História Com todo meu amor ( CLACE) - Capítulo 40


Escrita por:

Postado
Categorias Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Jocelyn Fairchild, Magnus Bane, Personagens Originais, Sebastian Verlac (Jonathan Christopher Morgenstern), Simon Lewis
Tags Clace
Visualizações 323
Palavras 928
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Sobre esse capitulo ?
NÃO ME MATEM KKKKKK
AMO VOCÊS S2
SAI CORRENDO AHSAUHAUHS

Capítulo 40 - Who are you?


Fanfic / Fanfiction Com todo meu amor ( CLACE) - Capítulo 40 - Who are you?

Pela manhã, eles estavam de malas prontas para ir para Paris.  

- Estou ansiosa para te encher de beijos na frente da torre Eiffel.  

- Porque esperar chegar lá para me encher de beijos? Jace pergunta abraçando Clary por trás e beijando seu ombro.  

- Porquê da sorte. Ela sorri e se aninha nos braços dele.  

OS dois estavam no aeroporto e estavam radiantes, exageram nas demonstrações de amor e carinho um pelo outro. Jace como sempre possessivo abraçava Clary sempre que via algum cara a olhar.  

O voo foi tranquilo e em alguns momentos, ela se sentou no colo de Jace e o encheu de beijos. 

Ao chegar no hotel, foram recebidos muito bem.  Jace então pega Clary no colo e entra no quarto, ele então a deita na cama e a enche de beijos. Depois de um belo chandon rose e muitos morangos eles transaram a noite toda, caíram nus sobre a cama e dormiram abraçados.  

Ao amanhecer, Clary estava escolhida nos braços de Jace e então encheu seu pescoço de beijos.  

- Bom dia senhora Herondale.  

- Bom dia! Ela sorri.  

- Como está se sentindo hoje?  

- Completa e extremamente feliz e você? 

- Excitado e muito feliz por te ter ao meu lado.  

- Quer repedir a dose? Clary pergunta deitando em cima de Jace então ele força a ereção dele no meio das pernas de Clary.  

- Vamos para a banheira.  

Depois de fazerem amor novamente, eles tomaram um banho e foram explorar a linda cidade de Paris.  

Passaram por vários pontos turísticos e dentre deles a torre Eiffel. Tiraram uma foto linda (capa). Então cheios de amor para dá Clary sussurra em seu ouvido.  

- O que acha de fazermos um amorzinho aí de baixo da Torre Eiffel?  

Jace sorri com malicia para sua ruivinha, e achando graça naquela loucura. Eles foram até de baixo da torre onde tinha um arbusto então se jogaram ali e fizeram amor mais uma vez, mas sem ninguém ver.  

Depois de terem se saciado eles riem da loucura e foram ao um restaurante, eles se limparam no banheiro e foram comer.  

Jace estica a mão sobre a mesa e pega a mão de Clary.  

- Você não sabe o quanto me deixa cheio de energia esse seu sorriso.  

Ela sorri e fala baixo.  

- O que me deixa cheia de energia e quando você diz que quer me comer.  

Jace da uma gargalhada e ela ri junto.  

- Eu tento ser romantico mas minha esposa é muitoa safadinha.  

Ela ri e se debruça sobre a mesa e morde os lábios dele.  

- Te amo, querido. Sua vitalidade e seu amor me enche de energia e vontade de transar loucamente.  

Ele ri e retribui o beijo de Clary.  

Depois de comerem eles foram dar mais alguns passeios.  

- Amor, tira uma foto minha dali? Clary solta das mãos de Jace e caminha de costas pela rua. 

- CLARY CUIDADOOO!  

Então um carro a acerta em cheio, Clary voa longe e bate a cabeça com força ao chão.  

Jace corre até ela e começa chorar desesperado.  

- Chamem uma ambulância pelo amor de Deus. Ele pediu em francês.  

Após levarem Clary para o hospital, Jace ficou desesperado.  

- Responsável por Clarissa Herondale?  

- Sou eu!  

- Ela bateu a cabeça muito forte e teremos que realizar uma cirugia nela agora. Preciso que você vá a recepção assinar os termos.  

- CIRURGIA PARA QUE DOUTOR? ELA VAI FICAR BEM? Jace pergunta desesperado.  

- Só saberemos depois que a operamos.  

Jace então corre na recepção e assina toda documentação. Liga para família e todos ficaram desesperados.  

10 horas haviam se passado e nada de Clary até que ele vê sua mãe e seu pai, junto com Sebastian e Rubén. 

- O que aconteceu? Sebastian berra.  

- Ela... ela soltou da minha mão para tirar uma foto na rua e o carro a atropelou. Isso é culpa minha... não deveria ter soltado a mão dele. Ele diz em soluços.  

Então depois de todos tentarem consolar Jace o médico chega.  

- Sr. Herondele, a cirurgia foi um sucesso e sua esposa já está fora de perigo. Porém por conta da batida muito forte na cabeça ela pode demorar para acordar.  

- Demorar quanto tempo? 

- Depende. Existem pessoas que acordam e um dia para outro, outras em uma semana e outras 1 mês.  

- Mas ela está bem mesma?  

- Está fora de perigo. 

Jace sentiu um alivio em seu peito.  

- Somente o senhor e o irmão dela podem entrar na sala para vê-la.  

Jace na hora levanta e Sebastian vai atrás.  

Ele vê Clary com várias sondas no corpo e a cabeça enfaixada. Seu coração apertou e ele se entristeceu.  

  

Passou-se duas semanas e Clary não havia acordado. Jace estava muito mal, não dormia e não comia. Se culpava a todo momento por Clary está ali.  

Então ele estava sentando numa poltrona de frente a cama e pegou a mão de Clary.  

- Estou sentindo falta da sua voz meu amor, estou desesperado. Volta para mim.  

Clary então mexe as mãos e no mesmo momento Jace dá um pulo ao ver que ela havia acordado.  

- MEU AMOR! ele começa a chorar de felicidade e sem soltar a mão dela. Ela observa o quarto então tira a mão dela das mãos de Jace com dificuldade.  

Com muita dificuldade seus olhos enchem de lágrima.  

- Você está sentindo alguma coisa meu amor? Fala comigo pelo amor de Deus.  

- Quem é você? Foi a única coisa que ela conseguiu responder.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...