História Como Perder um Alfa em 10 Dias - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Abo, Alfa, Beta, Chansoo, Exo, Hunhan, Kaibaek, Ômega, Revista
Visualizações 212
Palavras 1.360
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


EU SEI EU SEI EU SEI
PODEM ME MATAR QUE HOJE EU DEIXOOO
EU to muuuuuuuuuuuuuuuito atrasada, mas eu tenho uma explicacao
Meu fim de semana foi muito corrido e a semana está sendo igual, por isso só arranjei um tempinho agora, me perdoem
Esse cap é assim mesmo curtinho e vocês vão entender o porquê lá no final
Mas olha o lado bom, o p'róximo fim de semana já tá ai!
Boa leitura e me perdoem mesmo!

Capítulo 12 - Coluna


Fanfic / Fanfiction Como Perder um Alfa em 10 Dias - Capítulo 12 - Coluna

 

 

Coluna

 

Como perder um alfa em dez dias

 

O que fazer para conquistar um alfa é muito fácil. Parecer alguém gentil e muito atraente. Uma pessoa com que ele possa contar do início ao fim, porque eles vão querer alguém belo, dedicado, prazeroso ao ficar do lado e, principalmente, alguém que lhes ofereça liberdade.

O primeiro dia é baseado na conquista. Então digamos que é mais a atração que deve contar. Pode rolar alguns toques, mas não facilitar pode ajudar em um segundo momento, porque não se pode parecer muito fácil, mas com um toque de querer mais é sempre bom.

Não se pode esquecer de planejar algo que vá fazer se encontrarem novamente.

Durantes os três primeiros dias você deve ser algo agradável de se ter ao lado, porque a primeira impressão é a que fica.

Contudo, ao se passar disso, tudo o que não se deve fazer é ser pegajoso. Alfas são institivamente pessoas que gostam de ter alguém ao seu lado, mas que lhe dê espaço o suficiente para viver.

Então, se quer perder aquele alfa que tanto gosta é só não invadir seu espaço, fazê-lo comer coisas que não gosta, perder o jogo que tanto ama...

Nada de presentes que você sabe que ele irá esquecer, não tentar empurrar goela abaixo seus sonhos de família e não lhe dar algo que não passou em sua cabeça como um bichinho de estimação.

Para ter um bom relacionamento com o tão sonhado alfa, é só ser uma pessoa amiga, fazer coisa que os dois vão gostar: comer juntos algum doce, aprender uma nova modalidade (como andar de moto) e acima disso, estar pronto para se entregar quando estiver seguro de si. Acidentes podem acontecer se a preparação não estiver em ordem.

 

Observações do jornalista:

Eu perdi o cara mais incrível que eu já conheci. O único alfa que me fez ver que nem todos são uns grandes aproveitadores. A pessoa que parecia se importar comigo eu fiz questão de manter longe por medo.

Talvez eu realmente gostasse dele. Talvez não, eu gostava, e muito.

Eu demorei para perceber e aceitar que em tão poucos dias eu me deixei levar por um sentimento maior que eu poderia querer. A princípio era apenas mais uma matéria, não havia com que me preocupar, mas eu estava enganado.

Ao longo dos dias eu me vi pensando no alfa que me tratava com todo respeito e carinho que já ganhei.

Eu me fingi de vegetariano, de manhoso, entretanto, sempre fora muito difícil manter uma máscara que não me pertencia. Eu nunca fui daquela forma que só chorava e reclamava de tudo que ele fazia. E se tem uma coisa que eu me arrependo é de não ter comido a janta que ele preparou com tanto carinho e que tinha uma cara maravilhosa.

Nos últimos dias eu consegui ser eu mesmo. E particularmente falando, foram os melhores dias que eu já vivi.

Eu conheci um pouco de um sentimento tão abominado por mim.

 

-E bom, o resto da matéria fala dia por dia do que fazer e o que não fazer. – Kai me importunava mesmo eu dizendo que não queria ler aquela revista. Eu não queria mais saber daquele ômega. – Acho que deveria parar um pouco de ser orgulhoso e saber o que ele falou sobre você. A cada dia tem uma observação do jornalista.

Olhei o fuzilando. Por que ele ainda insistia?

Nós estávamos no meio da gravação da propaganda de Yixing que dançava no fundo preto que seria mesclado com algumas joias à venda. Nós tínhamos conseguido o contrato com o senhor Kim e minha promoção estava ali, nas minhas mãos.

Era eu quem estava dirigindo tudo, eu devia estar feliz, mas não. Eu não estava completo e eu não sabia dizer o porquê.

Uma depois já havia se passado desde o fiasco daquela noite e eu segui com minha vida mesmo sabendo que havia sido usado para uma matéria;

Eu sinceramente achei que poderíamos ter um futuro.

-Eu não quero ver que eu realmente estou sendo citado por uma pessoa que não vale minha atenção. – Falei para Jong In que bufou irritado jogando a revista em cima do meu notebook que eu escrevia para Kris que desejava saber como andava as gravações. – Por que está tão insistente?

-Porque está escrito na sua cara. – Ele negou algumas vezes com a cabeça. – Está aí, pode jogar no lixo se quiser. Se eu não me engano o cio dele já passou, deveria ir atrás. E não vem querer mentir para mim dizendo que não. Tchau, vou encontrar com o dumbo para almoçar.

Kai parecia nervoso quando saiu dali e de verdade não entendi o motivo.

Respirei fundo quando o diretor deu quinze minutos de pausa para Yixing trocar de roupa.

Ele ainda tentava alguma coisa comigo e duvidava se ele realmente gostava do senhor Kim que estava bancando toda aquela linha de joias só para arrecadar dinheiro para o studio de dança do beta.

Quando o salão ficou vazio eu abri aquela edição com um alfa na capa mostrando que realmente o nome da revista fazia jus ao que pregavam.

1◦ dia

“No primeiro dia eu deixei que ele me beijasse, mas não porque ele queria. Porque talvez eu também precisasse daquilo. O alfa era muito sedutor e acabei me encantando por aquele sorriso.”

Acabei me lembrando de tê-lo levado para meu apartamento e ele parecia admirado com o tamanho. Eu não havia entrado em sua casa, então não saberia dizer se era menor que a minha. LuHan realmente estava confortável com tudo que acontecera, porque como ele mesmo havia dito, tinha planejado esquecer as coisas ali para que eu visse as entradas do jogo dos Lion’s. Espertinho.

Ri comigo mesmo me lembrando daquele desastre de jogo.

2◦ dia

“Na manhã do segundo dia eu esperava que ele me ligasse, entretanto, o alfa fez melhor que eu imaginei. Mandou flores com um bilhete que me deixou sorrindo pelo resto do dia. O apelido que ganhei naquele pedaço de papel realmente foi criativo e me vi embriagado por ele o restante dos dias que passei ao seu lado”.

Então ele gostou das flores. Havia sido uma jogada de mestre, confesso.

Umedeci meus lábios com receio de continuar lendo. Era complicado ler seus últimos dez dias estampados numa coluna de revista sendo a matéria principal.

LuHan havia virado minha rotina.

Algumas fotos eram espalhadas ao longo dos escritos e algumas dicas de o que fazer e o que não fazer. Pelo jeito, havia para ômegas e betas, mas não fiz questão de ler aquela parte. Estava interessado apenas nas observações do jornalista de cada dia.

3◦ dia

“Foi o único dia que realmente me preocupei com o alfa. Violência nunca fora listado por mim. Eu nunca pude imaginar que ele seria socado daquela forma e eu tive medo. Medo por ter sido algo grave. Pela primeira vez eu senti algo estranho.”

-Foi um belo soco, devo dizer. – Falei comigo mesmo me lembrando da noite do cinema.

Tinha sido um desastre mesmo. LuHan provocou, concordo.

Eu continuei a folhar a revista encontrando algumas revelações do ômega que me impressionou terem sido publicadas com o consentimento de Zitao, mas querendo ou não era só mais um nome que caía na graça do povo por falar certas verdades. Queria audiência, isso era fato.

Mas a última observação que encerrou a coluna me deixou um pouco impressionado.

“O último final de semana que vivi ao lado do alfa só me fez enxergar o que era o óbvio. Aquilo que eu não queria aceitar. Que eu o perderia por uma escolha minha.

Pela primeira vez alguém foi legal comigo. Respeitou a mim e não fui machucado fisicamente quando o clima esquentou. Aquele alfa tem o meu respeito e eu o perdi para sempre. Como perder um alfa em dez dias me trouxe muitas experiências que levarei para minha vida. Boas ou ruins a gente aprende que não se deve magoar se não quiser ser magoado.

Eu menti e não posso culpá-lo.

Para perder um alfa em dez dias é apenas necessário não se apaixonar e fazer todos os itens apontados.”

 -Apaixonar?

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...