História Common Heroes - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Ei gente, tudo bom? Mais um cap de Common Heroes! Não deu para revisar, mas espero que gostem!

Capítulo 7 - Tiros, choques e desafios


-O QUE????! ESSE PALHAÇO É QUEM BRIGOU COMIGO E AINDA FUGIU DA LIMPEZA! - Naruto berrou em tom revoltado

 

-Ah que azar!- Ino lamentou - Então, nós tivemos a chance de falar com ele na escola e simplesmente perdemos!

 

-Ele entrou na escola esse ano. - Hinata disse - Mas parece que ele é daqui de Konoha.

 

-Bom teremos que procurar no Cérebro. - Shikamaru suspirou cansado. Pelo visto, se lembrar dos nomes gastava uma boa energia do garoto.

 

Um painel holográfico abriu na frente dos jovens, nele havia projeções de diversas pessoas e seus pensamentos. Mutantes e não mutantes, cada um com as suas preocupações, medos, inseguranças, assim como alegrias, paixões e felicidades. Era confuso para todos identificar os autores daqueles pensamentos que ecoavam na sala, chegava até mesmo a ser cansativo escutar aquela polifonia, porém, o controle cerebral de Sakura fez com que a busca pelo descendente ficasse cada vez mais específica.

 

-Achei, aí está ele, Sasuke Uchiha. - a rosada apontou

 

A tela automaticamente focou em um jovem desacordado e deitado em algo que parecia uma maca de hospital. 

 

-Ele está dormindo? - Ino perguntou - Ou está doente?

 

-Parece um hospital, deve ser o Hospital de Konoha,. Ele estuda com a gente, então, o mais lógico é que, caso ele tenha passado mal, ou algo do gênero, seja atendido pelo hospital municipal.

 

Depois de alguns segundos analisando Hinata perguntou:

 

-Você sabe dizer exatamente onde ele está?

   

-Ele está desacordado, não tem pensamentos muito lógicos na cabeça dele nesse momento. Mas espere um minuto vou ver as pessoas ao redor….- Sakura dizia com os olhos fechados, denotando certa concentração. Alguns segundos depois a rosada abriu o olho confusa e surpresa - Sabaku no Gaara está com ele também.

 

A imagem projetada focou no ruivo. Ele estava com um semblante extremamente assustado, e seus pensamentos estavam muito confusos. 

 

-Shikamaru…- Sakura disse voltando sua atenção ao cérebro- Sei que você acabou de falar para seguirmos o conselho de procurar a pessoa e encontrá-la, mas olhe o oitavo nome. Acho que pode ser o Gaara

 

Shikamaru estava meio relutante, mas fechou os olhos e se concentrou. Ele deu um leve grunhido, pois a sua cabeça doía cada vez que precisava acessar a sua lista mental. Alguns segundos depois, massageando as têmporas, o Nara concluiu a busca.

 

-De fato é o Gaara.- Shikamaru disse saindo do transe e um pouco surpreso com a descoberta.- Como sabe disso?

 

Sakura demorou um pouco para responder, pois estava concentrada

 

-Os pensamentos de Gaara também estão confusos, porém mais organizados do que os do Sasuke. - Sakura se virou para todos - Durante a leitura, o Sabaku estava desesperado sobre umas coisas que nenhum humano comum faria: mutantes e robô gigante. Então, eles devem ter sido atacados.

Ino bufou de leve.

 

-Como se não bastasse o zé briguento que arrumou confusão com o Naruto, teremos que lidar com o palito de fósforo também.

 

-Bom então provavelmente os dois estão juntos por algum motivo.- Neji disse - Não faz sentido terem pensamentos confusos, matarem o horário da limpeza e estarem juntos em um hospital.

 

-Sakura, tente descobrir a localização deles pela cabeça do Gaara. - Shikamaru pediu - Isso facilitará a nossa busca.

 

A tela estava focada no Sabaku. Sua aparência não era a das melhores, ele estava com o uniforme escolar rasgado,e manchado de algo que parecia com terra e sangue. Após alguns minutos de esforço por parte da rosada, ela tirou o capacete rapidamente e se virou para os amigos.

 

-Descobri sua localização.Temos que ir logo!- Sakura foi abrindo a sua mochila tirando de dentro dela um jaleco escrito “Sakura Haruno - Aprendiz Clínica Geral Mirim”- Ele está no Hospital de Konoha que estou ajudando, não consegui entender muito os seus pensamentos, mas vi que ocorreu algo grave com o outro garoto, o Sasuke. Tenho acesso podemos salvar o Uchiha e trazer o Gaara conosco.

 

-Bom então pegaremos dois coelhos com uma cajadada só.

 

Eles saíram apressadamente do local e entraram no carro de Neji, já Sakura seguiu logo atrás com a sua moto.

 

Chegando no hospital, Sakura disse que eles precisavam ficar esperando na sala de espera, pois aquela área era restrita.

 

-Eu vou com você.- Ino disse convicta passando o braço por cima do ombro de Shikamaru, apoiando no garoto.

 

-Você não pode entrar Ino, acho que já deve estar sabendo. - Sakura falou novamente

 

-Ino vá com ela se tiver algum perigo se aproximando deles volte e nos avise. - o Nara deu uma leve pausa e olhou preocupado para a garota - Tome cuidado, por favor...

 

De repente Ino desmaiou, e só não caiu no chão graças à Shikamaru que a segurou.

 

“Vamos lá testuda!”

 

Sakura estava confusa, ouvia os pensamentos de Ino mesmo ela estando desmaiada.

 

-Consegue ouvi-la? - Naruto perguntou a Sakura

 

-Hai, mas como…?

 

-Projeção Astral, a alma dela deve estar aí no seu cangote.

 

Sakura arrepiou e Ino riu.

 

-Olha, teremos tempo para nos conhecer melhor quando os todos estiverem reunidos com a gente ok? Por agora temos que focar em achar os outros o mais rápido possível, então dúvidas para depois. Enfim o plano é o seguinte: Você vai dar um jeito de tirar o  Sasuke Uchiha com vida daí e convencer o Sabaku no Gaara a vir com você.

 

Sakura escutava atentamente

 

-Tudo bem...

 

-Ino, se o Sabaku recusar a vir com a gente pode invadir o corpo dele. Neji, fique de prontidão com carro, não acho que sairemos daqui com tanta calma e facilidade. Naruto se abrirem fogo quero uma força de 30 homens fechando todas as entradas possíveis.

 

Hinata ficou surpresa por alguns segundos, o Naruto tinha uma força de 30 homens? Ela encarou o loiro que assentiu o pedido do Nara tranquilamente.

 

-Sakura como telepata, presumo que você consiga limpar a memória dos outros. Se o Naruto prcisar reagir, quero que você limpe a cabeça de quem nos viu.

 

-E quanto as câmeras de segurança? Tem muitas, não conseguiremos desviar do campo de visão dela.

 

-Eu dou um jeito nisso.- Neji disse- Vou ficar no carro hackeando o sistema.

 

-E o que eu faço?- Hinata perguntou ansiosa

 

-Tire essas luvas. Caso Sakura não puder limpar a mente das pessoas, quem vai fazer isso é você.

Hinata já ia recusar, mas antes que a morena pudesse reagir, Shikamaru pegou o braço de Hinata e fez ela encostar seu dedo na testa de Sakura durante 1 segundo e depois retirou. As duas sentiram um choque em seus corpos. Hinata estava muito confusa e desesperou-se por alguns minutos, parecia que ela estava em um debate político com várias pessoas gritando e falando as suas opiniões, mas todos estavam de boca fechada. Ela colocou suas mãos na cabeça que estava doendo e ainda consegui ver flashes de uma criança chorando dentro de um armário de escola.

 

-Fique calma.- Shikamaru disse- Isso provavelmente é apenas 5% do poder dela, você precisa apenas se concentrar.Dê o seu melhor caso a gente precisar disso.
 

Sakura segurou os ombros de Hinata e olhou com uma espécie de empatia.

-São muitas vozes não é? Deve estar sendo difícil para você. Respire fundo e concentre-se em você mesma, ai você não vai ouvir a cabeça das outras pessoas.- Ela tentou sorrir para acalmar a morena

 

Hinata mesmo com dor assentiu e começou a seguir o conselho da rosada.

 

-Vá atrás do Uchiha e traga o Sabaku- Shikamaru disse a Sakura que estava um pouco insegura

 

“Confie no Shikamaru, ele sabe o que está fazendo.” Ino disse tentando acalmar a rosada.

 

Sakura assentiu, entrou na ala médica principal. A secretária reconheceu a rosada.

 

-Boa noite Doutora Haruno, em que posso ajudá-la?

 

-Boa noite, preciso que você me coloque como aprendiz do caso de Sasuke Uchiha.

 

“Você está louca? Ela vai saber que queremos entrar”

 

-Ah bom,  isso não será possível, já possuí-

 

-Boa noite, preciso que você me coloque como aprendiz do caso de Sasuke Uchiha.- dessa vez Sakura disse com mais firmeza mas ainda com um sorriso simpático

 

-Hai doutora. O paciente se encontra na ala cirúrgica na sala 547.- a moça disse com uma voz alienada

 

-Obrigada.

 

Sakura seguiu em direção ao local e a voz de Ino foi juntamente com ela.

 

“Que diabos?! Ela se tornou um robô do nada”. 

 

Sakura sorriu

 

-Em alguns momentos a telepatia pode se tornar uma vantagem ao invés de um pesadelo- Sakura suspirou- Não fique tão surpresa, terá que confiar em mim também Ino.- a rosada sussurou

 

Elas estavam na porta da sala, o garoto ruivo estava sentado em um banco com um olhar desesperador. Agora estava claro que o seu uniforme estava sujo de sangue e era possível ver cortes bem profundos no seu braço. O garoto estava perdido em seus pensamentos, até que sentiu a presença de mais pessoas no ambiente, se virou e viu Sakura. A rosada percebeu um olhar de socorro. Ela encarou o garoto da melhor forma possível para ele não se assustar com a situação

-Olá Gaara, desculpe mas você não pode ficar aqui.- Ela esboçou um falso sorriso

 

-Haruno...Por favor ajude o cara que está aí dentro.- ele dizia com a voz trêmula

 

-Sei disso mas você precisa sair daqui agora ok? Vá para a portaria e encontre um dos Hyuugas nos tiraremos você daqui com calma e em segurança.

 

-Você não está entendendo, o cara que está aí dentro, estava comigo ele está muito machucado! NEM SEI SE ELE ESTÁ VIVO!- Gaara gritou nervoso - Não posso sair daqui!

 

“Convença ele a sair daqui como você fez com a moça” 

 

-É mais difícil com mutantes.- Sakura sussurou para loira na tentativa de Gaara não ouvir e ficar assustado, mas não certo.

 

- Você...VOCÊ É UMA DELES! SAIA DAQUI OU EU TE MATO!- O ruivo se revoltou - Como pode saber de mutantes?

 

-Não é o que você está pensando, Gaara você precisa se acalm...-- de repente Sakura sentiu seus pés cobertos, ela olhou pro chão. Era areia e estava subindo rapidamente pelo seu corpo como uma cobra , enrolando em seu pescoço e sufocando-a

 

-INO! - Sakura dise rapidamente, antes da areia começar a apertar a sua garganta

 

Inesperadamente, a areia que segurava Sakura a soltou, ela tossiu para recuperar o ar. 

 

-Gaara…?- ela disse olhou para o ruivo 

- Quem diria você me pedir ajuda heim testuda?- O “garoto” disse mandando língua- Vamos logo com isso, não é muito seguro ficar no corpo de outra pessoa por tanto tempo, vamos entrar e tirar o tal Uchiha de lá. Além disso, o inconsciente dele falou algo como “eles estão chegando”.

 

Sakura assentiu, já sabendo que era Ino quem estava ali no momento.

 

Entraram na sala. Já havia uma equipe médica no comando da operação.

 

-Ei você não pode entrar aqui- dizia o médico chefe

 

-ESQUEÇAM O QUE VIRAM E SAIAM- Sakura disse com a voz alta para que todos ouvissem.

 

E foi o que aconteceu todos sairam como se nada tivesse acontecendo.

 

-Ui poderosinha!- Ino disse com ironia

 

Elas se aproximaram do corpo do paciente. Sakura analisou todo o relatório. Nunca tinha visto um caso como aquele. O tronco do garoto estava completamente aberto sendo possível ver todas as suas entranhas. Ela ao tocar na pele do garoto foi arremessada longe.

 

-Você está bem? - Ino perguntou preocupada olhando para as mãos de Sakura, que estavam queimadas - O que aconteceu?

 

-Não sei…parece que foi uma descarga elétrica. - Sakura disse entre dores - Consigo salvá-lo, mas terei que usar telecinese, não posso arriscar carregá-lo e ele ficar em um estado pior do que já está e nem posso encostar nele, vou acabar morrendo eletrocutada.

-Tem certeza? Terá que passar por toda essa gente com um corpo levitando...

 

-Não temos opção. Leve o corpo do Gaara até o Shikamaru, eu vou levar o corpo de Sasuke até o carro, mas precisarei da Hinata para limpar a mente das pessoas em volta, não posso fazer as duas coisas ao mesmo tempo e correr o risco de  matar o Uchiha. E fala pro Neji prender a minha moto no carro dele, vou ter que ficar de olho no Sasuke durante todo o percurso.

 

Gaara, no caso Ino, compreendeu e correu até a entrada. Shikamaru avistou e estava na dúvida se era a loira ou o dono do corpo que estava consciente naquele momento.

 

-Shikamaru, temos que agir rápido- Ino disse pegando a jaqueta do moreno para cobrir os machucados do corpo que estava dominando.- Sakura terá que passar por toda essa gente usando telecinese. Ela não poderá apagar as mentes das pessoas a Hinata terá que fazer isso! Neji prenda a moto no carro e vai preparando para esquentar esse motor, Sakura vai chegar daqui a pouco, teremos que estar prontos para fugir.

 

As mãos de Hinata tremiam

 

-O-o-o que? Eu não consigo fazer isso! Nem consigo parar essa dor de cabeça!

 

-Ela nunca fez isso antes!- Neji retrucou em defesa da prima- A Sakura não pode fazer as duas coisas?

 

-Não, é muito arriscado, o cara tá todo machucado e não pode ser tocado. Além disso, antes de eu invadir o corpo do Gaara, ele disse algo como “eles estão chegando”. Mais um motivo para andarmos rápido e apressar com isso.

 

-Não temos outra opção.- Shikamaru suspirou- Ah que problemático! Naruto coloque o corpo da Ino no carro e fique lá dentro com ela. Se o que Gaara falou antes de perder a consciência, “Eles estão chegando”, for verdade, não podemos arriscar te deixando à vista.

 

-Mas Shikamaru não posso deixar vocês aqui!- Naruto disse insatisfeito- Você disse para eu barrar as entradas! Ent-

 

Shikamaru interrompeu:

 

-Naruto, a gente que não pode deixar você ser pego a essa altura do campeonato. Não sabíamos que tinha outras pessoas chegando. Escute o que eu estou falando e entre no carro.- Shikamaru disse com firmeza

 

-Deixarei o corpo da Ino com o Neji e ficarei na porta do hospital por precaução!- Naruto disse teimoso.

 

Shikamaru aceitou, já que ele sabia que não mudaria a cabeça do loiro. Naruto deu uma última olhada em Hinata. Ela estava pálida e insegura, ele entendia a situação, mas ficou com muita pena da morena.

 

Ele pegou o corpo da loira nas costas e foi em direção ao carro

 

-Ok. Tenho um plano, então vamos colocá-lo em ação.- Shikamaru falou para Hinata

 

Sakura estava fazendo tudo com muito cuidado. O corpo do Uchiha, no ar, avançava devagar para a ala médica geral. Sakura estava preocupada com o número de pessoas que tinha lá, mas ela não poderia recuar, a cada minuto que passava o garoto poderia morrer mais cedo ou mais tarde. Antes de sair da sala de cirurgia, a rosada olhou para uma seringa embalada bem grande. Ela pegou por precaução, caso precisasse mais tarde. Ela respirou fundo e abriu a porta. Ao sair, se deparou com 15 pessoas e 4 seguranças, ela estava sozinha. O pé do garoto flutuando bateu na porta, as pessoas viraram e gritaram com horror. 

 

Sakura gelou os seguranças olharam e apontaram suas armas para ela.

 

-FIQUE PARADA ONDE ESTÁ! E O CORPO VOADOR TAMBÉM! - Um dos seguranças disse

 

As pessoas viraram-se para ela, começaram a gritar mais ainda por causa do garoto voador. Algumas recuaram, já outras, ficaram paradas com medo de serem feridas.

 

Sakura olhou em sua volta, faltava pouco para chegar até a portaria, mas ela estava pensando em alternativas para sair dali. Poderia, de fato, sair empurrando todo mundo, porém faria mais alarde e ela não queria aquilo. Olhou para o rosto do garoto voador, era um rostinho bonito, mas estava com um semblante cansado. Estava bastante machucado e de uma maneira maldosa, ela não sabia o que tinha acontecido com ele mas sentiu pena e queria fazer o possível para ajudá-lo. Aquele garoto tinha que viver. 

 

A única opção que ela pensou, foi correr, com uma barreira telecinética em volta do garoto, mas ela ficaria exposta aos tiros que provavelmente seriam disparados. A rosada olhou determinada para a saída, tinha que fazer aquilo.

 

E foi o que ela fez.

 

Sakura tomou um impulso com a força da mente e fez uma bolha telecinética em volta do Uchiha. Ouviu os passos pesados dos seguranças atrás de si, sentiu desespero. Ela continuou correndo não poderia olhar para trás.

 

“ABRAM FOGO!!” Estrondo de tiros. Sakura viu uma bala atingir a bolha telecinética que cobria o garoto.

 

Sentiu uma pontada dolorida em seu braço, uma bala de raspão. A dor fez com que ela perdesse o controle do corpo do menino por alguns segundos, mas voltou a ficar estável.  Ela continuou correndo e parou de escutar os passos atrás de si, porém não podia olhar para trás. Quando ela menos esperou, o chão estava negro.

 

Sakura ficou confusa com aqui e pensou em parar por alguns segundos, mas não parou. À medida em que ia correndo as paredes também ficavam negras. Tudo estava ficando escuro, ela viu a saída, era o único ponto brilhante em meio a escuridão. Outra pontada dolorida e intensa, desta vez uma bala atingiu a perna. Sakura caiu e o corpo do menino tombou para o lado, fazendo a sua cabeça bater no chão. Sakura usou a sua telecinese antes que o resto do corpo do Uchiha caisse por completo. A rosada não poderia parar, afinal, saída estava ficando mais escura. Ela levantou-se com dor, e correu mancando. O sangue jorrava pelo seu corpo e a dor era intensa, mas faltava muito pouco para ela chegar e, certamente, não desistiria.

 

Sakura segurou os ombros do menino, e uma descarga elétrica atingiu todo o corpo da garota novamente, porém, desta vez, ela segurou firme e apertou o passo. Estava com dor, suas mãos estavam queimando com os pequenos raios azuis que liberavam do garoto.Sakura já estava de frente para a saída, deu um suspiro de alívio e pulou com o corpo para a luz, caindo direto no carro.  Ela deitou o corpo do garoto.

 

-O que diabos era aquela escuridão? Quase que eu não consigo sair de lá!- Sakura disse com a voz sofrida pela dor e pelo cansaço. Suas mãos estavam completamente negras de queimaduras

 

-O Shikamaru usou o poder dele, assim as pessoas ficariam paradas para Hinata tentar limpar a mente deles. E ninguém vai achar a saída.- Ino disse, já com o seu corpo original. O ruivo estava com a cabeça apoiada no colo da loira. - Sakura… suas mãos…

 

-Depois eu resolvo isso, temos que ajudar esse garoto primeiro. - Sakura posicionou o corpo do Uchiha de forma adequada no banco - E o Gaara?

 

-Esse baixinho?Não aguentou o tranco de mudar de corpo e tá desacordado.- Ino disse fazendo uma cara feia apontando para o menino que estava dormindo no seu colo- 

 

-Céus, quanto sangue.- Neji disse surpreso olhando para a rosada e para o corpo do Uchiha- Sakura a sua perna… Ta sangrando- Neji disse meio sem jeito

 

-Não é só a perna o braço também.- Sakura disse com dor. O corpo de Sasuke começou a fazer um barulho estranho, como uma crise de asma.

 

-O QUE É ISSO? POR QUE ELE TÁ RONCANDO?!- Ino berrou desesperada 

 

O berro de Ino fez Gaara acordar assustado. Ele abriu os olhos, estava muito confuso. Um cheiro de queimado atingia o local e parecia vir das mãos da garota de cabelo rosa. Sakura estava com as suas roupas todas sujas de sangue, a menina loira não parava de gritar, o motorista estava desconcertado usando um computador e, ao mesmo tempo, tentando acalmar a loira, que estava cada vez mais aflita ao ouvir o ronco de seu amigo semi-morto.

 

-Q-que diabos? Onde estou?- Gaara disse reclamando, levantando-se do colo da loira. Ele não sabia o que estava pior: a ânsia de vômito gerada pela invasão de Ino no seu corpo, a sua cabeça com os gritos da loira, ou um dos cortes do seu braço que estava coberto por um humilde band-aid do Snoopy

 

-Ele tá com dificuldade para puxar o ar.-Sakura começou a fazer um boca a boca no menino, para de melhorar a situação. Seu rosto começou a queimar com o choque elétrico. - Mas temos que ir logo, ele já está muito tempo fora do oxigênio e há um sério risco de infecção. 

 

-Não encoste nele, você vai se machucar! - Gaara alertou ainda sem forças para impedir

 

-ELE TÁ MORRENDO!-Ino gritava- AJUDA NEJI!!!

 

-INO, NÃO DÁ EU TO HACKEANDO O SISTEMA!- Neji disse sem saber-se deveria acudir ou continuar o que estava fazendo- O QUE EU FAÇO?

 

-FICA AÍ NEJI! VOCÊ PODE ACABAR MATANDO ELE CONGELADO! SEM QUERER OFENDER!- Sakura berrou tentando controlar a situação

 

- ELE VAI MORRER! ALGUÉM ACOOOODE! NARUTOOOOO!- Ino berrou novamente

 

-O NARUTO ESTÁ NA PORTA CASO ALGO DÊ ERRADO COM SHIKAMARU E HINATA!- Neji berrou de volta

 

- ACALME-SE INO! EU NÃO VOU DEIXAR ELE MORRER!  Sakura pegou a seringa. Ia ser arriscado mas ela tinha que fazer aquilo.-VOCÊ VAI TOMAR UM CHOQUE RÁPIDO, MAS PRECISO QUE AGUENTE.

 

O menino teve uma crise de falta de ar novamente.

 

-INO RÁPIDO!!!- Sakura estava amarrando uma liga de silicone, daquelas de tirar sangue em um de seus braços.

 

 - E SE EU MATAR ELE? E-e-e-u não sou b-b-boa com sangue!- Ino disse com a voz trêmula e assustada- S-sak-

 

A loira foi interrompida por uma pessoa pegando as suas mãos. Era Gaara.

 

-Agarre o corpo dele com firmeza. Eu te ajudo, só pare de gritar pelo amor de Deus! É apenas sangue , não precisa desse escândalo!- Suas mãos estavam firmes segurando as de Ino. Gaara tentou forjar um sorriso para acalmar a situação, mas estava mal humorado demais para isso, além do mais, o choque que atingia o corpo dos dois estava cada vez pior- Faça o que tem que fazer Haruno.

 

Sakura enfiou a seringa no seu braço tirou o sangue.Deu umas batidinhas na seringa e disse

 

-Ok. Segurem firme.

 

Gaara e Ino seguraram juntos, e ambos gritaram tomados pela dor da eletricidade. Sakura olhou para o coração exposto do menino e, rapidamente, enfiou a seringa no local sem dó nem piedade, injetando o sangue. De forma ágil, a rosada pegou a pele do garoto que estava aberta revelando todas as suas entranhas e juntou.

-Soltem o corpo!

 

Ino e Gaara soltaram. As mãos estavam vermelhas nenhuma queimadura absurda como a de Sakura. Em questão de segundos a pele estava regnerada e Sasuke recuperou a consciência, dandoum pulo do banco e puxando ar de forma ofegante ele tossiu.

 

-ELE TOSSIU!- Ino disse com um sorriso-ELE TA VIVO!

 

-GRAÇAS A DEUS ELE ESTÁ VIVO!- Gaara não conseguiu conter o alívio e abraçou a loira que corou- SASUKE VOCÊ ESTÁ BEM?!!- o ruivo disse segurando os ombros do Uchiha

 

-COMO VOCÊ FEZ ISSO TESTUDA?-Ino perguntou

 

-Ele acordou?!- Neji perguntou impressionado- Achei que ele estivesse decompondo!

 

-Q-que diabos?- o Uchiha  disse ainda sem ar e confuso

 

Sakura agarrou o rosto de Sasuke, com dois dedos puxou um pouco uma de suas  pálpebras. Ligou a lanterna do celular e apontou para os olhos do garoto que praguejou, estava perdido igual uma barata tonta.

 

-Consegue lembrar do seu nome?

 

-Onde eu estou?

 

-Consegue lembrar do seu nome?- a rosada repetiu a pergunta

 

- Uchiha S-sasuke, mas que porra! Quem é você? Porque estou em um carro?!

 

-Ino pegue a minha mochila.

 

Sakura agarrou a outra pálpebra

 

-Consegue lembrar de como veio parar aqui?

 

-Eu fui atacado...eu acho. Por que eu to respondendo isso para você?!

 

-Siga a luz da lanterna.

 

Sakura moveu a lanterna para diversas direções. O moreno seguiu a lanterna com os olhos.

 

Sakura colou o rosto no peitoral do Uchiha. Pegou o estetoscópio. 

 

-Você ao menos é médica?!- Sasuke - Q-quero explica-

 

-SHHHH- Sakura colocou um dos dedos na boca do moreno. Depois de alguns segundo ela suspirou de alívio e desabou no banco do carro.

 

-Nem acredito que consegui!- Ela disse derramando algumas lágrimas de emoção- Achei que ele iria morrer.- Ela disse virando-se para Ino

 

-Calma Testuda-chan já passou!- Ino disse passando a mão  na cabeça dela

 

O moreno ficou sem entender o motivo pra tanta emoção de uma desconhecida. Olhou para as suas roupas apenas concluiu que ela era da escola dele. Ele olhou para a perna da garota, estava vermelha de tanto sangue e  havia um buraco na sua panturrilha. Ele apontou para a sua perna.

 

-T-tem um buraco. - Ele olhou assustado - Suas mãos...

 

A rosada olhou para o buraco.

 

-Ah isso...- ela meteu o dedo e tirou a bala que estava presa no local. Ela reclamou por conta da dor. Segundos depois a ferida fechou-se. Tirou o seu jaleco e levantou a manga da blusa. Lá estava outro buraco no braço e Sakura fez o mesmo processo novamente.Já as mãos da rosada, estavam recuperando a pele aos poucos.

 

-To passada com essa regeneração menina! Olha só nem cicatriz tem!- Ino apontou

 

- Bom eu consigo regenerar, mas não curar outras pessoas, só dando um pouco do meu sangue pra elas.

 

-Esse sangue rejuvenesce miga? Quero um pouco no futuro! Sabe como é né manter essa carinha nova!- Ino disse mandando a língua

 

-Não Porca-chan- Sakura riu - Não serve pra isso.- Sakura virou-se para Gaara e Sasuke séria. Ela suspirou- Sei que temos que explicar muita coisa pra vocês, mas agora só precisam confiar na gente. Temos amigos ainda lá fora, mas temos que ficar aqui dentro por segurança. Explicaremos tudo com calma. Neji… Conseguiu tirar as gravações?

 

-Retirei o registro do Sasuke de lá. Já peguei todas as gravações das câmeras e apaguei do hospital. Mas guardei uma de lembrança pra você Sakura.- Neji virou-se ainda frio e jogou um DVD para ela com um sorriso discreto e surpreso- Tenho que admitir , foi uma corrida épica. 

 

-Obrigada. Hinata, Shikamaru e Naruto como estão?

 

-Até onde eu olhei as coisas estavam um pouco complicadas…-Neji disse um pouco preocupado- Hinata estava com dificuldade, e Shikamaru parece cansado. O Naruto ficou do lado de fora do hospital, mas acho que ele está falando com eles.

 

-Devo ir lá?- Sakura disse já levantando de prontidão

 

-Não.- Ino impediu a morena- Não tem como, vai acabar com o plano. Shikamaru mandou a gente ficar aqui.

 

-Tem certeza?- Sakura estava um poco relutante

 

-Já te falei, temos que confiar nele. Nesse jogo aqui ele é o rei e nós somos as outras peças. Além do mais você já fez muito.- Ino deu um sorriso

 

-Bom não sei do que se trata, mas pelo que vejo temos apenas que esperar certo?- Sasuke disse sério

 

-Sim.

 

-O que me preocupa é o esgotamento de Shikamaru…Pegar esses nomes da lista deixa ele cansado, e só hoje pegamos o do Sasuke e o do Gaara, então, ele deve estar exausto...- Ino disse preocupada - Mas temos que confiar nele.

 

Do outro lado do hospital, o Nara estava suando frio. Seu corpo tremia com a energia que estava cada vez menor.

 

-ACALME-SE HINATA! VOCÊ PRECISA SE ACALMAR.- Shikamaru estava falando alto, pois as vozes na cabeça da morena a impediam de ouvir o ambiente que estava completamente escuro e imóvel.

 

A negritude do local saia do jovem Nara, que estava segurando tudo e a todos que estavam lá dentro. Normalmente, ele ficaria horas ali deixando as pessoas imóveis, mas estava exausto devido a luta anterior contra o protótipo e com os nomes da lista. Shikamaru não tinha muita segurança de que poderia manter aquela paralisação por muito tempo. Hinata tinha que se apressar.

 

-S-shikamaru, Naruto-kun eu nunca fiz isso- Hinata estava com a cabeça explodindo, eram muitas vozes - Eu mal consigo ouvir vocês.

 

-Shikamaru, não fale nada, eu ttive uma ideia!- Naruto berrou do lado de fora do hospital-  Concentre-se apenas em manter o pessoal parado e sem ver essa zona!

 

Shikamaru assentiu, ele estava ficando sem opções para ajudar Hinata e de fato precisava se concentrar na escuridão.

 

“Hina-chan.Consegue me responder por telepatia?”

 

Hinata escutou a voz do loiro em meio a multidão que estava na sua cabeça.

“Sim”

Naruto riu mentalmente

 

“Não precisa ficar preocupada ok? Você dá conta disso!”

“Naruto-kun, eu nunca fiz isso...”

 

“Mas é claro que já fez!!” a voz do loiro estava calorosa “Você já brincou de cabo de guerra?”

 

“Sim, mas o que isso vai me ajudar...?”

 

“As memórias são como uma corda, você precisa apenas puxar da mente das pessoas. Mas antes você precisa achar a corda. No caso a memória do que vimos...Você consegue ouvir todo mundo, procure algo em comum na cabeça deles e puxe”

 

“Ok eu acho que encontrei...”

 

“Então puxe Hinata...”

 

-Naruto, estou começando a cansar...- Shikamaru se ajoelhou e disse em voz alta para o loiro ouvir

 

-Shhhhh, ela ta conseguindo

 

Hinata estava concentrada, tinha conseguido achar a corda, mas estava com dificuldade para puxar

 

“É muito forte, eu não consigo puxar sozinha”

 

“Mas você não está puxando sozinha! Estamos aqui te ajudando! Você consegue!”

 

Hinata estava de fato conseguindo, a escuridão de Shikamaru estava saindo aos poucos, o moreno estava no limite.

“Está quase Naruto!” Hinata pensou empolgadamente

 

“Isso aí, falta pouco!”

 

Quando Hinata conseguiu puxar todas as memórias,a escuridão sumiu do local. Shikamaru caiu no chão exausto. As pessoas se movimentaram novamente. Naruto pode finalmente abrir as portas do hospital. Enquanto as pessoas estavam tentando se localizarem, Hinata e Naruto rapidamente pegaram Shikamaru no ombro e saíram correndo até o carro.

 

- ABRE ESSA JOÇA!- Naruto berrou batendo na porta

 

Gaara abriu a porta do doblô, Hinata e Naruto jogaram o corpo de Shikamaru e se jogaram também. 

 

-ARRANCA ARRANCA!

 

Neji arrancou o carro, incerto de que seria uma viagem tranquila.


Notas Finais


E aí curtiram? Me contem aí :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...