1. Spirit Fanfics >
  2. Como não se apaixonar por uma Haruno : (Sasusaku) >
  3. Lembranças

História Como não se apaixonar por uma Haruno : (Sasusaku) - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Demorei né, mas cheguei kkkkkkkkkk.
Pra quem tá acompanhando : está ficando ok ?? Pq tenho a impressão que vcs podem não estar gostando...
É isso, boa leitura, beijos da autora-chan 💖.

Capítulo 5 - Lembranças


 Andava pela grama agradecendo pelo celular ter tocado aquela hora, e nem era ninguém, literalmente : eram aqueles números de outro estado.
Cansei de contar quantas vezes vim parar aqui quando fiquei puto com alguma coisa, ou quando queria ficar longe deles. Acho que é o único lugar que me acalma dessa forma.
Me sentei na ponte e fiquei observando a água parada, que refletia o céu escuro todo estrelado. Não teve como evitar, logo lembrei dos fios rosados que vieram comigo naquela vez.
.
Flashback On
.
-eu já te falei, sou fudido *resmunguei* não quero falar sobre isso, saí do Japão pra me afastar dessas coisas *disse enquanto me apoiava no seu ombro* na verdade o Itachi me expulsou, mas no fim foi a melhor coisa.
Ri internamente me lembrando da conversa que tive com ele, realmente concordamos que seria melhor fugir para o Brasil. Mas não precisava falar isso pra ela agora.
-Sasuke eu não ligo para o seu passado *Sakura falou baixinho e fiquei atento enquanto escutava* não me importo se você já fez várias merdas, quem sou eu pra te julgar. Eu quero saber o que você vai fazer a partir de agora. Mostra pra mim e pra todo mundo que você mudou, porque eu acho... esquece *ela suspirou claramente abalada*
-fala *disse calmamente* agora eu quero te escutar *ri baixinho lembrando que eu mandei ela calar a boca a poucos minutos atrás*
-bom *respirou fundo antes de falar, sorri de lado, ela esta nervosa* eu quero que mostre pra todo mundo que você mudou, Sasuke. Isso porque ... eu acho que posso estar me apaixonando por você.
Tudo que ela disse só serviu pra reforçar uma coisa, que eu sou loucamente apaixonado por essa maluca. Minha conexão com a Sakura vai além de muita coisa, ela me aceitar independente do meu passado é só mais uma prova disso.
E eu juro que meu coração errou as batidas, rezei para que ela não percebe-se, algo difícil considerando que estou agarrando ela por trás
-E quero falar pra todo mundo tudo o que eu gosto no Sasuke Uchiha. Então prova pra mim que estou apaixonada por um novo Sasuke, que eu não estou fazendo errado ...
.
Flashback Off
.
Como esquecer da minha mulher aconchegada em mim bem aqui, enquanto fazíamos promessas e declarações. Clichê, eu sei, mas nunca pensei que aconteceria comigo.
Ri baixinho ao lembrar que prometi fazer um esforço para ser menos fudido, será que consegui ??
Bom ... eu sou um bom pai, eu acho. Cuido do Kisaki da maneira que posso, de segunda a segunda. Além disso tento ajudar em casa nos dias que ela está no plantão. Porra isso é o suficiente??
Que merda, e essa briga ridícula. Puta que pariu ela precisava mesmo não ter contado sobre aquilo ?? Ia ser tão mais fácil se eu soubesse antes. Porra era só um "amor olha o vestido que ganhei" ou "preciso te contar algo que aconteceu"
Já evitada toda essa merda. Mas pensando bem, já fiz pior com ela ...
.
Flashback On
.
Tínhamos acabado de voltar do pequeno bosque, jardim ou sei lá o que aquela merda era. Sentamos juntos na mesa, puxei ela para o mais perto que podia sem ficar "feio". Lógico que por mim deixava ela no meu colo, mas certeza que minha mãe ia me dar uns tapas.
Da forma que eu adoro fazer passei minha mão para sua coxa que estava exposta por causa do pequeno shorts. Enquanto acariciava sua pele e recebia um cafuné fiquei preso nesse momento, sem me importar com o que acontecia no churrasco. Parecia que estávamos só nós dois ali.
Foi quando escutei uma voz mais que familiar, e meu interior se alegrou. Poderia até sorrir pra ele, se não fosse pela ruiva que estava logo atrás.
-filho ... *minha mãe falou apreensiva vendo a Karin*
E foi a Dona Mebuki que perguntou toda animada quem seria a "amiga" do Itachi. E bom, de amigos eles não tinham nada, meu irmão odiava a Karin. Fiquei surpreso por ver eles juntos, e mais ainda por ver a menina com uma puta barriga de grávida.
E assim que ela olhou pra mim pude perceber, o filho era meu. Puta que pariu, a Sakura.
-eu sou a Karin *falou sorridente, e por conhece-la sei que estava nervosa* namorada do Sasuke.
Não, não e não. Porra eu não te namoro sua maluca, céus olha a barriga dela !! Meus olhos se fixaram ali e não consegui reagir. Fiquei tenso na hora e meus pensamentos ficaram mais rápidos que o normal. Meu mundo ia desabar todo ali e simplesmente eu fiquei plantado na cadeira.
-Naruto *sua voz me tirou do transe*
-2 minutos *ele se levantou apressado*
.
Porra ela vai sair, olhei pra minha rosada que já estava em lágrimas. "Prometo ser menos fudido" parece que eu não acerto uma.
.
Flashback Off
.
-Sasuke *escutei uma voz doce atrás de mim*
Me virei para ver a Hinata, totalmente surpreso. Fiquei tão perdido nos meus pensamentos que nem notei ela ali.
-eii Hinata *respondi sem graça*
Ela me olhou como quem não sabia o que fazer, se sentou ao meu lado e suspirou.
-me seguiu até aqui ?? *perguntei arqueando a sobrancelha, afinal a praça não é muito perto de onde estávamos*
-simm *disse sem graça* eu ... eu escutei a briga de vocês.
Passei a mão no rosto tentando conter uma expressão irritada que poderia se formar.
-pois é, como ... você está ?? *perguntei sem graça*
-olha Sasuke, eu entendo o que você tá sentindo agora. Mas realmente acho que não vale a pena comprar essa briga.
-eu sei, não que eu goste dessa situação, mas parando pra pensar já fiz coisa pior com a Sakura.
-não quis dizer isso *ela sorriu docemente* até onde eu sei você já mudou muito, mas agora realmente não precisamos sentir ciúmes. De longe eu consigo ver o sentimento entre vocês, só pelo jeito que se olham ou coisa do tipo. E entre eu e o Naruto ... acho que finalmente estamos mais encaminhados.
-aquele idiota te ama *sorri de lado* ele pode ser todo bobão e não demonstrar sempre, mas é doidinho por você.
-eu demorei pra ver isso *retribuiu meu sorriso* mas hoje eu sei ... Como estão as coisas com a Sakura ??
-não sei *respondi sem ânimo* ela está meio distante por causa do hospital, mas deve ser só uma fase.
-ela vai enlouquecer *disse rindo* tenho certeza que a vontade é ficar com vocês, mas o sonho de virar médica não fica pra trás.
-bom, são só mais alguns anos né ?? *falei esperançoso* depois dessa maldita residência ela pode ficar mais tempo em casa.
-não se apegue tanto a isso *respondeu com uma careta* médicos em geral são ocupados, lógico que vamos passar mais tempo em casa, mas ainda assim as horas de consultório são grandes.
Quase me esqueci, a Hinata também faz Medicina. Inclusive fez a faculdade com a Sakura e tudo mais.
-precisavam ter escolhido medicina ?? *resmunguei* porra
-não vamos começar com esse papo de que a gente teria que ficar em casa cuidando de vocês *cruzou os braços* até porque você e o Naruto fizeram engenharia, não vão ser menos ocupados que a gente.
-tsk ... isso tudo é uma merda.
-pensa que no final vale a pena *abriu um sorriso* o objetivo, pelo menos pra mim, é conseguir montar uma família com a Naruto e meu consultório. Se depois de tudo isso eu conseguir tá tudo bem.
-nunca tive que pensar nisso *confessei* achei que fosse ser só eu pra sempre ... muito menos tinha na cabeça que ia me apegar a alguém dessa forma.
-por agora só podemos esfriar a cabeça, afinal não da pra mudar o que foi feito né ?? Eu gosto da amizade deles, pelo menos pra mim não é incômodo.
-não posso dizer o mesmo *retruquei com desgosto*
-você é mesmo como ela disse *riu baixinho*
-como assim ?? *perguntei curioso*
-a Sakura disse que você era um ciumento não assumido.
-eu não sou ciumento *disse sério* eu só ... porra ela é minha mulher não é ?? Não gosto de ver outro homem perto demais.
-isso se chama ciúmes *falou irônica* mas podemos falar sobre isso enquanto voltamos pra casa.
Ela se levantou devagar e me olhou estendendo a mão.

[...]

Entramos sem fazer barulho, fechando a porta silenciosamente. Deixei a Hinata ir na frente e segui com passos calmos.
Nada menos que o esperado : Naruto estava dormindo no chão, completamente apagado. Já a Sakura estava quase adormecendo no sofá com o Kisaki no colo.
-vamos ? *falei baixinho*
A mesma me olhou com os olhos ainda meio fechados, provavelmente está morrendo de sono.
-uhum *resmungou*
Sakura se levantou sem jeito com o Kisaki no colo, se arrastando até a cadeirinha.
-eu faço isso ... vai deitando no carro *disse tranquilamente, enquanto passava minha mão pelo seu braço*
Sem responder ela me entregou o bebê e saiu de casa, olhei para meu filho e abri um sorriso de lado.
-vamo bora, garotão.
O mesmo retribuiu com uma gargalhada antes de eu coloca-lo no bebê conforto.
Me despedi da Hinata e andei até o carro, onde a Sakura já estava apagada no banco do carona, agarrada no meu moletom e com as pernas encolidas.

[...]

O caminho não foi longo e logo já estávamos em casa, sem fazer barulho arrumei o Kisaki no bercinho. Voltei para o carro e analisei a loira que ainda dormia tranquilamente, e porra ... não vou deixar ela ali.
Abri a porta do carro e peguei ela com dificuldade, a criatura nem se mexeu. Juro que entrei em casa, a coloquei na cama e a mesma ficou quietinha.
Aproveitei para trocar a fralda do Kisaki e colocar ele pra dormir. Logo depois fui para o banheiro tomar uma ducha.
Quando finalmente estava jogado na cama cobri o corpo da Sakura com o edredom, me virei e fechei os olhos.
-não dorme de costas pra mim *escutei sua voz bem baixinha*
Me virei e olhei pra ela atentamente, reparando em cada traço seu. Os olhos verdes quase imperceptíveis por causa do sono, a boca fazendo um biquinho fofo e as bochechas marcadas.
Senti vontade de puxa-la para mais perto como sempre faço antes de dormir. Me segurei e tentei alcançar o sono.
-Sasuke ... *ela resmungou baixinho*
Encarei seus olhos verdes sabendo que ela também queria o mesmo que eu.
-tudo bem *falei* vem aqui.
Puxei ela gentilmente pela cintura até sentir seu corpo contra o meu, pude ver um sorriso de canto se formar no seu rosto e aproveitei para acariciar seus fios.
-boa noite *disse antes de deixar um beijo na sua testa*


Notas Finais


feito com amor.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...