1. Spirit Fanfics >
  2. Complicações de não ser normal (Supercorp) >
  3. Capítulo 5: Bolo de sal

História Complicações de não ser normal (Supercorp) - Capítulo 5


Escrita por: pantera-chan

Capítulo 5 - Capítulo 5: Bolo de sal


Fanfic / Fanfiction Complicações de não ser normal (Supercorp) - Capítulo 5 - Capítulo 5: Bolo de sal

  Depois de dizer aquilo Alex ficou enchendo o meu saco durante cada oportunidade que tivera até o intervalo. -- Hoje você não escapa -- disse ela me segurando quando eu ia me esgueirar para fora -- sem contar que eu e os meus amigos somos o melhor escuto que você vai encontrar contra esses curiosos aqui.

  -- Por que que eu estou com a sensação que você tá me tirando da frigideira para me jogar no fogo? -- questiono a deixando fazer o que queria.

  -- Para de ser tão pessimista são só os meus amigos, eles são gente fina senão não seriam meus amigos -- disse Alex pegando sua carteira.

  -- Metade do problema é esse -- resmungo notando que Lena não estava na sala, ela deve ter ido resolver alguma coisa a garota vive ocupada.

  -- Ei eu ouvir isso -- reclama ela me olhando de cara feia.

  -- Tá, tá -- digo abanando com a mão antes de apontar para minha bolsa -- posso pelo menos pegar o meu lanche?

  -- Não vai fugir, né? -- questiona Alex me olhando desconfiada.

  -- E tem como? -- devolvo a pergunta a sentindo me soltar com isso tendo um pouco de dificuldade pego a minha caixinha de suco de laranja e o bolo de sal que bisa havia feito -- dar pra dar uma mãozinha aqui?

  -- Desculpa me esqueci -- disse pegando a vasilha.

  -- Sério, como você conseguiu essa incrível façanha comigo usando uma tipoia? -- questiono apontando para meu braço indo em direção a porta.

  -- Eu posso deixar aqui -- ameaça Alex me seguindo.

  -- Ok, vamos -- digo suspirando saindo da sala rapidamente notando os olhares em mim, quase quis gritar para eles arrumarem o que fazer, eu disse quase -- se os seus amigos começarem a me encher eu volto pro meu lugar de sempre.

  -- Sem o bolo?

  -- Eu consigo me virar só com o meu suquinho -- digo o mostrando.

  -- Quer enganar quem com isso? -- pergunta Alex com um sorriso presunçoso.

  -- No momento? Meu estomago -- respondo vendo que já havíamos chegado no refeitório facilmente localizando a mesa dos amigos de minha alto intitulada irmã devido as vozes altas e combinação mais atípica de pessoas que eu já vi e olha que tenho uma tia que se transforma em um lobo humanoide que também é irmã de uma modelo.

  -- E aí motoqueira -- cumprimenta Barry se levantando e estendendo a mão.

  -- E aí pernas velozes -- disse ela alegremente batendo em sua mão.

  Barry era um dos preferidos da professora de química o cara era praticamente um verdadeiro génio, o única coisa que ele tinha em comum com a Alex era que os dois eram fanáticos por velocidade, ele poderia facilmente ser da equipe de atletismo só não queria.

  -- Gente essa é a minha irmã -- disse Alex me puxando para si -- Kara meus amigos, meus amigos Kara.

  -- Dês de quando? -- questiona Will confuso -- tua mãe casou de novo?

  Will era um fofo, dava até pena dele ser amigo da Alex, ele fazia parte do clube de computação e parecia ser um dos poucos com bom senso naquela mesa apesar do rosto um pouco sujo de chocolate devido ao bolo que comia.

  -- Não, ela só gosta de me chamar assim -- respondo procurando um lugar para sentar.

  -- Pode sentar aqui -- disse Íris apontando para a sua frente.

  -- Meu bolo -- peço num tom exigente olhando para a única que realmente falava.

  -- Quer que eu lhe der na boquinha também? -- questiona ela me entregando a vasilha já aberta recebendo meu olhar mortal.

  -- Então... Kara, né? -- pergunta Íris como se não quisesse nada.

  -- É surda? --questiono colocando o canudo no suco já imaginando aonde isso ia dar.

  -- Amigável -- disse Alex entre os dentes se sentando perto do Will que estava ao meu lado.

  -- Sim? -- respondo a contra gosto forçando um sorriso.

  -- Não rosna. -- Me segurei muito para não bater os dentes simulando uma mordida.

  -- O que você poderia me dizer sobre o incidente da semana passada? -- Reapoderes sempre querendo ver algo onde não tem.

  -- Claro que... sem comentários -- digo séria mordendo o meu bolo.

  Meu Rao eu só tirei uma garota da frente de um carro, não tem nenhum outro significado, é o que é nada mais.

  -- Então Kara, faz parte de algum clube? -- pergunta Barry encerrando a tentativa de interrogatório da amiga.

  -- Claro, o de volta pra casa -- respondo limpando um pouco das migalhas do bolo.

  -- Maninha eles estão tentando seria legal se você fizesse o mesmo -- disse Alex tocando em meu ombro.

  -- Desculpa é o costume -- digo suspirando -- tentando de novo, eu não tenho tempo para atividades extracurriculares.

  Principalmente agora depois da muda, pelo menos enquanto não soubéssemos o limite da muda até lá era extremamente necessário que eu  evitasse situações de alto estresse.

  -- Você trabalha? -- pergunta Will parecendo genuinamente curioso.

  -- Não, a minha mãe não gosta de ficar sozinha em casa -- respondo virando o rosto para que eles não notassem a tristeza em meus olhos pelo motivo por trás daquilo -- e eu não gosto muito de ficar cercada de pessoas que não conheço, então é só juntar o útil ao agradável.

  -- Desse jeito você não faz nem um amigo -- disse Alex -- o seu ensino médio vai passar batido.

  -- Jura, eu nunca percebi? -- questiono irônica -- fazer amizade não é exatamente a minha prioridade no momento, quem sabe na faculdade.

  -- Pode ir mudando esses pensamentos aí -- disse Alex cutucando a minha têmpora -- a parti de hoje meus amigos são seus amigos.

  -- Você quase não é minha amiga -- digo resmungando por mais uma invasão na minha vida.

  -- Claro que não, somos irmãs -- disse me abraçando de lado.

  -- Meu braço -- reclamo mais para que ela me soltasse do que por está doendo.

  -- Deixa de ser fresca, mal estou encostando.

  -- Hum... hum, posso sentar com vocês?

  Ao escutar aquilo viro o meu rosto na direção da voz vendo se tratar de Lena para ao lado da mesa segurando sua bandeja junto a Sam que parecia confusa por está ali.

Continua...


Notas Finais


Oi povo lindo segue um pequeno aviso aí.
Primeiramente eu quero deixar claro que isso não é uma história de heróis, a Kara ter poderes é somente um artificio do roteiro para facilitar em alguns aspectos a narrativa e porque eu achei legal, então nada de Supergirl.
Segundo; essa fanfic vai ser dividida em três núcleos o primeiro sendo o inicio da amizade de ambas; o segundo parte da faculdade (esse será um pouco mais curta) e por último elas adultas trabalhando, meio que é aonde realmente a história começa.
E para aqueles que gostam que os títulos dos capítulos sejam comidas, isso não vai durar muito desculpa.
Terceiro; caso esteja um pouco difícil para entenderam algumas coisa da fic eu tenho a solução, o Ella the show, um programa onde os personagens respondem as perguntas que vocês mandam diretamente para eles (mas nada que acontece no programa interfere no enredo), então se ficar muito complicado entender é só mandar nos comentários com o nome do personagem em questão que farei esse capítulo especial.
É só isso tchauzinho.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...