História Colors and flowers★ - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Depressão, Doença, Drama, Flores, Hentai, Hospital Pisciquiatrico, Jikook, Jimin Seme, Jimin!top, Jungkook Uke, Jungkook!uke, Morte, Sanatorio, Suícidio, Taeyoonseok, Trauma, Tristeza, Yoai, Yuri
Visualizações 30
Palavras 1.437
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá,pessoas do meu kokoro.

As partes em itálico,são pensamentos.
Em negrito,são partes de uma musica.

☆Boa leitura☆

Capítulo 5 - A segunda flor.


Fanfic / Fanfiction Colors and flowers★ - Capítulo 5 - A segunda flor.


•Autora on•


Preso em seus pensamentos,trancado em sua propria mente...preso em uma imaginação,lembranças que por uma escolha,preferiram ser apagadas,apagadas de uma memoria que não queria ser esquecida,mas não visaram nenhuma outra escolha...ou não o deram outra escolha.

_senhor Park,o café já está na mesa.

A mulher de cabelos negros na altura dos ombros,e orbes acastanhadas disse,enquanto colocava o ultimo prato sobre a mesa.

_Pensando no garoto outra vez Jimin?

A mulher voltou a falar quando percebeu que o acinzentado não diria nada,pois estavá perdido em seus proprios pensamentos.

_não,eu só estou um pouco distraido com algumas coisas do trabanho,nada demais;me desculpe por não te responder antés.

O acinzentado disse assim que se sentou a mesa,recebendo um revirar de olhos da parte da mais velha.

_senhor Park,eu tenho um bom convivio com você,pra te conhecer muito bem,e eu sei que você está mentindo,e está pensando nele outra vez.

A mulher disse com um sorriso doce em seus labios,e tudo aquilo que ela disse era verdade,Min Yoon Sook,verdadeiramente era como uma mãe para o garoto.

_você realmente me conhece Sook,não posso negar tal coisa.

O homem disse enquanto se servia de um pouco de café.

_eu te conheço tanto,ao ponto de saber que você não gosta de café.

A morena disse arrancando uma risada da parte do mais novo.

_você está certa,por mais que caféina faça bem,mas o café não...eu necessito de um pouco de caféina.

O mais novo disse enquanto levava o café de encontro aos seus labios.

_eu nunca vou intender esse negocio de café e caféina,pra mim e tudo café.

A morena brincou.

_eu já te expliquei,café faz mal,caféina faz bem...o café bloqueia a vitamina B,e D;ou sejá bloqueia toda a sua felicidade.

_eu já disse que não vou entender isso,mas me diga senhor saude,por que tanto pensa no garoto?

A morena perguntou enquanto se sentava a mesa de frente ao mais novo,e sorriu fraco.

_o estado dele me preocupa,não que estejá muito grave,mas cada vez que eu chego naquele lugar e o vejo,meu coração aperta..

_eu entendo.

A mulher disse compreensiva.

_mas pelo menos,nos tivemos um avanço e acho que pode dar certo dessa vez,eu acredito.

O acinzentado disse enquanto se levantava da mesa e fitou a mulher por alguns instantes.

_eu tenho que ir,tenha um bom dia Sook

O acinzentado disse enquanto pegava algumas folhas sobre a mesa,e se dirigiu até a porta.

Não podendo olhar para cima porque seu mudo está em ruínas

Andando muito apenas para ficar no chão

Sozinho na multidão

Deixando seus bolsos segurarem sua mão



...☆...



_eu espero que isso sirva de lição pra que você entenda quem e que manda aqui garoto.

O homem dizia em um tom de voz baixo,porém totalmente ameaçador.

_entenda que você não serve pra nada aqui,a não ser isso.

Simbilava o homem,com um sorriso macabro em seus labios,enquanto fitava o garoto



_não e verdade,não e verdade.

O moreno sussurava,repetidas e repetidas vezes.

Era sempre isso que acontecia quando o imaginario se misturava ao real,causando uma total discordia em sua mente.



_se você colaborasse

_você tem um corpo tão bonito boneca.

Palavras ditas por uma boca tão imunda fazendo o menor respirar em puro escanio.




_por favor não...eu não quero mais.

O moreno dizia em um sussuro,e em seus olhos já podia sentir as lagrimas se acumularem



Você já esteve nessa estrada por muito tempo

Ouvindo esta música, mas não é sua canção

Querendo gritar, mas esta não é sua voz

Dias trancados dentro de sua cabeça**



_pessoas como você tem que entender o real motivo de estarem vivos até hojé.

O homem continuava a dizer,e em momento algum deixava aquele sorriso desaparecer de seus labios.

_eu vou te fazer entender.

O homem disse enquanto empurrava o corpo do menor sobre a cama,fazendo com que o garoto batesse com as costas naquele fino colchão.



_não me toca,NÃO ME TOCA.

O moreno gritou ainda com os olhos fechados e com suas duas mãs em volta de sua cabeça.

_ta bom,ta bom.

O acinzentado disse enquanto tirava sua mão que estavá no braço do garoto.

_o que está acontendo Jungkook,você está bem?

O moreno estavá tão preso,aos seus proprios pesadelos reais,que ao menos conseguiu perceber a hora em que o mais velho,adentrou o quarto e se abaixou ao pé da cama,bem a sua frente.

_hyung,e-eu,eu.

O garoto dizia entre soluços baixinhos,fazendo sua voz sair entrecortada.



Mas o sol está sempre lá para brilhar

E as nuvens bloqueiam o céu



_ta tudo bem,vai ficar tudo bem.

O acinzentado disse se sentando na beirada da cama, enquanto voltava com sua mão de encontro ao braço do garoto na qual acariciou,um pouco antés de ser suspriendido pelos braços do menor,serem envolvidos em sua cintura,em um abraço.

_não,não vai ficar tudo bem;nunca vai ficar tudo bem.

O acinzentado se assustou pelo ató tão repentino,mas não fez nada a respeito,afinal ele sabia que o garoto só precisava de um abraço,...a se sabia.

_as coisas vão mudar sim;...vai passar,eu estou aqui com você.

O mais velho disse,em um tom de voz meigo,enquanto acariciava as madeixas castanhas do garoto.



Aguente

Apenas mais um dia

Aguente

Você irá achar um forma

Aguente

Você tem estrelas em seus olhos

Então vamos pintar o ceu



...



È hora de começar e relembrar dos sonhos

Deixar seus olhos ver o que não consegue

Se lembre de quem você quer ser

Deixe a luz guiar seus olhos



Depois que ambos ficaram algum tempo em silêncio,Jimin por saber que em momentos como esse,palavras não eram de tudo sabias,e o menor apenas por lhe faltar palavras.

_então que me contar o por que estavá chorando?

O mais velho perguntou baixinho,enquanto via o menor se afastar um pouco de si,e começar a secar seus olhos com as costas de sua mão.

_eu não posso falar...eu não quero falar sobre isso agora.

O moreno disse se atropelando um pouco nas palavras.

_então quando estiver melhor,promete me contar?

O acinzentado perguntou.

_talvez um dia,eu te conte.

O moreno disse baixinho enquanto fitava seus dedos.

_eu espero o tempo que for preciso....e então como foi seu dia?

_igual a todos os outros.

O garoto disse de forma simples,mas em um tom de voz triste.

_mesmo com a flor aqui com você?

O acinzentado perguntou enquanto fitava o menor.

_eu até esqueci que ela estavá ai...pra falar a verdade se passou pela minha mente milhares de vezes,tacar essa flor pela janela,mas como você pediu eu não fiz isso.

_então vemos,que já temos um começo,agora você percebeu que essa cor não te machuca,não é mesmo?

Era visivel no tom de voz do mais velho,a esperança que estavá em seu peito,para que recebesse uma resposta positiva.

_e meio que isso ai que você falou.

O moreno disse deixando um pequeno sorriso delinear seus labios.

_então hojé vamos mudar a cor,o que você acha?

O mais velho disse,e estavá mais que visivel em seu tom de voz,a esperança de receber uma resposta positiva.

_isso pode ser uma boa ideia.

O moreno disse exibindo seus dentes salientes.

_então o que acha da cor laranja?

O acinzentado perguntou sorrindo.

_eu não gosto dela.

O moreno brincou,arrancando uma risada do mais velho,que até hojé ainda se assustava com sua troca de humor.



Deixe sair a beleza que está presa ai dentro

Deixe eles saberem que você não vai se esconder

E abra seus braços deixando suas assas saírem. E voe



_por esse motivo,a gente vai tentar com ela,você aceitar?

O mais velho perguntou estendo sua mão para o garoto,que ainda estavá com os olhinhos marejados e bem vermelhos.

_eu aceito hyung.



Mas o sol sempre está lá brilhando

Não há apenas nuvens no céu


...★....



_então quer dizer que sua comida preferida e chocolate?...mas isso nem é comida?

O acinzentado disse sorrindo,ganhando uma careta em troca,pela parte do menor.

_e claro que e comida;se você come,é comida sim.

O moreno disse serio enquanto fitava seu hyung.

_minha omma,viveu me falando que chocolate não e comida,em quem devo acreditar?

_em mim,por que eu falo a verdade ,chocolate é comida sim.

O moreno disse,com um bico extremamente fofo aos olhos do mais velho.

E o mesmo estavá encantado com as ações um tanto quanto infantis vinda do menor.

_se você está falando eu acredito, quem sou eu pra discordar?

O mais velho disse levantando suas mãos em sinal de rendição,fazendo o mais novo sorrir.

_então kook,agora eu tenho que ir.

_você já tem que ir hyung?

O moreno perguntou fazendo uma expressão chateada.

_sim Kook,eu tenho que ir,mas amanha eu te vejo novamente...e se você desfazer essa cara,eu juro que amanha trago chocolate pra você;se isso não interfir em seus rémedios.

_serio?

_serio,serio...nunca falei tão serio como agora.

O mais velho brincou.

_então até amanha hyung.



Aguente

Apenas mais uma dia

Aguente

Você irá encontrar um caminho

Aguente

Você tem estrelas em seus olhos

Então pinte o céu




...★....

Assim que terminou de arrumar alguns papeis que estavam pendentes,Park logo se dirigiu até o estacionamento,tendo a suspresa de uma visão,de um homem de cabelos ruivos encostado em um carro branco.

_então como meu irmão está?

O ruivo perguntou assim que Jimin estavá bem proximo a si.

_ele está bem.

O acinzentado disse com uma expressão cansada.

_isso não me convenceu Park...

_o que acha de tomar um chá na minha casa,podemos conversar melhor sobre isso,aqui não é bom lugar.

O acinzentado disse.

_tudo bem.

O ruivo disse,enquanto passava uma de suas mãos em seu rosto,retirando seu oculos escuro.

_e você Park Jimin,você está bem?

O ruivo voltou a se pronuciar.

_esse já é um caso a se tratar.




Continua•


Notas Finais


Então foi isso,espero que gostem.

Até o proximo capítulo.♥♥

(Não revisada)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...