História Como eu te quero - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Nooroo, Plagg, Tikki
Visualizações 46
Palavras 329
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


U

Capítulo 5 - Mariiiiiiii eu eu eu...


 Adrien on

A Mari saiu nao sei porque será que eu falei alguma coisa ou será porque eu sentei perto da Chloe já não sei mais pode ser que eu nem olhei para ela são tãos motivos saí correndo e depois de chegar na casa dela achei que ela estivesse lá mais perguntei a sua mãe e falou que não estava a mãe dela estava totalmente bebada entao não confiei nela fui até o quarto da Mari e depois pulei a janela não achava ela eu estava louco saí gritando na rua e não achava o Nino me ligou 

Chamada do Nino 

Oi Nino 

Nino: Adrien vc está chorando ?cara o que aconteceu 

Adrien : Nino eu não acho a Mari de jeito nenhum será que...... 

Nino: Adrien será o que ?

Adrien :não posso falar e assunto pessoal dela 

Nino : por favor talvez possa te ajudar

Adrien: ok a Ayla teve um relacionamento com a Mari só que a Mari estava bêbada e no.dia seguinte não estava.lembrando quase nada a Ayla bateu na sua porta e ela abriu Ayla tentou beijar ela é Mari pediu para ela explicar aquilo tudo é a Ayla achou que ela estavam ficando e a Mari falou que não é a Ayla está andando e precisando Mari na parede e eu bati na porta e v a Mari pulou em mim me soltou quando Ayla saiu 

Nino: meu Deus que isso talvez ela esteja na casa da Ayla 

Adrien : acho que eu estou tão desesperado que não estou nem pensando.

Mariiiiii me responde por favor 

Um silêncio já eram 12:00 meia noite e nada já estava cansado fui para minha casa chorando não consigui dormir fiquei pensando na Mari acordei não queria ir a aula porque vou ficar lembrando da Mari eu vou chorar a aula inteira 

Cheguei da aula só queria procurar a Mari fique até tarde todos os dias procurava  me isolei da sala minhas nota pioraram já não sabia o que fazer 


 


Notas Finais


Foi pouco mais já pensei no próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...