História Como me apaixonei pela minha amiga - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Aria Montgomery, Emily Fields, Hanna Marin, Spencer Hastings
Visualizações 36
Palavras 482
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 16 - O pesadelo de Spencer


Estou no carro com Hanna e Aria meu telefone toca olho o identificador de chamadas é a minha Emily e não consigo disfarçar meu sorriso.

Eu atendo e escuto um grito de pavor, ouço passos e me desespero acelero o carro em direção à igreja. A perseguição continua. Os gritos ficam mais distantes.

Chego à igreja saio do carro as presas e corro. Entro correndo na igreja.

–Emily! Cadê você! Emilyyyyyy- grito em desespero.

Ouço um grito vindo da torre do sino. Saio correndo naquela direção.

–Emily eu to chegando meu amor.

Quando chego lá vejo aquele vulto preto de frente para Emily. Eu só tenho tempo de olhar para a Emily e a ver caindo. Corro para o lugar onde ela caiu e a vejo pendurada nas cordas e ouço o sino tocar.

–Eu avisei para se afastar dela- Ouço uma voz que deve ser de -A

–Emily nãoooooooooooooooooooooooooooooooooo

Verônica foi acordada pelos gritos de sua filha e foi para o quarto dela. Quando ela chega vê Spencer se debatendo e gritando muito. Ela se aproxima da cama e começa a acordar a filha.

–Spencer acorda- diz Verônica sacudindo a filha.- Acorda Spencer. Spencer foi só um pesadelo

Ela fala abraçando a filha que começa a ter um ataque de ansiedade.

Desde pequena Spencer tem estas crises de ansiedade, mais desde que entrou na adolescência estas crises haviam acabado. Algo de muito ruim deve ter acontecido para ela ficar assim. O único jeito de acalmar Spencer era fazer carinho em suas costas enquanto a abraça forte. Depois de alguns minutos a respiração de Spencer começa a se normalizar. Mais ela não consegue para de chorar.

–Spencer me diz o que aconteceu neste pesadelo- diz Verônica preocupada.

–Eu ... não ... posso- Spencer tenta falar mais só consegue gaguejar e soluçar.

–Filha você está protegida eu não vou deixar nada de mau te acontecer- Verônica diz estas palavras com o coração apertado- ninguém vai tocar em você.

– Não sou eu- Spencer consegue falar ainda chorando só que um pouco mais controlada- é a Emily.

–A Emily?- pergunta Verônica em duvida- o que ela fez? Ou o que vão fazer com ela?

–Vão machucá-la. Mamãe isso não pode acontecer.- diz Spencer voltando a chorar.

–Minha filha foi só um pesadelo. Tenta dormir, por favor. Eu vou ficar com você até você dormir novamente. Nada de mal vai acontecer com a Emily.- diz Verônica já se deitando ao lado de Spencer. E fazendo um carinho nela.

Spencer adormece ainda chorando e Verônica decide passar a noite ao lado de sua filha, pois nunca havia visto sua filha desse jeito. Spencer sempre foi muito forte e orgulhosa desde pequena ela nunca gostou de demonstrar fraqueza então se isso aconteceu é porque é algo realmente importante.

–Eu preciso passar mais tempo com minha filha. Ela esta precisando de mim- diz Verônica em voz alta sem perceber.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...