1. Spirit Fanfics >
  2. Como assim sou omega? >
  3. Primeiro dia part. 2 e descobrindo a verdade

História Como assim sou omega? - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Oi gente
espero que gostem desse capitulo
bj bj

Capítulo 3 - Primeiro dia part. 2 e descobrindo a verdade


~JK on~

Confesso que não dormi a noite toda, fiquei só pensando no meu vizinho, Park, como ele é lindo e ainda por cima tem cheirinho de morango, meu lobo interior fica muito agitado quando eu olho para ele então acho que ele é ômega. Sou tirado dos meus pensamentos quando escuto o despertador, DROGA TENHO QUE IR PRA ESCOLA, então me levanto e vou a te o banheiro, faço minhas higienes e visto uma calça preta com rasgos nos joelhos e uma camisa também preta. Desço e noto que minha mãe já foi trabalhar então pego um maça e saiu de casa.

 

YG- Salve, biscoito. - Yoongi me chama e vou até ele com uma cara de sono.

JK- Oi açúcar. Cadê o destruidor?

RM- Aqui JK.- me viro e encontro o Namjoon sorrindo mostrando suas covinhas.

YG- O que aconteceu pra você esta com essa cara JK?

JK- Não dormi nada essa noite.- digo e sinto um cheiro maravilhoso de morango e viro junto com os meninos para procurar o dono do cheiro.

RM- Pelo visto entrou um novo ômega hoje.

 

Quando me viro ainda procurando o dono do cheiro encontro ele, Park Jimin, entrando no colégio com um calça super justa marcando ainda mais aquela bunda durinha. Percebi que todos os garotos do colégio estavam o olhando om malicia e aquilo fez crescer um calar dentro de mim e senti meu lobo tomar conta de meus movimentos até sentir a mão de Namjoon tocar no meu ombro.

 

RM- JungKook, se controla ou vamos ser descobertos. - ele falou e ficou me segurando até eu olhar pra ele.

JK- Pode me soltar, já estou melhor. - digo e ele assente e me solta.

YG-Nossa eu nunca te vi assim JK, acho que você finalmente se apaixonou.- Diz rindo junto com Namjoon.

JK- Para de graça vocês dois e vamos para a sala. Digo seguindo em direção a sala.

 

Quando chego noto que o baixinho estava na minha sala, aquilo me deixou muito feliz ate eu olhar e ver o Taehyung na mesma mesa do MEU ômega e sinto uma pontada de ciúmes então chamo meus amigos para ir até a mesa dele(Jimin).

 

JK- Olha só quem está na nossa sala este ano. - digo num tom debochado fazendo com que Jimin olhasse pra mim. - As putas da escola, e vejo que tem um novato no seu puteiro Jin. - digo fazendo com que todos rissem menos Jimin, Jin, Hoseok e Taehyung.

 

JN- Só porque somos ômegas não significa que somos putas. - ele diz com os olhos marejados e logo se levanta e corre para o banheiro, me sinto mal por fazer esse tipo de piada mas se não fizer os outros alunos podem desconfiar que sou alfa ou ômega e isso iria acabar com minha vida escolar.

 

Olho para meu pequeno e sua expressão é de raiva, ele se levanta e me encara com um olhar de nojo e diz:

 

JM- Sabia que você é um babaca de merda? – pergunta me olhando nos olhos, por um minuto me perdi no seu olhar e antes de responder ouço o YG o responder.

YG- Você sabe com quem está falando putinha? - Jimin agora o encarava com olhar de desprezo.

JM- Com um filha da puta, nojento que se acha melhor que os outros, acertei? – JM fala e volta o olhar pra mim que está(JK) perplexo com o comportamento de Jimin.

 

Jimin sai da sala e vai atrás de Jin no banheiro acompanhado de Hoseok e Taehyung esses que não pararam de chorar um minuto sequer durante a discussão.

 

~JK off~

~JM on~

 

Saímos da sala e fomos em direção ao banheiro, quando entramos Jin estava no chão chorando muito e vejo hobi e tae o abrasarem ainda chorando, então me aproximo deles e os abraço.

 

JM- Vai ficar tudo bem meninos. - digo sorrindo para dar conforto pra eles.

JN- Fica tranquilo Chimchim, isso sempre acontece com a gente.- Jin fala num tom triste.- falando nisso Chimchim, você é um ômega ne?

JM- Como assim ômega? - digo um pouco confuso com a pergunta do maior.

HB- Tipo, alfa e ômega pequeno- hobi responde entre soluços.

JM- Isso existe? Não é só lenda? - pergunto ainda confuso e vejo tae negar com a cabeça.

JN- Desculpa te contar assim chim mas acho que você é ômega. - Jin fala se levantando e indo na pia lavar o rosto.

JM- Eu não sei não Jin, porque se eu fosse minha omma teria me falado e ela sempre me disse que isso não passava de lendas.

TAE- Não são lendas chim, somos ômegas e por isso nos chamam de putas e nos olham torto. Hoje em dia ainda somos tratados como lixo pela sociedade, apesar dos alfas também sofrerem preconceito nos ômegas somos os mais atingidos, e lamento te dizer Chimchim mas você é ômega. - taetae vem em minha direção e me abraça forte.

JM- Como você sabe taetae?

HB- Sentimos seu cheiro, por isso que te consideramos amigo, você é um de nós e sofrera mais se ficar sozinho. - hobi abre um sorriso para me consolar e por incrível que pareça consegue.

JN- Gente vamos logo pra sala, se corrermos pegamos a segunda aula.

 

                                      ( Q.D.T.)

 

Chego em casa ainda me perguntando se sou realmente ômega, então decido procurar respostas no quarto da minha omma, já que ela não está em casa e vai chegar tarde. Subo no quarto e depois de um tempo procurando achei um papel e nele estava escrito:

 

Nome: Park Jimin       Sexo: Masculino

Idade: 11 anos             Estado civil: Solteiro

                   Resultado: Ômega Especial

Aquilo realmente me chocou, eu sou realmente ômega, sinto que não posso confiar na minha mãe, como ela foi capaz de me esconder isso por 5 anos eu tinha o direito de saber, na verdade me sinto um idiota por não ter percebido que depois daquele dia na escola onde fizeram esse exame de sangue  minha mãe ficou estranha e que depois daquele dia ela me proibiu de ter amigos e me obrigou a tomar um remédio que ela diz que é calmante mas estou começando a duvidar, meus olhos começam a marejar e fico um tempo perdido em meus pensamentos até ouvir a campainha tocar, então guardo o papel e sigo em direção a porta. Assim que a abro vejo alguém que pensei que nunca iria vir aqui, Jeon JungKook.

 

JK- Oi Jimin, preciso falar om você. - diz e logo entra em minha casa.

JM- O que você quer JungKook? Agora não é hora pra você vir aqui me irritar. -  o olho ainda com os olhos marejados.

JK- O que aconteceu pequeno? - ele se aproxima me encarando com aqueles olhinhos de jabuticaba e sinto meus olhos encherem mais ainda de agua, NÃO eu não posso chorar na frente dele.- Jimin fala pra mim o que aconteceu? - ele me encara mais ainda e não aguento e desmancho em lagrimas.

 

Por incrível que pareça ele não riu de mim e nem fez comentários idiotas, ele simplesmente me abraçou e começou a fazer carinho nos meus fios. Aquilo me acalmava, JungKook me acalmava com aquele cheiro amadeirado e aqueles corpo enorme que agora me abraçava sem pudor. Depois de um tempo me acalmo por completo e JK me coloca com cuidado no sofá e vai até a cozinha pegar um copo de água. Ele volta e me entrega o copo e logo se senta do meu lado me encarando com um olhar preocupado.

JK- Jimin você quer me contar o que aconteceu? - ele me olha e eu não aguento e digo a ele.

JM- Eu sou ômega JK. - digo e me desmancho em lagrimas novamente, ele me encara com um olhar surpreso.

JK- Você não sabia? - ele me pergunta um pouco confuso.

JM- Não, fiquei sabendo agora. - o respondo ainda chorando.

 

Ele olha e me puxa para seu colo e começa a me abraçar. Eu não sei porque mas gostei e ficar no colo dele, me senti protegido e amado, PARA PARK JIMIN ISSO É COISA DA SUA CABEÇA.

JK- Jimin, não precisa chorar eu vou cuidar de você pra sempre. - ele sussurra no meu ouvido me fazendo arrepiar.

JM- JK- digo saindo de seu colo- o que você queria falar comigo?

JK- Eu vim me desculpar por hoje na escola. - ele diz e abaixa a cabeça.

JM- Porque você é assim? - digo o encarando com um olhar de dúvida. - tipo você riu de mim dos meninos, nos chamou de puta e agora está na minha casa me abraçando e se desculpando.

JK- Eu sou um idiota Jimin, eu só pensei na minha popularidade e não nos sentimento de vocês, eu me sinto mal por fazer esse tipo de piada até porque eu sou...- ele para de falar do nada e me encara com um olhar de apreensivo.

JM- Você é o que?

JK- Eu sou alfa. - ele falou rápido e depois suspirou em alivio.- finalmente tive coragem pra falar pra você.- diz e sorri.

JM- Quer dizer que você também é diferente dos outros?

JK-S-sim .- ele fala e abaixa novamente a cabeça.- por isso me sinto mal por maltratar o Jin e os meninos, mas é que ninguém além do Nam e o Suga ,e agora você, sabem que sou alfa.

JM- Como que eles sabem que o Jin, Hobi e o tae são ômegas e não sabem que você é alfa? Tem algo errado nisso ai JK- pergunto meio desconfiado.

JK- É que o cheiro de vocês ômegas é mais forte do que de nos alfas. - ok ele me convenceu. - Jimin eu quero me redimir com você e os meninos, você me daria uma segunda chance?

JM- Claro kooki. - após eu dizer isso ele abriu um sorriso de orelha a orelha e sem que eu pudesse raciocinar ele me deu um beijo lento e calmo que passava sentimento e desejo, logo ele pede passagem da língua e eu sedo sem pensar, depois de um tempo nos separamos pela falta de ar e JK me dá um último selinho antes de se distanciar por completo.

JK- Eu sei que está cedo pra eu dizer isso mas...- ele começa a corar e confesso que ele fica ainda mais bonito corado- eu te amo Jimin.

 

No momento que ele fala isso sinto uma felicidade muito grande não sei o porquê, começamos nos encarar até eu sentir um dor enorme no pulso direito e quando o olho percebo que tem 2 letras: JK. Nesse momento fico apavorado e olho pra JungKook e noto que no seu pulso direito também tem 2 letras só que nele era: JM. Ele me olha sorri mais ainda e volta a me beijar.

 

S/P- Que merda é essa?- minha mãe entra na sala com um olhar furioso e eu e Jeon nos afastamos.- senhor Park Jimin você pode me explicar porque você esta beijando nosso vizinho?

JK- Senhora Park, a culpa não é do Jimin, eu o beijei.- me olhar, que antes estava no chão, volta a JK e antes dele falar outra coisa me minha mãe o corta.

S/P- JungKook, vai embora da minha casa por favor, preciso conversar com o Jimin. - ele fala e volta o olhar furioso pra mim.

JK- Mas senhora Par...- olho Jeon e faço sinal para ele ir então ele se levanta e vai em direção a porta com um olhar triste.

 

S/P- Agora Jimin meu assunto é com você. Como você pode trazer pessoas aqui em casa quando eu não estava, e ainda por cima a beijar- ela fala gritando e logo surge novas lagrimas em meus olhos. - Arrume suas coisas, vamos embora ainda hoje.

JM- NÃO, eu não vou. - digo e vejo ela me encarar espantada. - Eu gostei daqui e fiz até amigos, algo que não tenho desde os 11anos. – digo ainda chorando e gritando.

S/P- É melhor se você estiver sozinho Jimin, essas pessoas vão te fazer sofrer e sei o que estou fazendo.- ela grita como se estivesse querendo competir comigo pra ver quem gritava mais.

JM- É porque sou ômega? – falo entre soluços e a vejo entrar em choque com minha pergunta. – Achou que eu nunca fosse descobrir mãe?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Continuo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...