1. Spirit Fanfics >
  2. Como tudo devia ser (Clexa ) >
  3. Cap 15

História Como tudo devia ser (Clexa ) - Capítulo 15


Escrita por:


Notas do Autor


Ai ai ...

Capítulo 15 - Cap 15


Fanfic / Fanfiction Como tudo devia ser (Clexa ) - Capítulo 15 - Cap 15

 os meses se passaram e por mais que Clark tentasse demonstrar confiança na Comandante era muito difícil, o fantasma da morte de todo seu povo  lhe roubavam os sonhos ,  Abby e Raven tinham seguido com suas vidas Clark  não recebia visitas sabia que o que sua mãe e Raven teriam  de volta não era aquilo que elas esperavam

Clark era  tao temida  quanto a furia do mar em uma   tempestade,  depois de sua volta a grande torre de polis todos a temiam,  se antes  era considerada a grande Wanhaeda, hoje todos a temiam mas que a propia morte  tornando-se a cada dia uma mulher mais fria se escondendo dentro dos corredores de pólis,  lexa sentia-se culpada pela degradação de sua amada Clark ainda se recusava deitar-se com a Comandante não se sentia pronta para voltar a cama qui Um dia teve amor de lexa e que tambem  teve medo de Lexa morrer em  seus braços

 lexa continuou os treinamentos de Clarke encarregando-se de que ela mesma treinaria a loira que a cada dia ficava melhor. guerreiros clamavam por Clarke à frente de seus exércitos Azgeda tentava todos os dias uma negociação Em troca da Comandante da morte , uma lenda havia se formado em torno da história de Clark aquela que desceu do céu destruiu a montanha e Sobreviveu ao gelo do Norte, a união que antes era temida entre a comadante do sangue é a comandante da Morte hoje era clamada e esperada por todos os 12 Clans. 

  acreditavam que quando os dois maiores comandos do mundo se unissem todos os povos e terras antes nunca conquistadas se curvariam o poder das comandantes

a cada treino assistido por conselheiros e embaixadores ficava mais claro a sede de sangue de Clark, a menina havia se tornado uma das maiores guerreiras coalizão

- Clark

lexa entrou no quarto de Clark deparando-se com a loira deitada na cama lendo um dos livros das história dos povos trikus estava empenhada em conhecer tudo sobre os 12 clãs, Lexa gostava muito de assistir a Clark lendo seus livros Afinal era um dos poucos momentos que se era possível ver seus olhos brilharem dando asas à imaginação e aprofundando-se na história de um povo que hoje clamava por seu comando

- Oi lexa, desculpe você estava ai a muito tempo ... precisa de alguma coisa? 

 - Nao

Lexa diz sentando-se na ponta da cama

- apenas parei um pouco para lhe admirar... Sinto que quase vejo um sorriso brotando no canto dos teus lábios quando está viajar nos livros

 as bochechas de Clark um tom avermelhado revelando a timidez da loira

-Ate parece que veio aqui. apenas fazer gracinhas.

erguendo o livro para que cubra seu rosto Clark diz escondendo-se do Olhar divertido de sua Comandante

-certo confesso que não vim apenas para te admirar, tenho um convite a fazer Wanheda.

- hummm , um convite ? a Comandante faz convites? pois quando se convida dar-se lugar para uma recusa! eu tenho a escolha de ir ou não?

Clark diz em uma tentativa de irritar Lexa

-Nao , mas eu Gostaria que me acompanhasse em uma caçada estamos próximas às vésperas do festejo em comemoração a Alianças dos Clãs e fazer uma caça nessa data é uma tradição Então gostaria que me acompanhasse nela


- Ah sim então vamos ignorar o fato de que você necessita muito da minha presença...e vamos agir como se eu fosse apenas para proteção do meu comandante, ou para companhia da mesma ...

- Claro Será uma honra ter lhe como minha acompanhante Wanheda !

 -certo então eu aceito seu convite desde que permita que vá com um Arco ou espada estou cansada de ir em seus passeios desarmada é o mesmo que dar doce e não me dar água, me deu tanto treinameno é ainda assim permite que eu fique vulnerável

 durante o tempo que Clark ficou na cidade de polis lexa fez questão de leva-la para conhecer todos os outros clãs, mas em nenhuma das viagens permitiu que a loira estivesse armada

 não por medo do ataque da loira mas para lhe proteger sabiq que qualquer um que a vê-se armada durante o tempo que Clark ficou na cidade de polis lexa fez questão de leva-la para conhecer todos os outros clãs, mas em nenhuma das viagens permitiu que a loira estivesse armada poderia imaginar uma ameaça e atacar a loira , Clark tinha sido muito insistente nessa questão nos últimos tempos, mas Lexa até agora tinha sido irredutível

 mas dessa vez Clark iria para uma caçada estaria não só exposta aos homens mas também aos perigos da Floresta , Lexa estava decidida que a Loira ficaria muito bem protegida não apenas por guardas Mas pelo arco, flecha e adagas o medo da Comandante estava maior que antes hoje que todos clamavam e idolatravam Wanheda a frente de seus exércitos, entao Clark havia se tornado um alvo para seus inimigos

 Porem  claro que a loira não precisava saber disso .

- bom talvez se eu ganhasse algo em troca de um arco e flecha,...eu  poderia até ser benevolente e dar-lhe um....

lexa diz aproximando-se da loira aos poucos Clark a amava mas era necessário cautela em cada uma das investidas da Comandante.

 Clark deixou que a Comandante se aproximasse ansiava tanto pelo toque da morena quanto pelo ar que respira, mas não era algo tão fácil para alguém que já foi traída tantas vezes, lexa levou sua mão ao rosto de Clark fazendo uma leve Carícia com seu dedão sobre a pele macia da loira que aceitava aquele Carinho

entao Lexa toca  os lábios de Clark em um beijo calmo e apaixonado suas mãos viajaram até o cabelo da loira fazendo  carícias em sua nuca em quanto Clark deixava que suas mãos passassem em todo o corpo da Comandante, foi  então deitando-se de uma vez permitiu que o beijo  se aprofundasse Lexa pediu passagem é Clark deixou que a língua da morena invadisse sua boca causando-lhe sensações por todo o corpo , Lexa sentia dificuldade em controlar se tendo sua amada assim .

e entao Clark percebeu as mãos de Lexa invadirem sua blusa foi quando Clark empurrou Lexa de uma só vez a mandando pra fora da cama 

-Meu Deus , me descupe Lex por favor me desculpe. .

Lexa se levantava encarando a Loira a sua frente  era incrível como depois de tanto tempo e carícias trocadas Clark ainda não era capaz de permitir-se aprofundar-se nesse relacionamento lexa não queria força la a nada mas isso já estava lhe causando preocupações, afinal ate onde iria as limitações de Clark

 a morena parou por alguns segundos encarando os olhos azuis a sua frente em seguida saiu do quarto, algumas horas depois mandou um dos criados informar que sairia pela manhã para caçada e tambem lhe entregar armas é a armadura que a comandante tinha mandado fazer para presentear sua amada

  Clark se sentia destruída todas as vezes que a morena tentava aprofundar-se e ela se afastava, era doloroso desejar o toque da Comandante te-lo e não ser capaz de entregar-se de uma vez .

 na manhã do dia seguinte Lexa apareceu bem cedo no quarto da loira Que Se surpreendeu pois pensava que a morena havia desistido dessa vez , mas Lexa lhe surpreendeu informando que estava ali para lhe ajudar com a armadura , Lexa prendeu suas fivelas escondendo adagas por toda a vestimentas da Loira , entrançou os fios loiros é lhe fez uma pintura de guerra em seguida foram para o salao de refeições onde comeram em um silêncio absoluto , ao chegarem nos portões da cidade havia muitos moradores esperando para desejar-lhes desejar boa sorte!





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...