História Como a gente achou que ia ser (ver. SUGA) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Agust D, Bangtan Boys, Bts, Originais, Suga
Visualizações 15
Palavras 1.792
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Ficção Adolescente, Saga, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Pessoas essa é uma “parte 2” de outra fic minha chamada “Como a gente achou que ia ser”. Para entender melhor essa fic, sugiro que leiam a outra também.
Basicamente é sobre três brasileiras que vão para a Coreia.
Assim como a outra, essa fic também é um presente, desta vez para minha amiga Duda. Parabéns Duda.💖💖

Capítulo 1 - Único


Fanfic / Fanfiction Como a gente achou que ia ser (ver. SUGA) - Capítulo 1 - Único

Tudo começou a partir do momento que as três garotas (Nicoly, Luiza e Sofia) saíram do Brasil e chegaram até o continente asiático, precisamente em Seul, na Coreia do Sul.

Todas já haviam se adaptado ao lugar e ao trabalho, trabalhar com o BTS até que era divertido, de certa forma.

A partir do momento em que passaram a dividir as tarefas, as coisas se tornaram diferentes. Mas um diferente bom.

Aos poucos cada uma tomava uma aproximação maior do grupo. Ou melhor dizendo, de um integrante.

Já era nítido que os meninos também supriam sentimentos pelas meninas, três deles em destaque, eram eles: Jungkook, V (Taehyung) e Suga (Yoongi). Este último foi o que demorou mais a demonstrar seus sentimentos, Yoongi costumava ser conservado e fechado para todos e até mesmo seus companheiros de grupo, que estavam consigo há anos.

Mas com o passar do tempo, Luíza, uma das brasileiras conseguiu lhe mostrar que a vida não se resumia em trabalho e “patadas das trevas", como ele gostava de autodefinir suas respostas bem elaboradas.

Em um dia de terça bem calmo, Luíza reorganizava a agenda pessoal do BTS quando percebeu uma presença atrás de si, rapidamente se virou dando de cara com ninguém mais, ninguém menos que Yoongi.

_Olha... temos um horário vago hoje. - Disse Yoongi olhando atentamente a agenda, como que estava analisando o trabalho de Luíza.

_Realmente. Por quê? Gostaria de usar esse horário? - Respondeu Luíza sem desviar os olhos de Yoongi.

_Hmm talvez sim. Mas não tenho o que fazer. Sugestões? - Disse ele pela primeira vez olhando Luíza.

_Ah talvez devesse sair um pouco, um parque quem sabe, algo ao ar livre.

_É, pode ser. Mas não quero que o Bangtan venha comigo. Quero calma, paz e tranquilid... - Yoongi foi interrompido por Namjoon.

_MIN YOONGI!! - Gritou Namjoon do andar inferior da casa.

_Tranquilidade, porque eu não tenho nada disso com esses caras aqui. - Concluiu Yoongi com sua melhor cara de “cobre (olhar na tabela periódica)".

_Ok. Vou deixar o horário marcado pra eu não esquecer. - Luíza vira-se e digita em seu celular um alarme. - Pronto.

_Você vai ir comigo.

_Isso é uma pergunta?

_Não, isso é uma afirmação. Você vai vir comigo.

_Ahh então tá.

_Ótimo. Vou estar te esperando sim? Agora vou ver o que o idiota do Namjoon quer me gritando assim.

_MIN YOONGI! DESCE AQUI AGORA. - Continuava Namjoon.

_Argh! TÁ JÁ VOU MERDA! - Disse e desceu para o andar inferior. Enquanto isso no escritório, Luíza murmurava sozinha algo sobre Yoongi quando Nicoly chega ao local.

_E aí? Como foi com o crush? - Disse a Nicoly.

_O mesmo de sempre, ele tá me provocando de propósito e acha que vai conseguir algo com isso. - Disse se encostando à mesa de trabalho de Luíza.

_Olha que ele consegue, não finja que não quer isso. Se bem que estamos todas num mesmo barco.

_Barco que tá prestes a afundar. - Disse Sofia entrando de súbito.

_Vixe, alguém aqui não tá tendo uma manhã legal. - Disse Luíza.

_Conta o que foi?

_Muito simples, e muito óbvio: Taehyung.

_O que ele fez? - Nicoly.

_Foi fazer sessão de fotos com aquela piriguete de novo. E pra variar a bruxa ficou me provocando, e como se não bastasse, o idiota lá ainda tá defendendo ela. Ahh que raiva.

_Ei não se estressa não, manda ela pra o caralho e fechou lá. - Nicoly.

_De novo? Já xinguei essa mulherzinha de tudo hoje.

_Desiste não, é isso que ela quer. - Luíza.

_Eu sei. Não vou. Mas vou quebrar a boca dele se ele continuar defendendo aquela quenga.

_V!! - Gritaram as duas. Taehyung brota na porta com cara de quem “se assustou mas não entendeu nada", como sempre.

_Oi? O que foi? Eu não fiz nada. - Se defendia enquanto entrava no escritório.

_Se você continuar magoando minha prima eu vou deserdar você e apoiar ela com o Sehun mesmo, tá entendendo Taehyung?

_Olha eu também amo os caras do EXO, mas isso não significa que quero ela com aquele bando de desnaturado.

_Desnaturado é você que não pensa no que faz. Droga Tae será que você é tão ingênuo assim? Só se for muito cego mesmo. - O alarme toca. Hora de sair com o Yoongi. - Argh, eu poderia continuar discutindo com você aqui, mas tenho mais o que fazer. - Luíza sai e vai à sala encontrando Yoongi com uma roupa simples.

_Pensei que não iria mais.

_O alarme acabou de tocar exagerado. Vamos logo.

O caminho foi silencioso, alguns momentos Yoongi arriscava um olhar, outros um sorriso. Mas nunca dizia nada. Isso estava matando Luíza de impaciência. Se ele não queria dizer nada, então porquê não parava de olhar?

Já cansado da viagem, Yoongi decidiu parar em um shopping para fazer o que fazia de melhor além de dormir: comer.

Ainda na praça de alimentação, Luíza avistou de longe um panda de pelúcia de meio metro de altura. Ficou o olhando por tanto tempo, que Yoongi logo percebeu e não evitou sorrir. Aquela era a cena mais fofa que já vira na vida: o brilho nos olhos de Luíza.

Mais que depressa, deu uma desculpa de que iria comprar uma bebida e ao se distanciar tomou outro rumo. Embalou o urso numa caixa de papelão e pôs no porta-malas do carro.

Na volta, o clima estava mais descontraído. Nova parada: parque. Sentaram-se na grama embaixo de uma cerejeira e aí tomaram uma conversa.

_Luíza, o que te trouxe até aqui?

_Uma amiga e a prima dela. - Ele ri.

_Não, não. Quero dizer, o que te levou a se tornar maneger?

_ Ahh não sei, acho que a vontade de trabalhar com os idols proximamente.

_E você iria entrar na Big Hit mesmo? Ou havia outros planos?

_Na verdade entramos primeiro na JYP, aí fomos transferidas.

_Vocês fizeram muitos amigos na JYP?

_Sim. O GOT7, o Stray Kids, o Day6, Twice e outros mais.

_Nossa, e você tem algum favorito?

_Hã... - “Como que eu digo que meu favorito é ele?" - Bom, eu não tenho um “favorito", todos pra mim são bons amigos.

_Hmm entendo.

_Tá agora você me responde ok? Tem se interessado por alguém atualmente?

_Na verdade sim. - “O QUE?!" - Eu estou interessado em uma menina, ela é baixinha e de pele morena. Tem um sorriso lindo, é fofa, é simpática, ela me faz bem.

_Entendi. E você pretende dizer isso pra ela algum dia?

_Claro, só não sei quando. Minha carreira não me deixa revelar de uma vez por todas o que sinto. Mas eu gostaria.

_Me dá uma pista.

_Ela tá sempre comigo, ela só não percebe.

_Ela tá aqui agora?

_Tá.

_Ahh safado! É a Marizelda não é?

_O que?! Não! - Ele confere ao redor a presença da tal Marizelda que lhe acenava cheia de flerte. - Claro que não é ela.

_Então quem é palhaço?

_É você caramba!

_Pera, o que?

_Merda, agora corre o risco de algum paparazzi idiota saber.

_Dane-se, você acabou de dizer algo que eu não esperava.

_Por favor não me mate, nem entenda mal, nem...

_Ei! Eu também amo você.

_É mas é porque... Espera, o que? Você me ama? Mesmo com esse meu jeito assim e...

_Mano cala a boca. - Cansada de ouvir nada com nada de Yoongi, Luíza finaliza todas as falas com um beijo calmo e quente. Tal como sempre quiseram. No fundo, Yoongi era apenas mais um bobo apaixonado.

_Namora com esse palhaço aqui? - Yoongi disse ao separar o beijo ainda com um dos braços apoiado na grama e seus rostos muito próximos.

_Namoro sim seu bobo.

_Acho bom mesmo. - Sorri e a beija novamente.

Na volta para casa, as risadas eram altas; Yoongi contava todos os mil erros que viu nas pessoas pelo caminho fazendo Luíza rir com a audácia do mesmo.

Entraram na casa e estavam todos esperando por eles para o jantar.

_Pelo visto estão bem felizes não é mesmo? Yoongi é você mesmo? - Dizia Hoseok.

_Acho que sim, ou do caso contrário, não vou voltar pra buscar o verdadeiro. - Assumiu Luíza.

_Mas que má a minha namorada. - Disse Yoongi olhando para Luíza.

_NAMORADA?! - Disseram todos, exceto Sofia que estava de boca cheia e Taehyung que ficou boiando.

_Finalmente Senhor! Aleluias! - Gritava Seokjin batendo palminhas.

_Bom, agora vamos tomar um banho, claro, que cada um no seu quarto, por favor sim? E daí descemos pra jantar ok? - E subiram.

Meia hora depois desceram e jantaram. Durante a maior parte do tempo, estavam sempre juntos; Yoongi até parou de tirar tantas fotografias com as girlgroups e passou a ter muitas fotos e selfies em sua galeria de Luíza.

Passaram-se alguns meses e as discussões chegaram. Discutiam por quase tudo: a cama mal-arrumada, os montes de papel espalhados pelo quarto, a falta de atenção entre outros mais. Sempre achavam uma solução, Luíza não suportava vê-lo chateado por pouca coisa e vice-versa.

Depois de mais dois meses, vieram os problemas com a mídia, as fotos haviam vazado de alguma forma. Vinham agora as perguntas: “Suga quem é ela?", “Suga vocês estão namorando?", entre outras. Tudo isso só complicava mais e mais a vida de Yoongi. Mas ele jamais a deixaria.

Anos mais tarde, já cansado de tanta pressão dos fãs e algumas vezes até mesmo dos próprios amigos, decidiu assumir seu relacionamento com Luíza. Pronto, já podiam respirar livremente, já podiam amar livremente.

Yoongi no seu aniversário de novecentos dias de namoro, comprou para Luíza uma aliança de prata e juntou com mais três presentes especiais: um buquê de flores, uma caixa de chocolate e o panda de pelúcia que comprou três anos atrás. Quando Luíza chegou ao quarto e deparou-se com os presentes, não teve fala. Lembrava bem daquele urso. Yoongi saiu de trás da porta e beijou o rosto da até então namorada logo lhe mostrando a caixinha roxa.

_São novecentos dias, mas quero que se torne pelo menos oitenta anos. Vem comigo?

_Já tô lá, qual a demora?

_Eu botar esse anel no seu dedo oras. - Risos, o encaixe perfeito, um beijo, luzes apagadas e uma noite cheia.

Finalmente o dia do casamento de Jungkook.

Um ano depois...

Finalmente o casamento de Taehyung.

Ainda no mesmo ano...

Depois de dois anos de noivado pesquisando e planejando o próprio casamento; finalmente, o casamento de Yoongi e Luíza em Miami como queria em seguida indo para Páris, exatamente como sonharam.

No ano seguinte, surgiram de Luíza o sonho de Yoongi e o pesadelo do Bangtan: os gêmeos Min. Min Kwon e Min Sunhee eram as bênçãos do casal, duas crianças elétricas e amáveis. Desde de pequenos, já gostavam e acompanhavam os eventos do pai. Eram juntamente com os “primos" Jeon e Kim, os mascotes das A.R.M.Ys.

Moravam bem em Seul, nas férias viajavam em busca de novidades, muitas vezes voltavam para o Brasil para visitar os pais de Luíza, nos feriados visitavam a família em Daegu junto com os Kim. Mas nunca esqueceriam do que passaram para serem uma família feliz, e Yoongi jamais abriria mão de sua família.


Notas Finais


Genten obrigada!! Beijão💖😍👏👋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...