História Come Home - Capítulo 4


Postado
Categorias Demi Lovato, Nick Jonas
Personagens Demi Lovato, Nick Jonas, Personagens Originais
Tags Autismo, Demi Lovato, Nemi, Nick Jonas, Romance
Visualizações 49
Palavras 2.278
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem a demora, e voltamos BRASIL.

Capítulo 4 - Não grite com ela.


Fanfic / Fanfiction Come Home - Capítulo 4 - Não grite com ela.

Ela se arrumou como passou a fazer desde que conseguiu o emprego.

Se arrumou, se perfumou e caminhou pelas ruas molhadas por conta da chuva que caía.

O guarda-chuva, se não fosse segurado com força, voaria pelo bairro.

Belle olhava para a janela, e resmungava. _Não gostava da chuva_, o barulho a incomodava.

Demi abriu o grande portão de madeira rústica que separava ela da chuva e do quentinho.

- Bom dia. - Ela gritou pela casa escorrendo água por todo o corpo.

Belle escutou a voz de Demi, e correu na escada, descendo para sala e resmunga alto, correndo em direção dela.

- Oi, meu amorzinho. - Ela riu e a menina correu na sua direção.

Demi a pegou no colo.

- Tudo bem com você? Ein?

Mas Belle negou e tampou os ouvidos com as mãozinhas, choramingando.

- O que aconteceu? É a chuva? Ai que bom que você precisa tampar os ouvidos, porque eu comprei uma coisa pra você. - Sorriu.

Demi a colocou no chão e tirou um tampão de ouvidos bem moderno. Parecendo aqueles fones chiques. Colocou nas orelhas dela e riu, é verde reluzente, como a grama que ela descobriu.

Belle tentava ver o fone, curiosa, e resmungou, mas arregalou os olhos por não ouvir o seu resmungo. 

Ela olha para Demi e sorri.

- Como você não gosta de barulho... Acho que foi uma boa ideia, não é? - Ela riu se levantando. - Onde está todo mundo? - Olhou ao redor.

Belle olhou ao redor, e sorrio grande, lindamente. 

Ela apontou para as escadas, olhando para Demi.

- Lá em cima? Bem, vamos ver. - Ela pegou na mão de

Belle e subiram lentamente, nos passos da menina.

Belle sobe animada e corre para seu quartinho, onde em cima da cama havia uma caixa de giz de cera _Nick havia lhe dado, mas a menina não sabia como usar_

- Uia, olha só. Giz de cera. - Demi sorriu correndo e pulando em cima da cama, abrindo a caixa.

A garotinha lhe olhou curiosa...

- Desculpa, Belle. - Demi riu colocando todas as cores pela cama. - Sou uma eterna criança.

Belle resmunga e pega um folha que estava no chão, que seu pai também havia deixado, mas ela não sabia o que fazer. 

Ela estica para Demi e olha curiosa.

- Vamos desenhar? - Demi perguntou sorrindo.

Demi pegou um lápis amarelo e desenhou uma bola.

- Olha, esse aqui é o sol, aquela bola quente lá em cima. - Ela aponta para a janela.

A garotinha olhou atenta, mesmo sem conseguir ouvir o que Demi dizia, Belle sorriu ao ver o sol.

- É bonito, né? Vamos continuar. Pega o verde pra eu fazer a grama.

Belle resmunga e toma a cabeça para Demi _Por que ela estava falando com a garotinha, sendo que ela havia acabado de lhe dar um fone anti barulho?_

- AAAHH, você não está me escutando.- Tirou os fones dela rindo.

Belle a olha tirando o fone e depois olha para o giz de cera, apontando para eles.

- São cores, Belle... - Ela a olhou. - Qual você gosta mais? Qual achou mais bonita?

A garotinha olha atenta e pega o verde, esticando para Demi. 

- Onita... - Ela murmura baixinho.

- Achou bonita, Belle? - Demi sorriu fazendo a grama embaixo da folha.

Ela assentiu olhando curiosa para o desenho de Demi e sorri, apontando para a grama, e depois para a janela...

- Depois a gente vai lá pra fora. Toma. - Deu o lápis azul claro pra ela. - Faz o céu.

Ela pega o giz e olha para Demi, confusa. 

- Céu? - Ela pergunta quase sem voz de novo, às vezes seja pela falta de costume.

- É, é o céu. - Demi sorriu. - Pinta o céu.

A garotinha suspira e risca o papel com azul, olhando para Demi, para ver se estava certo.

- Isso mesmo, meu amor. Continua. Está indo muito bem. Pinta tudo aqui em branco.

Belle a olha e começa a rabiscar de qualquer jeito o papel...

Nicholas passou resmungando pelo corredor, mas parou ao ver que Demi havia chegado, e já estava com Belle, parando na porta do quarto.

- Hãn, ok. Que tal, umas borboletas? - Demi perguntou fazendo uma borboleta vermelha. - Aqui, tenta você... -

Entregou a folha à menina.

Ela pegou a folha e resmungou, pegando outro giz, e tentou imitar Demi _Ela é esperta_

Nick se apoiou na porta e ficou ali, olhando as duas.

- Bem, agora, precisamos de... Humm... Pássaros. -

Demi sorriu animada pra ela. - Vamos pegar o verde e o rosa, VAMOS FAZER PÁSSAROS ROSAS EEEHHH. - Demi falou num tom mais alto.

E Belle se assusta com o seu tom de voz e começa a formar um biquinho nos lábios, ameaçando a chorar pelo susto.

- Ai, Belle. Desculpa. - Demi a abraça de leve. - Eu não queria te assustar.

Nick ri baixinho dela, negando com a cabeça.

- Belle... Você tá com fome? - Demi perguntou limpando as pequenas lágrimas que caiam do rosto dela.

Belle a olha, soluçando...

- Ome? - Ela murmura baixinho, e Nick para de rir, impressionado...

Porque ela nunca havia dito uma palavra para ele.

- Vamos comer, é. - Demi riu saindo de cima da cama. - Vamos pra cozinha, dá a mão. - Demi estendeu a mão esquerda pra garotinha.

Ela olhou curiosa e a pegou... Assim que Belle encostou pele a pele com Demi, a mulher logo andou até a porta, encontrando o homem que espiava com um sorriso escondido no canto direito da boca.

- Olá Demetria. - Nicholas murmura enquanto Belle o olhava.

- Oi... - Ela riu.- Estava levando a Belle pra tomar café...

O senhor já tomou?

- Eu já, mesmo não indo para o trabalho hoje, mas obrigado.

- Ah, não tem problema. Toma de novo. vamos. - Demi o puxou pela mão.

O homem rapidamente tira a mão de Demi. 

- O que você está fazendo?

- É... Eu...- A mulher travou de repente. - Eu ia te levar pro café...

- Eu já falei que tomei. - Ele diz um pouco grosso.

- Ah... Tá, bom. Desculpa. - Ela sorriu envergonhada e virou as costas pra continuar o seu caminho.

Mas Belle não virou com Demi, ficou encarando seu pai, talvez curiosa.

- Vamos, Belle.- Demi disse baixo.

A garotinha resmungou, e continuou olhando para seu pai...

- Vai Belle. - Ele murmura.

- Belle... - Demi se abaixou, ficando do tamanho dela. - O que aconteceu?

Ela resmungou ainda olhando para seu pai e olhou para Demi, logo começando a andar em direção da cozinha, fazendo os dois adultos não entenderem.

- Belle! - Foi atrás dela. Seguindo a menina até a escada.

 

[...]

 

Depois do café, Demi resolveu ajudar um pouco a empregada, pois a cozinha era muito grande para apenas uma senhora de idade limpa-la inteira. 

Então, para distrair Belle, pegou todas as folhas de sufite que haviam sido deixadas no quarto da mesma, e as colocou no chão de cozinha, com os giz de cera, para Belle desenhar. 

O que funcionou, fazendo a garotinha rabiscar - alguns até sorrindo - todas as folhas que haviam. 

O problema foi que elas acabaram. 

A garotinha resmungou e olhou para os lados, se levantando e vou até uma das portas daquela casa enorme, com Demi ainda distraída. 

A garotinha abriu a porta, e entrou, sabendo que comodo era aquele, e sorriu ao ver um monte de folhas espalhadas naquela mesa gigante de madeira. Então com o giz de cera verde, começou a rabiscar várias das folhas espalhadas, sorrindo e até rindo sozinha, pois ela havia achado aquilo legal. 

Até Nicholas entrar no seu escritório e paralisar na porta, vendo a garotinha riscar seus papéis de trabalho.
Demi colocou a cabeça no canto da porta pra ver se Belle ainda estava na sala...

- Belle. - Demi gritou pela casa procurando a menina.

- BELLE MAS QUE MERDA! - Nick gritou irritado e pegou a menina, a tirando de cima de cadeira e a colocando no chão, logo tenta conferir quais papeis importantes ela havia riscado. - Mas que porra. POR QUE VOCÊ FEZ ISSO? -

Ele grita e a garotinha soltou um pequeno grunhido, logo começando a chorar alto, assustada.

Quando Demi ouviu os gritos, correu até o escritório.

- Ai, que droga. - Ela disse na porta. - BELLE. - Demi gritou correndo até a menina que gritava de medo.

Nicholas olhou furioso para Demi. 

- Onde você estava hey? Que não viu a merda que ela fez! - Ele exclamou congelamento irritado, enquanto começava a separar os papeis.

- Desculpa, desculpa. Estava na cozinha ajudando a empregada e deixei ela na sala. - Demi pegou a menina no colo, colocando a cabeça da mesma no seu ombro. - Belle, shh... Tá tudo bem, você tá bem, tá tudo bem...

A garotinha chegava a soluçar, chorando alto e colocando suas mãozinhas em seus ouvidos, enquanto batia as perninhas mesmo estando no colo de Demi. 

Nicholas apenas bufou irritado, olhando atentamente para os papéis. 

- Saiam daqui.

- Desculpa... - Demi teve que subir o tom pro homem ouvir, a menina chorava muito alto. Demi saiu do escritório com lágrimas nos olhos.

Saiu da casa e se sentou no jardim balançando a menina.

A garotinha olhava para Demi, chorando, e parecia que ela queria dizer algo, mas não conseguia, pelos soluços.

- Shh, eu tô aqui com você... Ele não fez por mal...

Belle choraminga mexe suas mãozinhas, que ainda tapavam seus ouvidos.

- Olha pro céu... Olha...

A garotinha choraminga novamente mas segue o olhar da maior, olhando para o céu.

- Olha pra todas essas cores... - Demi sorriu... - Elas são lindas, igual a você...

Belle olha concentrada para o céu e tira as mãozinhas de seus ouvidos...

- Olha pra grama, sua primeira descoberta, meu amor... Toca nela. - Demi disse tocando na grama.

Ela olha para Demi e para grama... Mas em vez de tocar a grama, ela pôs suas mãozinhas no rosto de Demi...

- Eu estou aqui com você, minha criança... - Demi sorriu.

A garotinha a encarou e sorriu, fraco mas sorriu, passando a mão levemente na bochecha da maior.

- Vamos andar um pouco? Que tal o parquinho aqui do lado? - Demi sugeriu...

Mas Belle resmungou, fazendo uma leve cara de brava.

- Você não quer? O parquinho é tão legal...

Belle resmunga e bate os bracinhos irritada, se levantando do colo de Demi.

- O que você quer agora?

A garotinha fez uma cara irritada e resmungou, batendo os pés no chão, fazendo birra.

- O que foi, criança? - Perguntou realmente confusa.

Belle gritou, irritada e olhou para a porta, andando até a mesma, batendo os pés.

A maior seguiu a menininha sem entender nada da situação. Então foi até a porta e abriu para a menor entrar.
Belle olhou brava para Demi e entrou na casa, indo em direção as escadas

- Belle, cuidado. - Demi a seguiu até a escada.

Mas a garotinha não escutou, subindo a escada sozinha.

- Belle... - Demi bufou e parou de perguntar.

Só seguiu a menina.

- Ela então subiu, e tropeçou em um degrau, mas colocou sua mãozinhas na frentes, fazendo ela não bater a cara no chão, mas sim, levar um susto e ameaçou a voltar a chorar.

- Belle, eu disse que você ia se machucar... - Demi olhou suas mãos um pouco vermelhas...

Ela massageou as mãos da menininha a olhando nos olhos.

Belle grita irritada e puxa suas mãozinhas, começando a chorar

- Ai, Belle... Tá complicado. Eu não entendo o que você quer... - Demi se segurou pra não chorar pela inutilidade naquele momento. Porém a garotinha se levantou, e foi para seu quartinho, ainda chorando, no intuito de pegar seus fones.

- Belle... - Demi a seguiu até o quarto da menina, e viu que a garotinha parou, ao ver que Nicholas estava lá, justamente com seus fones nas mãos, olhando para eles, e depois para a garotinha. 

Belle parou de chorar, logo resmunga alto olhando para o maior...

Nick se agachou, ficando do seu tamanho, e esticou os fones. 

- Vem cá... - Murmurou, para ele por os fones nela.

- Desculpa, senhor. Eu não consegui segurá-la...

Nick apenas suspirou e assentiu, sem dizer nada.

Belle a olhou, ainda choramingando, mas se aproximou... Nicholas então colocou os fones nela e a mesma parou de choramingar, o olhando. 

Ele pega um caderno de desenho, que havia colocado em cima da cama e esticou para a menina, logo mostrando seu giz de cera verde.

- É muito gentil... - Demi sorriu.

- Meu pedido de desculpas. - Ele murmurou, ainda sem olha-la.

- Ela te perdoou... - Olhou pra menina.

Nicholas riu, meio sem graça, e olhou para Belle, que pegava o caderno e começava a rabiscar. 

- Ela só quer desenhar.

- Eu vou beber água, pode ficar com ela nesse meio tempo pra ela não se machucar, por favor?

Ele a olha e assente, sentando de frente a menina, no chão.

E Demi desceu bem devagar, quanto mais tempo com a menina ele tiver, melhor.

Ela então foi até a cozinha, pegou um copo de vidro e e o encheu até a metade.

Se virou contra a pia e ficou ali, pensativa... Foi o primeiro surto da menina, talvez o primeiro de muitos, ela estava insegura, ela não sabe o que fazer numa situação dessas, não se o surto for pior da próxima vez.


Notas Finais


Tchau tchau e até o próximo cap


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...