História Como perder um homem em 10 dias - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias EXO, Red Velvet
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Irene, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin, Yeri
Tags Comedia Romantica, Exo, Red Velvet, Taoris, Yaoi
Visualizações 35
Palavras 1.750
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais uma atualização pra vocês mores meus ❤❤❤❤

Capítulo 5 - Ele deu inicio ao plano


Fanfic / Fanfiction Como perder um homem em 10 dias - Capítulo 5 - Ele deu inicio ao plano

No dia seguinte, Huang encontrou com as garotas no atelier para escolher os crokies das roupas da Linda Fargo, estava alucinado por conta do casamento das estilista, teria que sair tudo conforme o planejado mas as meninas queriam todos os detalhes da noite com Yifan, inclusive os mais sórdidos.

- Conte tudo Tao e não esconda nada.    – Irene abriu um sorriso de canto a canto para saber o que havia acontecido.

- Ah na hora do almoço eu conto.

- Não senhor. Pode contar tudo agora.

- Nene nós estamos trabalhando agora. Na hora do almoço eu conto.

- Pelo visto não passou de uns beijos né. – A morena brincou e acabou sendo encarada séria por Tao que preferiu se conter e não responder, o que não havia necessidade já que Irene tinha razão.

Escolheram as peças e tecidos para toda a vestimenta do casamento, ZiTao fechou com a companhia de costura, e dali foram para o almoço, as meninas estavam sedentas para saber sobre o que não tinha acontecido nada demais.

- Conta Huang, queremos saber tudo. – Yeri perguntava enquanto mal se sentou na mesa do restaurante em que escolheram para almoçar.

- Bom, ele tá no papo.

- No papo como? Você deu pra ele?

- Lógico que não louca! Me chamo Huang ZiTao.

Irene fez um bico reprovando o que o melhor amigo havia dito, o mesmo sorriu pegando a mão da morena e a beijou. – Me desculpe amiga, falei sem querer, sem pensar.

- Eu sei que fiz muito errado em ir pra cama com o Jongin no início tá. Não precisa me lembrar que sou uma idiota.

- Você não é idiota Nene, só é inocente demais. Bom querem ou não querem saber o que rolou?

- Claro que queremos. Conta.

- Então, quase rolou.

As garotas gritavam feito loucas no restaurante, Tao teve que chamar a atenção delas para pararem de passar vergonha.      – Duas malucas. Não sei onde eu estava com a cabeça de fazer amizade com vocês sinceramente. – Falou após sorrir, mesmo que fossem malucas, Tao considerava a amizade delas como única.

- Porque quase rolou e não rolou? - Irene perguntou encarando o garçom que os servia, muito bonito por sinal.

- Nene, eu não vou transar com ele, nem sei quem é mas que ele beija como um ator de cinema, ah isso sim.

- Mas os beijos do cinema não são falsos? - Yeri perguntou coçando a cabeça fazendo aquela cara confusa arrancando risada do moreno e da amiga.

- São Yeri mas tipo aqueles beijos de tirar o fôlego sabe? Que te deixa voando sem cair? Então...

As duas o encararam sérias, debruçaram na mesa esperando o garçom sair para falarem.

- Huang ZiTao, pelo amor que você tem ao seu coração e a sua vida, não se apaixone por esse cara hein!    - Irene falava com um garfo na mão como se o ameaçasse, hipoteticamente.

- Irene amor da minha vida todinha, você está falando com o cara que tem um iceberg no lugar do coração, boneca. Não se preocupe.

ZiTao sorriu e de repente, seu celular tocou.


Ligação On

- Alô! Eu falo com o senhor Huang ZiTao?

- Sim, ele mesmo. Quem deseja?

- Wu Yifan sempre ao seu dispor.

ZiTao riu tentando segurar a gargalhada, então colocou o telefone no viva voz para que as meninas ouvissem a conversa.

- Olá Wu, como vai?

- No momento indeciso ainda mas podemos mudar isso.

- É mesmo? E como? - Tao sorriu fofo tentando não parecer empolgado mas as meninas deram um tapa em seu braço para que ele voltasse a si.

- Você esqueceu sua carteira aqui em casa e o meu colega desastrado Minseok acabou a derrubando do chão e a mesma quebrou o botão.

- Ah.... Eu não acredito que ele quebrou o botão da minha carteira? - Falou segurando o riso e cochichou com as garotas: - Ele achou os ingressos pro concerto do Oasis, tenho certeza.

- Sim ele quebrou e irá te comprar outra, é só dizer onde comprou. – Ouviram Yifan dar um tapa no colega que pediu desculpas pelo que fez e caíram na gargalhada tentando disfarçar, o que já era quase impossível.

- Que bom, fico feliz em saber mas essa carteira, ganhei do Versace então, não sei onde ele a comprou.

- Entendo mas Minseok irá comprar outra para você. Não se preocupe.

- Obrigado pela gentileza.

- Então, você precisa pegar seus documentos, cartões de crédito, dinheiro e os convites para o concerto do Oasis. É o pré retorno deles não é?

ZiTao riu mais uma vez mas logo mordeu o lábio inferior olhando para as meninas que faziam sinal para chama-lo pra ir no show. Pensou um pouco e falou com o outro que estava um tanto afoito do outro lado da linha.

- Você... você quer ir ao concerto comigo?

- Adoraria. Te pego em casa?

- Pode ser. Anota o meu endereço.

E o Huang passou o seu endereço para Yifan que anotou feliz da vida.

- Te pego às 8 da noite então. Até mais tarde.

Ligação Off


Irene e Yeri olhavam para ZiTao sorrindo, ele teria que colocar seu plano em ação e não mediria esforços para isso.

- Vá lindo, perfeito e maravilhoso. Você tem que arrasar com esse cara. – Irene falou comendo um petisco que o garçom bonito havia trazido.

- E você não conhece o seu melhor amigo não é? Desde quando eu jogo para perder Nene? Me aguardem...


(...)

Huang se preparava para o concerto da sua banda de rock favorita, colocou uma camisa de manga ¾ cor champanhe, com a gola levantada, uma calça jeans escura, com detalhes rasgados nas coxas, sapato preto tão maravilhoso quanto a satisfação de dar início ao martírio de Yifan.

Ajeitou os cabelos enquanto se olhava no espelho, cantarolando Stop Crying Your Heart Out.


“Cause all of the stars

Are fading away

Just try not to worry

You'll see them some day

Take what you need

And be on your way

And stop crying your heart out

Get up (get up)

Come on (come on)

Why're you scared? (I'm not scared)

You'll never change

What's been and gone

'Cause all of the stars

Are fading away

Just try not to worry

You'll see them some day

Take what you need

And be on your way

And stop crying your heart out”


Sorriu ao ver a super produção, claro que a mesma era para Noel e companhia e não para Wu Yifan, bom, assim o moreno pensava, vamos deixa - lo se iludir um pouco também pensando que não havia se rendido aos encantos do mais velho.

Pegou seu celular e mandou uma mensagem para Yifan.


[19:34:45] ZiTao: Boa noite Yifan? Já estou pronto. Vai demorar?

[19:35:21] Yifan: Não mais. Estou a caminho do seu apartamento. Desça e me espere na portaria.

[19:36:02] ZiTao: Okay. Estou descendo. Beijos.


Deu um beijo na melhor amiga que lhe desejou boa sorte e saiu, até a portaria para esperar o loiro. Minutos depois, Yifan estacionava seu carro para ZiTao entrar. O mais novo o encarou de cima a baixo, puxando lentamente o ar que mesclava com o perfume que Yifan exalava, sorriu fofo colocando o cinto de segurança e falou:

- Você está muito bonito.

- Essa produção é pra você. – O loiro não jogava para perder também e isso era fato, esticou o corpo pedindo um beijo para o moreno que retribuiu na mesma hora, deu partida no carro e foram para o local do evento.


(...)

Corria tudo bem durante o show, Tao e Yifan não escondiam a alegria de estarem ali juntos, cantavam cada música perfeitamente, era mesmo a banda favorita de ambos, porém, Tao teve que voltar a realidade e dar início ao seu plano.

- Wu, eu tô com sede. Compra um refrigerante pra mim? - Sorriu descarado sem se importar se Yifan sairia no meio do show.

- Agora? - O loiro o olhou confuso.

- É que eu tô com muita sede.

- Eles vão cantar Stand By Me. Essa é a minha música favorita.

- Então deixa, eu vou. – ZiTao sorriu já saindo do seu lugar, Yifan o segurou pela cintura não o deixando sair.

- Eu vou buscar. Espera.

Tao sorriu pela gentileza do loiro e falou:

- Quero gelado e trás canudinho tá?

- Tá bom. – Yifan saiu do seu lugar o mais rápido que conseguia indo até o bar do evento, pediu uma lata de coca cola gelada e dois canudinhos, a banda já tocava a sua música favorita e ele esperava a boa vontade da balconista que marcava um chiclete que parecia estar ali à três dias, encarou a moça a olhando com desdém, falou sentindo as orelhas queimarem de raiva.

- Moça pode ser ou tá difícil? Eu tô com pressa!

- O senhor pediu gelado estou pegando do fundo da geladeira.

- Se puder ser mais rápida eu agradeceria.

Ela deu um sorriso sem mostrar os dentes, pegou o refrigerante entregando para Yifan que saiu correndo voltando para o auditório onde o show rolava maravilhosamente bem.

- Que bom que deu tempo de ouvir o final da música. – Tao sorriu pegando o refrigerante, deu um selar nos lábios do mais velho e logo depois levou a bebida na boca. Queria testar a paciência do loiro a todo custo, então falou: - Não é diet. Eu só tomo refrigerante diet Wu. Troca pra mim?

Sorrio esticando a latinha para o loiro que bufou olhando para o palco, o mesmo voltou o olhar a ele e saiu correndo para buscar outro refrigerante antes que o show acabasse, porém, já não havia mais tempo. O show foi encerrado enquanto Yifan ainda estava no bar, encontrou Tao na saída e o encarou quando o moreno se aproximava.

- Gostou do show bebê?        - Tao foi bem sarcástico deixando a entender com quem Yifan lidava.

- Sim, adorei. Uma pena não ter curtido a nossa música juntos.    – Yifan foi mais irônico ainda sorrindo ao final da frase.

- Verdade. Quem sabe em outra oportunidade...

Entraram no carro, Yifan levou Tao em casa, o moreno irradiava alegria pelo show assistido naquela noite e Yifan permaneceu em silêncio, sorrindo hora ou outra da empolgação do mais novo.

- Posso te ligar de novo? - Yifan perguntou após dar um selar nos lábios do moreno.

- Claro. – Retribuiu o afeto saindo do carro em seguida, entrando em seu apartamento.


Notas Finais


Desculpem os erros que passaram ❤
Bjokas e até o próximo capítulo 💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...