1. Spirit Fanfics >
  2. Como conheci o Castiel (Alexy X Castiel) >
  3. Capítulo 7

História Como conheci o Castiel (Alexy X Castiel) - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - Capítulo 7


- Sai da casa dele, ele me ligou, brinquei com ele falando que sou tu, que o número é seu e que eu não cheguei… vai ajudar?

- vou! Amanhã vai a aula?

- Não, cabeça explodindo e estou tentando relembrar de ontem.

-Tu dançou sexy, bebeu, beijou e Castiel te levou embora.

- E tu dormiu com o Nathaniel

-Sim

- Agora que me lembrei… na sala você ia me dizer algo, o que era?

- Que você só dormiu com o Castiel

- como assim?

- Que tua cabeça caiu no ombro de Castiel e só assim você ficou quieto ele até fez carinho em você. Achei fofo.

- Que?!!

- Verdade e ele pagou seu sorvete….

- Ele me devolveu o dinheiro, eu nem sei onde está… eu vim a pé.

- a casa dele era longe?

- uma hora eu acho

- nossa - o celular começa a tocar - Castiel ligando

- Vamos brincar - Pego o telefone e boto no viva voz- alô?

- Alexy?

- sim e você?

- É o Castiel… onde está?

- Na floresta? - Armin tapa a boca

- Por que não foi pra casa?

- estou procurando ela… sua casa fica perto da floresta? Pera acho que é uma estrada vou pedir carona tchau

Desligo na cara dele e Armin começa a rir muito.

- Sério que ele acreditou?

- Acho que sim, amanhã na aula fala que eu não apareci

- Ok, vou acordar o Nath e antes que pergunte não e vá se esconder

Concordo e volto para meu quarto, boto um short que não parecia meu membro, um cropped, minha peruca da cor preta e tiro minhas lentes. Saio do quarto e vejo Armin no colo de Nathaniel o beijando. Saio de fininho, mas Armin me olha, corro para fora e vou ao parque, chegando lá um cachorro pula em mim, vejo que é Dragon, Castiel vinha logo atrás.

- Dragon! Era para achar o Alexy e não a irmã dele?

-… - aceno envergonhado e tento sair, mas Dragon Me segue - Dragon senta- Ele senta - deita e não me segue - ele deita com uma carinha triste - vou sair e Castiel me segura.

- como?

- o quê?

- Dragon não obedece nem a mim… como ele te obedece? Como sabe o nome dele? E como ele não te atacou?

- primeiro: não sei, segundo: você falou e terceiro: como vou saber?

- Você é irmã de Armin e do Alexy?

- sim -minto

- sou amigo deles… Alexy voltou pra casa?

- Não…. O Armin disse que ele dormiu na casa de um amigo e que vai ficar lá-minto novamente

- bom, meu nome é Castiel.

- Alexya

- Prazer…. Quer passear um pouco?

- Não será um incômodo? -estou com medo dele me reconhecer

- Claro que não, vem! - ele me puxa para um carrinho de sorvete- quer de que?

- flocos por favor…. - peço e seguro em sua blusa

-Você tem a mesma mania de Alexy

- Eu e ele temos medo de lugares lotados, Armin sempre está com a gente - quando ia soltar minha mão ele pega e a segura forte

- eu não me importo que você segure.

'Mas quando é o Alexy segura você se afasta' -penso

Ficamos conversando e eu brincando com o Dragon, quando o pôr do sol começou eu me levantei e fui para a casa, junto de Castiel já que o mesmo insistiu muito. Entro em casa e vejo Nathaniel no sofá.

- ah… oi?

- oi sou a irmã dos dois idiotas daqui….

-Armin não me disse nada de irmã e nem na ficha deles

- eu irei viajar amanhã então você nao ia me conhecer

- Okay, ja estou indo

Subo para meu quarto e tiro a peruca,boto as lentes, me jogo na cama, espero Armin, ele chega e eu explico tudo.

- Temos uma irmã chamada Alexya qie conheceu Castiel e Nathaniel, vai viajar amanhã…. Mas o Kentin sabe que não temos irmã

- vou conversar com ele

- Alexy

- por favor maninho

-tudo bem - ele saí e eu durmo

----------------------QUEBRA DE TEMPO----------------------------

Acordo e vejo que é cedo ainda, me levanto e quase caio. Vejo tudo embaçado e caio.

P.O.V Armin

Acordo e vou até o quarto de Alexy, vou até sua cama e boto a mão em sua testa que estava queimando em febre, pego um temostardo e boto nele, espero e depois tiro

-43°?! Alexy acorda!

Tento o acordar não conseguindo, o pego no colo e o levo até o hospital. Logo depois vou a escola passando por todos e indo a diretoria.

-diretora….

-você deve ser o aluno novo né?

-sim, vim falar sobre meu irmão… ele está com 43° de febre e vamos ficar fora até ele melhorar

-43° ?! Senhor Armin isso é muito sério, nem deveria estar aqui, vá cuidar de seu irmão

Concordo e saio da sala vendo todos no pátio,Nathaniel me para

-ei onde vai? Falta um minuto para bater

-Eu não vou vir mais a aula

Me solto e saio da escola. Vou ao hospital onde o médico disse que ate a febre baixar ele iria ficar. Recebo várias ligações do pessoal, até o do Alexy está lotados desligo os celulares e espero para ver meu irmão

----------------------QUEBRA DE TEMPO----------------------------

- senhor Armin a febre de seu irmão aumentou, saberia o porquê?

-Desculpa mas não…. Ontem ele saiu e voltou tarde, pode ser pelo medo de lugares lotados.

-como assim?

-ele tem medo de lugares com muita gente

-ele já foi a um psicólogo?

-ja disseram para ele se misturar

-… -ele ia dizer algo, mas chegou uma enfermeira e começou a conversar com ele- seu irmão está tendo alucinações, tiros, mortes, muita gente em volta

- ele viu nossos pais morrerem em um tiroteio

-Isso pode ter causado o medo dele

- é…

-seu celular antes tocava

-Eu desliguei, não quero os preocupar

O médico só concorda e sai. Eu acabo dormindo e acordo de noite, viro para o lado e vejo Alexy. Levo um susto.

- Alexy você não pode sair

- Sabe Armin, tinha muita gente, mas quando eu brincava com Dragon eu me lembrava deles e de ti -os médicos e enfermeiras chegam, mas param -Eu apertei forte a blusa de Castiel, fechei meus olhos, Dragon começou a latir e eu só ouvia os tiros, mas quem caia era você, Castiel, Nathaniel, Rosa, Leigh, Lys, Ken, Dragon... Dragon continuava a latir e eu queria chorar, mas daí veio um garotinho e tocou minha mão, ele era cego, mas sorria, eu não sei como, mas ele me olhou com olhinhos bem clarinhos e disse: "moço, calma, eu sinto seu medo, os animais sentem, olhe em volta, os animais pararam de fazer tudo e começaram a fazer algazarra... Tire esse medo antes que se machuque mais...". Eu não sei como ele sabia disso, mas ele sorria enquanto falava, me dava uma paz, os animais pararam de fazer algazarra e voltaram para o que faziam antes. Aquele garoto mesmo sendo cego enxergava meus medos, antes dele sair, ele me olhou triste e falou: "perder os pais é horrível, ainda mais quando se vê, mas eles estariam felizes por você moço... Tenha uma boa tarde e esqueça o seu medo... Isso te machuca e machuca os outros, seja pessoa ou animal.". Depois ele sorriu e foi embora, Castiel ficou olhando o garoto confuso, eu também, o garoto sabia sobre meu medo e foi lá me ajudar, quando todos os animais faziam algazarra e ninguém entendia nada... Ele foi lá me ajudar

- Alexy…. - Ele me olhou com os olhos marejados

- Armin desculpa, eu vou parar de ter medo… eu juro! Eu juro!

-Ele começa a chorar e desmaia, os médicos o levam para o quarto e eu fico pensando no que ele disse.

----------------------QUEBRA DE TEMPO----------------------------

Faz duas semanas desde aquilo aconteceu, toda noite Alexy vai até onde estou e conta a mesma história, sempre acaba com ele prometendo, chorando e desmaiando. A diretora já veio ver o estado de Alexy, ela disse também que as provas estavam próximas… Ela às vezes trazia as atividades das aulas, dizia que o pessoal sempre perguntavam sobre a gente, mas não dizia nada. Eu agradecia, hoje ela não viria e fui comer algo na cafeteria, mas acabo desmaiando no meio do caminho.

----------------------QUEBRA DE TEMPO----------------------------

Acordo em uma maca, chamo um médico que disse que desmaiei por não me alimentar direito, tomei um banho Ali já que deixavam e vou a um restaurante ali perto. La encontro a galera toda. Eles me olham e vem até mim

- Armin como está? Apesar de parecer péssimo - diz Rosa.

- senhor sua comida -o garçom me entrega e eu agradeço dando meia volta, mas, Castiel me pega pelo pulso.

-Ei cara, Cadê o Alexy? Por que não vão a aula? Por que não vão pra casa? Por que esse seu estado?

-Quantos por que's -digo meio tonto- me solta

- não! Cara você parou de atender, não recebe mensagens, mesma coisa com seu irmão… estamos preocupados-kentin fala

-me solta não estou passando bem - eles me soltam e eu quase caio se não fosse Nathaniel me segurar, antes dele falar algo o médico chega e vem até mim me pegando no colo

- você precisa comer e dormir, faz tempo que não faz isso e duas horas de sono não te ajudam

Concordo e fomos saindo, mas eles nos seguem.

-Você foi ao médico?

- Cadê o Alexy? -Castiel pergunta.

- Ei sem muitas perguntas, ele pode desmaiar

Saímos dê lae ele liga ao hospital avisando se alguém perguntasse por mim ou por meu irmão nunca estivemos lá. Ele despista meus amigos e voltamos ao hospital.

- Pode dormir em uma sala

- valeu

- Que isso eu também tenho um irmão que me preocupo.

Sorrio e apago

----------------------QUEBRA DE TEMPO----------------------------

Acordo e levo um susto com Alexy do meu lado, vejo os médicos e enfermeiros virem.

-Alexy

- sabe Armin- e la vai ele.

- Alexy você já disse isso!

-…. - ele vira para mim e me olha intensamente, os olhos estavam escuros e ele sorria- sabe Armin- ele começa a mexer a cabeça para um lado e para o outro- esse lugar me dá medo, quero ir embora

- Alexy está me dando medo

- O Dragon está bem?

- Não sei, não saio do hospital, mas nossos amigos estão preocupados

- quero ver o Dragon

- estamos num hospital, Dragon Não pode entrar

- quando vou melhorar?

- rápido… eu espero- o abraço e ele chora

- a médica é má

- Quem te cuida é um homem

- mas a médica me traz remédios e me obriga a tomar eles

-qual o nome dela?

- Bruna Darier

Ele desmaia e os médicos o tiram.

- Não existe ninguém com esse nome trabalhando aqui…. Ela pode estar piorando o estado de Alexy

-Doutor posso ficar amanhã com meu irmão?

-onde?

- No parque, pode vir junto

- Tudo bem, mas agora dorme.

----------------------QUEBRA DE TEMPO----------------------------



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...