História Como (não) ter uma vida destas... - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 9
Palavras 707
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Mistério, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Apos muitas sestas, pausas pra inspiração quero antes dizer, e rotina normal (coisas de preguiçosa) acabei o capitulo😂😂

Capítulo 5 - O verdadeiro papel


Daniela on:

A Leonor ficou com a marca da minha mão quase toda a aula que se seguiu. Sinceramente fiquei com um pouco de pena. Eu tinha exagerado mesmo.

Quando a aula acabou, Aleluia irmãos, a Leonor nem se tinha apercebido, nem eeusei como. Apenas sei que ela e o Afonso? Acho que é esse o nome dele, mesmo que não seja não importa. Ela e o Afonso não paravam de conversar e rir. Aproximei me deles e falei sem me importar com nada

Eu: Por acaso estou a interromper o casalinho que ainda nem se apercebeu que a aula acabou?

Eles pararam de rir e olharam para mim. A cara da Leonor realmente parecia que era capaz de me matar e eu não duvido nada disso. Por fim ela olhou para ele e voltou a olhar para mim com cara de morte

Leonor: Nós não namoramos

Não pude deixar de reparar na cara do rapaz que embora não tenha sido obvio dava pra se aperceber de alguma tristeza mas ele conseguiu desfaçar quando a minha amiga olhou para ele

Leonor: Não é?

Afonso: É...

Até as palavras dele carregavam alguma tristeza mas acho que a lerda da rainha do gelo, a princesa era a Érica que tinha amolecido desde que ela e o Diogo começaram a namorar à quase um mês atrás deixando o posto de rainha somente prá Leonor, não se tinha apercebido disso.

Leonor: Que aconteceu de tão importante pra não conseguires esperar a conversa acabar. Desembuxa

Eu: Bem...

Ela interrompeu me mas pelo que disse pareceu perceber que não era um assunto qualquer

Leonor: Afonso. Não te importas de nos deixares sozinhas? Continuamos a conversa amanhã 

Afonso: Ok. Dás me o teu número então?

Leonor: Ok

Ela sorriu e começou a ditar os números. Se estes dois não acabarem a namorar ou se a Leonor não perceber que ele gosta dela, então o mundo tá fodido no que toca ao amor

Quando acabou o namorico todo, sinceramente só quero que este não asiático  (se fosse eu dava lhe um desconto) se fosse embora pra eu não dar uma de Joana e ficar a segurar a vela, ele finalmente saíu e eu e a Leonor fomos conversando enquanto andavamos pra saída 

Leonor: Então pra que foi o escândalo todo?

Eu: Escândalo? Ok não importa. Tu deste me a porra do papel errado. Não há o papel certo? E pra quê tanto mistério e sumiço todo?

Leonor: Wou. Calma cada coisa de cada vez. Aqui está o papel certo

Ela abriu a mala e estendeu me um papel que eu imediatamente abri e reparei que era um talão do continente

Eu: Só podes tar a gozar

Leonor: Ahn?.... ah espera não é esse. Toma deve ser este

Ela estendeu me outro papel que eu acho que finalmente devia ser a porra do papel

Eu: O que é isto?

Disse ao ler o que estava escrito no papel

Leonor : Era pra falar contigo sobre isso pessoalmente mas com aquilo da pressa que eu tive pra bazar achei que fosse melhor dar te um papel. Pelos vistos enganei me e ao tentar ajudar te ganhei uma chapada e uma marca da tua mão na porra do braço por um dia 

Eu: Para de te fazer de vitima

Leonor: Eu sou vitima!

Eu: Ok. Então antes de explicares isto explica o porquê do teu sumiço 

Leonor: Bom eu tinha umas coisas pra tratar. Sabes o Hugo mandou me mensagem a perguntar o que tinha acontecido e onde eu estava

Eu: E o que tinha acontecido e onde esravas? O que lhe respondeste?

Leonor: Bem tive um pouco de verginha de lhe dizer...

Eu: E.. onde estavas?

Leonor: Genecologista...

Olhei para ela mas ela tava com uma cara séria o que me preocupou muito porque estamos a falar da Leonor séria 

Eu: Porque estavas lá!?

Leonor: Porque estou grávida, óbvio

Eu: Grávida!? Quem é o pai? Quando isso aconteceu? Desde quando é que sabes? Onde está o meu gelado?? Leonor tens muito que explicar!

Ela desatou rir  se na minha cara. Não conseguia compreender nada e ela tava a morrer só de rir

Leonor: Calma calma... deixa me respirar

Pouco a pouco foi se acalmando e eu só queria matá la

Leonor: Eu não estava no Genecologista. Eu não estou grávida, otária

Eu: O quê?

Leonor: Estava a brincar contigo 

Eu: Então estavas onde sua puta do caralho?

Leonor: Tive uma emergência. Eu explico melhor amanhã. Quanto ao papel...


Notas Finais


Se ficou uma bosta? Obvio q ficou😂😂😂😂


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...