História Complicated - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias The Flash
Personagens Barry Allen (Flash), Cisco Ramon (Vibro), Detetive Joe West, Dr. Harrison Wells, Dra. Caitlin Snow (Nevasca / Killer Frost), Iris West, Personagens Originais
Tags Barry^^, Caitlin, Romance, Snowbarry
Visualizações 198
Palavras 1.058
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Segui meu coração...espero que gostemm! nãoo esqueçam de falar o que acharam, sempre ajuda

Capítulo 1 - One


-Passado*

-CAITLIN

 

Meu amor, acorda...amor? Barry Allen! Se você não acordar agora, eu vou perder a consulta!- eu disse, balançando ele

 

Hmmm..tá muito cedo!- ele sussurrou com voz de sono, ainda de olhos fechados

 

Barry Allen, que tipo de sexo você quer??- eu perguntei irritada e ao mesmo tempo, Barry abriu os olhos e sorriu maliciosamente

 

Não idiota! Não esse tipo de sexo, o sexo do bebê...-  gargalhamos

 

É hoje?? A consulta do sexo??- ele falou rapidamente e correu para se arrumar

 

Você é muito estranho, eu já te disse isso né?? Espero que nosso filho, venha com minha boa genética- falei rindo

 

Cala boca!- ele respondeu e saiu do banheiro- Vamos!- complementou animado

 

Antes disso, acho melhor você vestir a calça, não quero parar na delegacia grávida- falei irônica

 

Eu amo seu humor, Caitlin Snow- ele selou nossos lábios e fomos para a tão esperada consulta

 

Chegamos no hospital e estava um pouco cheio, felizmente ainda tinha lugares para sentar, to muito gorda com essa barriga de 5 meses!

 

Barry pegou a senha de espera e sentamos nervosos, como na nossa primeira vez..meu coração batia forte, tava difícil de respirar, ele segurou minha mão e sorriu

 

 Te amo- sussurrei em seu ouvido

Te amo mais- ele respondeu dando um beijo na minha bochecha

 

Você não me respondeu, que sexo você quer?- falei

 

O que vier, eu to feliz...mas eu amaria ter uma menininho, que ele fosse uma réplica minha, brincalhão, alegre, desastrado- ele falava e eu sorria, na minha mente, eu estava montando meu filho, seu rostinho, seu cabelo, seus olhos iguais ao do pai...ele é tão pequeno e eu já o amo tanto

 

Deus me livre! Um Barry na minha vida já tá de bom tamanho- falei rindo, Barry e eu somos muito brincalhões e isso foi uma das coisas que fez eu me apaixonar por ele, mas como nos conhecemos conto depois! Já vivemos muitas coisas...

 

Palhaça! Hoje seu humor e sua criatividade estão demais! - ele respondeu, acompanhando minhas risadas

 

SENNHORA, CAITLIN SNOW- a médica chamou e fomos, podia sentir meu coração sair pela boca e Barry estava muito nervoso, quando ele fica nervoso é muito desastrado e quando ele entrou na sala, derrubou o abajur da médica...ainda bem que ela já nos conhece

 

Como tá você? Tem se alimentado bem? Seus pais já estão melhores, com essa ideia da gravidez?- ela me encheu de perguntas

 

Bom pra falar a verdade, minha mãe me expulsou de casa, mas meu pai tá me ajudando em tudo que preciso e eu e Barry conseguimos um aluguel muito bom, já temos nossa casinha!- falei orgulhosa

 

Fico feliz com a maturidade da você, minha querida, não é qualquer adolescente que assumiria essa barra. Pra 16 anos vocês estão parecendo bem mais velhos- ela falou rindo e acompanhamos ela

 

Barry sentou ao meu lado e eu deitei na maca, a doutora colocou um gel na minha barriga e começou a fazer movimentos circulares

 

Logo eu o vi, aquele ser  dentro de mim, quase surtei, sem querer, eu já estava me afogando em lágrimas e o Barry também

 

Parabéns, é um menino- ela falou e deixou a sala

 

Olhei para Barry, que prendia o choro, mas deixava algumas lágrimas escaparem. Ele sorriu e estalou um beijo em minha testa

 

Então terei realmente que aguentar dois Barrys na minha vida??- falei irônica e rimos

 

Qual vai ser o nome?- ele falou limpando minhas lágrimas

 

Lucas- falei

Lucas..?...o nosso Lucas- ele falou e voltamos a chorar

 

  ( 2 ANOS DEPOIS)

 

Lucas, acorda...preciso te deixar no colégio, para poder não perder meu colégio- falei balançando ele 

 

Hmm, é muito cedo- ele respondeu baixo

 

Você é realmente a replica do seu pai!- falei rindo

 

Você não vai levantar?? eu vou chamar a mão garra, que te enche de conquinhas! Senhora garraa..senhora garraa.- falei ameaçadora e ele levantou da cama

 

Não precisa da garra, mamãe já to acordado viu? você não tinha percebido..bobinha- ele falou e eu ri

 

Bobinho, vamos logo tomar banho, a senhora garra não gosta de atrasos- falei e ele correu para o benheiro

 

Barry, dá banho nele, vou preparar o café- falei e ele foi 

 

Filhão, já arrumou alguma gatinha na escola?-Barry perguntou, ensaboando o Lucas

 

Papai, você tem que entender que meninas são muito complicadas..prefiro muito mais meu vídeo game- Lucas respondeu fofamente e escutei Barry gargalhar 

 

Esse é meu garoto- Barry falou rindo

Tomamos café e fomos rapidamente para o colégio, o nosso filho estudava no mesmo que nós...que bom, sempre chegaríamos atrasado senão fosse desse jeito

 

Deixamos ele na sala e fomos para nossa

 

Desculpa pelo pequeno atraso professor- Barry falou, assim que entramos na sala

 

Viu alunos! Isso que dá ser irresponsável e engravidar antes da hora- o professor respondeu e todos riram, mas nós respiramos fundo e não fizemos nada

 

Saímos da aula e fomos buscar o Lu, chegando no parquinho, ele tava conversando com uma menininha 

 

Esse é meu garoto- falei rindo

 

Ele disse que preferia vídeo game- Barry falou "triste"

 

Filho, vamos meu amor- falei chegando perto dele e ele corou, segurou minha mão e me puxou correndo

 

Mãe! Quando eu estiver com uma menina, você não pode simplesmente aparecer e me chamar de "meu amor", tá bom?- ele falou bravo e nem eu, nem Barry conseguimos prender o riso

Ele não pode ter só 3 anos!

 

Registrado, meu amor- falei e ele revirou os olhos

 

Entramos no carro, já estava anoitecendo, escutávamos música e cantávamos

Mãe..nã..não to conseguindo re..respirar- Lucas falou com dificuldade

 

Calma filho, conta até três- falei tentando acalma-lo, ele sofre de asma crônica

 

Pega na sua bolsa, a bombinha- Barry falou nervoso, abri minha bolsa

 

Não tá aqui! Não tá aqui- falei desesperada

 

Como você pode esquecer isso?-Barry gritou bravo

 

Eu..eu não sei, a gente tava atrasado- falava mais Lucas interrompeu

 

Não tá..fu..funcionando mmãe, não..to..re.respirando- ele falou com mais dificuldade

 

Isso é culpa sua Caitlin! Você é a mãe- Barry falou grosso

 

Para! Você é o pai e também não lembrou!- gritei- acelera esse carro, vai para o hospital!-mandei nervosa

 

Ele virou uma esquina rapidamente e um carro bateu na gente, voamos para fora da pista

Lembro de escutar o choro de Lucas, e o desespero no grito de Barry, eu simplesmente travei, não consegui gritar, chorar, era como se tudo tivesse congelado..até que tudo ficou um grande preto silencioso...

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


O que acharam? continuo??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...