História Como irmãos... SQN!! - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Chiyo, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Juugo, Kakashi Hatake, Karin, Mebuki Haruno, Mikoto Uchiha, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Utakata
Tags Colegial, Comedia, Naruto
Visualizações 104
Palavras 5.672
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiii gente! o/

eu de novo! hahaha ninguém esperava por outra atualização na mesma semana, né?
Pois é, aqui na minha cidade tá frio e chuva, então aproveitei pra ficar embaixo do cobertor e então terminar mais um cap!
E sério, vocês vão pirar com esse cap ;)
A última música que deixei como dica é muuuuuuito fofa ♥♥♥♥♥
espero que gostem do que escrevi ;)

***Ah! Antes que eu me esqueça de novo, sei que muitas gostaram do apelidinho do Sasuke, "Sasexy", os créditos são todos da minha lindeza Darksugar-chann ٩(♡ε♡ )۶ muuuito criativa e me faz rir muito com os coments dela! Obrigada lindeza!

Agora vamos ao cap e que cap, minhas amigas, que cap! ლ(´ڡ`ლ)
Beeeeijo! ;*

Capítulo 24 - O inesperado


Fanfic / Fanfiction Como irmãos... SQN!! - Capítulo 24 - O inesperado

... Ino não quero ver você nunca mais! (Sakura)

… Sinto muito Ino, mas você errou feio, acho melhor não sermos mais amigas… (Karin)

... Escuta aqui loira venenosa, é melhor sumir da minha frente ou vou arrancar esses cílios postiços no tapa!! (Ryuu)

… Sabe que nunca gostei de você, não é? Eu sempre quis a Sakura… (Gaara)

... Você é tão diabólica quanto eu, queridinha, aprendeu certinho como ser uma Poderosa... (Hinata)

... Nada pode mudar quem você é de verdade, Ino vadia… (Temari)                 ❞

 

Hospital de Osaka - 6:00h A.M.

_ Dra. Haruno! Os batimentos dela estão acelerando!!! - a enfermeira fala com preocupação, enquanto olha para o visor do aparelho que monitora os batimentos cardíacos de Ino - 180 batimentos por minuto!!

Mebuki corre até o leito e injeta um medicamento direto na veia do braço direito de Ino.

_ Vamos Ino, acalme-se querida… acalme-se…  - ela fala angustiada e acariciando o cabelo dela, enquanto divide a atenção com o visor do aparelho - calma, calma…

_ Dra. 220 batimentos por minuto!!! Desse jeito ela vai - a enfermeira fala já desesperada, mas a médica a interrompe.

_ Acalme-se Midori! - ela fala em tom autoritário e em seguida olha para a loira - Ino sei que está me ouvindo! Querida fique calma, você precisa se acalmar, seus amigos querem muito te ver, preciso que fique boa!

A enfermeira leva ambas as mãos a cabeça já desesperada.

_ 230 batimentos… - ela fala tentando se conter.

_ Ino… seus pais estão aqui, seus amigos vieram todos aqui pra te ver! Sakura, Ryuuki, Karin, todos!! - Mebuki continua firmemente.

E de repente os batimentos começam a diminuir. 230… 210… 180… 160… 120… até normalizarem em 100 batimentos por minuto. Mebuki olha séria para a enfermeira Midori, que retribui com um olhar confuso. Ambas voltam a observá-la ainda preocupadas.

E então Ino abre os olhos.

...

6:40h A.M.

Sasuke e eu chegamos ao hospital. Eu não havia conseguido dormir muito, toda vez que pegava no sono um pesadelo me assombrava e então eu acordava com o coração acelerado. Mesmo tendo dormido junto de Sasuke, saber que Ino ainda estava em perigo não me permitiu ficar tranquila àquela madrugada

Ao chegar na recepção vejo Ryuu ali, certamente ele também não havia conseguido dormir, do nosso grupo ele é o que mais se culpa pelas palavras duras ditas a Ino. Assim que ele me vê, rapidamente vêm na minha direção e me abraça.

_ Sakura, que bom que está aqui… - ele fala sério e aperta os olhos, em seguida desfaz o abraço e me olha - sua mãe disse que a Ino acordou e que quer falar com você a sós primeiro...

Meu coração palpita.

Sinto as mãos de Sasuke me tocar nos ombros gentilmente, olho para ele e ele faz uma expressão como quem diz “chegou a hora” e então eu respiro fundo.

_ Como ela está? - pergunto para Ryuu.

_ Fora de perigo - ele sorri aliviado - vai lá… pode deixar que cuido do seu bofi maravilindo - meu amigo pomposo lança uma piscada para Sasuke que o olha tedioso.

Rio da cara que ele faz.

_ Está bem - me viro na direção do meu Uchiha - Sasuke avise o Sai que a Ino acordou, já que você ficou com o número dele.. - aperto os lábios em reprovação lembrando do ataque de ciúmes dele.

Ele sorri, se aproxima e me beija na testa carinhosamente.

_ Pode deixar, agora vai lá, minha linda - ele me olha de um jeito tão meigo e acariciando meu rosto que quase derreto ali mesmo.

_ Vai logo Lazy, pelamôr de Kami, ai não tô sabendo lidar com essa fofura de vocês não - meu amigo gay demais da conta me empurra em direção a porta de entrada da ala de internação - eu tô carente, parem com essa melação…

Sasuke e eu não conseguimos evitar de rir.

...

Fico uns 3 minutos parada diante do quarto tomando coragem para entrar. Sei que não fiz nada de errado mas, essas situações me deixam nervosa e sem saber como reagir. Sinto meu estômago revirar e minhas pernas bambearem. Ao mesmo tempo que queria abraçar Ino e nunca mais soltá-la, eu também ainda estava um pouco magoada com o ocorrido.

_ O que eu faço, Kami? - aperto os olhos e levo ambas as mãos a cabeça.

Entra logo, Sakura...

_ Certo! Deixa de ser covarde, entra logo e pronto! - falo de forma firme e convicta.

Levo a mão no trinco e abro a porta lentamente, avisto Ino deitada de costas para mim. Céus, que nervoso. Assim que entro e fecho a porta, não noto que a alça da minha bolsa enrosca no suporte de soro de metal que havia ao lado e acabo derrubando o mesmo no chão e claro, fazendo o maior barulho, nessa hora minha amiga loira quase salta da cama.

_ Meu Kami!!!! - ela fala assustada e com a respiração acelerada - Sakura!! - ela pisca várias vezes e vejo que ela está tão nervosa quanto eu.

Sorrio sem jeito e rapidamente me abaixo e levanto o suporte de soro.

_ Desculpa…

Quase não é estabanada tsc, tsc, tsc…

_ Tudo bem, me surpreenderia se você não derrubasse nada… - Ino responde com bom-humor.

_ Hey! Não precisa falar assim! - retruco em meio a um sorriso, mas logo fico séria novamente, sem saber como agir - er.. como está se sentindo?

Me aproximo da cama. Percebo que a loira tremia um pouco.

_ Estou bem… sua mãe disse que correu tudo bem na minha cirurgia, não corro mais risco de ter hemorragia de novo… - ambas sorrimos aliviadas - quebrei o pé então vou ficar de molho por alguns meses, mas isso é o de menos, graças a Kami estou viva…

Nessa hora sinto vontade de chorar de emoção e abraçá-la forte. Merda! Sinto minhas pernas travadas.

_ Vai se livrar da treinadora Anko por um tempo, isso é ótimo… - falo em tom divertido e ambas caímos na risada.

E então Ino cessa o riso e me olha.

_ Sakura, sobre o Gaara…

Meu coração vai na garganta, claro que teríamos que falar nisso. Respiro fundo e me sento na beirada da cama.

_ Você sempre gostou dele, não é? - a encaro séria.

Ino desvia o olhar para as mãos sobre o colo, mas volta a me olhar.

_ Desde o primário…

_ Por que não me contou?

Vejo ela hesitar.

_ Porque vi que vocês se deram bem quando o conheceu na festa, Gaara é gentil, mas com você foi diferente, eu não podia simplesmente chegar e falar “Sakura não quero que fique com o Gaara porque eu gosto dele”, eu não tinha esse direito! - o tom de voz dela se torna angustiado.

_ E não tinha direito de me enganar também!! - falo sem pensar.

Ino arregala os olhos e as lágrimas descem, em seguida ela abaixa a cabeça. Meu coração aperta. Desvio o olhar dela e agora estou encarando o chão.

_ Ino… o que me magoou não foi o fato de você gostar dele, afinal eu e ele nem estamos juntos… - a encaro - o que me magoou é que você devia ter me contado, eu jamais teria deixado me interessar por ele sabendo que você gostava dele, pelo contrário, eu iria dar um jeito de te ajudar com ele! Eu acho que é isso que amigos fazem, eles contam tudo uns para os outros! - a loira aperta os lábios segurando a vontade de chorar - naquele dia da cerimônia eu me senti uma idiota, me senti enganada por você e pelo Gaara, descobri da pior forma que vocês se encontravam às escondidas! - fico com raiva só de lembrar de toda aquela palhaçada.

_ Sakura eu e ele não estávamos nos encontrando, Hinata expôs de uma forma como se tivéssemos desde o início juntos, foram apenas duas vezes! A primeira foi quando você não apareceu no cinema e a segunda na sala de maquetes… - ela explica com preocupação.

_ No cinema? Ino por que você estava lá??! - franzo o cenho confusa.

_ Eu.. é.. eu tinha que ver com meus próprios olhos vocês juntos... ele te beijando... e então… - mais lágrimas escorrem dos olhos dela - e então eu iria aceitar que o perdi… iria aceitar que eu não poderia tê-lo… - ela responde e cai em prantos, levando ambas as mãos ao rosto.

Sinto meus olhos arderem. Me coloco no lugar dela e tento imaginar como deve ser doloroso ver o garoto que você gosta nos braços de outra, penso que se visse Sasuke com outra garota meu coração partiria em mil caquinhos. Uma lágrima escorre dos meus olhos.

Que triste…

Minha deusa interior está aos prantos e enxugando as lágrimas com um lencinho.

_ Eu nunca quis te magoar, nunca… eu errei… Me perdoa… me dói muito ficar sem vocês… - ela fala ainda com as mãos no rosto e chorando como uma criança - … o Gaara não vale a amizade de vocês… não vale…

Instintivamente a puxo contra meu corpo e a afago carinhosamente, ouvindo ela chorar ainda mais, o que me levou a chorar junto. Ela me abraça forte e então acaricio os cabelos sedosos dela e a beijo no alto da cabeça, em seguida repouso o queixo ali.

_ Shhhh… calma.. tá tudo bem Ino… - falo em meio ao pranto - tá tudo bem.. eu perdôo você, juro que perdôo… pra mim é muito mais importante saber que você está bem, que está viva! Senti tanto medo quando Ryuu me ligou e disse o que havia acontecido, senti o chão sumir debaixo dos meus pés! - soluço de tanto que choro.

Senti como se tirasse uma tonelada de cima das costas. E assim ficamos por algum tempo, chorando e nos aliviando sem dizer mais nenhuma palavra. Eu entendi a dor dela e estou disposta a esquecer o passado, todo ser humano está sujeito ao erro e pedir perdão é um milagre que devemos acolher e abraçar.

Santa Sakura.. amém!


 

_ Sakura vocês dois então…?! - Ino pergunta com um sorriso de orelha a orelha.

_ Uhun! - respondo e balanço a cabeça positivamente e com um sorrisinho travesso.

_ Oh céus! Você não é mais uma virgenzinha!! - ela bate várias palminhas triunfante - e como foi? Doeu? Foi bom?! - ela me bombardeia de perguntas eufóricas.

_ Na primeira vez senti um pouco de dor, mas depois foi maravilhoso! - meus olhinhos brilham lembrando das cenas - Sasuke é muito carinhoso…

Ela arqueia uma das sobrancelhas com certa estranheza, sem deixar de sorrir.

_ É estranho ouvir as palavras Sasuke e carinhoso na mesma frase, afinal ele é o líder do bando das trevas.. - Ino fala com bom-humor - mas nossa! Você tem que me contar tudo o que aconteceu lá, senhora primeira dama do inferno!

Solto uma gargalhada ao ouvi-la falar daquele jeito. Senti falta dela, muita. Antes que eu respondesse, a porta do quarto é aberta com força e então vemos Karin, Ryuuki, Juugo e Sasuke ali, parecia uma manada de elefantes que fugiu da selva.

_ Ahá!! Eu sabia que essa risada era da cabeça de babaloo!! - Ryuu fala todo pomposo e então todos entram no quarto - já tava cansado de esperar vocês duas conversarem!!! Tempo é beleza, minhas queridas!

É inevitável não rir.

_ O ditado certo não é “tempo é dinheiro”? - pergunto um tanto confusa.

_ No meu caso tempo é beleza, minha filha! Vocês duas demoram horrooores, eu fiquei super ansioso, minha pele ficou tensa e isso é um prato cheio para as rugas aparecem!!! - ele leva ambas as mãos a cintura e olha sério para Ino - olha aqui lôra maravilhosa, te perdôo pelo o que fez com a Lazy, mas não te perdoo se me matar de preocupação de novo, sua vadia!!!

Ele se aproxima dela, me empurra de cima da cama quase me fazendo cair no chão, Sasuke me segura a tempo, e então a abraça forte.

_ Senti tanto medo de perder você, Ino… tanto… - Ryuu fala sério e com os olhos fechados, deixando as lágrimas escorrerem pelo rosto.

Ela se emociona mais uma vez e o abraça da mesma forma. Karin já chorava emocionada de ver que finalmente tudo voltaria ao normal e então vai até a amiga e abraça forte.

_ Quero todas as minhas vadiazinhas aqui, num abraço grupal!! - Ryuu desfaz o abraço e me olha e imediatamente acato ao que ele pediu, Ino sorria de orelha a orelha - Se o bofi Uchiha maravilhoso e o ruivão delicious quiserem participar também, por favor abracem a mim!

Soltamos uma gargalhada fervorosa.

_ Vai lá Juugo.. - Sasuke fala com um sorriso sútil.

_ Ah tudo bem, não quero estragar o momento deles.. - ele responde com um sorriso sem jeito e coçando a nuca.

_ Aaaah! Como eu amo essas meninas, meu Kami!! - Ryuu nos aperta ainda mais - melhor que isso só um bando de homens goxtosos em cima de mim!! Alôka!! - nosso amigo gay demais da conta quase berra e todo mundo ali cai na gargalhada.

Sasuke balança a cabeça negativamente com o que ouve sem deixar de sorrir, já começava a se acostumar com meu amigo despudorado.

E então batidas na porta são ouvidas. Sai estava bem ali com um pequeno ramalhete de flores em mãos. Assim que o vemos, Karin, eu e Ryuu sorrimos cúmplices um para o outro, Ino trava enquanto o encara.

_ Bom dia Sai, que bom que veio… - falo gentil e ele sorri, claro que o Sasuke me lança uma olhada ladina reprovando minha gentileza.

Ino permanece atônita.

_ Bom dia e.. - ele olha um tanto receoso para meu namorado nervosinho - valeu por avisar, Sasuke…

_ Tá.. - ele responde com certa indiferença.

Urg, mas que chato! -_-

Ciumento *-*

Sai volta a atenção para Ino.

_ Hmmm o crush trouxe flores, que romântico.. - Ryuu fala e se aproxima dele - só lembrando que pra ficar com a minha lôra maravilhosa você deve me conquistar primeiro baby, eu gosto de diamantes, tá amor? Fica a dica! - ele lança uma piscada para o moreno que não entende nada.

_ Ryuu!! - Karin o adverte, revira os olhos e o empurra em direção a saída do quarto - vamos!

_ Ai ruiva, calma!

_ Você é sempre inconveniente, Ryuu - falo com certo bom-humor.

_ Lazy, fica de boquinha fechada ta? Só abre ela quando for pra agradar seu bofi gostoso das trevas, rum! - claro que ele retruca com uma insinuação baixa.

E então todos seguimos para fora do quarto para então deixá-los a sós. Sai solta uma risada baixa assim que Juugo fecha a porta.

_ Seus amigos são engraçados… - ele fala e se aproxima da cama dela.

Ela ri em concordância.

_ São os melhores que alguém pode ter… - os olhos dela ficam marejados.

_ Concordo, eles praticamente acamparam aqui essa madrugada… - ele responde e em seguida sorri sem jeito e coça a nuca - er.. pra você! - ele estende a mão e oferece o ramalhete de flores a ela.

Ino enrubesce levemente e aceita, assim que pega as flores, as mãos dela tocam as de Sai.

_ Você está gelada! - ele fala visivelmente preocupado - está se sentindo bem?

Ela rapidamente pega as flores encerrando o contato.

_ Estou sim, é que foram muitas emoções… - ela responde com um sorriso tímido.

Sai respira aliviado.

_ Foi você quem me socorreu? - Ino pergunta séria.

_ Sim.. - ele responde no mesmo tom.

A loira solta uma risada baixa.

_ O cara com quem discuti por causa de uma mesa no restaurante foi quem me ajudou… - o moreno sorri com o comentário dela - não lembro de nada que aconteceu, só lembro de ter saído do restaurante e depois…

_ E depois você cruzou a rua sem notar que o sinal estava fechado pra você… - ele desvia o olhar pesaroso para o chão, mas volta a olhá-la - eu corri atrás de você pra devolver sua bolsa, você tinha deixado no restaurante… garota, você é sempre tão desligada?

Song: ♫ Puwappuwari - Elements Garden ♫

Ino aperta os lábios reprovando o tom da pergunta dele.

_ E você é sempre tão chato? - ela retruca.

Mas essa loira é bocudinha em..

Sai arregala os olhos levemente.

_ Eu não sou chato, você que é muito topetuda e bocuda!! - ele retruca também e Ino fica surpresa com a audácia dele, abrindo os lábios e formando um O.

_ O que? Topetuda? Bocuda? Eu não sou nada disso! Você que é um bocudo! - ela franze o cenho já irritada - ah! E eu não esqueci que você comeu minha omelete no restaurante!

Sai ri irônico.

_ AAH minha nossa! Me perdoe senhorita “eu sou a dona do mundo”, por ter comido sua comida! É que você estava berrando no telefone e atrapalhando minha refeição!

Ino cerra os olhos mais irritada ainda, pensando em como aquele sujeitinho era irritante. Sai a encara já irritado, Ino faz o mesmo.

E então aquela conversa calorosa é interrompida assim que a enfermeira entra no quarto.

_ Fim do horário de visitas… - a mulher fala gentilmente - pode nos dar licença? - ela olha para Sai.

Ele não desvia o olhar aborrecido de Ino.

_ Com todo prazer, enfermeira - ele responde e a mulher nota o clima tenso ali.

_ Está indo tarde - Ino fala com um sorriso sarcástico na face.

Sai cerra os olhos e a loira também.

_ Rum!! - ambos soltam um monossílabo ao mesmo tempo e desviam a atenção, empinando o nariz.

Dois orgulhosos..

E então ele dá as costas a ela e vai em direção a porta, antes de sair ele para, mas não a olha.

_ Espero que fique boa logo… - e então ele sai do quarto e fecha a porta.

Ino nada fala, apenas se deita novamente e bufa irritada. A enfermeira se aproxima e afere a pressão arterial dela usando o estetoscópio, em seguida ela sorri.

_ Namorados… às vezes só estressam.. - a mulher fala simpática.

_ Pois é… - Ino responde sem pensar, mas em seguida arregala os olhos surpresa consigo mesma - não, não! Ele não é meu namorado!! - a enfermeira olha para o buquê de flores na mesa e depois para Ino - aaah ele só tentou ser gentil!! - ela sorri envergonhada.

_ Sua pressão está ótima, logo terá alta, querida… - a mulher fala com um sorriso nos lábios - jurava que era seu namorado, quando ele chegou na ambulância com você estava desesperado, ficou andando de um lado a outro nos corredores e perguntando notícias suas… - Ino entreabre os lábios pasma - ele ficou até de madrugada aqui no hospital e antes de ir embora distribuiu o número do celular dele na recepção e implorou para que ligássemos quando pudesse te ver… lindinho né? - a enfermeira sorri ainda mais e se afasta, indo em direção a porta - o café-da-manhã já está vindo… - e então ela sai.

Ino permanece estática, olhando para o nada, não esperava por aquilo. Em seguida ela olha para o buquê sobre a mesinha de cabeceira.

_ Sai…
 

(...)

 

Tokyô High School

7:50h A.M.

Chegamos todos ao colégio, infelizmente o final de semana acabou. O caminho entre o hospital e o colégio foi uma festa dentro do carro do Sasuke, nunca vi Juugo rir tanto dos comentários despudorados do Ryuu, da risada da Karin e das minhas discussões com nosso amigo gay, Sasuke apenas ria sutilmente, como sempre. Estávamos muito felizes por Ino estar bem, logo ela estaria junto de nós novamente.

Karin, Ryuu e Juugo seguem em direção a sala de aula, claro que meu amigo gay me lança um olhar malicioso quando vê que Sasuke me pede pra esperar que tinha algo para falar. Céus, que frio na barriga!

_ O que foi Sasuke? - pergunto com expectativa, torcendo pra ser algo bom.

Ele se aproxima ainda mais e me enlaça pela cintura e me oferece aquele sorriso maravilhoso de sempre.

_ Tenho uma surpresa pra você hoje a tarde… - ele fala e me puxa para um beijo.

As invejosas estão tudo olhando, claro!

_ Eh?! Surpresa? A última vez que você disse isso não deu muito certo.. - falo divertida e ele ri.

_ Prometo que dessa vez é algo bom.. - ele leva ambas as mãos ao meu rosto e acaricia ali - já que sua amiga está bem, acho que será um bom momento…

Sorrio curiosa.

_ Bom momento para que?! - fico mais curiosa ainda.

Ele sorri ainda mais e com dois dedos ele faz novamente aquele 'poke’ na minha testa, me fazendo fechar os olhos.

_ Mais tarde você irá saber, tampinha… - ele sai caminhando descontraidamente em direção ao prédio com um sorriso orgulhoso - vamos pra aula, já estamos atrasados.

Urg!! Que raiva!!! Estou morta de curiosidade agora!!

Minha deusa interior cai na gargalhada.

Sasuke as fezes saber perfeitamente como ser insuportável. Suspiro me dando por vencida e o sigo.
 

Sasuke agora segue sozinho pelo corredor do prédio de ciências, já estava atrasado para aula.

_ Hey! Uchiha! - assim que ouve a voz de Naruto ele para e se vira para olhá-lo.

_ Uzumaki… - ele fala em tom impassível o vendo correr na direção dele.

_ E aí, como a Ino está? - o loiro se mostra visivelmente preocupado.

_ Está bem, Sakura e ela se entenderam, acredito que tudo vai voltar ao normal entre eles… - Sasuke responde tranquilo.

Naruto sorri aliviado.

_ Tem notícias da Hinata? - o Uchiha pergunta impassível.

No mesmo instante a expressão de Naruto se torna amarga.

_ Ela está bem.. até demais… - Sasuke estranha a expressão dele - Tá indo pra aula de biologia celular da professora Chiyo? - o loiro pergunta mudando de assunto rapidamente.

_ Estou sim…

_ Vamos indo então, já deve ter começado... - ambos seguem pelo corredor vazio - e você e a Sakura, estão bem?

Sasuke olha de canto para o loiro, não sentiu nenhuma pitada de ressentimento da parte dele, se convencia que ele realmente é um bom amigo. Que ele é um cara legal.

Ele é um amorzinho! O creme do verão mais delicioso que se pode ter! (๑´ڡ`๑)

_ Sim… Eu não sei o que faria sem a Sakura, Naruto… - o Uchiha se surpreende com a espontaneidade que fala isso, nem mesmo para Juugo e Shikamaru comentou algo assim. Ele arregala os olhos levemente.

O loiro sorri ainda mais.

_ Ela tá feliz e se a Sakura tá feliz eu também estou, ela é como a irmã que eu nunca tive… que bom que deixou de ser um mau-caráter e arrogante e agora é um cara decente… - o loiro fala e ri, olhando de lado para ver a reação do moreno.

_ Como é que Uzumaki?! Eu não sou mau-caráter e arrogante!! - Sasuke resmunga irritado - retire o que disse!

O loiro solta uma risada alta.

_ Não mesmo!! - ele responde e ri ainda mais - até mesmo você concordou que era um babaca e arrogante!

_ Você me forçou a isso, seu maldito!! Se não, não teria contado onde a Sakura estava! - ele rosna já aborrecido - Retire o que disse!!!

_ Não… - Naruto dá uma gargalhada e sai correndo pelo corredor.

Sasuke não contém o impulso e corre atrás do mesmo, parecendo duas crianças.
 

(...)

 

14:30 P.M.

_ Onde estamos indo e por que estou usando uma venda no olho? - pergunto curiosa e incomodada de não saber para onde meu belíssimo namorado está nos levando.

Ele sorri em resposta.

_ Você vai saber daqui alguns minutos, fique tranquila - ele mantém o sorriso nos lábios e não tira os olhos das ruas movimentadas.

_ Não estamos indo pra um motel ou coisa assim né?! - esse pensamento já me deixa nervosa.

Ouço ele rir alto.

_ Ah Sakura você me dá cada idéia… mas não, não estamos indo pra um motel.. - ele ri mais uma vez e eu sinto minhas bochechas queimarem de vergonha.

Tô vendo quem é o real elemento sem-vergonha da relação… ( ͡° ͜ʖ ͡°)

De repente percebo que ele entra em algum lugar e começa a manobrar o carro para então estacionar.

_ E então?! - eu não estava me aguentando.

Ele desliga o carro e ouço ele retirar o cinto e em seguida retira o meu.

_ Não tire a venda ainda, entendeu? Eu vou tirar pra você - ele fala em tom autoritário e abre a porta e sai.

Uau! Que mandão! ᶘᵒᴥᵒᶅ

_ Nim tiri i vindi, iu vi tirir.. - imito o que ele fala com puro sarcasmo e mesmo que não seja possível ver eu reviro os olhos.

Sasuke abre minha porta e claro, ele me pega no colo. Adoro quando ele faz isso, principalmente em público, me julgo uma garota de sorte, às vezes dá até medo de tanta sorte assim. Minha deusa interior fica toda encantadinha.

_ Chegamos! - ele fala orgulhoso.

_ Onde??!!! - minha euforia chega no limite.

Song: ♫ Full House - I Think I Love You ♫

Sinto a mão dele desatar o nó da venda sobre meus olhos e assim que ele a retira, meus olhos se arregalam.

_ Seja bem-vinda ao Castelo de Osaka, Sakura… - ele fala sorrindo em me ver tão encantada.

O castelo de Osaka era surreal, parecia uma pintura feita à mão. Lembrei de quando cheguei a primeira vez na cidade e o avistei de longe me prometendo vir conhecê-lo um dia. Entreabro os lábios sem conseguir dizer uma única palavra. Todo o parque era cercado por árvores de cerejeiras, que estavam no auge da flora deixando tudo cor-de-rosa e maravilhoso.

_ Sua mãe comentou que você gostou daqui quando chegou em Osaka, essa era a surpresa que tinha preparado no dia da abertura da cerimônia, um sócio do meu pai é um dos donos desse lugar, ele tinha fechado o lugar só pra nós dois.. - ele fala calmamente.

Meus olhos enchem de lágrimas. Essa tinha sido a coisa mais linda que eu já tinha ouvido.

_ Sasuke… - sussurro emocionada.

Ele se aproxima de mim e segura meu rosto, me fazendo olhá-lo.

_ Que bom que hoje deu certo, quero realizar todos os seus sonhos Sakura… - ele sorri ainda mais e deixo as lágrimas escorrerem pelo meu rosto e então ele me beija.

Se eu estiver sonhando não me acordem por favor. Me deixem presa nesse sonho por toda a eternidade.

Ele interrompe o beijo e sorri animado.

_ Vamos! - ele vira de costas pra mim e flexiona os joelhos, não entendo esse gesto dele e fico olhando confusa para o mesmo - vem Sakura, sobe nas minhas costas! Vou te carregar!

_ O que? Você quer andar de cavalinho? - pergunta mais confusa ainda.

_ Aproveita que estou bonzinho hoje.. - ele me olha por cima do ombro e lança uma piscada.

Solto uma risada calorosa e rapidamente pulo nas costas dele, que me encaixa perfeitamente sobre ele e então ele caminha pela calçada de paralelepípedos do parque.

_ Que inédito! Sasuke Uchiha me carregando nas costas - falo ainda me divertindo com aquilo.

_ É bom sentir seus peitões nas minhas costas - ele fala e ri.

_ Sasuke! Seu pervertido!! - coro no mesmo instante e ele ri mais uma vez.

Foi a melhor tarde da minha vida. Meu príncipe encantado me levou até o castelo que ficava na parte central do parque, me mostrou as relíquias que eram preservadas no lugar, nos divertimos com as lendas e histórias que estavam escritas nas paredes do maravilhoso lugar; acompanhamos uma cerimônia dos monges e até tomamos um chá junto deles. Depois fomos comer algo na praça de alimentação, ele não perdeu a oportunidade de passar sorvete no meu rosto e claro que eu devolvi na mesma moeda. E ele teve uma pequena crise de ciúmes quando o rapazinho do carrinho de algodão-doce me ofereceu um sem custo algum Ele comeu todo o algodão-doce sozinho enquanto mastigava com ódio latente.

Depois fomos andar pelo bosque das cerejeiras, mais uma vez ele fez questão de me carregar nas costas, eu abracei como se nunca mais fosse soltá-lo, enquanto o beijava na bochecha a todo momento. Sasuke estava tão feliz, tão relaxado. E eu estava radiante. Assim que fomos para uma parte mais vazia, ele não perdeu a oportunidade de me agarrar contra uma árvore, nessa hora achei que seríamos presos por atentado ao pudor, se eu não tivesse escapado e saído correndo pelo parque, ele teria chego aos finalmentes ali mesmo. Minha deusa interior me recriminou por ter fugido, safada.

Não podia faltar andar nos pedalinhos em forma de cisne. Sou apaixonada por isso. Sasuke pedalava arduamente enquanto eu apenas admirava toda a paisagem do parque vista do lago. Tive que tirar muitas fotos daquilo tudo. Foi então que ele me puxou para mais junto dele e começamos uma sessão de fotos nossa, Sasuke foi da expressão séria até um biquinho que deu vontade de morder e ele fez questão de tirarmos várias fotos nos beijando. E então ele leva ambas as mãos ao meu rosto e fica me admirando por alguns instantes, sem dizer uma palavra, apenas sorrindo maravilhado.

_ Sakura....... Eu te amo...

Arregalo os olhos de súbito. Kami. Meu estômago se contorce por completo e minha respiração trava. Acho que minha pressão cai e normaliza num piscar de segundos. Instintivamente meus olhos inundam.

_ S.. Sasuke… - não consegue conter a emoção no meu tom de voz. Céus! Ele disse que me ama! Me ama! Amor!

Ele sorri e noto que os olhos dele também estão levemente marejados.

Awwwnnnnnnnnnnn ٩(♡ε♡ )۶

Minha deusa interior desmaia.

_ Eu não consigo mais ficar longe de você, não me imagino sem você por perto… nunca tive tanta certeza de algo como agora, de querer ficar com você pra sempre.. - o olhar dele se intensifica - eu realmente te amo.. - ele me beija calmamente me obrigando fechar os olhos já perdida em sensações - amo tudo em você… tudo… - e mais uma vez meus lábios são selados pelo dele e me sinto sendo levada direto para o paraíso.

Eu precisava gritar aos quatro ventos que eu amo esse garoto!  

Interrompo o beijo e encostamos nossas testas, ambos com a respiração pesada.

_ … eu te amo, Sasuke… - falo em meio a um sorriso e vejo ele sorrir também - te amo muito… só você…

_ Repete… - ele sussurra ainda ofegante.

_ Eu te amo… - a emoção toma conta de mim mais uma vez.

_ De novo… - ele sorri ainda mais.

_ Eu te amo Sasuke… - em seguida fico de pé no banco do pedalinho o surpreendendo - EU TE AMO SASUKE UCHIHAAAA!! - grito e vejo que algumas pessoas que estavam na beira do lago ouvem.

Ele solta uma gargalhada e me puxa, me sentando no colo dele e então me beija com mais intensidade e eu me entrego.
 

(...)

 

19:00h P.M.

Enfim o dia havia chegado ao fim. Passamos a tarde toda passeando pelo parque, desejei que o tempo parasse naquele momento para sempre. Na volta pra casa, Sasuke segurou minha mão pelo caminho todo, às vezes depositando um beijo carinhoso nela, o que me fazia sorrir apaixonada. Eu ia guardar esse dia na minha memória eternamente, estava doida para contar aos meus amigos sobre tudo o que aconteceu, Ryuu ia chorar emocionado com certeza.

_ Será que a dra. Haruno me libera para dormir na casa de vocês hoje? - ele sorri com malícia e eu já percebo quais são as intenções dele.

_ Mamãe tem plantão noturno toda segunda-feira… - respondo com o mesmo sorriso que ele.

_ Perfeito! - meu namorado mais lindo do mundo responde vitorioso.

Minha deusa interior festeja já sabendo o que iria acontecer.

E então chegamos na residência dos Uchihas. O plano é pegar algumas peças de roupa dele e então partir para minha casa e o resto vocês já sabem. Ele estaciona bem próximo a porta e então descemos. Sasuke segura minha mão e subimos os poucos degraus na frente da porta de entrada. Antes de entrarmos, ele não se contém e me puxa para mais uma sessão de beijos me enlaçando pela cintura, passo os braços pelo pescoço dele e o correspondo com o mesmo afinco, afundando uma das mãos nos cabelos da nuca dele, intensificando os beijos.

E de repente a porta da entrada se abre.

_ Sasuke.

Song: ♪♫ Imagine Dragons - Believer (Official Instrumental) ♪♫

Rapidamente nos desvencilhamos um do outro. Sasuke parecia estar vendo um fantasma diante dele.

_ Vó???!! - ele arregala os olhos totalmente surpreso e pasmo.

Vó??!! Meu Kami, ela só pode ser a matriarca poderosa dos Uchihas. Sim. Era a própria. Uma senhora que estimo ter uns 50 anos, mas extremamente conservada, cabelos sedosos e perfeitamente hidratados, roupas impecáveis, jóias caras e discretas, um perfume que exala gente rica a quilômetros e um olhar inquisitivo e arrogante. Agora sei a quem o Sasuke puxou quanto a esse lado.

Vejo o Uchiha pai aparecer detrás dela com uma expressão tensa. A mulher desvia o olhar firme do neto para mim e me olha por cima dos óculos. Congelo no mesmo instante.

Minha deusa interior treme de medo (。ŏ﹏ŏ)

_ E você só pode ser Haruno Sakura, não é? - ela me olha de cima a baixo e fala em um tom tão autoritário e enérgico que sinto minhas pernas bambearem.
 

...


 

Kami, que sensação estranha é essa?!

 


Notas Finais


Geeeente! Que final é esse??!!
Que tiro foi esse???!! Preparem o coraçãozinho de vocês! #ficadika

Links:

**Castelo de Osaka
https://media.gettyimages.com/photos/cherry-blossom-in-osaka-castle-park-picture-id517736900

**Koharu Uchiha (avó ‘demônia’ de Sasuke) imagino ela exatamente dessa forma:
https://vignette.wikia.nocookie.net/psychopass/images/1/15/Kasei.jpg/revision/latest?cb=20141215143103

**Como imaginei a olhada de cima a baixo que ela lançou pra Sakura #medo
http://rs1186.pbsrc.com/albums/z368/7deadlyjeans/Miranda%20Priestly/tumblr_lq6wn5CJ3T1qaxd85.gif~c200


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...