História Como Sair da Friendzone (Imagine Jung Hoseok - BTS) - Capítulo 3


Escrita por: e J-Jeongguk

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink, EXO, G-Friend, Got7, Red Velvet, TWICE
Personagens BamBam, Irene, Jackson, Jeon Jungkook (Jungkook), Jinyoung, Joy, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Mina, Momo, Oh Se-hun (Sehun), Park Jimin (Jimin), Sana, Wendy, Yeri, Yuju
Tags Bangtan Boys (BTS), Essiene, Fluffy, Friendship, Friendzone, Hobi, Hoseok, Imagine, Irene, Jeongguk, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Joohyun, Jungkook, Lalisa, Lisa, Mina, Momo, Momogi, Namjoon, Romance, Sana, Sehun, Springtae, Taehyung, Yoongi, Yuju
Visualizações 62
Palavras 1.766
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Fluffy, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie, gente! Dessa vez atualizei a fic mais rápido hehehe.

O motivo para eu não ter demorado para atualizar é: quero voltar a escrever Vida de Idol, entretanto primeiramente quero focar nessa fanfic. Basicamente voltarei com a outra fanfic quando essa acabar, ou quando já estiver quase no final. Meu objetivo é voltar com Vida de Idol até o início de setembro, isso significa que até lá essa fanfic aqui, provavelmente, terá sido finalizada. Também significa que irei, como já disse, atualizá-la com mais frequência.

Neste capítulo basicamente detalha um pouco sobre o que o Hoseok sente pela S/n.

Nesse capítulo o Jimin apareceu. Vocês acham que ele será legal, ou será um Sehun 2.0?

Quando estava escrevendo, achei esse capítulo um pouquinho longo. Mas agora estou achando ele meio curto.

Lembrando: parágrafos completamente em itálico (aquele negocinho que faz as letras ficarem meio tortas) são pensamentos do Hoseok. >>> Apenas <<< os parágrafos que estão completamente assim, ok?

Tenham uma boa leitura!

Capítulo 3 - Amigos e uma grande dose de timidez


Sehun estava prestes à tentar me bater, todavia foi impedido por uma pessoa que entrou na frente. Me impressionei ao ver quem era.

— Sehun, deixe-o em paz! — A garota que estava em nossa frente respondeu num tom irritado, chegava à ser fofo. — Foi só um café, você pode pegar outro. Não precisa de todo esse alvoroço. Isso é ridículo! — Olhou rapidamente para mim, logo após voltou à olhar para o mais alto. — Você devia se envergonhar de fazer isso. Hoseok não teve a intenção de derrubar o seu café.

O garoto ficou calado por alguns segundos. Estava surpreso em ter ouvido aquilo. Entretanto, poucos segundos depois, voltou à manter sua postura inicial. Encarou à mim e a S/n, como se estivesse formulando uma resposta convincente.

— Eu paguei por aquele café e não pude tomá-lo. — O moreno pronunciou-se. — Gastei 5 won atoa. — Semicerrou os olhos. S/n olhou para o mesmo e, logo após, pegou 5 won de dentro do seu bolso. O garoto a olhou confuso. — O que é isso? — Indagou.

— Não está vendo? São 5 won para que você possa comprar outro café. — Revirou os olhos. — Agora deixe o Hoseok em paz. — Ela virou-se em minha direção e pegou na minha mão direita, me puxando para longe. Pude ver Sehun nos olhar com uma expressão confusa. S/n olhou para ele com uma expressão séria, depois se virou, novamente, para mim.

Senti meu coração acelerar. Eu estava ficando nervoso.

Fomos para a nossa sala de aula. Nos sentamos em nossos devidos lugares e, ela me encarou, como se pudesse ler meus os pensamentos.

— Ah, obrigado por ter me ajudado. — Respondi um pouco tímido. — Mas acho que não seria necessário você ter dado dinheiro para ele. — Cocei a nuca e olhei para os meus pés.

— Hum... — Ela me analisou, me deixando com um pouco de vergonha. — Você está estranho. — Ignorou o que eu tinha falado anteriormente. — Parece nervoso, Hobi. Aconteceu alguma coisa? — Levantou-se a se aproximou de mim, me fazendo ficar mais nervoso. S/n olhou-me com uma expressão confusa. — Você está bem?

— Estou. — Falei, olhando para as minha próprias mãos. Não queria manter contato visual, estava tímido e nervoso.

— Hoseok, olhe para mim. — Pediu calmamente. Fiz o que a mesma pediu, com um pouco de receio. — Tem certeza de que está bem? — Apenas assenti. — Hum, não é o que parece. — Franziu o cenho. — Mas não precisa dizer nada, eu mesma irei descobrir o que está acontecendo. — Afirmou com uma pose confiante. Quando S/n queria saber de alguma coisa, ela conseguia descobrir.

Pouco tempo depois, a aula iniciou-se. Fiquei mais aliviado, pois não precisaria continuar conversando.

Qual é o meu problema? Estou parecendo o Jungkook, quando fica perto de garotas.

Bufei frustrado. Peguei meu trabalho de história e entreguei-o para a Senhora Lee. Como não havia mais nada para fazer, apenas abaixei minha cabeça, pondo-a entre os antebraços. Estava pensativo e o nervosismo havia sumido. Fechei os olhos, pensando no tempo em que eu tinha apenas oito anos e não tinha nenhuma preocupação — além de ter que esperar até às duas horas de tarde para assistir desenhos animados —, bons tempos.

Fiquei assim por apenas alguns segundos, depois abri os olhos e observei o local. A aula estava chata, na verdade, aquilo não deveria nem ser considerado uma aula. A professora havia saído da sala e não tinha ninguém para tomar conta dos alunos e supervisionar o que ocorria, até porquê estávamos sem representante de turma. Novamente suspirei. Naquele momento, minha única vontade era estar em minha casa.

Alguns minutos se passaram e eu, assim como todos os outros alunos, continuava com tédio.

Que saco.

Por um momento, eu queria que a professora entrasse na sala de aula e passasse alguma atividade, pelo menos desse jeito teria algo para fazer.

Olhei para o lado esquerdo e vi Namjoon com uma expressão tediosa.

— Quando a Senhora Lee voltará? — O mais alto perguntou para si mesmo, entretanto pude ouvir.

Enquanto esperava a professora chegar, resolvi pegar meu caderninho que utilizava para escrever minhas ideias — e também anotações relacionadas a S/n. Vocês podem estar pensando "Ai Hoseok, isso é tão desnecessário! Você deveria falar logo para ela o que sente", mas não é assim tão fácil, meus caros. Há pessoas — assim como eu — que simplesmente não conseguem fazer isso com tanta facilidade. "Ai, então por que você fez esse 'passos'?", a resposta é bem simples, porém ao mesmo tempo é bem complexa de se explicar. É essencial que vocês entendam que tudo o que ocorreu foi consequência de uma coisa chamada "timidez", na qual me fez não ter tanta coragem de falar tudo o que sinto. Entretanto, isso mudou por causa de... Ah, é melhor não revelar agora, seria basicamente um spoiler. 

Voltando ao assunto principal: a "aula" estava um tédio, por isso peguei, com já disse, meu caderninho. Quando o abri, um papelzinho acabou caindo, nele estava escrito:

"Se você realmente gosta dela, não desista. Sei que pode parecer difícil e a timidez pode te atrapalhar um pouco. Mas, apesar disso, você não deve, em hipótese alguma, desistir".

Arregalei os olhos ao ler tais palavras. Quem raios tinha escrito aquilo? E como sabia da minha paixão?

Tentei deduzir quem tinha escrito aquilo. Namjoon? Yoongi? Joohyun? Era difícil adivinhar. Estava tentando descobrir, como um detetive, mas por estar numa sala de aula, sentado, era um pouco complicado. Por isso, resolvi tentar descobrir em uma outra hora.

Passaram-se oito minutos — eu contei — e, quando eram aproximadamente dez e trinta e oito da manhã, a Senhora Lee voltou de sei lá onde e disse que iria nos dar um aviso.

— Então, como todos vocês sabem, não há um representante de turma nesta sala de aula, nem em algumas outros. Pensando nisso, o Conselho Escolar decidiu abrir uma eleição. Basicamente será como se fosse uma eleição de verdade, entre gorvenadores, é como se cada sala de aula fosse um Estado; haverá um líder e um vice-líder, que representarão cada turma, como se fossem governadores. Duas duplas irão concorrer para o cargo de representante e vice representante de turma. Interessados?

Imediatamente Namjoon levantou sua destra.

— Eu! — O moreno respondeu com total animação, diferente de como estava há uns minutos atrás.

— Hum, ok. — A professora anotou o nome do garoto em um bloco de notas. — E quem será o seu vice? — Arqueou as sobrancelhas.

— Hum... — Parou para pensar um pouco. Ele olhou para mim, como se quisesse dizer "E aí, bro, o que acha de ser meu vice?". Porém, neguei, balançando a cabeça. Joonie bufou e olhou para Jimin, que logo sacou o que estava ocorrendo.

— Namjoon? — A Senhora Lee o chamou. — Então, já está decidido quem será o seu vice?

— Sim, será o Jimin.

— Kim Namjoon e Park Jimin. — Murmurou. — Anotado. Mais alguém?

— Eu, professora! — Sehun afirmou, levantando sua mão esquerda. Semicerrei os olhos. — E o meu vice será o Jinyoung.

Olhei para o garoto com desgosto, simplesmente não conseguia ter uma conversa decente com o moreno; sempre acabava em discussões ou as conversas eram sarcásticas de um modo rude. Saber que Sehun poderia se tornar representante de turma era um pesadelo, certamente ele teria uma "marcação" comigo e me trataria mal — como sempre, porém numa escala maior. Praticamente seria um tirano da sala. Ou um ditador; nós do Segundo ano A iríamos viver praticamente numa "ditadura escolar", comandada por Oh Sehun. Céus, seria um caos!

— Ok. Agora já temos duas duplas formadas. — Respondeu a professora. Se ela soubesse como Sehun realmente, provavelmente não iria deixar que ele se candidatasse.

[...]

Após um certo tempo, o intervalo havia se iniciado. Guardei meus materiais e esperei Namjoon fazer o mesmo.

— Dessa vez o Jimin irá com a gente, tudo bem para você? — Respondeu assim que terminou de por seu estojo no armário, esse era o último item que faltava para guardar.

— Sem problemas.

Jimin sorriu fraco, parecia estar meio tímido. Ele andou conosco até o refeitório, onde já estava um de meus amigos, Yoongi. Assim que pegamos nossos lanches, fomos nos sentar perto de Yoongi hyung.

Peguei meu sanduíche de presunto e dei uma mordida, saboreando cada pedacinho. Estava uma delícia.

— Então... — O mais alto pronunciou-se. — O que vocês acham de ter mais um integrante em nosso grupo de amigos?

— E quem seria? — Indagou o mais velho.

— Jimin. — Afirmou, apontado para o garoto que estava do seu lado.

— Por mim está tudo bem. — O hyung respondeu de forma despreocupada.

— Concordo com Yoongi hyung. — Respondi. Não haveria problema algum em Jimin ser nosso amigo. Apesar de não ter tido muitos diálogos com o loiro, eu sabia que ele era um cara gentil e amigável. Por essa razão, até que seria legal vê-lo no nosso círculo de amizades.

— Então está decidido, Jimin irá andar com a gente. — O Kim afirmou, sorrindo de forma amigável.

Olhei para o Park, ele estava sorrindo de maneira fofa, fazendo um eye smile.

— Além de mais, Jimin pode te ajudar com aquele lance, Hoseok. — Rapidamente entendi o que ele quis dizer. — Não se preocupe, ele é confiável, não vai sair revelando isso para a escola toda. — Suspirei aliviado. — Jimin conseguiu conquistar a namorada de um jeito... Fofo.

— Exatamente. — Finalmente o garoto se pronunciou. — Eu gosto da Min-hee há bastante tempo, mas nunca tinha coragem para revelar meus sentimentos. Porém, um dia tive umas ideias que me ajudaram com isso. Agora, nós namoramos há quase um ano. Posso te ajudar, se você quiser, é claro.

Me virei para olhar para S/n — que estava sentanda em outra mesa com Nayeon, Momo, Sana e Mina —, foi quando percebi que ela já estava me observando. Senti minhas bochechas esquentaram, novamente estava corado. Rapidamente voltei a minha atenção aos meus amigos, em especial para meu novo amigo.

Minha atenção foi voltada, principalmente, para Park Jimin, que me observava, esperando uma resposta. Mordi o lábio inferior, pensando em algo para responder.

— Eu aceito sua ajuda. — Finalmente falei.

— Ótimo. Sinto que seremos bons amigos. — O mesmo se aproximou e inclinou sua mão, para que eu apertasse-a, e assim fiz.

Naquele momento tive a plena certeza de que Park Jimin seria um ótimo... Aliado.


Notas Finais


Perguntinha rápida: vocês estão gostando da estória? Ou acham que eu devo mudar algo?

Jimin irá aparecer com bastante frequência

No finalzinho tem uma pequena referência, perceberam?

Divulgações de fanfics da @parkminhee_1:

• Admirador Secreto:

https://www.spiritfanfiction.com/historia/admirador-secreto--imagine-park-jimin--bts-16293644

• Best of Me:

https://www.spiritfanfiction.com/historia/best-of-me--jeon-jungkook--bts-15864093

• Sou um amigo imaginário:

https://www.spiritfanfiction.com/historia/sou-um-amigo-imaginario-16790946

• Trailer de Admirador Secreto:

https://youtu.be/Owlt0nWWdug

• DNA está chegando em 1 bilhão de views, vamos fazer stream para que chegue logo. Os meninos ficariam felizes:

https://youtu.be/MBdVXkSdhwU

Essa capa tá muito linda, vou ficar enaltecendo direto porque sim. @ggukys suas capas são MUITO lindas <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...