1. Spirit Fanfics >
  2. Como (não) Conquistar Shuhua - Imagine Shuhua - (G)-Idle >
  3. Wooseok é um babaca

História Como (não) Conquistar Shuhua - Imagine Shuhua - (G)-Idle - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Sei que demorei, me desculpem. Vou começar a postar com mais rapido, ok? Ok
Boa leitura.

Capítulo 8 - Wooseok é um babaca


Acordo após ouvir pela segunda vez o som do despertador tocar e quase destruía minha audição. Abro meus olhos lentamente dando de cara com o rosto de Yuqi em minha frente, a proximidade era bem grande. Tinha esquecido que tínhamos dormido juntas, em um pedido meu para ela não ir embora, podia sentir os braços dela em volta de mim isso significa que tínhamos dormido abraçadas, então é por isso que eu dormi tão bem. Tentei me levantar sem acordá-la e consegui, caminhei até o banheiro para tomar um devido banho e acordar de vez para ir à escola.

Despois de tomar banho e me vesti, fui para a cozinha aonde encontrei Joohyun comendo um cereal enquanto lia um livro de estudos. A Bae mais velha percebeu minha presença e logo levantou o rosto me encarando.

- Bom dia bela adormecida – Sentei-me de frente para Irene e deitei minha cabeça na mesa.

- Que desanimo – Joohyun franziu o cenho.

- Você? Desanimada para ir para a escola? Quem é você? E o que fez com a minha irmãzinha nerd?

- Cala a boca – Dei um tapa no ombro de Irene que riu. – Me deixa. Vou acordar a Yuqi.

- Isso vai lá acordar a namorada – Olhei com fúria para a mais velha que riu ainda mais, se tinha uma coisa que Irene adora fazer essa coisa é me irritar ao máximo e ela sempre consegue. Caminhei até meu quarto encontrando uma fofa Yuqi dormindo em minha cama vestida com seu pijama de bichinhos, fui até a garota balançando seus ombros, mas a garota não acordou, bom... então vou ter que usar a violência mesmo. Dei um tapa na testa de garota. Yuqi tomou um susto e acabou caindo do chão com a cara mais confusa que eu já vi.

- Vamos temos que ir para a escola.

- Não podia ter me acordado de um jeito mais delicado? – Perguntou a Chinesa enquanto passava a mão pelo local aonde ela levou o tapa enquanto se levantava para ir ao banheiro.

- De que jeito? – Perguntei.

- Um beijo talvez – Falou chegando perto de meu rosto, ela estava tentando me provocar, mas não vai ser dessa vez. Cheguei mais perto de seu ouvido e sussurrei:

- Talvez eu deinha – Vi a garota se arrepiar e ri com a reação que ela teve.

- E... eu vou ir ao banheiro – E como um flash Yuqi correu mais rápido o possível para o banheiro e trancou a porta.

 

 

Acabamos de chegar na escola, procurei por Miyeon e logo a encontrei na nossa mesa de sempre. Caminhamos até a garota e nos sentando de frente para ela.

- Gente vocês estão sabendo da boa? – Nos duas negamos com a cabeça. – O casalzinho mais popular da escola acabou – Foi aí que a lembrança venho em minha mente, eu tinha conversado com Shuhua no dia da festa e ela chorava por causa que Wooseok tinha a traído. Apertei meus punhos, Wooseok é um babaca. – Boatos dizem que foi traição por parte da Shuhua – Hã?

- Quem espalhou esse boato? – Perguntei.

- Wooseok, ele disse que viu a Shuhua o traindo com outro – Mais que mentira! Bati minhas mãos na mesa e me levantei da mesa indo em direção ao Wooseok. – S/n! o que você está fazendo? – Não a respondi, apenas continuei meu caminho até a mesa de Wooseok e seus amigos idiotas. Quando cheguei no local não esperei nem um segundo e logo dei um soco na cara dele. Todos os alunos me encaravam com expressões surpresas e olhavam para o Wooseok que estava caído sentado no chão do campus da escola com a mão em seu nariz. Sentia minha mão doendo com o impacto de minha mão com o nariz dele, o garoto logo me encarou com toda raiva do mundo e nem pensou duas vez em corre em minha direção, ele tentou me dar um soco, mas por sorte consegui desviar.

 Agora eu agradecia muito Irene por ter me botado uma escola de luta, parece que esse fato vai me ajudar bastante agora. Ele tentou desferir outro soco em meu rosto, mas desviei e depositei um soco em seu abdômen o que fez Wooseok cambalear para trás. Um círculo já avia se criado em nossa volta e com diversas pessoas gritando “Briga! Briga” isso era muito coisa de filme americano. Acabei me distraindo e só fui lembrar que estava em uma briga quando senti um soco acertar meu rosto e logo um chute acertar minha barriga, acabei caindo no chão com o impacto, ele tentou me chutar de novo, mas consegui pegar seu pé a tempo, dei uma banda nele o garoto caiu no chão.

  Aproveitei isso e me levantei do chão com as mãos em minha barriga que doía ainda pelo chute forte que tinha levado. – Por que não diz a todos que foi você que traiu a Shuhua? Hein?

- Isso é mentira todos sabem – Ele respondeu já estando de pé de frente para mim. Seu nariz sangrava e parecia inchado, talvez eu tenha quebrado o nariz dele, mas isso não me importava nenhum pouco.

- Você que a traiu e a faz chorar – A raiva já me consumia e minha sanidade já era inexistente. Dei um soco nele fazendo-o cair no chão. – Diga! Diga que foi você. – Dei um chute em sua barriga.

- F... fui eu... – O garoto murmurou enquanto se encolhia no chão com suas mãos na barriga.

- S/n? – Senti um toque delicado em meu ombro, me virei encontrando Shuhua com um olhar assustado. – Vamos, você conseguiu o que queria.

- Mas...

- Nada de mais, vamos, você precisa ir para a enfermaria – A garota me puxou para longe do campo de visão do alunos. – Por que fez aquilo? – Ela perguntou com um tom nada bom na voz. Tínhamos chegado na enfermaria e ela me fez sentar em uma das camas que aviam ali enquanto ela pegava o kit médico.

- Ele estava espalhando mentiras sobre você – Murmurei envergonhada. Levantei um pouco da minha camisa para ela ver o que tinha acontecido com minha barriga.

- Você conseguiu um belo hematoma roxo e um corte nos lábios com essa briga idiota.

- Ouch – Resmunguei ao sentir o algodão molhado no machucado.

- Viu. Por que se importa?

- Achei injusto ele falar essas coisas sendo foi você que terminou machucada – Shuhua sorriu com a minha fala dando um risada em seguida. – O que foi? – Ela me encarou.

- É que mesmo você tenha mudado um pouco, ainda continua como a antiga S/n de sempre – Pensei que ela ia voltar a atenção para o machucado, mas nossos olhares não foram capazes de serem desviados. – E eu amo a antiga S/n – Ela logo desviou a atenção para o corte em meus lábios e passou o algodão com remédio no local, grunhi de dor por conta da ardência. – Prometa não se meter mais em brigas.

- Mas por quê?

- Olha o seu estado Bae, não quero ter que ver você toda machucada novamente – Sorri ao saber que ela se preocupava comigo.

- Tudo bem, mas eu acabei com ele – Ela riu e confirmou com a cabeça.

 

Continua...


Notas Finais


E esse momento hein, nosso casal principal tendo mo clima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...