Enfim. Espero que curtam o capítulo :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...