1. Spirit Fanfics >
  2. Como poderia ter sido Frozen 2 >
  3. Capítulo 1

História Como poderia ter sido Frozen 2 - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


N.I:

Oi gente!

Sejam bem-vindos à mais uma fic,a qual a mesma foi bem pedida,muito difícil de pensar e feita com carinho e cuidado.Poucas fics me deixam insegura e nervosa,e esta aqui,é uma delas.

Por isso,peguem levem comigo e já aviso logo que não terá muita coisa no primeiro capítulo,apenas terá a introdução da história.

É isso.Espero que gostem.

Boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction Como poderia ter sido Frozen 2 - Capítulo 1 - Capítulo 1

Pov's Elsa

Observei o gelo se espalhando cada vez mais pelo o meu quarto,deixando o ambiente muito mais frio - isso não chega a ser um problema pra mim,já que o frio nunca me incomodou.

Soltei um suspiro,tentando me acalmar.

Todo o dia a mesma tortura,durante esses 10 anos.Talvez eu realmente estivesse condenada a viver aqui pra sempre,trancada com os meus poderes - o meu karma desde que me conheço por gente.

Meu nome é Elsa,sou a princesa de Arendelle e estou em quarentena no meu quarto desde os 8 anos de idade.Nasci com uma magia poderosa,capaz de manipular o gelo e a neve.De acordo com o chefe troll que vivia um pouco longe do reino,meu poder iria crescer cada vez mais.

E assim foi feito,pois os meus poderes acabaram fugindo do meu controle,fazendo-me quase matar minha irmã mais nova,Anna.Ela não se lembra do que aconteceu,mas foi isso o que fez meus pais me trancarem no quarto.

Ouvi batidas na porta,o que fez meu coração acelerar um pouco.

-Elsa?-reconheci a voz de Anna-Você está acordada?

Engoli o seco.

-Anna,vai embora-pedi-Por favor.

Ouvi ela suspirar.

-Tudo bem-disse.

Quando ouvi ela se afastando,meus olhos se encheram de lágrimas e arfei,tentando segurar o choro.

Pov's Jack

-Jack.Jack.

Fiz uma careta,ainda de olhos fechados.

-Hum?-respondi num gemido.

-Levante.Tenho uma novidade-reconheci a voz da minha mãe.

Abracei mais meu travesseiro.

-Pode falar,eu tô ouvindo...-murmurei sonolento-AÍ!-gritei abrindo os olhos e me sentei assustado,encarando minha mãe-Doeu!-reclamei massageando minha costela,onde ela havia dado um beliscão.

-Tome banho,se arrume e tome seu café rápido-pediu-Vamos para o Palácio.Deixarei Emma com a vizinha.

-Sei...-bocejei-E porque iríamos pro Palácio?

-Consegui um trabalho pra mim e pra você-relatou-E vamos começar hoje.

-Ah é?Legal-fingi ânimo.

-Não me olha com essa cara,Jackson-disse aborrecida-Não é mais uma criança.Já está na hora de começar a tomar um rumo em sua vida.

Ela se afastou e eu suspirei,levantando da cama.

Meu nome é Jackson Overland Frost,mas gosto que me chamem de Jack.Tenho 18 anos e moro na parte mais humilde do reino de Arendelle,junto com minha mãe e minha irmã caçula de 8 anos,Emma.

E agora,vou começar a trabalhar no Palácio,uma coisa empolgante - leia isso com tom de ironia.

(...)

Após deixarmos Emma na vizinha,eu e minha mãe fomos até o Palácio.Quando chegamos,mamãe entregou um papel à um dos guardas,que nos encaminhou por um caminho que era usado pelos criados.

Confesso que o Palácio me deixava...intrigado.O rei e a rainha mantinham os portões do castelo fechados há 10 anos.Qual é o motivo?Era uma coisa que eu e todos de Arendelle queríamos saber.

Eu e minha mãe encontramos a governanta do castelo,que disse que iríamos ajudar na cozinha hoje.Eu descasquei muita cebola,o que arrancou algumas lágrimas desnecessárias dos meus olhos.

Quando aprontamos o almoço para a família real,chegou a nossa vez de comer e como tínhamos alguns minutos de descanso,saí de fininho da cozinha e comecei a caminhar pelos corredores e escadas do castelo.

Só que essa minha brincadeira,acabou fazendo eu me perder.

-Ah...minha mãe vai me matar!-sussurrei aflito olhando para os lados.

Continuei andando pelo corredor e passei por algumas portas que haviam ali.

Soltei um suspiro e me assustei quando o ar que saiu da minha boca,era gélido e meio branco.

Parei de andar,franzindo a testa confuso.

Clima frio?Mas ainda nem é inverno.

Virei-me,prendendo o olhar em uma das portas por qual passei.Vi que saia um ar gélido por baixo da porta - igual o que saiu pela minha boca.

O que será isso?

Me aproximei daquela porta,cada vez mais curioso,como se houvesse algo que me puxasse naquela direção.

Assim que fiquei em frente à porta,senti o ar gelado nos meus pés - apesar de estar com sapatos.

O frio vinha dali,mas...porque?

Estendi minha mão em direção à maçaneta,pronto para descobrir.

-Jackson!

Paralisei ao reconhecer a voz.Tô ferrado.

Virei-me imediatamente,vendo mamãe parada no fim do corredor,com as mãos na cintura e a expressão irritada no rosto.

-Eu te procurei por toda a parte!-alegou-Vem,temos que voltar ao trabalho!

Voltei meu olhar pra porta e soltei um suspiro,me afastando e obedecendo minha mãe. 


Notas Finais


N.F:

TRAILER DA FIC:
https://youtu.be/-u1qZStP9Y8

O que acharam?Se puderem,anunciem essa fic para quem gostar da categoria.Vamos mostrar pra eles porque shippamos Jelsa hahaha.

Até!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...