História Como sempre esteve -- Miraculous Ladybug - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Gabriel Agreste, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug)
Tags Adrien Agreste, Drama, Ladybug, Marinette, Miraculous, One-shot
Visualizações 103
Palavras 286
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Como sempre esteve -- Miraculous Ladybug - Capítulo 1 - Capítulo Único

E ali estava novamente, chorando entre soluços baixos na escuridão do seu quarto.

Adrien desejava muito a presença da mãe naquele momento. Seria tudo mais fácil se ela não tivesse ido embora; seu pai não seria o homem que infelizmente é hoje. Lembrou das palavras dele, uma facada pior que a outra no seu coração.

Parou de pensar no assunto e se distraiu -ou pelo menos tentou- com a primeira coisa que viu no quarto.

Uma foto de Ladybug.

Ele sabia que ela nunca daria uma chance à ele, mas não conseguia parar de amar o jeito dela de ser. Achava que não tinha ninguém no mundo com uma personalidade tão cativante quanto ela.

Estava apaixonado, afirmou entre outro suspiro, dessa vez desanimado.

Escutou algo vindo da janela e se virou assustado, dando de cara com uma joaninha.

"Ladybug?" Sussurrou, incrédulo.

Ela andou até ele, observando como o garoto estava com as bochechas levemente vermelhas de vergonha.

Ela se sentou do lado dele na cama, e involuntariamente ele deitou sua cabeça no colo dela enquanto a mesma passava as mãos no cabelo loiro, fazendo um carinho leve ali.

Olhou para a heroína, que tinha um sorriso tranquilizante no rosto, e sentiu uma lágrima grossa deslizar pelo rosto dele.

Longos segundos, minutos -talvez até horas- se passaram e eles continuavam ali. Era um silêncio confortante enquanto um olhava para o outro.

E então percebeu que, enquanto estivessem juntos, nada de ruim poderia acontecer.

Porque eles eram a criação e a destruição; a vida e a morte;

O gato e a joaninha.

Adormeceu por alguns minutos, e quando acordou o sol já estava nascendo.

Se virou, esperando ver Ladybug, mas o lugar que ela ocupava na cama não estava bagunçado; pelo contrário, perfeitamente arrumado.

A janela que ela entrou, fechada, como antes.

Estava sozinho.

Como sempre esteve.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...