História Como eu imagino você, jikook - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Hoseok, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Namjoon, Seokjin, Sope, Taehyung, Yoongi, Yoonseok
Visualizações 20
Palavras 1.242
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi meu anjos, voltei!
como tenho mais tempo livre essa semana, vou tentar atualizar mais uma vez pra vocês.


obrigada por lerem e boa leitura!!!!

Capítulo 3 - Dois


Uma hora mais tarde, Yoongi e eu estamos sentados na beira do cais da cidade, separados por um saco de comida embalada que compramos no Mc Donald's, que fica ali perto. Seguro o hambúrguer recheado com batatas - desde criança nós temos o costume de colocá-las dentro do sanduíche - e, meu amigo faz barulho com o canudo dentro do copo gigante de Coca-Cola.

Não há nenhum som em volta. Nas manhãs de sábado, poucas pessoas vem aqui. Como sempre Busan continua sendo a cidade litorânea com mais silêncio por metro quadrado.

- Podemos jogar Como eu imagino enquanto almoçamos? Não gosto do silêncio - digo.

- Há uma diferença entre silêncio e calmaria, Jimin. Mas é claro que podemos. - Ele suga o canudo uma última vez - Comece... Como você imagina?

Me esforço um pouco para desenhar na minha mente a vista que aquela mancha em meus olhos esconde. Estou usando os meus óculos escuros, o mais legal de todas as lojas da cidade (segundo eu mesmo). Já que eu tenho que usá-lo todas as vezes que saio de casa, por causa da claridade, acabei comprando o modelo menos cafona, uma espécie de Ray-Ban Clubmaster, ou algo parecido.

- Imagino um infinito de água com aparência levemente suja, mas bonito. O sol está exatamente acima de nós, por ser meio-dia, e está queimando como nunca. Imagino dois grupos de árvores, uma de cada lado do porto...

- E como são as árvores?

Vejo-as em minha mente.

- Grandes, lindas... até verde demais. Acho que é uma mistura de pinheiros e araucárias. Também existe algumas outras espécies raras e bonitas perdidas no meio delas. E... Ah! O céu está azul e sem nuvens.

Um silêncio ridículo me envolve. Não ter um dos sentidos já é o suficiente, então não preciso de algo mais faltando na minha vida. Gosto de barulhos e sons, porque isso sempre me aproxima do mundo real.

- Yoongi?

- Ok. Eu estava somando seus pontos.

- Fui muito mal?

- Dez pontos pela leve sujeira na água, menos sete pela história toda das árvores, e mais quinze pelo céu sem nuvens. Dezoito pontos é o seu total.

- Ah, qual é, o que tem de errado com as árvores?

- Na verdade elas são bem feias. E velhas. De onde estamos não dá pra ver se existe alguma espécie rara e bonita entre elas, mas, a julgar pelo contexto, creio que não.

Limpo os dedos no guardanapo e faço beiço. Esta é a minha pior pontuação em todas as nossas partidas até agora.

- O que você tem hoje? - ele pergunta.

Viro o rosto para ele como se pudesse vê-lo perfeitamente. Enxergo o contorno do rosto, o cabelo loiro meio bagunçado, a franja caindo um pouco sobre os seus olhos. Percebo o movimento de seus lábios, mas não consigo ver a cor do seu olho. Estamos tão perto e tão longe ao mesmo tempo.

- Do que você está falando?

- Desembucha, Jimin. O que está te atormentando?

Odeio o jeito com ele me conhece tão bem. Não sei como começar, porém, tenho certeza de que acabarei tocando nesse assunto com ele, agora ou depois.

- O que você acha dos sonhos? - pergunto.

- Você quer uma teoria?

- Sim.

Ele suspira.

- Bem, pra mim os sonhos são desejos e algo que está por vir.

- Tipo, premonições?

Após uma risada curta e engraçada, ele explica:

- Não exatamente. Acho que é mais parecido com déjà vu, sabe? Algo que você tem a impressão de já ter visto, mas que está acontecendo naquele exato momento. Sei lá, sonhos na verdade são uma loucura. Um tempo pra sair do mundo real e se afogar nos detalhes que passaram despercebidos durante o dia.

- Explique melhor.

- Tá bom. - Escuto Yoongi se mexer animado com a ideia. - Não sei o quanto a você, mas isso acontece muito comigo. Às vezes, alguém diz o nome de uma pessoa, ou eu vejo algo que não via há tempos. Pode ser por uns quinze segundos, mas isso fica preso no subconsciente, e é sempre com isso que eu acabo sonhando.

- Um exemplo?

- Um dia dessas, minha mãe falou sobre um tio que eu mal conheço. Acabei sonhando que ele estava voando em um universo cheio de pizza e calabresa, que foi o meu jantar naquela noite.

Por mais calor que esteja fazendo, nesse momento, fico gelado. Quero segurar a aflição dentro de mim, mas a rejeito sem pensar duas vezes.

- O quanto você conhece esse seu tio?

- Encontrava-o quando eu era pequeno, e isso já faz mais de quinze anos.

Mesmo com receio, procuro as palavras certas antes de continuar.

- E como foi que você sonhou com ele? Quer dizer, como você imaginou o rosto dele e tudo mais, se mal se lembrava do cara?

- Ah, sei lá. Onde você quer chegar? Diz logo.

Inspiro profundamente e solto o ar devagar.

- Tem um cara...

- Ih!

- Cala a boca. - Recomeço: - Tem um cara com quem eu venho sonhando. Essa noite foi a quinta vez. E... Sei lá, não acontece nada de especial nos meus sonhos. Ele não está voando pelo espaço rodeado de fatias de pizza nem nada. São os sonhos de sempre com o mesmo cara.

- Hum... Sabia que tinha algo diferente em você hoje - concluiu. Diz logo quem é o sortudo que vem te atormentando.

Esse é o problema... – Encolho. - Eu não sei – falo baixinho, pausando entre uma palavra e outra.

- Como assim você não sabe, Jimin?

- Seria muito idiota falar que eu nunca vi esse cara na minha vida antes, né?

Mais silêncio.

- Pelo amor de Deus, fala alguma coisa! – imploro.

- O que você quer que eu fale?!

- Sei lá, você sempre sabe o que dizer!

Se eu pudesse enxergar, diria que Yoongi está sorrindo.

- Vamos com calma. Você sonhou com um cara que não conhece. Sei lá, isso não acontece com todas as pessoas do mundo, mas também não é nada muito anormal, entende? Deve ser alguma memória que ficou presa na sua cabeça, algo que volta de vez em quando. O simples fato de você ter pensado muito no cara depois da primeira vez que sonhou, porque eu sei que você fez isso, já te deu motivos pra voltar a sonhar com ele.

Meu amigo está certo. Respiro fundo.

- Ele é bonito, pelo menos?

- Lindo. Aparentemente, seu único defeito é apenas existir nos meus sonhos – respondo.

Passamos mais algum tempo conversando sobre trivialidades, sentados perto da água, onde poucas pessoas circulam. Sou branco demais e sei que depois de hoje estarei totalmente vermelho por causa do sol forte. A marca da minha regata permanecerá por um longo tempo no meu corpo.

- Já está tarde e você precisa me salvar – falo depois de algum tempo.

- O que é agora, Cinderela?

- Minha mãe teve a brilhante ideia de chamar um cara para cuidar das flores da minha avó exatamente no dia em que ela resolve viajar. Você sabe sobre o meu pânico de ficar sozinho em casa com estranhos, então estou intimando você para quebrar o galho.

- Não posso, Min. Já tinha combinado de ajudar meu pai na loja hoje. Deveria ser proibido trabalhar no sábado.

Sem esperança, termino dizendo:

- Deveria ser proibido deixar cegos sozinhos com estranhos.


Notas Finais


perdão pela demora em relação ao jungkook mas no próximo ele já está vindo, ok? todo esse começo era necessário pra que vocês entendessem um pouco mais sobre os personagens.

digama aqui, como vocês acham que vai ser o diálogo dos jikook pela primeira vez??

beijos, obrigada por lerem e até a próxima!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...