1. Spirit Fanfics >
  2. Com Respeito e União >
  3. Um Choque Na Realidade

História Com Respeito e União - Capítulo 34


Escrita por:


Notas do Autor


Kion: Olá caros mortais
Rani: Endoidou? Oiii caros leitores e leitoras, como podem ver quem irá apresentar esse capítulo será eu e o Kion... Digamos que a Isa está caindo de sono...
Isa: Que calúnia! Eu só achei que como vcs são os personagens principais mereciam um capítulo que aparecem nas notas.
Kion: Ok, então vc não é a pessoa que quase caiu com a cara dentro da pia enquanto lavava uma panela?
Isa: Fique quieto tem gente que não precisa saber os micos que eu pago todo dia...
Kion: São muitos...
Rani: Verdade. Tipo esses dias vc conseguiu cair da rede...
Isa: Quietos! Então eu achei que ficaria legal eles aparecerem nas notas, por isso estão aqui.
Kion: Ela me pagou com um cap só meu
Rani: Que não é esse
Isa: Lógico a patroa tem que aparecer…
Kion: Pq ela é a patroa?
Rani: Será que é pq vc faz tudo que eu mando?
Kion: 🙄
Isa: 😂
Rani: Bom fiquem com o cap e boa leitura.❤️

Capítulo 34 - Um Choque Na Realidade


Fanfic / Fanfiction Com Respeito e União - Capítulo 34 - Um Choque Na Realidade



Kion


Eu e Rani estamos brigados a uma semana.

Eu não sei como me desculpar.

Ela não quis me ouvir, e hoje quando a vi ela estava muito estranha 

Bom, sai da ala hospitalar há algum tempo...

Estava conversando com Nirmala sobre minha cura — que está levando muito mais tempo só que eu planejava e minha paciência também 

Cruzei a porta do grande salão e sentei em uma cadeira no canto mais afastado notei que a Guarda inteira estava ali e que Baliyo estava sentado triste em um dos sofás 

Ao olhar para Baliyo lembrei da Wanda que foi embora do palácio antes do Natal, nunca mais ninguém teve notícias dela — nem sequer o Baliyo ou a Rani — o que foi muito estranho já que eles namoram ou namoravam 

Senti meu celular vibrar no meu bolso mais no momento não liguei e continuei a olhar as paredes do salão sem me preocupar com nada 

— CADÊ A RANI? — levantei meu olhar quando escutei o grito de Baliyo no sofá 

— Ela e Nirmala estão conversando na ala hospitalar, por que? — Perguntei me levantando já preocupado 

Mesmo brigados é lógico que eu me preocupo com ela 

— Se for verdade eu quero conversar com os dois. — Bradou indo em direção a porta — E se for verdade, mesmo que no momento eu esteja bravo com os dois... Parabéns — terminou com muito esforço e batendo a porta 

Parabéns? 

Pelo que?

Sentei no mesmo lugar que até então Baliyo estava e peguei meu celular olhando o visor vi que tinha uma notificação de mensagem da Rani


____

Rani Amor enviou uma foto 


Capa*

Estou Grávida.

____


Arregalei meus olhos quando li aquela simples frase que mudou tudo 

A reli acho que pelo menos umas 10 vezes apenas para tentar ver se eu não estava lendo errado. Mais foi então que lembrei: "Ny você tem como me emprestar um teste de...", "A Rani anda tendo mal estares", "ela disse que foi só uma tontura", "ela enjoou de chocolate", "ela veio com um papo de estar com vontade de comer laranja com sal" a voz de Rani

Derrubei o celular no chão 

Rani está grávida.

E o filho é meu.

Eu vou ser pai.


⟦…⟧ Alguns minutos antes 


Rani


Analisei o resultado em minhas mãos pela vigésima vez... Aquilo parecia uma alucinação minha 

Talvez eu dormi enquanto trabalhava, ou então eu nem ao menos levantei da cama está manhã e estou sonhando 

Tirei uma foto daquele teste e lavei meu rosto, precisava sair e respirar um pouco — além de criar coragem e contar para todo mundo 

Coloquei uma calda jeans, uma blusa vermelha, um tênis branco e prendi meu cabelo em um coque bagunçado

Peguei o celular, meu óculos de sol uma bolsa begezinha e minha pistola 

— Julie precisa de algo? — Falei ao ver a mulher sentada na sacada com o crochê em mãos 

— Sim querida a onde vai? — falou levantando as sombrancelhas ruivas me analisando de cima para baixo 

— Na cidade, resolver uns problemas — “e fazer um exame de sangue já que aqui todo mundo vai me procurar e se perguntar por que estou fazendo” completei mentalmente 

— Eu vou pra casa hoje, pode comprar essas coisas para mim? — falou estendendo uma lista de super mercado 

— Claro, volto de tardezinha… — falei já quase saindo pela porta 

— Vai de carro? — perguntou estranhamente

— Sim... Com o meu… Por que? — falei com a mão na maçaneta

— Nada querida apenas a curiosidade falando mais alto…

Dei risada forçada e sai pela porta 

Julie andava muito estranha ultimamente — não que eu suspeitasse de alguma coisa a respeito dela, ela cuidou de mim e do meu irmão desde sempre não iria fazer nenhum mal a nós.

Enviei a foto do teste para Kion e Baliyo e em baixo escrevi "estou grávida"


⟦…⟧


Já tinha feito o exame iria demorar algum tempinho até que ficasse totalmente pronto então fui no mercado mais próximo ao laboratório 

A lista de Julie era simples:

Feijão 

Arroz

Macarrão

Tomates

Ovos

Laranjas

Detergentes 

Esponjas 


O que é totalmente estranho já que era fácil decorar*

Em poucos minutos quase os produtos já estavam no carrinho

— Querida, pode pegar aquele pacote ali em cima para mim? — Uma mulher estranhamente familiar deveria ter uns 36, 37 anos no máximo 

— Claro — Falei pegando o produto que estava um pouco acima dela mais se ela levantasse o braço certamente o pegaria

Então por que não levantou?

Senti algo penetrar na minha pele — algo gelado e frio logo tudo ficou escuro e a única coisa que eu consegui distinguir bem foi um sorriso vitorioso nos lábios da mulher 


⟦…⟧


Julie


— Como assim ela não está?

— Já falei Alteza, ela saiu — falei suspirando e permitindo que o príncipe das Terras do Reino vasculhace o quarto em busca da Rani 

Ele vasculhou cada canto em quando eu só me dei o trabalho de adicionar mais um ponto alto* ao tapete que estava fazendo 

Ele suspirou derrotado

— Eu avisei — cantarolei fazendo um ponto baixo*

— Ela anda se comportando estranho perto de você? — ele perguntou me encarando 

Engoli em seco 

Será que eu falo que a encontrei chorando mais cedo porque um governante pediu demissão de seu cargo? E logo depois ela estava “contente” por não ter que o aturar e depois ficou com raiva e o xingou porque agora ela teria que procurar outra pessoa? — Aquilo foi muito estranho 

— Nada de anormal Alteza ela só anda... Um pouco... Emotiva...

Ele pareceu um pouco confuso com a minha resposta e depois se retirou fechando a porta com um pouco de força 

Nem liguei e voltei a minha carreira* 

Alguns minutos depois meu celular tocou 

Atendi 


Ligação on 

J: Alô?

?: Pegamos a garota 

J: Excelente já a levaram para o esconderijo?

?: Sim e suas informações foram muito úteis Agente Pepper Potts

P: Obrigada faço o que for preciso para cumprir meus objetivos.

?: Eu acho que sei disso mais do que ninguém...

P: Acha mesmo Tony? Engraçado... Ok voltando, como a Morgan está?

T: Nossa filha está perfeitamente bem tirando o fato de que ela pegou uma coisa que não era pra ela pegar 

P: Que coisa?

T: Surpresa...

P: Anthony Edward Stark Jr.! Me responda agora mesmo!

T: Tchau amor e vem pra casa logo, trás a Natasha gosto dela...


Ligação off


Larguei o tapete na cadeira e olhei pela janela 

Minha missão aqui está quase comprida e assim que a concluir vou poder ficar mais tempo em casa com a minha filha e meu marido 

Com esse pensamento sorri



Rani


Acordei em um lugar completamente escuro me movimentei um pouco e levantei como cuidado 

— Stark ela acordou 

Ouvi alguém gritar e as luzes foram acendidas revelando um grupo de cinco pessoas que eu não conhecia e uma mulher de cabelos curtos ruivos e uniforme preto que eu conhecia muito bem 

— NATASHA?! — assim que pronunciei essas duas palavras mais outras duas pessoas entraram na sala 

Duas pessoas que eu conhecia muito bem — sempre ficava admirando a beleza dos dois e contando meu dia para uma imagem — Meus pais que até então eu achava que estivessem mortos 

Mais ali estavam os dois vivos, respirando e de pé 

— Bom quem vai começar a explicar as coisa pra garota? — Um homem com o rosto vermelho falou atrás de mim fazendo com que eu pulasse de susto 

— Acho melhor começarmos do começo — um sotaque e uma voz feminina veio da porta da sala me fazendo olhar para ela 

— Wanda?!


Continua.…




  



Notas Finais


Isa: Reta e direta.
Rani: Pq eu ficaria enrolando?
Kion: Eu vou ser pai 😵👀
Isa: Ele é lerdo.
Rani: Nem me fale... Agora ao que interessa… VC TEM PROBLEMA COMIGO?
Isa: Baixa o tom, e não mais um leitor comentou que algo tem que acontecer então aconteceu
Rani: Quem foi que colocou minhoca na sua cabeça pra querer me sequestrar?
Isa: Eu sonhei com essa fic esses dias e vc foi sequestrada...
Kion: EU VOU SER PAI!!!!
Rani: Percebeu que ele nem tá ligando com o fato de que eu fui sequestrada?
Isa: Percebi mais pensa pelo lado bom... seus pais estão vivos e vc foi sequestrada pelos vingadores
Rani:Bom vamos as notas...
1. Aham super fácil... Vá nessa...
2. Ponto alto é um tipo de ponto do crochê que minha mãe encinou pra mim, vc faz uma laçada, entra na corrente com a agulha e faz outra laçada lá dentro, depois vc volta com a agulha e tira duas correntes de uma vez e quando fica apenas uma vc faz outra sem laçada <eu sei a explicação ficou muito confusa e acho que até às pessoas que sabem mais de crochê que eu não vão entender nada>
3. Um ponto sem a primeira laçada que minha vó usa pra fazer amigurumi
4. Carreira: é a linha reta do crochê 1 carreira -> ()-()-()-()-()
Isa: Quem esperava essa reviravolta? Kkk eu tenho problema 😂😂
Kion: Eu vou ser pai!!!!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...