1. Spirit Fanfics >
  2. Como Estragar um Casamento >
  3. 08 - Não irei deixar

História Como Estragar um Casamento - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - 08 - Não irei deixar



Jungkook não sabia o que responder, mas para falar a verdade só estava com medo de assumir aquilo em voz alta, ainda mais para o amigo que o daria o conselho de terminar o seu atual relacionamento e ir correndo para os braços de Jimin, é claro que queria fazer isso, mas imagine, a quantidade de pessoas que iria deixar machucado, ele não queria ter um caminho cheio de rancores e magoas, só queria que a vida fosse mais facil, e que ele não precisasse ficar se explicando.


— Hyung, eu... — Jungkook parou a frase por um longo suspiro, era dificil mentir para Hoseok, eles eram amigos e era errado mentir, mas dizer a verdade ali o dava um medo, ele tinha um certo receio. 


— Olha Jungkook, eu sou o seu melhor amigo, pode confiar em mim. — Disse Hoseok levando uma de suas mãos até o ombro do mais novo aonde deu uma leve balançada. —Eu sei que na sua cabeça as coisas estão bem dificeis, seria um tolo se não estivesse com medo, mas não precisa ter medo ao meu lado. — Hoseok então deu um sorisso que de certa forma deu uma tranquilidade a Jeon. 


—Hyung, eu amo o...— Deu mais um longo suspiro, Jungkook então levou suas duas mãos até os joelhos aonde os apertou com os dedos e lagrimas começaram a sair de seu rosto sem controle. — Hyung, eu amo o Jimin — Disse em meio aos soluços e ao choro que tentava controlar ao maximo, ele estáva muito nervoso. — Mas ninguem entenderia, eu não estou fugindo, mas é que Jaejoong me ama muito, todos gostam dele, e com o Jimin seria um tiro no escuro, não sei se é no calor do momento e estou confuso. — Confessou, segurou Hoseok e o deu um longo abraço, o amigo então levou sua mão até os cabelos do mais novo aonde desferia leves caricias. 


— Jungkook~ah, você tem que ir no seu tempo, se gosta de Jimin, você deve ficar com Jimin. Eu sei que não é simples assim, mas você não pode deixar ele ir embora, daqui a alguns anos você vai acordar e se arrepender muito. — Jungkook sabia, sabia que todas as palavras do amigo eram verdades, não havia nem sequer casado para saber que se arrependeria mais tarde, Jeon era tão inseguro, ao ponto de sofrer por amor.


—Eu não posso simplesmete fazer isso, eu o amo, guardo comigo todos os momentos que tive com ele.  — Soltou uma leve risada se lembrando deles dois em cima do telhado de uma casa abandonada bebados e dançando, havia sido um dia muito engraçado aquele, eles não podiam beber eram de menor e Park roubou as bebidas de seu pai. — Eu nunca planejei perder ele, mas eu sei que ele vai sumir e daqui alguns anos ele será apenas uma lembrança boa, e eu espero contar para os meus filhos sobre minha primeira paixão. — Deu uma leve risada abafada, que continha um tom sarcastico, Hoseok não entendia o motivo do garoto apenas ficar se escorando e não deixar o seu coração guiar. — Em uma outra vida, eu quero ser a namorada de Jimin, e numa proxima vida eu não vou ir embora.


As luzes da ponte Han haviam se apagado dando encerramento ao show das águas dançantes, todos que estavam sentados a beira do rio começaram a se levantar, os musicos não tocavam mais, os comerciantes com balões coloridos ficavam cada vez mais distantes, e sobre uma brisa fria Jungkook continuava sentado no banco ao lado de Jung, ambos em silencio apenas observando todos irem embora, mas Hoseok só queria formular o que iria falar para o mais novo.


— Jungkook, eu cansei. — Disse Hoseok se levantando. — Que droga! Se você gosta dele para de ser frouxo. — Levantou o tom de voz, o que fez Jungkook dar um pulo no banco. — Está com medo de dizer o que sente? — Hoseok perguntou com um tom de voz bem alterado, não estava com mais paciencia para a frescura do amigo, era impressionante a forma em que ele se machucava gratis. — Você não é mais o mesmo, cara você não é o mesmo Jeon Jungkook o meu melhor amigo, e quando você o encontrar você me avise, me recuso a falar com você tendo essas atitudes. — Hoseok disse com algumas lagrimas no olho e apenas deu as costas para o amigo.


A cada passo que Hoseok dava era mais dificil para Jungkook o ver no meio da multidão, não ficou muito tempo olhando desviou o olhar para o rio, Oh Ceus! seria tão mais facil pular ali de uma vez e nunca mais aparecer, queria muito conseguir enfrentar os problemas com coragem, mas era mesmo um frouxo, pegou sua jaqueta no banco e se levantou, começou a caminhar sem rumo, apenas deixou que o vento o guiasse, o tempo aquela noite estava mudando e havia um céu bem carregado de nuvens que não demorou muito para começar os pingos, a chuva não demorou a se intensificar e mesmo assim ele continuou andando, os passos lentos que dava eram quase que uma tortura, não se importava com nada, nem sequer se imporou com os carros apenas atravessou a rua, aonde os freios, buzinas e gritos eram ouvidos, não teve expressão, apenas seguiu o caminho que apenas notou aonde estava ao entrar na rua da casa de Jimin.


Parecia que ele era atraido por aquele lugar, o cheiro amadeirado da casa do outro o fazia se sentir em casa, o cheiro das roupas que pegava emprestado tinham um aroma floral, os lençois de seda deslizava por sua pele, e aquele abraço que recebia pelas manhas, quando notou estar na frente da casa do mais velho engoliu a seco, e a chuva que o acompanhou por todo o caminho não parecia dar tregua, notou que a luz da janela da frente havia acendido, e não demorou muito a reparar pelo vidro um Taehyung desesperado para fechar a janela.


Taehyung corria para fechar as janelas o mais rapido possivel, e quando notou Jungkook parado completamente molhado apenas travou, não queria falar nada com o outro e pensando em seu amigo apenas fechou a janela sem nem sequer dar importancia, Jungkook então notou que todos o odiavam ali, até pensou em ligar para Jaejoong, mas não poderia explicar a situação para o mesmo, aquilo iria piorar tudo.


Quando Jungkook chegou em casa pela manhã ele apenas se deitou na sua cama e adormeceu, sua mãe nem havia acordado, a mesma dormia profundamente no sofá, ela esperava o filho todas as vezes deitada no sofá, Jeon então dormiu profundamente aquela noite.


Haviam varios motivos para Jungkook não poder ficar com Jimin, sua insegurança e é claro que todos devem achar bestesteira, mas Jimin era lindo e ele podia ser trocado facilmente, ainda se lembrava do dia da sorveteria, aonde viu Jimin dentro com um outro rapaz depois de completamente ter tirado o seu "bv", todos iriam se decepcionar, Jaejoong provalvemente iria se machucar e iria deixar muitas pessoas descontentes, não era isso que ele queria. Se ele estivesse solteiro, ele correria para os braços do mais velho sem pensar, mas era complicado quando se está noivo de alguem, e trocar um relacionamento de anos por algo incerto não parecia a melhor coisa para si.

~1 Mês e 21 dias depois~


Não havia acontecido nada de especial nos dois meses que haviam se passado, os dias se tornaram cinzas, era como se as flores ficassem tristes com a chegada do inverno, a neve caia de leve pelas ruas de Seul, todos pareciam infelizes, Jungkook terminaria sua ultima prova do terno já que faltava apenas dois dias para o seu casamento, ele colocava os ultimos ajustes e quando mais tempo ficava com aquele pedaço de tecido sobre o seu corpo o dava ainda mais pavor, a vontade era de rasgar todos aqueles tecidos, já fazia um mês e vinte um dias que não via Jimin, Hoseok havia o perdoado porem o mesmo ainda não o tratava da mesma forma, havia perido o total contato com Park, já não estava doendo tanto, e com o passar dos anos ele só seria uma lembrança.


— Que noivo bonito, mas não vai ser legal casar com essa cara. — Disse sua mãe entrando no grande salão de provas, a mulher estava encantada com a beleza do filho, por mais que o mesmo estivesse triste a mulher jurou por ela mesma que não se meteria e deixaria o filho tomar a sua decisão, Jeon era teimoso igual ao pai pensava a mulher. 


— Mãe! que susto. — Disse Jeon com a mão no peito, o mesmo deu uma leve risada e caminhou até o provador indicado pela mulher que trabalhava ali, ele iria retirar o terno para o ultimo ajuste ser feito, era apenas para pregar algumas rosas azuis claras na parte de trás do terno branco, estava tudo tão lindo, pena que o noivo não estava se sentindo bem com tudo aquilo. 


Jimin por um outro lado trabalhava todos os dias com a maior dedicação, Tae chegou a falar que o exesso de trabalho de Park era uma forma que ele sentia de aliviar sua dor, mas claro que ele negava isso a todo o vapor, mas no fundo aquilo era a total verdade e claro que ele sabia isso, o Holograma havia sido bem recebido por todos os socios e logo começaria as vendas para o publico, era uma ideia muito inovadora, e aquilo seria um projeto milhonario, todos na familia Park estavam orgulhos pela conquista do grande CEO Park Jimin. 


Os grandes papis na mesa se formavam pilhas, haviam varios contratos a serem assinados, e ele iria abrir mais um cargo laboratorial na empresa, e estava totalmente corrido, ao rever os papis mais uma vez notou um envelope dourado era elegante e delicado, com uma certa curiosidade ele pegou o envelope na mão e o virou vendo a frente do mesmo, logo notou o nome escrito "Jungkook & Jaejoong", apenas jogou o envelope sobre a mesa. 


— Senhor, com licença. — Disse Taehyung entrando na sala, mais uma vez ele insistia na formalidade no serviço, é claro que Jimin já disse para o mesmo mudar o comportamento, mas ele insistia, então o mesmo fechou ao porta e ao fechar mudou totalmente a pose. — Eu deixei ai em cima da mesa, talvez você queira ir. — Disse chegando mais perto do amigo.


Jimin nada respondeu, apenas colocou o envelope em sua gaveta e levou o olhar diretamente para o amigo, que se aproximava ainda mais para poder sentar na cadeira a frente da mesa, o mesmo se sentou e deu um longo suspiro, sabia que o homem em sua frente não iria querer comentar sobre o assunto, apenas respeitou o silencio do amigo e em sua frente pegou metade dos papeis para revisar e começou a ler, iria ajudar o amigo a terminar aquilo o mais rapido possivel.  


A noite era calma e pacifica, Jimin dormia assistindo algum programa de televisão, provavelmente não acordaria tão cedo, o gatinho se escorava no corpo do dono estava fazendo muito frio aquela madrugada, e na televisão ligada passava uma reportagem de emergencia sobre pessoas acidentes na fria noite, os carros estavam derrapando no asfalto por falta de corrente na roda. 


E claro dias importantes não merecem ser mencionados, e esse foi o dia seguinte de Jimin, faltava apenas 24 horas para Jungkook ir embora para sempre, faltava apenas vinte e quatro horas para ele nunca mais ter a chance de beijar aqueles labios, e ele não queria isso, não queria o perder para sempre, uma angustia enorme, um sentido repulsivo, tudo estava acumulado dentro de si, era inevitavel se sentir dessa forma.


O dia no emprego havia sido horrivel, mal via a hora de alguma coisa acontecer as esperanças de Jungkook brotar na porta de seu escritorio como sempre fazia, as pequenas coisas se tornavam grandes naquele momento, para Jungkook não estava sendo diferente, havia acabado de pegar seu terno e não se sentia bem, ele definitivamente não se sentia como em um conto de fadas.


O fim do dia estava sendo como enfrentar uma depressão inteira de uma só vez, Jimin então subiu em cima do telhado de sua empresa aonde ali passou a olhar a todo o horizonte de Seul, predios altos e brilhantes, a noite escurecia o céu aos poucos, nem sequer havia notado a hora se passando, e foi ai que lembrou das palavras da senhora Jeon, todas as frases, todos os encorajamentos, deviam sim ter algum sentido, todas as vezes em que Jeon o deu uma brecha para o beija-lo, estava tudo se encaixando naquele momento, e se Jeon retribuisse? Que besteira, mas havia esperança e o famoso "não" ele ja tinha.


Jimin estava decidido, ele iria sim naquele casamento.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...