1. Spirit Fanfics >
  2. Colors >
  3. Capítulo V

História Colors - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


E vamos de odiar o Fugaku, amém.

Capítulo 5 - Capítulo V


Itachi tinha tido um sonho. Não exatamente um sonho, porque apesar de sua sonolência, ele ainda não havia fechado os olhos por um bom tempo, mas as imagens, aquelas imagens o despertaram completamente.

-Kimi! -Ele se pôs de pé em um pulo, e alcançou seu casaco disposto na poltrona no canto do quarto escuro.

Kimi surgiu no vão da porta, os fios loiros presos em um coque enquanto ela mexia a massa com a qual faria macarrão para o jantar, em uma vasilha.

-Eu preciso ver o Sasuke. -A garota assentiu, compreendendo instantaneamente. Não era a primeira vez que isso acontecia. Não seria a última, Sasuke vinha em primeiro lugar e ela havia aprendido a lidar com isso, com o tempo.

***

Sasuke era o único que ele jurara proteger. E ali estava ele, dormindo encolhido como nunca fazia com Itachi, como se tivesse medo de algo. Itachi tinha medo por ele, e era por isso que ele estava ali, contemplando as têmporas e bochechas fundas do garoto, as olheiras e sua fragilidade gritante.

Fazia dois anos. Dois anos que Itachi morava fora, dois anos de visitas noturnas regulares, dois anos desde que tudo havia voltado, porque ele jurara proteger o irmão.

Ele ainda se demorou um pouco na porta, contemplando como a luz da lua, que entrava furtivamente pela janela, fazia a tez pálida do irmão brilhar.

-Eu não toquei nele. -Itachi fechou a porta e se virou para a voz, se encostando na madeira fria, para fitar Fugaku nos olhos. -Não me olhe assim Itachi. -O tom era de advertência, mas o primogênito já havia estado nessa posição antes.

-Obrigado por isso. -Cada palavra que escapava de seus lábios feria seu orgulho e trazia lágrimas a seus olhos escuros, como apenas Fugaku sabia fazer. Apenas aquele homem sabia quebrá-lo.

O homem mais velho se aproximou, muito lentamente, os dedos se enrolando nos cabelos compridos do primogênito que estremeceu.

-Olhe pra mim. -Itachi pousou o olhar no rosto rígido do mais velho. -Você se acha um herói por vir salvar seu irmãozinho? -Ele não respondeu, ele não se achava um herói, nunca tinha se visto como um herói, apenas achava que aquilo era uma rendição, uma missão.

Tudo aconteceu muito rápido em seguida. A feição insatisfeita de Fugaku, a pressão no pulso de Itachi e o empurrão contra a madeira da porta do quarto de Sasuke, seu abdome pressionado contra a madeira fria.

-Me responda quando eu falo com você! -O patriarca apertou o pulso do mais velho contra suas costas.

Lágrimas finas escorriam pelo rosto de feições delicadas, enquanto agora ele via o corpo do irmão, coberto e encolhido sobre a cama. Sim, Itachi fechou os olhos, aproveitando a dor, sentindo-se queimar, era uma punição divina, punição pelo amor e desejo que sentia por seu irmãozinho.

-Não me faça machucar seu rosto bonito. -A mão livre de Fugaku serpenteou para o cós da calça do mais novo. Itachi nem mesmo se deu ao trabalho de lutar, não quando podia ver Sasuke tão bem, e sentir cada pedacinho seu queimar, como em um expurgo. -Você quer dominar Sasuke tanto quanto eu queria com você. -O hálito quente do patriarca encontrava caminho por entre os fios negros para o pescoço alvo do primogênito. -Você é o filho perfeito Itachi. Você nunca reclamava. Não me decepcione. -Sasuke se mexeu um pouco na cama, Itachi queria que ele abrisse os olhos, e visse o quanto o mais velho estava pagando por seus pecados. Sasuke merecia ver toda a dor que Itachi considerava como uma punição justa. -Você é exatamente igual a mim. -Eram essas as palavras, eram elas que quebravam qualquer possibilidade de defesa de Itachi, eram elas que o fazia se submeter a tudo que Fugaku mandasse. A qualquer situação, sem reclamar. Exatamente igual a seu pai, olhando Sasuke agora ele tinha certeza. Iriam ambos para o inferno, pai e filho, para que Sasuke pudesse ser salvo.


Notas Finais


Eu só quero proteger o Itachi mas eu não facilito pra mim mesma c':
Obrigada por ler! 💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...