História Como (não) pegar seu melhor amigo homofóbico - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys (BTS), Jk!flex, Taegi, Taekook, Taekookflex, V!flex, Vkook, Yaoi
Visualizações 27
Palavras 871
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Capítulo dois;


O chamado cabra macho

Depois de muito pensar no que havia acontecido, na hora do almoço sair do terraço e fui me encontrar com os outros, que estavam sentados no lugar de sempre: de baixo de uma árvore que fica no meio do campus. Me sentei ao lado de Jimin que conversava animadamente com Dahyun. Jungkook estava quieto em seu canto e eu não menos que isso. Jimin havia percebido a "tensão" entre o bad boy e o nerd.

- Sei que não é da minha conta, mas como somos todos amigos, quero saber o que aconteceu com vocês dois. Jungkook nunca é de ficar de cara fechada na hora do almoço e tão pouco o Taehyung! Agora digam: o que aconteceu? - pergunta. Aquela pergunta vale tanto para mim, quanto para Jungkook mas nenhum dos dois iria abrir a boca para dizer algo.

- Jiminnie! Talvez eles estejam desconfortáveis, não fique perguntando assim. - Dahyun repreende o loiro que fez uma careta desgostosa.


- Mas...?

- Sem mas, Park Jimin! - ela dá um mini tapa no braço do mesmo. Logo ela se vira para mim, mas dando atenção a Jungkook também. - Não precisam dizer se não quiserem. É coisa de vocês!

No fim ela sorriu. Jungkook aceitou o mini discurso dela e devolveu o sorriso, já eu, não conseguia sorrir, mas por ela eu forcei o máximo que conseguir. Dahyun era um doce; uma amor de pessoa, mas vezes sua inocência era irritante e o modo de como ela via e vivia o mundo era... enjoante? Uma coisa parecida. Mas Jungkook parecia adorar essa inocência dela!

Jimin fazia careta. O "mini discurso" dela não havia nos levado a lugar nenhum, de certa forma, e mesmo que o loiro esteja curioso agora, logo logo vai saber o porquê de ambos estarmos assim. Resposta concreta? Não existe! Me joguei no chão, me deitando sobre a grama seca e passei o olhar definitivamente o céu, vendo alguns pássaros voarem e folhas caírem. O dia hoje estava sereno!

Sinto alguém se deitar ao meu lado, e quando vejo, era Jungkook, que possuía um enorme nico nos lábios, todo manhoso, provavelmente querendo conversar comigo depois de ter me dito coisas, que para ele eram horríveis. Ele era mesmo fofo, e eu ama esse jeitinho dele. Mas eu também devo desculpas a ele, por nunca ser sincero o bastante e não contar algumas coisas a ele.

Os outros dois só observaram, já que segundo eles, nossa amizade era bem incomum, e eu não discordo e eu tenho certeza que ele também não. Ele evitava me olhar, mas já fazia o contrário, o olhava e esperava ele dizer as tais palavras que para ele era muito difícil.

- Não precisa se desculpar, sabe disso, não é?

- Sei. Mas quero assim mesmo! Acho que fui um pouco grosso, e... não estou te dando tempo.

- Não importa, contanto que estejamos bem, não me importo com seu jeitinho grosso. - sorri para ele, tentando passar conforto.

Ele não disse mais nada.

Dahyun e Jimin, não querendo ficar de fora, se deitam junto a nós dois na grama, no meio do campus da faculdade, onde ficamos os quatro olhando o céu. Deixando toda a tensão de lado, papo vem e papo ia, e nós quatro estávamos animados o bastante.  O sinal para voltar às aulas bateu, e fomos obrigados a levantar.

Dahyun foi a primeira e saiu correndo, afirmando ter alguns trabalhos atrasados para entregar. Jimin inventou uma desculpa de que precisava ir ver seu suposto crush jogar bola, mas a essa hora ele ja decia ter terminado. Então sobrou apenas eu e Jungkook, que começou a me irritar e pegar no meu pé. Ficamos assim até chegarmos no terraço, e sim, nós planejavamos matar aula e está não seria a nossa primeira vez.

Era quase que um ritual em certos dias. Deitados no chão duro e sujo do terraço, Jungkook começou a divagar sobre coisas que eu mesmo, que vivo no mundo da lua, nunca pensei. Mas a conversa começou a perder o rumo.

- Ela é incrível, não é? - ele pergunta. Minha mente se forma um ponto de exclamação gigante. - Ela é muito fofa quando se preocupa com as pessoas e principalmente com você! Ela parece ser bem mais atenciosa quando se trata de você. 

A forma como ele falava era como se estivesse irritado por ela, - que julguei ser Dahyun - ser mais cuidadosa comigo do que com ele. Na verdade eu já havia percebido isso há um tempo, mas preferi não comentar nada. Olho para ele e suspiro.

- É o jeito dela, o que posso fazer? - respondo meio encabulado.

- Mas quando é com você... ela...

- Kookie! - o repreendo. - Não fique pensando nisso, ok? Só deixa acontecer naturalmente. Continue sendo você mesmo e não tente forçar a barra, uma hora ela vai perceber e ver suas qualidades.

Digo confiante, ou melhor, tentando ser confiante. Dar conselhos amorosos para a pessoa que você gosta não é muito legal, ainda mais quando ela gosta de uma amiga muito próxima nossa. Era péssimo! Eu me sentia péssimo e talvez eu fosse um pouco egoísta, mas estou sempre preservando isso. Gostar dele é difícil!


Notas Finais


Acho que foi só isso.
Me perdoem por qualquer erro ou pela escrita confusa
Espero que tenham gostado
Kisus de purpurina~ 💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...