1. Spirit Fanfics >
  2. Como o amor acontece - Vegebul >
  3. Capítulo 8

História Como o amor acontece - Vegebul - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Confesso que esse é um dos meus caps preferidos até agora. Espero que gostem! xD

Capítulo 8 - Capítulo 8


Depois do sorvete, voltaram ao hotel para pegar o carro, os dois caminhavam sem pressa pelas ruas movimentadas, ladeadas de lojas chiques e arranha-céus. Bulma estava se divertindo. Em termos de acompanhante, Vegeta era o pacote completo, ótimo na cama e fora dela. Suas demonstrações de carinho em público tinham tudo pra deixá-la envergonhada, mas até então, ela estava adorando aquilo. Quem não gostaria de ser beijada em público por aquele homem? Ele segurava sua mão sempre que podia e a conversa entre eles fluía com facilidade. Pegaram o carro de Bulma e dirigiram-se ao próximo local. 
“Aqui é o lugar?”, ela perguntou minutos depois, ao se aproximarem das cordas de veludo, onde mulheres com pouquíssimas roupas e homens de terno aguardavam numa fila. Ele a abraçou e confirmou com a cabeça. Passaram reto pela fila e foram falar com o segurança. 
“Estamos na lista vip, meu nome é...”, Vegeta falou sério com o segurança, tinha percebido a forma que ele olhava pra Bulma e não tinha gostado nada. O segurança apontou para a entrada, não esperou os nomes: “podem entrar”. 

Um número razoável de pessoas circularam no espaço. Era um espaço amplo, decorado num estilo minimalista e moderno, um bar enorme ocupava os fundos do recinto e um DJ comandava a música de uma cabine no alto da parede adjacente. 
“Vamos pegar uma mesa?”
Ela concordou e sacou o cartão de crédito da parte de cima do vestido justo e entregou para Vegeta, que olhou pra ela dando risada, com um sorriso surpreso. “Eu não tinha mais onde guardar”, ela também riu. 
“Eu tenho bolsos, sabe? Posso guardar suas coisas, se quiser”. Ela enfiou as mãos por cima do vestido novamente, tirou a carteira de motorista e o celular, entrou pra ele. 
Bulma estava empolgada com a vibe do ambiente. “O que você gosta de beber?”
“Qualquer coisa com álcool, me surpreenda.”
“Ok”. Bulma se levantou, indo até o bar. Caminhou entre as pessoas e mesas como se estivesse desfilando naquele vestido curto. Vegeta não tirou os olhos dela nem por um instante, sabia que ela estava chamando atenção.

Minutos depois ela voltou com as bebidas. Whisky pra ele e um coquetel de frutas pra ela. Sentou-se bem próxima a ele, quase colada. Estava se sentindo empoderada hoje, queria parecer o mais sexy possível pra ele. Ele apoiou o braço do assento atrás dela. Ela gostou daquilo,parecia que ele queria tomar posse dela em público. 
“De que marca é esse blazer? Adorei”, Bulma não deixou de reparar no quão bem vestido ele estava - como sempre - suas roupas, especialmente o blazer, encaixavam perfeitamente no corpo musculoso e ela tinha um ótimo gosto pra moda, entendia muito sobre o assunto.
Procurando seus olhos, ele abriu um sorriso lento, “É feito sob medida.”
“Meus cumprimentos ao alfaiate, ele faz roupas femininas também? É muito concorrido?” Enquanto falava, não conseguia parar de passar a mão no peito de Vegeta, apreciando a firmeza daquele corpo sob a camisa de algodão engomado. 
“Ele é bem ocupado, mas posso verificar pra você”. Vegeta respondeu sem querer dar muita atenção ao assunto. 
“Ei, quer dançar um pouco?” Ele concordou com a cabeça. Os dois foram pra pista e dançaram. Ela percebeu que ele não era muito bom nisso, provavelmente tinha concordado apenas pra agradá-la. Duas músicas depois, voltaram à mesa.
Bulma acenou para o garçom. “Eu quero mais um coquetel de frutas, por favor. E pra você, Vegeta?”
“Apenas uma água”. O garçom anotou os pedidos e saiu. “Vou precisar dirigir pra voltar pra casa”, ele falou antes que ela perguntasse alguma coisa. 
Ela sorriu, “gostei desse seu lado responsável”. 
“Vegeta é muito responsável mesmo, não acha?”, disse um desconhecido que surgiu do nada. Bulma observou, perplexa, quando ele se acomodou no sofá diante deles. Vegeta se inclinou pra frente, “Goku…”
Goku o olhou desconfiado, lembrou-se da última conversa dos dois. Voltando a atenção pra Bulma, ele se apresentou, “Oi, eu sou o Goku, primo favorito e melhor amigo do Vegeta”. 
Bulma levantou-se e o cumprimentou com um beijo no rosto, ainda um pouco tensa, “Bulma Briefs, muito prazer”. 
Goku voltou a esparramar-se no sofá, “então Vegeta realmente tem uma namorada”. Antes que Bulma pudesse responder, Vegeta tomou a frente. “Ela não é minha namorada”. Nesse momento, Bulma abaixou a cabeça, encarando seus sapatos. Ele tinha razão, eles não eram namorados. Na verdade, eles não eram nada, mas ela não entendia o porque se sentiu mal diante da fala dele. Levantou a cabeça e percebeu o rosto preocupado de Vegeta, se deu conta que ele estava com medo de que ela revelasse ao primo que era acompanhante. Embora estivesse chateada, decidiu acompanhar Vegeta. “Não somos namorados, estamos apenas nos conhecendo”, sorriu simpática para Goku. 
“E vocês se conheceram onde?” Bulma olha pra Vegeta, como se pedisse ajuda para responder a pergunta, mas ele parecia nem ter ouvido. Sua atenção estava voltada para uma mulher loira sentada do bar. Quando ela deu um tapinha no banco ao lado, olhando para Vegeta, ele soltou um palavrão abafado e ficou de pé. “Já volto”. 

O corpo de Bulma ficou congelado quando o via andando até o bar. Vegeta sentou no banquinho indicado pela loira, e ela passou a mão em seu braço. Os dois começaram a conversar, mas Bulma não conseguia ouvir nada, além da certa distância entre a mesa e o bar, a música ficava cada vez mais alta. Goku estava perdido, não tinha entendido nada do que estava acontecendo. A única coisa que percebeu, era que Bulma estava tão perdida quanto ele. “Bulma, tá tudo bem?”
“Está sim, Goku”, ela passou a mão nos cabelos. “Desculpa, o que você tinha perguntado mesmo?”
“Esquece, deixa pra lá”, Goku sorriu, agora estava interessado em descobrir o que estava acontecendo ali. “Você conhece aquela garota que está com o Vegeta?”
“Sinceramente, eu não faço ideia de quem seja”. Goku percebeu o desconforto de Bulma. Imaginou que o primo deveria estar saindo com várias ao mesmo tempo, como havia falado na última conversa. Numa tentativa de “ajudar” o primo, Goku começou a tentar distrair Bulma, até que Vegeta resolvesse a situação com a loira. Abriu um sorriso sutil, “Acho que você não precisa se preocupar, ele claramente não está a fim de conversar com ela.” Bulma discordou mentalmente de Goku. A loira deu risada de alguma coisa que Vegeta falou e chegou ainda mais perto, fazendo com que os seios grandes encostassem nele. O que aconteceu em seguida foi bloqueado de sua visão pelas pessoas em torno do bar. Bulma estava visivelmente incomodada e ficou ainda mais quando não conseguiu mais ver o que estava acontecendo. 
“Esse lugar é sempre tão lotado assim?” Bulma virou-se pra Goku.
“Geralmente não, mas um DJ famoso vai tocar hoje, então deve ser por isso”, Goku coçou a nuca e sorriu, “me conta, Bulma. O que você faz da vida?”. Continuava na tentativa de distraí-la enquanto Vegeta não voltava. Bulma precisava se acalmar, repetia mentalmente que os dois não tinham nenhuma relação, não havia motivos para seu incômodo. Decidiu se acalmar da maneira disponível ali, bebendo. “Goku, o que acha de pegarmos uma bebida e terminar a conversa lá fora?” Ela se referia ao fumódromo do local. Ele concordou. 

Levantaram-se em direção ao bar. Bulma fez questão de ir para perto de onde estava Vegeta e a loira. Goku preocupou-se achando que ela faria um escândalo com o primo, mas não poderia tentar detê-la, acabara de conhecê-la, então apenas a acompanhou. Bulma não faria um escândalo, queria apenas mostrar a Vegeta que aquilo não a abalaria. Parou no balcão do bar, ao lado de Goku, um pouco distante de Vegeta por conta das pessoas, mas perto o suficiente pra que ele a visse e vice-versa. Pediu as bebidas para ela e Goku e antes de sair do bar, olhou pra Vegeta, que estava a olhando de volta, envergonhado. A loira ao lado, sorriu para Bulma enquanto colocava uma mecha de cabelo atrás da orelha. “Puta que pariu, ela é linda”, pensou Bulma sobre a loira. Quando virou-se para sair dali, Bulma viu de relance a mulher loira se jogar pra boca de Vegeta.
Os dois estavam se beijando.
Vegeta estava beijando outra mulher praticamente em sua frente.

Goku também olhou para Vegeta e mexeu a cabeça em negação, acompanhou Bulma até a parte de fora. Já na parte externa da boate, Bulma voltou-se para Goku e lhe entregou a bebida. “Pronto, aqui é bem melhor pra conversar”, sorriu, tentando não parecer nervosa com toda a situação. 
“Você está bem? Digo.. por causa de Vegeta.. Está com ciúmes?" Goku perguntou na lata, era meio sem noção mesmo. Ciúmes? A palavra ecoou na cabeça de Bulma. Ela paralisou por um momento. Estaria com ciúmes de Vegeta? Estaria com ciúmes de um acompanhante que ela estava pagando? 
“Estou bem. E não estou com ciúmes. Vegeta é solteiro, ele pode fazer o que ele bem entender”, ela falou meio ríspida e Goku percebeu. 
“Tudo bem então”. Continuaram conversando por um tempo sobre os mais diversos assuntos. Apesar de toda situação inusitada, Bulma havia gostado de Goku. Ele era espontâneo e muito divertido. Pensou na possibilidade de apresentá-lo para Chichi em algum momento, achou que os dois se dariam bem. Depois de um certo tempo de conversa, Bulma não conseguiu mais sustentar a situação, precisava ir embora. Além de já ter bebido bastante, não se sentia confortável ao pensar que Vegeta estaria beijando a mulher loira enquanto ela estava ali, conversando com o primo dele. Sentiu-se mais uma vez, deixada de lado. 
“Goku, eu preciso ir embora, bebi demais e estou cansada. Você pode me emprestar o dinheiro pro táxi? Meu cartão ficou lá dentro com o Vegeta”.
“Já vai embora? Vegeta vai ficar preocupado com você.” 
"Duvido muito, ele deve estar ocupado agora… Prometo que eu te pago depois”. 
“É porque aquela garota beijou ele? Não sei se você viu, mas o Vegeta tentou se livrar dela. Ele não é muito bom nisso.”
“Até parece”, Bulma pensou. Antes que ela respondesse Goku, a porta se abriu e uma música acelerada saiu lá de dentro. 
“Ah, achei vocês”. A porta se fechou atrás de Vegeta, silenciando a música. Seu olhar se alternou entre Bulma e Goku. “O que aconteceu, está tudo bem?”
“Eu precisava tomar um ar”, Bulma respondeu. Goku franziu a testa como se fosse dizer alguma coisa e Bulma o olhou por um momento e em seguida abaixou a cabeça, “não conta nada, por favor”, ela pensou. 
“Ela me pediu dinheiro pro táxi. Viu você beijando aquela loira e queria dar no pé”, Goku contou. Bulma não sabia se relaxava ou ficava ainda mais tensa diante daquelas palavras. Goku a fizera parecer possessiva e emotiva, e ela achava que não tinha o direito de ter esse tipo de sentimento para com Vegeta.
“Você ia embora? Assim, do nada?” Vegeta perguntou com incredulidade na voz. 
“O que você queria que eu fizesse, Vegeta? Achei que você…. e ela…” Bulma falava enquanto fitava o chão, de cabeça baixa. 
“Não!” Vegeta responde ainda incrédulo, “Porque acha que eu faria isso? Porque acha que eu faria isso com você por perto? Ela me beijou e eu não correspondi, no mesmo momento a afastei. Precisa confiar mais em mim, Bulma”. Ele a segurou pela cintura e a puxou para perto de si. Aquele cheiro, aqueles braços em torno dela. Um paraíso. Bulma não queria se sentir frágil, não queria parecer uma garotinha tola. Estava se sentindo idiota por sentir ciúmes e mais ainda por aceitar tão fácil as desculpas dele, mas o que poderia fazer? Eles não tinham nenhum relacionamento. E aquele cheiro… Aquele cheiro que ela amava nele… Bulma fechou os olhos e se deixou cair sobre ele. 
“Quer entrar?” Ele perguntou.
“Não”, respondeu ainda ríspida. A adrenalina disparou pelo seu corpo, enrijecendo cada músculo que o abraço relaxara. Não queria encontrar a mulher loira novamente e estava ciente que por ora, bastava de bebidas alcoólicas. 
“Vamos embora então”. Se despediram de Goku e saíram da boate. 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...