História Como (NÃO) namorar um gringo - NALU - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Acnologia, Alzack, Angel, Anna Heartfilia, Aquarius, Aries, Azuma, Bacchus Groh, Bickslow, Bisca Connell, Brandish μ, Elfman Strauss, Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Ivan Dreyar, Jellal Fernandes, Jenny Realight, Jude Heartfilia, Jura Neekis, Juvia Lockser, Kagura Mikazuchi, Kinana, Kyouka, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Levy McGarden, Loki, Lucy Heartfilia, Lyra, Macao Conbolt, Makarov Dreyar, Mary Hughes, Mavis Vermilion, Meredy, Mickey Chickentiger, Midnight, Mikuni Shin, Minerva Orland, Mirajane Strauss, Mystogan, Nashi Dragneel, Natsu Dragion, Natsu Dragneel, Nikora "Plue", Ophiuchus, Orga Nanagear, Pantherlily, Personagens Originais, Pisces, Risley Law, Rogue Cheney, Romeo Conbolt, Ruby Strum, Rufus Lore, Sayla, Sherry Blendy, Silver Fullbuster, Skiadrum, Sting Eucliffe, Tauros, Taurus, Ultear Milkovich, Ur, Virgo, Wanaba, Warren (Edolas), Warren Rocko, Weisslogia, Wendy Marvell, Yukino Aguria, Zeref
Visualizações 108
Palavras 1.374
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drabble, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Literatura Feminina, Poesias, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Capítulo 2: Entre idas é vindas


Fanfic / Fanfiction Como (NÃO) namorar um gringo - NALU - Capítulo 2 - Capítulo 2: Entre idas é vindas

_Lucy P V O's_



[ Ruas de Copacabana, 14:50 ]


Depois das poucas palavras trocadas com o Japa de cabelos rosa, eu peguei na mão dele...porém ele recuou um pouco e falou algo em japonês eu então ri um pouco da sua reação e o olhei com confiança o mesmo ainda estava um pouco corado, Porque esses ásiaticos são sempre assim? eu então tentei perguntar o nome do mesmo em Inglês, que por sinal eu também sou ótima (sqn)

_ What your Name? _ sério eu sou péssima mesmo, ele então soltou um breve " Ah" e deu um sorriso, parece que ele entendeu.

_ Natsu..._ Ele fala com um sotaque fofo, sua voz era bem diferente seu sorriso, seus olhos...ele não é como os meninos que eu já encontrei, pera o que eu tô falando? Foco Lucy! Foco! Você tem que ir para universidade ainda!

_ Anata no namae wa nanidesu ka? (Trad: Qual é o seu nome? )_ Eu o ouvi pronunciar, eu fiquei com cara de ué e acabei não dizendo nada ele então fez a mesma pergunta e eu me calei.

_ Natsu, Go..._ disse para irmos e ele assentiu pouco chateado por eu não entender o que ele queria dizer, confesso que fiquei com um pouco de dó enquanto nós caminhavamos pelas ruas dr Copacabana.

_ Sugoi...Brasílian...Hontōni Utsukushi ( Trad: Incrível, o Brasil e mesmo bonito)_ eu o olhei com um sorriso meio sem-graça, ele insistia em falar a língua dele, mas eu não entendo nada, então falei a unica coisa que eu entendo em Japonês.

_ Arigatô..._ disse sorrindo, eu realmente não o entendia nada do que ele falava então eu continuei proseguindo até o prédio em que esse Japonês Mauricinho mora, porque só os mais ricos moram lá pelo o que eu sei.

Depois de um tempo caminhando eu e o tal Natsu já estavamos quase na porta do prédio, fomos atravessar a rua quando um cara de moto quase atropelou Natsu, por sorte eu o puxei antes se não era atropelado na certa.

_ Ei! Vê se olha por onde anda! _ gritei da calçada bem irritada, mau educado aquele cara hein? _ Vai acabar matando alguém assim!

O Cara que estava na moto então parou e tirou o capacete, ele tinha cabelos escuros e afeições orientais bem irritadas por natureza, o típico "BadBoy" dos filmes ele me olhou como se eu fosse louca.

_ A Princesa que não vê por onde anda é a culpa é minha? _ riu da minha cara, arg! Que abusado eu vou mostrar pra esse maldito!

_ Escuta aqui..._ sinto alguém segurar meu braço com um pouco de força mais não nessesáriamente muita.

_ Lie...(Trad: Não )_ Seus olhos, suas orbes negras eram sinceras, recuei por alguns segundos ainda o olhando.

_ Ficou quietinha derrepente? o que foi? Comeram a sua língua e a do Rosinha ai?_ ele riu de nós, então Natsu o ignorou por completo e foi me puxando com ele para o outro lado da rua.

_ N-Natsu!.._ disse meio sem entender só percebi o olhar de irritação do homem de moto ao ser ignorado totalmente por Natsu, atravessamos a rua e o homem de moto resmungou um pouco mais eu dei os ombros.

Como ele conseguia agir desse jeito? Ele é tão calmo...é suas mãos...elas eram bem grandes perto das minhas, e mesmo assim seus dedos entrelaçavam os meus tão fácilmente. Lucy, vamos! Pare com isso! Você só está ajudando ele!

Quando eu paro de prestar a atenção em Natsu e olho para frente eu percebo que já haviamos chegado no prédio aonde ele mora, eu então dei um suspiro e começei...

_ We arrived..._ disse e ele deu um enorme sorriso e fez algo que me deixou muito vermelha por algum motivo, o rosado me abraçou.

_ Obri..gadô _ aquele obrigado teve um sotaque muito diferente eu então acabei retribuindo o abraço, o mesmo estava muito contente.

Na mesma hora um homem de terno e com um semblante rustíco apareceu na porta e fez uma cara nada boa quando pois os olhos em Natsu

_ Anata wa dokoni ita nodesu ka?! (Trad: Aonde você estava pirralho?! ) _ esbravejou o homem de terno  meio irritado.

_ Watashi wa maigo ni nari, kono shōjo wa watashi o jo keta..(Trad: Eu me perdi, e essa moça me ajudou ) _ abaixou a cabeça ao dizer algo ao homem que voltou seu olhar pra mim com um sorriso.

_ Me perdôe...Natsu é muito avoado.._ riu ele e eu arregalei os olhos, então esse homem sabe falar português? Aleluia._ Prazer...Sou Gajeel RedFox...Sou o acompanhante de Natsu._ fala enquanto aperta a minha mão.

_ Oh...Prazer senhor Gajeel, Lucy Heartfilia..._ disse sorrindo igualmente, logo após Natsu continuava a fitar o chão eu o então o olhei e ele ficou um pouco rosado.

_ Nattsu ni ikou _ fala o Gajeel dando um leve tapa no mesmo, que foi logo atráz com ele eu dei tchauzinho com a mão e ele riu um pouco e retribuiu.

Depois de tudo aquilo eu fiquei no meio da calçada sorrindo que nem trouxa, foi ai que eu senti o celular vibrar muito, eu estava MUITO...muito atrazada mesmo! Sai correndo até a universidade desesperada por ser tão idiota!



[ Universidade Fairy Tail, Rio De Janeiro 15:00 ]


Ao Chegar até a universidade bufei brevemente e bati o pé no chão de tanta raiva, os portões já estavam fechados então eu tive que entrar pela secretária, claro que eu acabei levando um uma baita bronca da professora de Fisolofia.

_ Lucy! Até que enfim! _ Era Levy que estava irritadissima por eu ter demorado tanto, eu então dei um suspiro e Fechei os olhos por poucos segundos.

_ Me perdoa Levy, eu acabei atrazando no trabalho...é também... Bom, eu tive alguns contratempos...hehe_ coçei a cabeça e ela arqueou a sombrancelha.

_ Que "contratempo" dona Lucy? _ fala pondo a mão na cintura.

_ É....bom...um contratempo ué!_ começei a ficar nervosa e coloquei o cabelo que caia no meu rosto soado na orelha.

_ Conta muié! Que contratempo tu teve!_ a de cabelos chanéis e um pouco encaracolados faz bico.

_ Eu ajudei um garoto perdido ué..._ falo me lembrando do rosado.

_ Perdido? Era criança? _ tá, agora já parece que eu estou sendo interogada.

_ Calma oficial Levy! _ rio um pouco e ela permaneceu me olhando_ Não, ele parece ter uns 17 ou 18 anos...ele é estrangeiro.

_Sério Dona Lucy? Parou para ajudar um cara mais velho que tu?_ disse a mesma e eu corei um pouco.

_ Escuta aqui Policial, ele era muito bobinho é não fala português, podia ter cido atropelado por um carro, moto, caminhão ou eu sei lá o que! _ falei vendo a mesma ficar sem ar de tanto rir.

_ Você é tão boazinha Lucy, se fosse comigo eu acho que não teria nenhuma reação._ respondeu ela e eu revirei os olhos.

_ Ah Levy, eu tentei ajudá-lo.._ falei e ela me olhou um pouco malíciosa.

_ Hummm ele era gato?_ pergunta na maior calma_ de que país ele é?

_ Levy!_ corei na hora e ela soltou mais uma risada._ Ele é do Japão.

_ Isso já responde a minha pergunta..kkk...hum...japinha? A Luh gosta de homens de.._ ela começa a fazer piadas e tal.

_Levy!!! _ dei chilique no meio da sala, eu estava muito vermelha.

_ Tá...parei..kk_ ela termina



_Natsu P V O's_



[ Prédio Red Dragon, 13:07 ]


Aquela menina de cabelos loiros, ela tinha um cheiro forte de cereja em seus cabelos loiros...e também um sorriso muito bonito, É uma pena que eu não consiga falar com ela, eu não sei nada em português só obrigado.

Espero que ela não ache que eu estava falando mau dela ou algo assim, eu queria tanto saber o nome dela, como será que ela se chama? Sua voz é tão doce...NATSU ELA É BRASILEIRA E VOCÊ SÓ A VIU UMA VEZ! NADA DE SE APAIXONAR!

_ Baka! baka! _ falei batendo em minha própria cabeça me sentindo muito bobo, até parece que ela vai gostar de mim, eu nunca mais vou vê-la na vida...pare de se iludir.

_ O que está resmungando ai? _ perguntou Gajeel entrando no meu quarto do nada.

_ Nada Gajeel! _ joguei um travesseiro nele e o mesmo fechou a porta antes que pegasse nele. _ Ahhh Happy! _ escondo o mru rosto no meio do travesseiro._ O que é isso? Porque eu só consigo lembrar daquela moça?_ meu sorriso ficava bobo a cada 1 segundo.













Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...