História Com amor, se vence tudo! - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias ASTRO, Triple H
Tags Astro, Cha Eunwoo, Kim Hyojong, Kim Hyuna, Lee Hwitaek, Pentagon, Triple H, Twoshot, Yoon Sanha
Visualizações 36
Palavras 2.141
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii galera, bom eu só queria dizer que peguem leve comigo, pois essa é minha primeira fanfic postada aaaaaaa. Eu tô morrendo de ansiedade e nervoso, mas dane-se. Não vou perder tempo aqui, nos vemos lá em baixo ^^

Capítulo 1 - Se prepare Coréia do Sul...


Fanfic / Fanfiction Com amor, se vence tudo! - Capítulo 1 - Se prepare Coréia do Sul...

 

Kim HyunA

-- Não! De jeito algum!! -- falei um pouco alto -- você não vai comer bolo de chocolate Hwitaek

-- Mas Noona, por favor!!! Eu juro que não vou passar dos limites de novo, é só uma fatia, uma só aaa -- o mais novo cruza os braços e faz bico.

Adorável hihi

-- Hyung, pare de amolar a Noona -- vejo Hyojong se aproximando de Hui e o abraçando pela cintura -- e você! -- ele aponta pra mim -- dá logo a porra do bolo pra ele, se ele disse que não vai passar dos limites, acredite -- ele se solta do outro e me olha com aquele sorriso ladino.

-- Tá bom, você quer o bolo Hui? Eu compro -- saio pisando fundo, indo até a atendente da padaria onde estávamos.

Eu sou a mais velha dos dois, e por isso eu sempre tento manter os dois em "forma", só que eu não consigo resistir a nenhum pedido feito a mim pelo E'Dawn é como se eu tivesse uma parte do cérebro que tá escrito: "trouxa por Kim Hyojong". E isso é ruim as vezes, porém, eu tento esquecer isso. Fico divagando em meus pensamentos enquanto chego no caixa, a moça sorri pra mim e eu a retribuo.

-- Boa tarde senhora, o que deseja? -- me olha com os olhinhos curiosos.

-- Uma fatia de bolo de chocolate por favor, aquele ali oh -- aponto pra um de caramelo e morangos na vitrine.

-- Claro, só um momento -- ela se afasta e eu escuto risadas dos meus dois parceiros.

Olha pra eles e os vejo brincando de jogar bolinhas de papel com saliva um no outro. 

Nojento

Aí esse garotos, não vivo sem... Sabe, eu os acompanho desde de seu pré-debut, os conheço desde 2016, e criei com cada um, um laço de amizade incrível, eles são--

-- Seu pedido senhora -- sou tirada de meus devaneios pela voz da atendente.

-- Ah claro, obrigada -- sorrio e me afasto, indo até os dois idiotas; é claro que eu os amo, mas tenho que admitir que um bando de babacas as vezes.

Largo o bolo na mesa e Hwitaek fica com um sorriso de orelha a orelha, ele me agradasse e começa e comer com uma certa pressa, coisa que eu acho muito engraçado da parte dele. Eu acho a personalidade do Hwitaek maravilhosa, ele é confiante, ele é um ótimo amigo e conselheiro, mesmo em momentos difíceis, ele está lá pra alegrar as pessoas. O que eu escuto dos membros de seu grupo, são só as melhores coisas, principalmente do maknae Wooseok. 

O Hyo também tem uma personalidade maravilhosa, que eu particularmente acho parecida com a minha, ele sempre sabe o que quer, ele é decidido, engraçado, também tem conselhos ótimos, e uma risada contagiante. Eu os amo muito, não existe pessoas no mundo que eu ame mais que eles.

-- Noona, vamos? -- me chama Hui - temos que nos preparar para a entrevista com aquela agência lá.

Eu somente concordo com a cabeça, deixo o dinheiro da conta e rumo até a saída.

•-°•°•°•°•°•°°•°•°•°•°•°•°•°°°•°•°•°••°•°•°•°°•°•

Já era madrugada do dia 2 de agosto, e eu acordada, não conseguia dormir, ansiosa com a entrevista com a Yonhap News, que teríamos logo pela manhã. Eu estava na cozinha fazendo um chá, quando ouvi me chamarem.

-- Noona? Também não consegue dormir? -- Hyojong aparece na porta da cozinha.

-- Ah, isso! Meu sono fugiu de mim, e como na maioria das vezes eu sou sedentária, eu não quis correr atrás dele -- falo arrancando uma risada do mais novo, e rindo logo em seguida.

-- Você é uma palhaça mesmo, mas me diz, esse chá é de que? -- ele vem até mim e olha pros saquinhos que eu tinha pego.

-- Ainda não decidi, acho que vou fazer de camomila -- falo pegando o saquinho -- você quer?

-- Quero sim -- ele se senta na mesa -- HyunA, precisamos conversar.

Sinto meu corpo arrepiar, eu conheço aquele tom, é tom que ele usa quando algo o incomoda, e o pior, eu sei bem o que ele quer conversar, só achei que ele adiaria isso.

-- Ahn... Fala Hyo -- me viro na direção do mesmo, deixando de lado o chá.

-- Por quanto tempo mais nós vamos esconder isso? -- me fala com tom de indignação e tristeza -- em HyunA, por quanto tempo mais eu irei ter que fingir que o amor da minha vida, é somente uma amiga? Me diz...

Eu sabia que ele iria tocar nesse assunto de novo. Bom, eu e E'Dawn namoramos há 2 anos, isso mesmo 2 anos!! E não é aquele namoro que podemos sair gritando pros quatro cantos do mundo, pelo fato de sermos idols, temos que esconder isso, contudo, ele já não aguenta mais, não é como se eu aguentasse também, só que eu sou mais digamos que racional, e consigo lidar com isso melhor

Mas é claro que eu destesto subir em um palco, e saber que eu escondo algo tão grande dos meus fãs, eu me sinto como se fosse a pior pessoa do mundo, principalmente quando me perguntam sobre meus relacionamentos.

-- B-bom Jong, eu... Aish! Você sabe que é difícil pra mim também, só que eu acho que devemos esperar a hora certa pra isso -- falo me sentando no chão -- Eu sei o que você sente, pois eu sinto o mesmo, só que como será que as pessoas vão agir? O que vão pensar?? E-eu tenho medo Jong -- falo sentindo as lágrimas quererem sair.

-- Ei Ei Ei Ei Ei, não chora amor, por favor -- ele vem até mim e me abraça -- Eu sei que não devia ter tocado nesse assunto de novo, só que... Eu te amo demais pra não expressar isso ao mundo, eu te amo demais pra não poder te abraçar na frente das câmeras. Esse amor é tão grande que chega a doer, você sabe que um dia eu já fui apaixonado pelo Hui, só que eu tinha confundido as coisas, eu achava que era amor o que eu sentia, mas não era não, era somente um amor de irmãos. -- ele respira fundo e continua -- Mas com você, eu percebo que não é algo que eu possa confundir!! Mesmo depois de dois anos, meu coração ainda acelera quando te vejo, eu sei que meus olhos ainda brilham ao te ver, e o principal, eu sei que é por você que meu coração chama.

Ele termina de falar e eu já estou praticamente desidratada de tanto chorar, ele percebe que não posso falar direito, e me puxa pra uma beijo, um beijo calmo, sem malícia, um somente pra transmitir o que não é suficiente com as palavras.

-- Dawnnie, eu t-te amo -- e essas foram minhas últimas palavras antes de adormecer...

°•°•°•°•°°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°°•°•°•°•°•°°•°•°•°•°•°•

-- Noona, acorda! Vamos, já tá quase na hora da nossa entrevista -- abro os olhos lentamente, sentindo a claridade machucar de leve os mesmo, e espero um pouco pra me acostumar -- Ufa! Achei que não fosse acordar, Dawn mandou eu vir acordar você, ele tá no banho, só falta você pra irmos até a agência.

Me levanto meio sonolenta ainda, e me espreguiço, e olho para o relógio de cima da cômoda; 8:47... Aish, 10:00 temos aquela maldita entrevista, mas que porra!

-- Obrigada por ter vindo Taekie, eu já irei me levantar -- ele assente e sai do quarto, me deixando sozinha.

Eu me lembro de pouca coisa dessa madrugada, depois que eu apaguei, Jong veio me deixar no quarto e foi embora. Vamos, você tem que se arrumar! Me levanto e rumo ao banheiro, retiro minhas roupas e entro no box, tendo um pequeno choque térmico.

-- Puta que pariu!!!!! -- eu esqueci de ajustar a água, e não a deixei quente -- Porra HyunA, você só faz merda!!. Logo me recupero e tomo meu banho normalmente.

Faço minha higienes e vou até o guarda roupa procurar algo pra usar na entrevista. Opto por um vestido de um rosa bebê, de mangás compridas e com umas flores azuis, que deixava meus ombros a mostra, peguei um salto alto prato, com detalhes metalizados. Me arrumo e penteio minhas madeixas recém pintadas, e saio do quarto.

-- Bom dia amor -- Dawn me recebe na sala, ele é Hui estão sentando no sofá, provavelmente me esperando - Vamos?.

-- Bom dia meninos, eu só vou pegar meu celular e podemos ir -- volto no quarto e pego o celular, volto e logo saímos ao encontro do carro que nos levaria até o local da entrevista.

°•°•°•°•°•°•°•°••°•°•°•°•°°•°•°••°°•••°°••°°•°•°•°

-- Olaaaa, sejam bem vindos -- uma moça baixinha nos recebe - vocês dois vem comigo, e você vai com ela -- mal chegamos, e já somos empurrados até a camarim pra maquiagem.

Essa é parte chata de ser idol, eu só queria um momento de sossêgo, mas essas vadias da maquiagem vivem no nosso pé, aff!! Eu estou aflita demais, no caminho até aqui, Jong me disse que hoje era o último dia nosso escondidos, eu logo suspeitei que ele iria contar a mídia sobre nosso relacionamento. E eu estou a ponto de explodir.

Eu já tenho as preocupações normais de um idol, agora tenho também pessoal; eu não tenho medo do que irão pensar, pois eu cuido da minha própria vida, e o Dawn também, só que... Eu me preocupo com os comentários ofensivos demais que com certeza irão surgir, e com o que pode acontecer com o desenvolvimento do Pentagon. Eu não quero que uma decisão errada, prejudique tudo o que eles já construíram, eu me sentiria a pessoa mais horrível desse mundo. 

-- Com licença -- um jovem de aparência adorável entra na sala -- Senhorita HyunA? 

-- Ahn, sim? -- arqueio uma sombrancelha.

-- Eu fui mandado aqui pra lhe levar até os seus companheiros e lhe ajudar com o que precisar -- ele sorri e meu coração erra a batida.

Meu Deus, que menino fofo

-- Ah claro, vamos então? -- me levanto da cadeira e vou até ele -- e um prazer... 

-- SanHa, Yoon SanHa -- ele responde sorrindo mais uma vez.

-- Oh, bom SanHa, vamos indo então -- eu o puxo pelo braço e nós vamos até o estúdio.

Nós conversamos um pouco nesse meio tempo, ele me contou ter 18 anos, disse que ama tocar violão, e que está sendo trainee da empresa Fantagio, e outra coisa também, que ele tinha um crush no colega de trabalho Cha Eunwoo, ele até me mostrou uma foto do garato e meu santo G-Dragon, que homem lindo da porra, é claro que eu super shippei e disse que era pra ele tomar coragem e ir falar com esse tal de Eunwoo.

-- Mas Noona, eu não sei se ele sente o mesmo, como eu vou... Aiiiiiii-- ele grita quando eu acerto um tapa na cabeça.

-- Jovem SanHa, para com isso de ter medo, eu digo que: é melhor fazer e deixar isso claro logo de uma vez, do que ficar guardando isso, e se arrepender depois -- sorrio pra ele.

-- Eu... Eu... Vou tentar Noona -- ele pensa um pouco -- Mas não lhe garanto nada, eu não vou contar ainda pro...

Ele para de falar e fica pálido como se tivesse visto um fantasma -- ele já era branco, só piorou tudo.

-- SanHa, você tá bem? Parece que viu um fantasma -- estalo os dedos na frente dele, mas ele somente aponta pra atrás de mim -- O que diabos você... - eu mesma me interrompo ao ver E'Dawn e Hui vindo acompanhados de ninguém menos que Cha Eunwoo.

-- Oi Noona, quem é esse? - pergunta Hui.

-- Muito prazer Hyung, sou Yoon SanHa -- o mais novo faz uma referência e abre mais um sorriso angelical.

-- Aaah, então você é o SanHa!! -- Hyojong exclama com diversão -- Olha Eunwoo, você tem um bom gosto -- ele fala e começo a rir da cara de SanHa e Eunwoo, eles estavam mais vermelhos que um tomate.

-- H-hyung, não diga isso -- o Cha fala coçando a njca envergonhado -- Bom, a entrevista começa em 5 minutos, vão logo, é por ali.

-- Bom -- me pronuncio -- Vejo que vocês dois tem muito a conversar, eu e meus outros Donsaengs estamos indo -- olho pra SanHa -- e você, vai me contar tudinho, e me convidar pra ser madrinha do casamento, beijos.

Puxo Dawn e Taek até sala da entrevista, e antes de começar eu falo:

-- Bom, espero que estejam preparados pra o que irá vir acontecer daqui pra frente -- olho nos olhos dos garotos -- eu amo vocês.

•°•°•°•°°•°•°•°•°•°•°•°••°•°•°°••°•°•°•°•°°•°•°•°•°•

-- Então meus queridos, eu gostaria de lhes contar algo -- Hyojong começar, e eu já começo a duas frio -- Eu e HyunA temos um pronunciamento a fazer, não é mesmo Hyu?.

-- É sim, bom vocês sabem que eu gosto de ser o mais sincera com todos vocês, e isso é a prova -- e agora ou nunca -- Eu e Hyojong estamos namorando...









Notas Finais


Genteeeeeeee, pelo amor de deus, eu tô apreensiva, eu na verdade tô com vergonha kkkkkk, eu ia fazer uma OneShot, mas iria ficar grande demais, então vai ser uma TwoShot.

Perdoem os erros, perdoem de ficou ruim demais, e logo logo eu posto o capítulo final.

Bjs de luxx~~🌚🍷


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...