História Como um boneco - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Exo, Jongin, Kai, Kaisoo, Kyungsoo, Lemon, Sexo
Visualizações 93
Palavras 380
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Festa, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu não creio que é mais uma Kaisoo
Me odeiem, eu deixo
Genteeeeeeee, me perdoa se estiver ruim, prometo fazer o possível e o impossível para que tudo ocorra certo

Capítulo 1 - Prólogo


Geralmente uma encomenda chega em caixas grandes de papelão, com vários isopor dentro – dependendo do que for pedido – e com uma grande fita ao redor impossibilitando que que a caixa se abra sozinha.

Bonecos geralmente vêem em caixas com alguns outros brinquedos, como: mamadeira, frauda, bicos ou outras coisas.

Um boneco sexual, que normalmente é feito por silicone, vem esvaziado dentro de alguma caixa para que você possa encher ter o seu mais amado prazer com ele.

Um boneco Sexual humano – como Jongin preferia chamar – vem de táxi e bate na porta de sua casa para que você possa pagar para seus serviços como um prostituto, ou uma prostituta. Mas, bonecos sexuais são diferentes, totalmente diferentes.

Um prostituto você não precisa dar comida e moradia, já um boneco sexual humano era necessário. Até porque para que você possa usufruir dele ele precisa estar vivo e, comida e moradia, é o básico para que isso aconteça.

  



°°°

– Tudo bem, me diga seu nome. – disse Jongin, segundos antes de bebericar do seu whisky.

– Kyungsoo. – o garoto dizia baixo, mas em um tom que dava para Kim escutar. – Do Kyungsoo.

Era fofo, extremamente fofo, o jeito como o garoto parecia se encolher naquela poltrona, enquanto as bochechas tomavam um tom rosado e o olhar sempre virado para o chão. E Jongin se divertia com aquilo, porque ele sempre soube que os mais tímidos era os mais quente na cama.

– Ok, Kyungsoo. Você é virgem? – riu anasalado do garoto que se engasgou com a própria saliva por conta da pergunta.

– N-não, senhor. – Kyungsoo amaldiçoou até a sua última geração por ter gaguejado.

– Olha, vamos colocar algumas regrinhas aqui, e duas delas são: jamais me chamar de senhor, até porque eu tenho a mesma idade que você e, não gaguejar.

– Tudo bem. – o mais baixo respondeu olhando nos olhos de Kim pela primeira vez desde que batera a campainha de seu apartamento.

– Ah, Kyungsoo... – Jongin disse em um tom de luxúria. – Eu tenho vontade de arrancar suas roupas agora mesmo e foder você até eu não aguentar mais. E olha que eu aguento muito.

Kyungsoo abaixou novamente a cabeça, sentindo seu corpo queimar como fogo, só não sabia se era de vergonha ou excitação.

 E Jongin riu alto. Iria adorar passar um tempo com Kyungsoo.


Notas Finais


E eu estou de coração partidinho com o meu bebezinho Soo como um boneco sexual
Me perdoem ou me odeiem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...