1. Spirit Fanfics >
  2. Como NÃO (ou se) Apaixonar Pelo Aluno Novo >
  3. Família

História Como NÃO (ou se) Apaixonar Pelo Aluno Novo - Capítulo 12


Escrita por:


Capítulo 12 - Família


ੈ♡‧₊• Baekhyun;


Era sábado e ao meio dia eu iria para a casa de Chanyeol conhecer a sua mãe. Estava meio pensativo e nervoso, mas seria um grande passo para o nosso relacionamento.


Vesti um moletom branco por causa do frio, uma calça preta que era meio apertada e um sapato todo branco. Arrumei meu cabelo e passei uma maquiagem de leve.

Eu almoçaria na casa de Chanyeol, e aliás, seria a primeira vez que eu iria para a sua casa. Porque até então só nos encontrávamos ou aqui em casa ou na escola e era meio sufocante querer falar com o mesmo no meio de muita gente.

Fiquei esperando Chanyeol vir me buscar pois eu não sabia onde ele morava.

- E quando eu vou conhecê-la? - Lay pergunta se referindo a conhecer a mãe de Chanyeol.

- Eu e Chanyeol decidimos que primeiro a gente conheceria os pais de ambos e depois vocês se conheceriam. - respondo checando meu celular.

- Ele vai vir aqui quando?

- Bem, talvez amanhã.

- Hm, ok. Depois me diga o que ele gosta e o que ele não gosta de comer.

- Ah... ok...

Esse último comentário me fez ficar pensativo, eu não sei do que Chanyeol não gosta. Na verdade é bem difícil de saber porque ele não se abre para falar sobre as coisas, como todo alfa é. Ainda mais ele não sendo qualquer tipo de Alfa.

Observo pela janela e vejo o carro de Chanyeol parando em frente à minha casa, me despido de meu pai e vou para o carro entrando.

- Oi, Channie. - digo o cumprimentando com um selinho.

- Oi, Baek.

Ficamos conversando durante o caminho e então, me veio novamente à memória da conversa que eu acabara de ter com meu pai.

- Então, Channie. Do que você não gosta de comer? - pergunto.

- Em que sentido? - Chanyeol pergunta maliciosamente e eu fico envergonhado e um pouco excitado.

- No sentido literal! - respondo e ele ri.

- Ah, sei lá. Eu como tudo. - Chanyeol diz e eu levo para o lado malicioso mas tento não demonstrar - Por que a pergunta?

- Porque meu pai quer saber o que cozinhar quando você for lá em casa amanhã. - Chanyeol arregala os olhos de leve e eu sorrio.

- Hm, ok. Você está ansioso para conhecer minha mãe?

- Bastante, não sei se ela vai gostar de mim. - digo pensativo.

- Bem, minha mãe sempre quis que eu trouxesse alguém que eu conheço lá pra casa, então ela já deve gostar bastante de você. E ela é uma ômega muito emocional, por isso ela deve achar você muito fofo, o que é verdade. - diz com um sorriso.

- Não é! - digo fazendo birra para ganhar mais elogios.

- Olha como você se veste, você é claramente fofo. - argumenta - Me sinto até um ator de filme em preto e branco.

Chanyeol não usa muitas cores, o mais diferents de preto e branco que eu já vi ele usando foi cinza ou vermelho. Um contraste muito diferenciado e distante um do outro.

Ele é muito misterioso e me incomoda um pouco o fato de eu não saber nada sobre o mesmo. Mas, hoje não é o dia para conhecê-lo e sim para conhecer a minha sogra.

Era bizarro o fato de que eu há umas semanas atrás eu estava desistindo do amor e de achar um Alfa. Porém, acabei me batendo de frente com um Alfa que me faz rir por cima e chorar por baixo.

Assim que chegamos, analisei toda a casa de Chanyeol. Era uma casa meio moderna meio casual, um contraste diferente porém bonito e elegante. Chanyeol me levou para dentro de sua casa e o cheiro da comida chegou nas minhas narinas, fazendo meu estômago se alegrar.

- Olá, Baekhyun. - a mãe de Chanyeol aparece.

- Olá, Senhora... - digo me reverenciando sem saber seu nome.

- Taeyeon. - responde com um sorriso bastante simpático.

A mãe de Chanyeol não possue nenhuma sequer semelhança com o próprio, e também, ela parece ser muito nova para ser uma mãe, pelo menos de rosto e corpo eu consigo imaginar que ela é muito nova.

Havia uma mesa com 6 pratos diferentes, Chanyeol me levou para a mesma e nos sentamos um do lado do outro e Taeyeon sentando na nossa frenre.

Peguei um prato e fui colocando um pouco de todas as opções, com medo de soar mal o fsto de que de 6 opções eu ter pego apenas 2.

- Então, Baekhyun, quantos anos você tem? - pergunta Taeyeon.

- Tenho 17. - respondo quase perguntando a sua idade mas também me mantenho quieto.

Então, comecei a ficar nervoso e a sua pelo detalhe que eu havia me esquecido: as perguntas.

- O que você acha de Chanyeol? - Taeyeon pergunta e eu consigo ver Chanyeol a julgando com os olhos apenas pelo canto dos olhos.

- Um homem lindo, atraente, carismático e que eu sou apaixonado.

Disse isso mas eu pensava em: gostoso, maravilhoso, sexy, me arrepia e transa muito bem.

- Você não tem medo de estar em um relacionamento com um lúpus igual à Chanyeol? - Taeyeon pergunta.

- Mãe! - Chanyeol contesta e eu seguro sua mão.

- Está tudo bem, Channie. - digo para Chanyeol e me viro novamente para Taeyeon - Eu tenho medo sim, mas eu tenho mais medo de nao enfrentá-lo.

- Gostei de você. - Taeyeon diz com um sorriso e eu me surpreendo sentindo meu rosto ficar avermelhado.

Continuamos o almoço e a conversa fluiu mais leve, onde não eram apenas perguntas e respostas e surgiram opiniões sobre assuntos diversos. Felizmente, tudo aconteceu da forma positiva que eu pensava sobre esse encontro com a mãe de Chanyeol.

Depois do almoço, Chanyeol me mostrou onde era o banheiro e eu fui lavar minhas mãos. Ele entra logo em seguida fechando a porta e me colocando contra a mesma.

- Channie, sua mãe tá em casa! - sussurro assustado enquanto Chanyeol me puxa pela cintura.

- Não tem problema, ela é uma ômega e não vai ouvir direito. - Chanyeol diz iniciando um beijo sedento - Eu não consigo ficar um dia sem pensar nos seus lábios e na sua bunda, Baekhyun.

- Estou lisonjeado, porque eu não consigo parar de pensar no tão quente que você me deixa quando me segura pela cintura.

- Assim? - Chanyeol sussura na minha orelha apertando minha cintura e puxando meu corpo deixando-me colado com o seu.

- Isso... - respondo em um sussuro fraco enquanto Chanyeol sorri maliciosamente iniciando outro beijo.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...