História Compartilhar(Imagine Jungkook-BTS) - Capítulo 1


Escrita por: e xcrystal

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook
Tags Bts, Hentai, Jungkook, Oneshot, Seu Nome, Xcrystal
Visualizações 3.332
Palavras 2.947
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Famí­lia, Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey! Pois é aqui é a Taegrey com mais uma parceria com a @xcrystal <3 safajinha do meu core e espero que vocês gostem e apóiem a OneShot.

Olá crystalzitas💎
— Estou muito feliz por fazer uma parceria com minha bebê Taegrey, espero que gostem da nossa oneshot🌸
Boa Leitura💞

Capítulo 1 - Único.


Compartilhar — Único


A vida de S/N não estava sendo nada fácil depois que seu namorado Jeon Jung Hyun apresentou para ela, seu irmão mais novo, Jeon Jungkook. S/N namorava o garoto iria fazer 1 ano e meio, já até moravam juntos. Era um mais apaixonado pelo outro, mas os desejos já estavam se perdendo em meio a confusão, e Jungkook não ajudava, ele sentia um desejo insaciável pela garota e iria fazer de tudo para tê-la para ele. Sentir todo seu corpo e alma em sua cama.

Jungkook sabia que era errado fazer isso com seu hyung, mas não aguentava mais apenas olhar para o corpo de S/N sem poder tê-la para ele, só para ele. Não aguentava mais apenas imaginar os dois em uma cama dando prazer um ao outro.

— Desculpa irmão, mas você vai ter que compartilhar sua namorada comigo.– diz Jungkook levantando-se da cama e indo ao closet vestir uma roupa mais decente. Decidiu fazer uma visitinha para sua cunhada que ele tanto desejava.

Vestiu uma calça jeans preta e uma camisa social branca de tecido fino que marcava bem seu definido abdômen. Por último, calçou um sapato preto e um perfume não tão forte.

Pegou seu celular na cômoda e não poderia esquecer-se de uma camisinha, vai saber quando o menor irá atacar.

Desceu as escadas e foi até a garagem da casa entrando no carro, ligando o mesmo e dando partida até a casa do seu irmão querido.

Chegando na casa onde morava a mulher que dominava seus pensamentos esses últimos meses, desceu do veículo e adentrou na casa do seu irmão. Logo em seguida Jungkook foi recebido por uma das empregadas da casa.

— Onde está meu irmão e (S/N)? perguntou Jungkook para senhora com um sorriso sapeca nos lábios.

O menor não percebia que estava deixando quase claro que queria S/N, que a deseja mais que seu hyung. Ou talvez ele não se importasse, queria gritar que a deseja mais que ninguém na face da terra.

— O senhor Jung Hyun está terminando de arrumar uns papéis no seu escritório. Ele irá viajar. – responde a empregada.

— Viajar?... Hum... Interessante. E a (S/N) vai junto?

Talvez o destino estivesse conspirando a favor do menor. Quando Jungkook menos percebeu, um sorriso já estava feito em seu rosto.

— Não senhor.

— Okay, obrigada Min-Cha.

Jungkook subiu as escadas da casa de S/N e foi até o escritório de Jung Hyun. Bateu na porta e escutou um "entre" de seu irmão mais velho.

— Olá Jungkook, o que faz aqui? – pergunta o mais velho tirando a atenção de sua agenda para Jungkook.

— Vim lhe visitar. Soube que vai viajar. — Jungkook senta-se na cadeira de frente a sua mesa de vidro.

— Nosso pai me ligou, tenho que ir para Seul o ajudar em umas coisas da empresa. Vou passar uns 4 dias fora por aí, e já que tocou no assunto, quero lhe pedir um favor.

— E o que seria? – diz Jungkook fazendo uma cara confusa.

— Poderia ficar cuidando da S/N enquanto viajo?– até que fim seu irmão tocou no assunto que Jungkook esperava.

Jungkook estava guardando sua risada maléfica para depois. Iria comemorar gritando aos quatro ventos.

— Claro irmão, sabe que faço tudo por você. – Jungkook sorri.

— Obrigada. Bom, vamos jantar e é claro que meu irmão vem junto não é? –  perguntou o mais velho, fazendo Jungkook balançar a cabeça positivamente. — Min-Cha já deve ter feito a comida. Pode ir descendo, vou chamar S/N no quarto.

Jung Hyun foi até seu quarto — que era junto de sua amada, é claro — abriu a porta do mesmo, logo encontrando S/N deitada na cama vendo algo em seu notebook.

— Vamos jantar amor?– fala Jung Hyun dando um selinho nos lábios da garota.

— Vamos sim. – fala S/N fechando o notebook e levantando-se da cama, acompanhando o namorado até a cozinha.

— Jungkook está aqui. – diz Jung Hyun e logo S/N arregala os olhos em pensar que o cretino mais uma vez daria em cima dela. S/N já não aguentava mais todas provocações de Jeon Jungkook.

Sempre era nítido o quanto S/N não gostava de Jungkook em sua casa, mas o namorado não percebia. E não poderia falar na cara dele que seu irmão era um safado de merda.

— O-O que ele faz aqui? – fingiu um sorriso.

— Veio nos visitar, falei pra ele te fazer companhia enquanto viajo.

— O quê!? – gritou S/N, em pensar no sufoco que passaria esses dias com as provocações de Jungkook. — Quer dizer... Tudo bem.

O casal terminou de descer as escadas e foram para cozinha sentando-se na mesa. Os olhares de Jungkook logo pararam nos lábios rosados de S/N que também não parava de encarar o mesmo, mas só que com uma expressão diferente, uma expressão de raiva. Jung Hyun sentou-se na frente de Jungkook fazendo com que S/N tivesse que sentar ao lado de Jungkook para ficar olhando a face belíssima do namorado.

— Como vai S/N? – pergunta Jungkook com aquele grande sorriso safado nos lábios.

— Vou bem Jungkook. – falou suspirando pesado.

— Bom, vamos comer? – diz Jung Hyun.

— Sim. – disse os dois mais novos ao mesmo tempo.

***

Todos jantavam quietos quando S/N sente uma mão boba em suas coxas fazendo com que a mesma desse um pequeno grito. Ela não estava assustada, pois sabia muito bem que estava sentada ao lado do garoto mais safado do mundo.

— Está tudo bem, amor? — pergunta seu namorado.

— S-Sim. Pensei ter visto uma barata. –  mentiu a menor.

Ela não poderia simplesmente dizer "Jung Hyun seu irmão está me apalpando!" Ela não queria que o relacionamento dos dois irmãos acabasse. Por isso, e só por isso, mentiu.

— Procurarei ela depois para que você não se assuste mais. – sorriu.

Que dó de seu namorado, ele procuraria por uma barata que nem existia. E S/N tinha certeza que ele não iria desistir até acha-lá.

***

Após todos acabarem de jantar. Foi decidido que Jungkook dormiria no casarão até Jung Hyun voltar da viajem. 4 dias de pura tortura. Após isso, S/N  foi para seu quarto, ela tomou um bom banho com tudo que tinha direito e colocou uma camisola fina — que também era um pouco transparente —, que fazia com que o bico de seus peitos, fossem marcados. Ela queria ter certeza de ter uma boa noite no seu último dia com o namorado.

— Gostosa! – disse Jungkook que estava escorado na porta do quarto da garota. — Camisola bonitinha. Tem mais uma para quando eu te foder? – disse o garoto cheio de tesão.

S/N não aguentava mais, e olha que não tinha nem começado. A garota decidiu algo. Como Jungkook queria fode-la, ela foderia seu piscológico antes.

— Mas quem disse que você irá me foder? – a garota olhou para o controle da TV que estava em cima da cama e mesmo que não precisasse, ela se inclinou para pegá-lo empinando sua bundinha, deixando a amostra toda sua parte de baixo inchadinha. — Só quem irá foder essa bocetinha gostoso é o Jung Hyun. — ao pegar o controle da TV,  a mesma ligou a televisão.

O garoto estava com um tremendo ódio. Ele estava furioso. Ele estava quase se corroendo por dentro.

— Tem certeza? – o garoto andou até a menor.

Ele pegou na nuca de S/N a colocando mais perto dele e moveu sua boca até a orelha da menor.

— Mas eu fodo melhor. – mordeu a orelha da mesma e massageou rapidamente seu seio direito, soltando um gemido da garota, que ficou espantada.

Enquanto os dois estavam brincando. Jung Hyun estava se matando para achar a barata que nem sequer existia. Coitado do garoto, não fazia nem ideia de que seu irmão poderia foder sua namorada a qualquer momento.

— Amanhã eu volto, princesa. – falou Jungkook quase saindo do quarto da sua querida cunhada. — Quer que eu decida a hora que vou lhe foder, ou você mesma decidirá isso? – piscou para garota antes de sair por completo do quarto e gargalhou.

Jungkook estava decidido. Iria foder a sua cunhadinha de todos os jeitos e em todos os cômodos da casa enquanto seu irmão estivesse fora.

Jungkook estava indo com um sorriso para seu quarto, onde também pretendia foder S/N, ele estava pensando em mil maneiras de foder a garota. Um louco por sexo mesmo.

Enquanto S/N estava pensado que em um só toque de Jungkook, fez com que ela toda estremecesse, se abalar completamente ao irmão de seu namorado. Suas pernas continuavam bambas, e sua calcinha molhada? Ela não estava acreditando que sua calcinha estava toda molhadinha para seu cunhado.

***

Depois de algumas horas Jung Hyun voltou. Ele estava soado.

— Amor? – S/N viu ele sentar-se na cama. — Você está bem?

— Estou, mas não consegui achar a barata. – falou chateado.

— Não fica assim. Tenho um prêmio para você, meu amor. – disse com um sorriso nos lábios.

A garota já sem calcinha, subiu em cima da cama e sentou-se. Abriu as pernas e pôs uma mão entre elas, a levando até seu clitóris. A menor massageou toda aquela área inchadinha com seu dedo indicador com movimentos circulares. A garota gemeu se tocando. Ela não tinha certeza para quem estava se tocando ou pra quem eram seus gemidos, se era para seu namorado em sua frente ou para seu cunhado que estava a alguns quartos ao lado.

— V-vem fazer isso pra mim, amor. – mordeu seu lábio inferior fortemente. — Quero gritar igual uma cadelinha hoje. Olha.. já t-tá toda molhadinha..

A garota logo se pôs de quatro continuando seus movidos circulares no seu próprio íntimo. Ela empinou sua bundinha para seu namorado, come-la gostoso. Ela tirou o dedo do seu clitóris e o levou até o seu outro buraquinho logo enfiando dedo nele. Lentamente, como uma cadelinha gosta de ser comida.

Ela faria questão de gemer bem alto igual à uma cadelinha para deixar Jungkook não dormir hoje, imaginando como Jung Hyun estaria a fodendo.

***

07:57

Jung Hyun já tinha se levantando e S/N também. Ele sairia cedo e S/N queria ser a primeira a ver a cara de sono de Jungkook e rir dela com gosto.

As malas de Jung Hyun já estavam prontas e o coraçãozinho de S/N estava apertado, doeria ver seu namorado indo embora e a guerra quase começando.

Com uma roupa mais decente a menor foi até a cozinha, onde encontrou o seu querido cunhado. Ele estava comendo seu café da manhã. A mesma abriu a geladeira e pegou alguns ingredientes para fazer um sanduíche.

— É melhor você tomar um banho logo garoto. Jung Hyun está quase indo e seria legal se descemos tchau para ele juntos. – falou na frente do garoto.

— Ok. – falou o garoto que mais parecia estar dormindo.

Cantada sem graça? Não. Olhada safada? Não. Está aprontando? Com certeza.

Alguns minutos depois, estavam todos na frente da casa se despedindo de Jung Hyun, S/N deu um selar demorado no namorado, enquanto Jungkook revirava os olhos. E Jungkook deu um abraço apertado no irmão. Quando Jung Hyun foi para a frente de seu carro preto, Jungkook abraçou S/N por trás. Seus braços estavam em cima do ombro dela e seu pau ereto roçando toda a bunda da garota. Jung Hyun acenou de longe com um sorriso no rosto que logo foi retribuído pelo do irmão e pela sua querida namorada que quase estava sendo fodida por seu cunhado ali na porta. S/N beliscou a perna de Jungkook forte o que fez o mesmo pular de trás dela.

A guerra tinha começado, Jung Hyun tinha entrado no carro e partido.

— Ok, ok, não fale mais comigo a partir de agora. – diz S/N saindo de perto do garoto que logo pegou no pulso da cunhada a puxando para perto dele fazendo com que seus corpos se colassem.

— S/N... Você é uma garota tão difícil de se lidar. – fala Jungkook passando seu nariz pela bochecha da menina. — Amo garotas assim. — ele aperta sua bunda.

— Você é um cretino Jungkook! Me solta agora ou eu grito. — diz S/N tentando se soltar dos braços do maior, mas era impossível, sua força não era nada comparada com a de Jungkook.

— Pode gritar à vontade, ninguém irá te escutar além de mim. — Jungkook ri.

— Como assim!?

— S/N, S/N... Quando você está louco por uma pessoa, ela pensa em tudo, foi o que eu fiz. Dei folga para os empregados, a partir de agora, é só eu e você. — diz Jungkook puxando o corpo de S/N para mais perto de seu corpo.

— Você não seria capaz de fazer isso! — diz S/N assustada com a audácia de Jungkook.

— Sim, eu seria. Agora vamos ao que interessa. – diz Jungkook atacando os lábios da sua cunhada. O sabor de seus lábios era melhor do que ele imaginava. Seus lábios eram macios e tinha um leve gosto de menta. Suas línguas moviam-se perfeitamente uma com a outra pedindo por mais espaço.

Logo os dois separam o beijo e S/N fica ofegante.

— Não faça isso Jeon. – suspira S/N.

— Não vou deixar essa oportunidade pra trás S/N, eu te desejo muito, você não faz ideia do quanto.

Sem deixar Jungkook falar mais nada, S/N ataca os lábios do mais velho fazendo com que uma expressão de supresa se tornasse no rosto de Jungkook mas que logo foi substituída por um sorriso sapeca nos lábios.

Jeon levantou S/N fazendo com que a menina agarrase em sua cintura pelas pernas. Jungkook levou S/N para o primeiro quarto do corredor deixando sua cunhada na cama e logo ficando por cima. Jeon começou a depositar selares por toda região do corpo de S/N fazendo ela suspirar.

Jungkook logo tirou a blusa de S/N e sorriu ao perceber que a mesma não estava com sutiã por baixo. O garoto passou a língua pelos lábios e em seguida abocanhou seu seio direito enquanto massageava o esquerdo e vice-versa.

Jungkook passou suas mãos pela cintura de S/N e logo parou no cós de seu short desabotoando o botão e abrindo o zíper, puxando a curta peça de seu corpo junto com sua calcinha rendada deixando sua bocetinha rosada exposta pra o garoto.

— Você é tão linda.– diz Jungkook levando sua língua para vagina da cunhada fazendo a mesma gritar de prazer.

— Sua língua é maravilhosa Kookie... Ahh... — Geme S/N e logo depois revira os olhos por imenso prazer que recebe.

A língua de Jungkook fazia movimentos nunca feitos por ninguém, passava de um lado para o outro, de cima para baixo e estocava sua entrada apertada fazendo com que S/N puxasse seus pequenos fios de cabelo. Jeon logo toca em sua intimidade com os dedos fazendo movimentos de tesoura.

— Gosta quando eu faço isso pequena? – pergunta Jeon fazendo movimentos mais lentos com o dedo.

— Sim oppa... V-Vai mais rápido.

A garota estava gemendo igual à uma cadelinha no cio, só que muito mais alto.

Faltava pouco para S/N chegar ao orgasmo mas Jungkook percebendo que sua porra estava próxima de vim, parou com os movimentos recebendo um olhar de indignação de sua cunhada.

— Só irá gozar comigo dentro de você. – fala Jungkook e logo deposita uma tapa em sua coxa fazendo S/N dar um gritinho. — Agora eu quero essa sua boquinha me chupando gostoso. — fala apontando para seu pau ereto que já estava pulando da box.

S/N engatinhou até Jungkook com os olhos brilhando. Tirou sua calça junto com a box e arfou ao ver o tamanho do pau de Jungkook. O mesmo estava duro e suas veias amostra. Sua glande inchada estava melandinha com seu pré gozo e logo S/N saboreou abocanhando todo seu pênis como se fosse um pirulito. S/N chupava com vontade todo seu membro fazendo Jungkook ir as loucuras de prazer. Jeon logo levou uma de suas mãos ao cabelo de S/N fazendo um rabo de cavalo e ajudando a garota com os movimentos de vai e vem, o pênis de Jungkook batia na garganta da garota fazendo a mesma se engasgar as vezes, era muita coisa para caber na boca da mesma. Segundos depois Jungkook com o pênis todo melado com a saliva da menor, goza todo seu líquido na boca da garota

— Engole! — diz Jungkook autoritário e S/N logo fez.

Jeon deitou-se na cama e chamou S/N com o dedo mandando ela subir em cima do mesmo e S/N assim fez. Encaixou sua entrada apertada no pau de Jungkook que deslizou com facilidade pois sua buceta estava molhadinha. Jeon levou suas mãos para cintura de S/N ajudando a mesma com as estocadas. S/N quicava rápido no pau de Jungkook e só escutava-se no quarto seus gemidos e seus corpos se chocando. Era tão alto e prazeroso

— Fica de quatro pra mim vai. — diz Jungkook ficando de joelhos na cama e S/N que fica na posição dita pelo rapaz deixando sua entrada de trás exposta para o mesmo. Jungkook logo estocou seu bumbum de um só vez e começa com as penetradas rápidas e fundas.

— Geme como uma cadelinha, S/N. — diz Jungkook batendo em sua bunda deixando seus cincos dedos marcados em suas nádegas branquinhas que agora tinha uma coloração avermelhada.

Jungkook e S/N já tinham chegado ao ápice umas 4 vezes naquela tranza, quando os dois caem na cama cansados pelo prazer que receberam essas últimas horas, sim, eles passaram horas dando prazer um ao outro.

— Vou te deixar sem andar durante esses 4 dias S/N...

Fim.


Notas Finais


Se gostarem, não esqueçam de comentar, favoritar e deixar na lista de leitura de vocês <3

E sigam nossos perfis: @Taegrey e @xcrystal

Beijinhos da Tae e da crystal <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...