História Como tudo pode ser - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Sasuhina
Visualizações 91
Palavras 1.722
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem a demora... me falta expiração nesses últimos dias. Estou precisando de ajudar com o rumo da história caso alguém queira se candidatar a me ajudar fique a vontade para me mandar um dm . Espero que gostem !

Capítulo 11 - Sentimento confuso


Hinata...! - por um momento lhe fugiu as palavras naruto não sabia por onde começar - eu…

- veio brincar com meus sentimentos novamente ? - perguntou já nervosa e com a voz um pouco trêmula - por favor vá embora eu estou trabalhando agora.

A porta se fechou com força deixando o loiro parado estático em sua frete Sem reação. Seria o fim da linha para o loiro ,ele teria perdido Hinata para sempre ?

A grande porta de madeira clara dividia os dois como uma grande muralha, por mais que Hinata deseja-se ser forte e seguir em frente com sua vida seu coração estava partido e estava muito decepcionada a notícia de uma traição mexe muito com o emocional de alguém que ama. Uma traição dupla tanto do homem que amava quanto de alguém que acreditava ser sua amiga.

- por favor Hinata abre essa porta - em um surto de desespero Naruto começou a gritar de maneira exacerbada em quanto batia na porta - por favor eu te imploro - a morena não conseguiria aguentar aquela situação e caiu em pranto não poderia abrir por mais que deseja-se muito. Seu sentimento foi nutrido por muitos anos não é algo que se esquece de uma hora para outra - deixe-me explicar Hinata por favor !

O loiro estava ignorando totalmente o fato de que se tratava de um hospital e gritava cada vez mais alto, alguns pacientes já estavam incomodados com a gritaria. Ele berrava o nome da Hyuuga para que abrisse a porta estava em uma situação totalmente humilhante.

- Naruto ! - o grito enfurecido vinha do fundo do corredor a mulher soltava fogo pela narina e tinha sua veia saltada na testa caminhava a passos rápidos em direção do causador da confusão - pare com esse escândalo agora! O que pensa que está fazendo ?

- me desculpe shizune … eu … eu - já não havia mais palavras para explicar aquela situação.

- ouça , isso é um hospital à pessoas doentes aqui , elas precisam de silêncio. Você não pode ficar gritando feito louco no corredor - a voz da mulher de tornou calma - venha comigo, vamos conversar na minha sala Naruto.

Shizune guiou o loiros pelos corredores de paredes brancas até uma sala mais afastada. A sala era um pouco mais escura que o normal e não havia muitos móveis apenas um armário no canto do cômodo que fazia conjunto com a mesa e poltronas que ficava no centro. A mulher aguardou que o rapaz se acomodasse logo em seguida sentou onde podesse encara-lo de frente.

- me diga Naruto ? Por que estava gritando pela Hinata ? - shizune foi curta e grossa , não pretendia enrolar sobre o assunto.

- eu a-amo mas infelizmente a perdir… - disse derrotado.

- Hinata é a primogênita do clã Hyuuga, uma mulher bonita de família tradicional de sangue puro. Muito dos senhores do país do fogo já pediram a sua mão em casamento. Hiashi até então não achou que nem um deles merecia a sua filha . - o Uzumaki ouvia cada palavra com atenção - Quando Sasuke voltou a konoha não estava muito preocupado como seria o futuro de seu clã ,porém Naruto os anos passam muito rápido e cedo ou mais tarde ele precisaria se casar.

- onde quer chegar ?

- Sasuke já estava fazendo negócio com hiashi há algum tempo ele já havia escolhido Hinata dês do início - Naruto levou a mão as têmporas estava perplexo não acreditava no que acabara de houvir. - hiashi via em Sasuke o gero perfeito para o bem do clã.

- como vc sabe disso ? - perguntou nervoso.

- Hiashi não queria ariscar perder seu grande negócio e manteu tudo em segredo. Havia poucas testemunhas no casamento e eu cuidei da documentação, nem a Hokage-sama estava sabendo do casamento. - a mulher suspirou antes de terminar - eu sei o que aconteceu entre vocês dois. Ela sempre te amou Naruto , mas para ela não ter abrir a porta é por que você errou muito com ela. E sinceramente se você a machucou dessa forma e por que não deve ser digno dela.

Seu semblante estava frio e mórbido o brilho dos seus olhos azuis haviam se apagado. Eram muitas informações a serem digeridas e algumas verdades muito duras para serem ouvidas. Sem dizer ao menos uma palavra levantou do local onde estava se curvou em frete a mulher em sinal de respeito. Precisava fica um momento em paz consigo mesmo, precisava refletir.

Uchiha Sasuke on

Já era por volta do meio dia quando finalizei o planejamento das próximas missões. O trabalho no escritório do Hokage é exaustivo requer muita estratégia já que geralmente essas missão são para dês dos novos Gennin aos Chunnin e Jounnin da aldeia da folha. Coloquei os papéis em uma pasta separado por nível de dificuldade da missão e levei até a Hokage.

- Hokage-sama ? - a mulher olhava perdida para a grande janela atrás de sua mesa que estava lotada de papéis - trouxe o planejamento da missão.

- deixe em cima da mesa Sasuke . - a mulher nem se deu o trabalho de me olhar. Me aproximei da mesa e para deixar os papéis quando ouvir ela voltar a dirigir a palavra a mim - soube que o Naruto causou uma confusão no hospital de konoha hoje cedo...

- ele foi procurar Hinata ?- me sentir incomodando com aquelas palavras. O dobe já havia avisando que iria atrás dela eu já sabia que isso iria acontecer infelizmente hoje eu não tenho mais nada haver com essas histórias.

- por que não me contou sobre seu casamento com a Hyuuga ? - questionou agora me encarando seriamente.

- acho que minha vida pessoal não lhe diz respeito - não quis parecer arrogante mais não deixa de ser verdade - por mais que não seja da sua conta, eu e Hinata nãos somos mais casados . -Eu vi Tsunade respirar aliviada esquento pousava a mão esquerda no seu peito em sinal de alívio. Será que eu sou assim um homem tão ruim a esse ponto ?

- Me desculpe Sasuke mas a Hinata é uma mulher muito doce , acho que vocês dois como casal seria algo naturalmente incompatível - sentir ironia em suas palavras - ainda mais quando se trata de um casamento arranjado.

- não vou ficar aqui para ouvir essas bobagem. O que eu tinha de fazer aqui estar feito, até mais - disse antes de me retirar da sala

Era inacreditável como tudo nessa vila está contra meu favor. Talvez realmente eu esteja pagando pelos meus pecados. Esse não seria o momento para ficar me lamentando nunca fui homem para isso. Depois do almoço voltei aos meu afazeres no trabalho hora ou outra conversava coisas fúteis com Kakashi e logo em seguida voltava minha atenção aos papéis no final da tarde meu expediente havia se encerrado estava na hora de voltar para casa. Me pergunto se Hinata irá voltar a final ela está livre agora para ir e vim para onde quiser. Por um momento a possibilidade de tê-la novamente me veio a cabeça. Recordei dela no hospital como dormia serena em seu leito de como a luz da lua iluminava seu rosto , lembrei de seus olhos perolados de como me olhava como uma criança apavorada . Por um momento sentir falta de seus caprichos de seus gritos e surtos de histeria, também sentir falta do seu sorriso do seu cheiro de sua aparência Angelical.

- o jantar está servido senhor - a voz de akami me tirou de meus pensamentos.

Sentei me a mesa , o jantar estava servindo a comida aparentava estar deliciosa porém não me vinha o apetite. O que estava acontecendo comigo afinal ?

Já era tarde e não havia nem um sinal de Hinata eu sabia que assim que ele tivesse oportunidade ela partiria sem ao menos pensar duas vezes. Talvez tenha sido melhor assim.

Uchiha sasuke off

HyuugaHinata on

Já era tarde quando resolvi deixar o hospital de konoha. Eu estava nervosa era como se não tivesse para onde voltar , nao iria voltar para mansão Uchiha não me sinto bem na quele lugar. Tomei coragem e fui em direção ao clã Hyuuga afinal era minha casa lá que está minha família. Eu sinto muito falta de minha irmã nós duas começamos a nus dar bem a pouco tempo e já estamos tão afastadas uma da outra , já meu pai sempre foi o mesmo homem frio, nossa relação continuou restrita a assuntos que só se referem ao clã. Ainda não caiu a ficha que me vendeu para o uchiha. Nós tempo de hoje qual pai teria uma atitude dessa ?

O caminho para o clã era mais afastado e tranquilo o céu era mais estrelado por existir poucas casas no local , tudo tão bonito tudo tão nostálgico era como se não visse aquele lugar a muito anos.

- Hinata-sama ? - o guarda questionou como se não reconhecesse mais a herdeira Hyuuga.

- sou eu Kenshi - sorrir simpática para o rapaz.

- o que faz aqui essa hora já é tão tarde ? Quer que te acompanhar de volta até o clã uchiha ? - ele pareceu preocupado mais sua expressão logo mudou a perceber que eu não estava disposta nem tinha a intenção de voltar para o clã uchiha - não me diga que você fugiu ?

- não … não fugir apenas  estou de volta - disse sincera antes passar pelo grande portão - boa noite Kenshi.

Eu estava de volta ! Não perdir tempo , fui diretamente para meu quarto precisava de um bom banho e uma boa noite de sono.

 Não passava das 08:00 quando levantei estava exausta parecia não ter dormido nada essa manhã não procastinei para me arrumar em menos de 10 minutos já estava pronta trajando meu jaleco branco. Ouvi a voz da minha irmã Hanabi soar pelo corredor não exitei em ir ao seu encontro e surprende-la com um abraço. Estava tão feliz e emocionada de reencontra-la ao mesmo tempo receosas de encontrar meu pai. Tenho medo de como ele irá reagir quando me ver de voltar ao clã. Respiro fundo e tomo coragem para ir ao seu encontro.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...