História Companhia - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~voidstydia_

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, V
Tags Chimchimday, Friendship, Jiminhouse, Vmin, Vmin!kids
Visualizações 114
Palavras 866
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drabble, Fluffy

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi só pra quem mudou o plot nos 45 do segundo tempo. É uma emoção tão grande estar postando isso daqui (mesmo estando uma [email protected]). Não sei muito o que falar, sou péssima com notas iniciais, e finais, e o fato de estar tão insegura não ajuda em nada, então vamos lá antes que isso daqui vire um testamento.
{Queria agradecer a Chimcombiscoito pela capa e banner incrível. Se tiver lendo isso; eu já te amo sz
E obrigada também a Queen_Of_Heart por ter betado; você sempre me ajuda muito sz}

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Companhia - Capítulo 1 - Capítulo Único

Jimin sempre foi um garoto dengoso.

Não importava a situação, para o pequeno Park tudo se resolvia com um bom abraço ou um carinhoso beijinho na bochecha. Mas havia duas situações que o deixava mais carente que o normal: o dia do seu aniversário e quando ficava doente. E,  por uma ironia do destino, era dia treze de outubro e Jimin tinha pegado catapora.

Estava deitado em sua cama e cada parte do seu corpo coçava, mas essa não era a pior parte. A pior parte era que ele não podia ganhar carinho de ninguém; e isso fazia-o se sentir triste, sozinho. Era seu décimo aniversário e tudo o que ele menos queria era ficar trancado em seu quarto vendo um filme de animação qualquer.  

Sua mãe estava no andar de baixo preparando o almoço e seu pai estava no escritório, resolvendo alguns assuntos sobre a empresa que trabalhava. Era apenas um dia normal e isso deixava o garoto frustrado.

— Omma! — gritou pela mais velha. Ouviu os passos no andar de baixo e, em questão de segundos, a Sra. Park se encontrava do lado de fora do quarto. — Vem aqui, por favor.

— O que você quer, Jimin? — perguntou calmamente, adentrando no cômodo. Andou pelo mesmo, desviando de alguns brinquedos e peças de roupas espalhadas pelo chão e sentou-se na cama, levando as costas de sua mão até a testa do menor e notou que a febre tinha baixado.

— Posso sair para brincar? — já sabia a resposta, afinal, tinha feito a mesma pergunta a menos de dez minutos atrás. — Por favor. — um bico fofo se formou em seus lábios gordinhos, seus olhos viraram pequenos riscos e suas maçãs do rosto se tornaram mais cheias.

— Tente descansar um pouco. — a mãe respondeu, ignorando o pedido do filho e depositou um beijo suave sobre a testa do mesmo. Jimin soltou um suspiro enquanto observava a mais velha sair do quarto.

— Eu odeio meu aniversário — disse emburrado, mesmo sabendo que ninguém ia ouvir.

♡♡♡

— Ele está com catapora, Tae. — ouviu a voz de sua mãe vinda do andar de baixo; levantou-se rapidamente da cama e correu até a porta. Colou o ouvido na mesma, tentando ouvir o que estava acontecendo. — Volte daqui a alguns dias, ele estará melhor.

— Mas é o aniversário dele, Sra. Park. — reconhecia aquela voz de longe. Kim Taehyung, seu melhor amigo. — Mamãe disse que eu já tive catapora uma vez, então não tem problema.

Sentiu uma onda de animação percorrer por seu corpo quando o pensamento que não ficaria mais sozinho em seu aniversário passou pela sua cabeça. Abriu a porta e, sem pensar muito, saiu correndo em direção ao andar de baixo; seus pés escorregavam por conta de suas meias, mas não se importou. E quando finalmente chegou na ponta da escada um enorme sorriso se abriu em seus lábios.  

— Taehyung! — gritou, atraindo a atenção do Kim. Não esperou ser respondido ou  receber uma bronca de sua mãe. Desceu a escada rapidamente, agarrando a mão do amigo e o puxando para cima.

♡♡♡

— Eu pensei que seria o pior aniversário de todos — Jimin falou enquanto fechava a porta. Taehyung riu, jogando-se na cama do amigo. —, não sabia que você já teve catapora.

— Como não? Ficamos conversando por telefone a noite toda. Sua mãe quase te matou quando a conta do telefone chegou. — riu alto, fazendo o Park soltar uma risada gosotosa.

— Pensei que ficaria sem vídeo-game  naquele dia. — soltou um suspiro, se deitando na cama. — Obrigado por vir, Tae. — Encarou o garoto, dando outro sorriso. — Você é o melhor amigo do mundo.

— E você é a melhor pessoa de todo o mundo. — e, mesmo estando deitados, Taehyung abraçou o amigo, que retribuiu o ato com todas as suas forças.

♡♡♡

Passaram a tarde vendo filmes e comendo doces e, a cada dois minutos, Jimin reclamava de como seu corpo doía e Taehyung sempre ria. Quando foi ficando de noite o corpo do pequeno Park ficou quente, indicando que a febre tinha voltado.

— Crianças não deveriam ficar doentes no dia do seu aniversário — reclamou, encolhendo seu corpo entre as cobertas.

— Sua mãe falou que você não deveria ficar com tanto cobertor assim. — puxou o edredom para o lado, fazendo com que o corpo do amigo se arrepiasse.

— Taehyung! — repreendeu o mesmo. — Você deveria ser um bom amigo!

— E eu sou. — sorriu. Estava deitado ao lado do menino e acariciava seu cabelo que atualmente tinha um tom de rosa. Taehyung sempre admirou a forma como a Sra. Park deixava o filho pintar o cabelo da cor que queria. — Eu escrevi uma carta para você. Nela eu dizia como você era fofo e tinha um sorriso bonito e que você era meu melhor amigo e sempre será.

— Cadê ela? — perguntou animado, já querendo ler a tal carta e sentir como era amado pelo Kim.

— Cheese comeu. — deu de ombros, enquanto Jimin ria alto. Taehyung tinha um gato muito bagunceiro.

— Obrigado, Tae. — deu um beijo na bochecha do amigo. Um ato simples para eles, sem maldade alguma. Eram crianças e a única coisa que queriam naquele momento eram aproveitar o restinho do aniversário do pequeno Park. — Você sempre vai ser minha companhia preferida. Eu estando doente ou não.

 


Notas Finais


Vmin!Kids é minha nova religião. Amém.
Não tem Yaoi nos gêneros nem nada porque Vmin aqui não é um casal de namorados ou algo assim. Vamos celebrar essa linda amizade né meus anjos rs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...