História Como NÃO se apaixonar por Will Solace - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias As Provações de Apolo (The Trials of Apollo), Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Annabeth Chase, Jason Grace, Leo Valdez, Nico di Angelo, Percy Jackson, Piper Mclean, Will Solace
Tags Eitha, Nico Di Angelo, Percabeth, Solangelo, Valgrace, Wilco, Will Solace
Visualizações 479
Palavras 868
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, como vai? Eu demorei? Claro que sim.
Minhas aulas começaram, e eu estou cheias de coisas para ler :(
Eu tive que fazer esse capítulo ao pouquinhos pq senão não iria conseguir concluir. Não o revisei ainda, então já peço desculpas pelos erros que possam vim, me falta tempo para corrigi-los no momento (mas eu dei um olhada geral e não vi nada gritante.)

Espero que gostem...
Boa Leitura

Capítulo 6 - MÉTODO 02: Passo 01


Como NÃO se apaixonar por alguém

MÉTODO 2: Fechar seu coração

1: Faça uma lista de defeitos da pessoa – algumas coisas dessa lista dá vontade de rir. É visível nossas diferençaa. Já ouviu as músicas dele? As roupas que ele usa? Os seus sorrisos lindos?

——×——

CAPÍTULO QUATRO

×Marcado×

Defeitos:

1: Fala muito;

2: Sempre está cercado por muitas pessoas;

3: Sorrir demais;

4: Gosta de me puxar para por todos os lugares;

5: É muito carinhoso.

Qualidades:

1: Alegre demais;

2: Inteligente;

3: Divertido;

Quinta-feira, aula cancelada pelo professor ter passado mal durante a noite e ido direto para o hospital. Nico estava se sentindo mal por estar feliz pelo fato de não precisa ficar mais um hora e meia sentado no auditório.

Então resolveu aproveitar aquele tempo vago entre as aulas da tarde para fazer a lista já de coisa que gosta e não gosta em Will que a regra mandava fazer. Não estava sendo tão fácil como esperava. Era difícil colocar no papel as coisas que mais lhe irritava, poderia simplesmente colocar “ELE TODO ME IRRITA” isso resumiria muita coisa.

O primeiro item, fala muito, o irritava, principalmente porque Will não parecia perceber esse detalhe. Mas adorava ver a boca dele abrindo e fechando ao falar, e tudo que queria era poder cala-lo com sua própria boca.

Bateu na testa com a mão que não segurava a caneta. O objetivo de tudo aquilo é parar de pensar tanto no Solace, mas parecia que a roda estava girando justamente ao contrário.

Fechou os olhos sentindo as pálpebras quererem ficar assim, seus olhos ardiam pelo sono acumulado devido a aproximação do período de provas e tinha que ficar estudando. Abriu os olhos se deparando com Will Solace se aproximando.

Imediatamente fechou o caderno para que ele não lesse nada e não fizesse perguntas.

Will parou ao seu lado na mesa.

— Oi, Nico.

— Oi — Respondeu, não fez nenhum comentário quanto aquela aproximação estranha.

— Posso sentar?

Nico cerrou as sobrancelhas. Will nunca, nunca, tinha pedido permissão para sentar, ele sempre chegava, puxava a cadeira e sentava como se estivesse em casa. Talvez tenha sido por esse pedido em comum que Nico balançou a cabeça lentamente, confirmando que o loiro podia sentar.

Will puxou a cadeira do lado e sentou. As pernas abertas e as mãos juntas entre elas.

— Por que você está me olhando assim? — Perguntou vendo Will olha-lo fixamente desde que chegara.

Will deu de ombros e sorriu.

— Só estou pensando.

— Em que?

Ele olhou para os lados como se alguém estivesse ouvindo a conversa (coisa que não era possível, pois os dois falavam baixo por estarem na biblioteca e a pessoa mais próxima esta a duas mesas de distância). Inclinou o corpo para frente e falou em tom de confidencia.

— Em algo que Annabeth me contou esses dias.

Nico não falou nada, não vê Annabeth a quase uma semana e não fazia ideia do que poderia ser.

Will sorriu de lado, o que sem dúvida fora uma visão e tanto para Nico por estar tão próximo naquela posição. Balançou a cabeça tirando aqueles elogios da mente, não podia faze-los, devia encontrar mias itens para o tópico defeitos e colocar “sorriso lindo” não é um defeito.

Will se recompôs em seu lugar (o que não foi muito do agrado de a Nico, mas ele não ousou admitir).

— Mas deixando isso de lado...— ele olhou para a esquerda e depois para a direita como se alguém pudesse ouvir — Vamos sair amanhã.

A primeira reação interna de Nico foi gritar “SIM” ao passo que o coração bailava no peito. Mas lentamente ele negou balançando a cabeça.

— Não posso, tenho aula a noite.

— Na quinta você não tem, então iremos na quinta.

Nico começou a protestar, mas Will levantou da cadeira acabando com seus protestos. Ele novamente olhou para o dois lados.

— Por que você está olhando para todos os lados assim? — perguntou, não mais aguentando aquela sisma alheia.

— Segredo — ele se afastou, vorlou a sorrir — E de qualquer forma, irei te pegar as oito horas para o nosso encontro — piscou e deu as costas a Nico, coisa que ele depois agradeceu pois assim, Will não viu seu rosto corar.

——×——

×"Amigo"×

Deitado na cama ouvindo Leo Valdez ao cochichos ao telefone (que descobriu a pouco tempo ser Jason do outro lado, detalhe que Nico anotou mentalmente para perguntar ao amigo sobre), penava sobre o dia que viria.

Estava cansado pelas aulas que foram até tarde, cansado por ter que acordar cedo no dia seguinte, mas estava feliz e isso não podia negar para si mesmo. Feliz por Will te-lo convidado e não apenas como amigo. Mas um encontro! Não se convida um amigo para um encontro.

Ou se convida?

— Leo? — chamou um pouco incerto do que queira, esperou que o outro não respondesse, mas ao ouvir um resmungo, continuou — Você convidaraia um amigo para um escontro?

Devido a parca iluminação, Nico só pode ouvir o barulho de Leo na cama e concluiu que ele tinha se virado em sua direção.

— Claro que sim.

— É?

— Um amigo que eu quero pegar.


Notas Finais


Então???
Prometo que vou responder os comentários anteriores, eu estou muito ocupada como falei, mas irei responder sim.
Novamente, me desculpem pelos erros, um dia irei ajeita-los.

Até...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...