História Como (Não) Perder O BV - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Suga, V
Tags Blackpink, Bts, Colegial, Drama, Namjin, Romance, Sugamon
Visualizações 132
Palavras 1.124
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa a demora, sério VCS ACREDITAM QUE EU SEM QUERER APAGUEI DUAS VEZES O CAP?

aiai so eu mesmo.

Boa leitura!

Música do cap é Dimple do Bts.

Capítulo 2 - 002 - Dimple


Não sabia ao certo aonde eu estava, na verdade, apenas segui o garoto de cabelos brancos que agora, nós estávamos sentados em uma das salas escura e empoeirados da escola abandonada.

Provavelmente deveria ser de Ciências, pelos matérias ali e pela estrutura da sala. Eu e o garoto estávamos sentados, quietos do lado do armário no fundo da sala em completo silêncio.

Tentava não ficar olhando fixamente para o garoto, mesmo que fosse difícil.

Caramba, ele é muito bonito, até se compara a um anjo.

Ele olhava fixamente para um ponto qualquer na sala, mergulhado em seus próprios pensamentos. Ele abraçava sua própria perna com a cabeça para o lado, mordendo as vezes seus belo lábios.

A luz da rua refletia em suas madeixas brancas, assim como em seus olhos azuis, dando um ar angelical ao mesmo.

Suspirei tentando ter coragem para perguntar algo que estava me deixando intrigado.

Abri minha boca para falar algo, mas logo depois fechei novamente, não tinha coragem.

Maldita seja minha timidez!

— O que quer perguntar?—perguntou me olhando de canto, me fazendo surpreender e ele apenas não ligar.

— Eu queira perguntar... — hesitei olhando para qualquer lugar que não seja em seus belos olhos que agora deviam estar olhando para mim — Porque me ajudou? — perguntei olhando para o chão — Você poderia ter me deixado lá, tomando a culpa por vocês mas não, me salvou da cadeia. — a última parte falei baixinho, para mim mesmo.

Confessei tudo o que estava me intrigando, se fosse qualquer pessoa, ele iria me deixar para ser preso em seu lugar, era até mais "lógico".

Olhei para ele de relance e pude o ver pensativo, pensando em uma resposta mas ele me olhou de novo e eu olhei para o outro lado, não queria manter contato visual com o mesmo.

— Não sei porque — confessou ele, então o olhei novamente.

— E porque vocês estavam pixando o muro da delegacia? O que é "D11"? — perguntei rapidamente fazendo-o dar uma pequena risada anasalada — E... Qual seu nome? — perguntei hesitante novamente fazendo-me corar por seu olhar estar sobre mim.

Tinha tantas perguntas para fazer para ele, mas minha timidez não deixava.

— Você faz muitas perguntas. —sorriu me fazendo corar novamente, mas felizmente estava escuro e ele não podia ver minha face — Muito curioso, e confia fácil nas pessoas, tome cuidado. — avisou sério, me fazendo estremecer ao som de sua voz grave.

— Desculpa... — sussurrei olhando para o chão, eu era um tolo, ele tinha razão! Eu confio rapidamente nas pessoas, ele poderia ser um criminoso ou um estuprador.

Como eu sou um idiota.

— Yoongi. — disse ele simples mas baixinho.

— C-Como? — perguntei gaguejando o olhando.

— Meu nome é Yoongi, e o seu? — perguntou olhando para o lado me fazendo sorrir.

Ele não parecia o cara que saia conversando com todos por ai e muito menos falar seu nome para desconhecidos.

— Namjoon. — falei simples e ele apenas assentiu me olhando fixamente, o que estranhamente me fazia ficar muito constrangido.

— Namjoon, você... — sua voz saiu baixa mas ele parou de falar assim que a voz da Camila Cabello preencheu o local cantando Havana.

Rapidamente tirei meu celular do  meu bolso olhando para a foto do Taehyung na tela. Senti o meu estômago revirar ao ver as horas, e que estava muito atrasado para o compromisso que tinha com o mais novo.

— Kim Namjoon, aonde você está? — gritou Taehyung fazendo-me fazer uma careta e afastar um pouco o celular do meu ouvido e percebi que Yoongi deu uma pequena risada, que encantador — Você esqueceu que iriamos sair hoje? Eu estou aqui te esperando a uma hora!

— Me desculpa Tae, aconteceu algo e tive que ajudar um amigo. — gaguejei a última frase, eu era péssimo em mentir be Taehyung deve ter percebido. — Na escola nós nos falamos, agora eu tenho que ir, até.

— Então tudo bem Nam —suspirou Tae do outro lado da linha — Mas saiba que sua madrinha está furiosa. — desligou o celular me fazendo ficar com medo, minha madrinha iria me matar por chegar a essas horas em casa.

— Namorado? — perguntou Yoongi sobre Taehyung me fazendo negar com a cabeça com a suposição dele.

Quem dera que eu tivesse um namorado, mas nem beijei ainda.

— Ele é meu melhor amigo, tinha marcado algo com ele — expliquei fazendo ele assenti e dar um pequeno sorriso por causa do meu desespero.

— Eu escutei algo por ali. — a voz alta que não estava tão distante me fez me assustar, olhei para Yoongi que fez sinal para ficar quieto, eram os polícias.

Ele se aproximou de mim, ficando bem perto, já que aonde eu estava era mais difícil de se ver apenas olhando pela porta.

Conseguia ouvir os passos dos polícias, o que estava me deixando cada vez mais aflito.

— Acho que eles nem estão mais aqui. — comentou um dos policiais mirando sua lanterna na sala que estavam eu e Yoongi.

Por um momento prendi minha respiração, meu coração batia aceleradamente, estava com medo.

— Vamos embora. — avisou ele a alguém saindo, me fazendo aliviar.

— Namjoon, vamos esperar uns quinze minutos para ter certeza que não vai ter ninguém, para irmos embora. — avisou.

Ficamos por cerca de vinte minutos parados, esperando até que Yoongi olhou pela janela e viu que as viaturas não estavam mais lá.

Me levantei e nós saímos da sala mas ainda em alerta para no caso se encontramos alguém.

Mas a escola estava totalmente vazia o que era de dar medo. Eu e Yoongi andávamos um do lado do outro mas ninguém falava nada, era um silêncio bem constrangedor.

Pulamos a grande mas agora sem "pressão" eu consegui pular com facilidade.

Assim que pulamos corremos em direção aonde estávamos antes, só que agora bem longe da delegacia – não queira correr nenhum risco de ser pego – mas bem perto da minha casa.

Ficamos parados e eu estava ofegante, não era muito acostumado a correr, eu sou um tremendo sedentário.

Paramos perto de um poste de luz, já que a rua estava vazia e escura, nós ficamos nos encaramos por alguns segundos.

— E melhor você ir, já e bem tarde, foi legal te conhecer. — agora podia ver perfeitamente o sorriso de Yoongi, é tão adorável.

— Foi bem legal te conhecer, nós nos vemos por ai. — sorri e ele assentiu se virando para andar.

— A propósito — se virou me olhando — Você tem covinhas, que fofo. — ele voltou a andar me deixando totalmente constrangido.

Foi legal conhecer ele, espero ver Yoongi normalmente.

 


Notas Finais


Gente vocês gostaram? Espero que sim.

Ah, e a propósito vocês poderiam ler também pelo Wattpad? Ela está tão flop lá, tadinha:

https://my.w.tt/UiNb/JmR7dUb93H


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...