1. Spirit Fanfics >
  2. Como (não) conquistar o Crush- Yeonjun >
  3. O Plano!

História Como (não) conquistar o Crush- Yeonjun - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Então não tenho muito oq fala aqui ksksk

Boa Leitura :)


CAPÍTULO NÃO REVISADO!!!

Capítulo 5 - O Plano!


Fanfic / Fanfiction Como (não) conquistar o Crush- Yeonjun - Capítulo 5 - O Plano!

Eu havia contado para Min-Ji tudo que havia acontecido, porque também ela perguntaria afinal eu estava com cara de choro. Bem depois das primeiras aulas, eu apresentei o Taehyun para Min-Ji e eles se deram bem até, contei também que o Tae iria me ajudar a conquistar o Yeonjun e eu iria ajudar ele a conquistar Eun e ela se ofereceu pra ajudar ele também.

Bem resumindo, Min-Ji sabe oque aconteceu entre mim e o Beomgyu, ela agora é amiga de Taehyun, Taehyun vai me ajudar a conquistar Yeonjun e eu irei ajudar ele junto de Min-Ji a conquistar Eun.

Realmente eu nunca imaginaria que isso aconteceria mas vamos voltar ao mundo real agora.

Quando o sinal que indicava que o intervalo iria começar tocou logo me levantei e fui para o pátio da escola, uns minutos se passaram e pude ver Taehyun junto de Min-Ji se aproximarem de mim.

- O que aconteceu pra você sair apressada da sala assim? - Min-Ji pergunta se sentando ao meu lado e logo Taehyun faz isso só que do lado oposto.

- Eu estava pensando em uma maneira de pedir desculpas a Beomgyu. - Digo e solto um suspiro.

- Podemos pensar nisso juntos, eu já falei que iria falar com ele mas não pensei na maneira que você poderia falar, ele é bastante explosivo. - Tae fala parecendo pensativo.

- Pode- Antes de Min-Ji terminar de falar uma pessoa chamou Taehyun, nos viramos para ver quem era e vi Yeonjun, ele parecia confuso vendo ele ali com a gente.

- Tae, você não vem almoçar com a gente hoje não? - Ele pergunta se aproximando e só fiz abaixar minha cabeça lembrando de mais cedo.

- Ah, não hoje eu vou passar o intervalo com a Li. - Ele fala apontando pra mim e logo levanto minha cabeça o encarando, sentindo o olhar de Yeonjun sobre mim. - Aliás deixa eu apresentar vocês devidamente, Yeonjun essa é Xu Li e Kang Min-Ji.

- Prazer, como o Taehyun falou me chamo Yeonjun. - Eu sei disso, ele pareceu me analisar. - Oh você é garota que o Beomgyu tentou bater não é? - Apenas assenti ficando um pouco vermelha. - Já está melhor? Mais cedo você estava quente e também estava chorando. - Ele falou se abaixando ficando em minha altura colocando a mão em minha testa o que me fez ficar extremamente vermelha. - Você ainda está meio quente, tem certeza que não está doente? - Ele falou parecendo analisar meu rosto, tirei sua mão rapidamente e o encarei sorrindo.

- Estou bem sim, não é nada demais. - Digo tentando não gaguejar pelo nervosismo, ele assenti e se levanta logo olhando para Taehyun.

- Então nos vemos mais tarde. - Ele fala se afastando. - Foi um prazer conhecer vocês meninas. - Então ele vai em direção a Soobin que o esperava, finalmente solto o ar que havia prendido sem nem mesmo saber.

- Deus. - Falo vendi Taehyun rir junto de Min-Ji. - Você quase me matou.

- Pelo menos agora ele te conhece melhor, sem aquele negócio de apresentação de sala, podem até virar amigos, mas vamos voltar ao assunto do Beomgyu, o que você iria sugerir Min-Ji?

- Bem, você, Soobin e Yeonjun são amigos dele certo? - Ele assenti. - Você poderia pedir pra eles enganarem o Beomgyu falando que irão sair juntos, porém invés de vocês irem quem irá será a Li e como bons amigos que somos iremos supervisionar caso ela faça alguma merda ou até mesmo ele tente ir embora.

- Boa ideia, vou falar com os meninos sobre isso. - Ele falou com um sorriso, fiquei meio nervosa pois todas as vezes que nos encontramos sempre brigamos, espero que dessa vez não seja assim.

- Tudo bem agora vamos focar em outra coisa, a Eun, vamos me fale o que já sabe sobre ela. - Falo direcionando meu olhar para Taehyun.

- Bem pelo o que Soobin me contou, ela é americana, seu nome verdadeiro é Isabely, ela de mudou para cá a alguns meses e apenas isso.

- Entendi. - Murmuro pensando em um plano para poder fazer eles conversarem. - Já sei. - Falo chamando a atenção dos dois. - Como eu tinha dito eu já tinha falado com Eun e ela gostou bastante de mim, não podemos dizer que eu sou amiga dela porém também não podemos dizer que eu não sou, sou mais uma conhecida, então eu posso ir falar com ela, eu reparei que ela não tem muitas amigas e também não tem muitas pessoas que conhece aqui e eu sou uma dessas poucas pessoas que ela conhece, aliás tô vendo ela daqui comendo sozinha, vou lá com ela. - Me levanto chamando vendo um olhar surpreso no rosto de Taehyun, caminho até ela que logo me olha e dá um sorriso simpático ao qual eu retribuo.

- Oi Eun. - Falo me sentando ao seu lado.

- Oi Xu.

- Não precisa me chamar de Xu me chame só de Li. - Falo e vejo ela assentir. - Então cadê as suas amigas de ontem? - Ela me olha com um olhar confuso mais logo parece se lembrar.

- Ah, eu não tenho amigas elas só me chamaram pra participar das líderes de torcida e obviamente eu recusei.

- Nossa eu não tinha reconhecido elas.

- Elas são novas no time pelo oque me disseram. - Ela respondeu e soltei um "oh".

- Então quer ir sentar comigo e com meus amigos que no caso são só duas pessoas porém isso não importa. - Falo a fazendo a rir mas concordando com a cabeça, nos levantamos e fomos em direção a Min-Ji e Taehyun, esse último citado que após reparar que estávamos indo para lá começou a entrar em desespero e Min-Ji só rir da cara dele.

Agora nesse momento parei pra pensar, onde o Kai tá?

Isso não vem ao caso no momento concentra Xu Li, concentra.

Chegamos e nos sentamos, Eun se sentou do lado de Min-Ji.

- Eun, esses são Kang Min-Ji e Kang Taehyun meus únicos amigos. - Falo rindo após meu próprio comentário.

- Prazer me chamo Kim Eun, espero que possamos ser amigos. - Ela fala dando um sorriso simpático, vejo Min-Ji retribuir o sorriso e Taehyun ficar vermelho, ele é muito fofo e só minha opinião importa.

- Você é de que sala Eun? - Min-Ji pergunta.

- Sou do 1-B.

- Por acaso hoje entrou um aluno novo na sua sala? - Pergunto.

- Sim o nome dele pelo o que me lembro era Kai Kamal Huening eu acho, nome complicado em. - Ela fala nos fazendo rir. - Porque?

- Ah é porque aquele corno não me falou a sala dele, então resolvi perguntar pra ver. - Falei simples arrancando uma risada de Min-Ji.

- Conhecido seu? - Taehyun perguntou.

- Meio irmão. - Respondi simples ouvindo um "oh" de Taehyun e Eun.

- Bom isso não importa agora, nos conte mais sobre você Eun. - Falo sugestiva a vendo pensar.

- Bem... Nasci nos Estados Unidos em Los Angeles, tenho 17 anos, me mudei pra cá faz pelo menos uns 6 meses, ah meu nome verdadeiro é Isabely, ainda tenho dificuldade no coreano mas pelo visto ainda dá para entender. - Ela solta uma pequena risada. - Acho que é só isso.

- Tem professor de Coreano? - Pergunto.

- Não, aprendo quando posso. - Senhor obrigada posso colocar meu plano em prática.

- Que tal o Tae te ajudar com isso? - Falo vendo um olhar surpreso surgir no mesmo.

- Sério?! Não seria incômodo? - Ela fala e logo cotoquei Tae com o braço.

- Ah, claro que não seria incômodo, só você me falar um horário. - Ele fala nervoso, vejo um sorriso surgir mais ainda nos lábios de Eun.

- Seria de grande ajuda, pode me passar seu telefone pra depois marcamos um horário? - Ele assenti e logo ela pega seu telefone entregando para ele. - Vocês também poderiam me passar seus número? - Ela fala se referindo a mim e Min-Ji.

- Claro. - Falo e logo que Taehyun termina de anotar seu telefone pego e coloco o meu e Min-Ji faz a mesma coisa.

- Espero que possamos nos tornar grandes amigos. - Ela fala com um grande sorriso.

- Espero o mesmo. - Digo retribuindo o sorriso.

Até agora está indo tudo bem, espero que continue assim.


                                ×∆×


A aula já havia acabado, estava indo para casa. Sinceramente hoje o dia me esgotou completamente, aula de educação física eu até gosto porém tem dias que a professora falta me matar, sério mesmo, se eu fosse comparar aquela professora com o capeta o capeta perderia e ainda saia correndo de medo, porém isso não vem ao caso agora.

Eu não tinha visto Kai o resto do dia, não sei se aquele peste resolveu matar aula ou só me evitou o dia todo só sei que preciso de uma ajudinha dele.

- Mãe cheguei. - Falo enquanto tiro meus sapatos no hall de casa, calço minhas sandálias de gatinho - eu amo não me julgue - e vou em direção a cozinha encontrando lá minha mãe, chego por trás e a abraço dando um beijo em sua bochecha, um costume meu para expressar meu carinho que tenho por ela.

- Oi, como foi a aula? - Ela pergunta enquanto fui em direção a geladeira logo a abrindo.

- Ah foi legal, fiz novos amigos e teve a aula de educação física que sinceramente me matou. - Falo arrancando um pequeno riso dela. - O que a senhora está fazendo.

- Kimchi, marquei com minha amiga para vim para cá hoje ela também vai trazer o filho dela. - Ela diz e eu apenas murmuro um "hmm". - Ela vai chegar daqui 1 horas então esteja arrumada em.

- É aquela Ah-ri?

- Sim, acho que você acabou conhecendo ela bem rápido.

- É sim, ela parecia ser alguém bem legal, espero que o filho dela também seja. - Digo saindo da cozinha.

- Pelo o que ela me disse ele é sim, ele também é muito bonito. - Com isso saio da cozinha subindo as escadas indo em direção ao meu quarto, o adentro e jogo minha mochila na cama logo pegando minha toalha e indo em direção ao banheiro, faço minha tão natural performance lá dentro com direito a gritos e aplausos e uma quase queda e saio do banheiro, nisso já se deu pelo menos uns 20 minutos, eu demoro demais no banho com minhas performances.

Entro no quarto trancando a porta e vou em direção ao guarda-roupa vendo o que irei vestir, não tenho que me esforçar muito na roupa até porque eu estou em casa, então decido colocar em short jeans e uma camisa meio longa o suficiente pra deixar só um pouco do meu short amostra - gosto de roupa grande e tô nem aí se as pessoas acham que eu tô me amostrando prós meninos porque isso é a última coisa que eu quero na vida - saio de meu quarto e desço e minha mãe ainda estava na cozinha, vou em direção a sala me jogando no sofá e pegando o controle da TV a ligando e assistindo qualquer coisa que estivesse passando.

Sabe aqueles minutinhos que você tem de paz aí a campainha toca pra atrapalhar sua vida? Então aconteceu agora.

- Filha atende pra mim por favor. - Grita minha mãe da cozinha, solto um suspiro tentando espantar a preguiça e logo me levanto calçando minhas sandálias e indo em direção a porta, a abro dando de cara com Ah-ri.

- Oi senhorita Choi. - Falo com um sorriso simpático no rosto.

- Olá Li está muito bonita. - Ela fala devolvendo o sorriso.

- Oh, obrigada você também está muito linda, acho melhor entrar não é? - Falo saindo de frente da porta indo em direção a sala só que não entrando nela - confuso mas acho que deu para entender - vejo ela entrar e logo retirar seus sapatos, ela parece olhar para fora procurando alguém.

- Só um minuto. - Ela fala de dirigindo para a porta. - Filho entre logo. - Então ela volta e logo um menino vem, no mesmo momento em que eu vi ele travei.

- Oh, Ah-ri seja bem vinda. - Minha mãe fala aparecendo entre o hall e a sala me tirando de meu transe. - Seu filho é ainda mais bonito pessoalmente no que nas fotos. - Minha mãe fala dando um abraço nela.

- Obrigada, bem deixa eu apresentá-los, Li esse é Choi Yeonjun meu filho. - Yeonjun também parece surpreso ao me ver.

- Li? - Ele fala e nossas mães se entre olham.

- Se conhecem? - Minha mãe pergunta.

- Estudamos na mesma sala. - Yeonjun responde com um sorriso.

- Oh porque você não me falou Li? - Minha mãe fala.

- Talvez porque você não me falou que era ele? - Falo em um tom de ironia fazendo ela soltar um pequeno sorriso.

- Verdade esqueci de lhe falar o nome dele, vamos ir para sala a comida ainda não está pronta. - Minha mãe fala e Ah-ri assenti logo a seguindo junto de Yeonjun, saio de meu transe e logo sigo eles que estavam na cozinha.

- Li que tal você e Yeonjun irem para a sala enquanto fazemos a comida? - Minha mãe fala sugestiva, a claro você quer que eu fiquei no mesmo cômodo a sós com o garoto que eu sou perdidamente apaixonada.

- Claro. - Dou um sorriso logo saindo da sala sendo acompanhada de Yeonjun.

Eu só sei que eu vou morrer.


Notas Finais


Então gente kskksks eu estou no sítio e a internet aqui é uma merda, coisa que colabora pra eu escrever o capítulo kkkkk.

Bem eu não gostei muito do capítulo mas prometo me esforçar mais no próximo, bem acho que é isso espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...