História Complicated - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Jordan Henderson
Personagens Jordan Henderson, Personagens Originais
Tags England, Futebol!, Jordan Henderson
Visualizações 56
Palavras 1.922
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Esporte, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oooii Abbigas ❤

Voltei!

É tão gratificante ver que estão gostando da fanfic.

Obrigada pelos comentários 💛


Inglaterra indo disputar o terceiro lugar no sábado. Bom, já deixo avisadas que terá dois próximos capítulos tristes.



Desejo uma boa leitura ✨

Capítulo 3 - Estar ao seu lado me faz rir


Fanfic / Fanfiction Complicated - Capítulo 3 - Estar ao seu lado me faz rir


 

16h23min

 

 

Olho as unhas recém pintadas de verde, amarelo e azul tudo para o jogo de amanhã. Eu estou empolgada e com um certo medo, já que o adversário é a Bélgica. Essa geração é boa, um time bom, aí você olha para o banco e vê ao lado do treinador o Thierry Henry. Com o jogo de amanhã, será o segundo, que irei.O primeiro que estive presente foi o contra o México.  

 

A atmosfera da torcida brasileira, contagia, não param um minuto. Sem contar do esquenta próximo ao estádio, antes do jogo. No jogo passado, o senhor que sentou ao meu lado riu muito das minhas loucuras, não parei um segundo. Cheguei aqui no hotel com a voz rouca.

 

Agradeço por ter um espelho no banheiro, me olho blusa de mangas caídas azul, saia branca na altura do joelho, nos pés a sandália amarela. Vou brasileirar pela Rússia.


 

Volto ao quarto e me sento pensativa. Eu posso não ir encontrar o Henderson. Porque raios mesmo eu aceitei? Simples, momento que fui intimidada, porém não quis mostrar. Você insultar a pessoa, pensando que não será notada é uma coisa, outra totalmente diferente é trocar mensagens com a pessoa é vê-la pessoalmente. Eu ainda não estou conseguindo processar a informação que vi e estive junto a Jordan Henderson. A aproximação entre nós, não é algo certo, ele nem pode sonhar que isso é um ponto fraco.


 

O que vou fazer? Pesquisar coisas sobre ele no tio google. Henderson é bem querido pelos torcedores do Liverpool. Capitão dos Reds, herdou a braçadeira do Steven Gerrard. Um volante que pode ser ponta, jogador versátil, assim diz o site.  

 

Na verdade é o pouco que acompanho, do Liverpool eles tem um time bom, e jogam muito. Uma pena que não conquistaram a Champions. Henderson é um dos pilares do sucesso do time. Um bom jogador ele é, só me fez criar ranço nível master pelas encenações.

 

Sem perceber fui ao Instagram e digitei o nome dele, vi uma foto de dele abraçando o técnico da seleção inglesa com a legenda: Queria estar assim com o Henderson que gosto. Sério mesmo que tem gente que dá em cima dele? Dei risada e curti a foto. Sem querer acabei clicando em outra foto, só que ele em uma piscina. Ele tem tatuagem na lateral da barriga. Oh My God! Minha boca fez um o perfeito, dei um zoom na imagem. Ui credo, que de….. não posso parei! Pensei besteira,voltei a tela inicial.

 

Jordan Henderson porque isso? Porque você tem que ser um homão?! Eu ainda te odeio.

 

 

Direct, sem antes pensar sei que é dele.




 

jhenderson A princesinha revoltada está pronta?



 

Porquê será que senti um frio na barriga ao ler essa mensagem?Henderson, seu baixo! Posso não responder, fingir que li e esqueci. Agora, não dá pra pensar em desistir, eu vou infelizmente ou felizmente sair com ele. Isso não é um encontro ou algo do tipo, provavelmente só um momento para aquele ser humano tirar a minha paciência.


 

Começa assim, que nem faço questão de ir até você, Henderson!





 

 

Respondo, porque eu não conseguia xingar ou dizer outras coisas que quero dizer a ele? Não sei, parece que os dedos travam ao lembrar que daqui minutos estarei frente a frente.

 

Pego uma bolsinha guardo o celular e a algum dinheiro, do jeito que sou daqui a pouco sinto fome. A comida aqui do hotel é muit boa, as sobremesas deliciosas.


 

Passo a mão na saia e olho os dois lados da rua,já estou na frente do hotel, na calçada a frente. Brasileiros passando animados, dou risada. Aproveitei pra tirar uma foto e postar no Stories do Instagram. Não fiquei só em uma foto, tirei outra. Um certo pescoço,um sorriso.

 

Sorri ao olhar a foto. Ficou bonita, não dá pra perceber que é ele comigo.

 

-- Ninguém mandou você atrapalhar, postarei essa é pronto! - digo, encarando o homem sorridente a minha frente. Henderson, meu Deus! Help me! Que ele é um homão, isso é inegável! Esse sorriso debochado nos lábios.

-- A princesinha revoltada fica com vergonha - Ele diz e toca no meu rosto,me causando arrepios. Não encosta, contato é sinal de fraqueza na certa.

 

Não contente em só me deixar com vergonha, Henderson aproxima o rosto do meu,esquivo a cabeça pra trás, isso não impede dele deixar um beijo e morder a minha bochecha.

Levanto uma mão e bato em seu ombro, ousado! Quem deu essa liberdade.

 

-- Se tu encostar de novo em mim vou entrar e nunca mais olhar na sua cara, Henderson - digo irritada. Até parece que falei algo errado, porque o ser humano começou a rir.  Me afasto dele e ando na frente.




 

Caminho olhando o rio, eu ia andar mais rápido ao ver uma lojinha que vende aquelas coroas de flores que usa na cabeça com as cores das seleções, quando sinto mãos na minha cintura.

 

-- Vamos ao Kremlin, princesinha - Ele fala além de me assustar,me faz quase tropeçar em algo.

-- Henderson, eu quero ir ali comprar uns negócios pro jogo de amanhã - digo, tentando me mostrar irritada.

-- Você quer aquele sorvete de ontem? Te pago. - Henderson fala e para na minha frente,me impedindo de andar.

-- Jordan Henderson me deixa passar. Tá com peso na consciência por me irritar, iti que lindo! - falo em um tom debochado, aperto a bochecha dele.

-- Estou querendo fazer as pazes, Mand - Henderson sussura e eu encaro seus lábios. Porque tão perto é tão convidativa?

-- Vamos comprar as coroas, se quiser compro pra você também, Jordan - respondo e volto a encara-lo.

 

Henderson, não ferra comigo,please!  Seu olhar, faz com que meu corpo se arrepie.




 

Após ficar uns vinte a trinta minutos na loja, sem contar que tive que meio que esconder Henderson. Ele sabe que é famoso é inventa de sair ainda cedo, quando tem várias pessoas na rua. Além de ouvir os pitacos dele sobre os enfeites que comprei, a afronta maior foi receber uma coroa com as cores da Inglaterra.


 

-- Fale mais sobre você, Mand - Henderson diz, ao caminharmos pela Praça vermelha.

-- Brasileira, vinte e dois anos estou aqui pra ver a minha seleção acho que é isso - respondo, encarando ele. O sol batendo em suas costas, refletindo nos cabelos e nos olhos, sorri sem querer.

-- Você é sempre assim revoltada com as pessoas? - Henderson tem que provocar. Caso contrário, não é ele.

-- Só com você, mesmo. É com quem faz cera em cima dos times que gosto. Aliás, admito você joga muito, mais tem que parar de ser ator, não são vocês que odeiam teatrinho, pensa nisso,meu caro - falo séria e me sinto incomodada ao perceber que ele prestou atenção em tudo o que eu disse.

 

Procuro uma cadeira pra sentar. Ok, todo lugar que vou, já quero sentar, pareço uma velha. O único lugar é uma cadeira sozinha.

 

-- Palavras sinceras, vocês brasileiros são obcecados por futebol, sei disso por causa do Firmino. Ok, vou parar de fazer cena, se você dizer que vai a algum jogo do Inglaterra - Ele nunca só responde, sempre tem que perguntar algo e me deixar em dúvida.

 

Ao vê-lo sentar na cadeira, fico irritada e dou um tapa no seu ombro e arranho sua mão.

 

-- Henderson, seja cavaleiro e me deixa sentar, se não vou te arranhar até ficar vermelho. - digo, cruzando os braços forçando minha melhor cara de brava.

 

Ele fingi não ter escutado o que eu acabo de dizer,olha para os lados e depois pra mim, com um sorriso nos lábios.

 

-- Ah então, beleza. Fui - falo e quando estou pronta pra me sentar, sinto uma das mãos dele puxar a minha e sem jeito caio em cima dele. O choque dos nosso corpos, doeu -- Porra, Henderson cuidado - digo brava.

-- Se estresse, Mand! - Henderson sussura e eu tento sair do colo dele, coisa que não deu certo. Novamente, puxada. - Sou jogador e preciso descansar. A princesinha não pode ficar sentada no chão. - Voltou a ser debochado.

-- Seu humor me irrita, Jordan - digo e arranho o braço dele.

-- Você gosta da minha compainha. No fundo eu te faço rir. Mand, para com isso. - Henderson diz e ponhe a mão sobre a minha.

-- Eu nem te arranhei com força ainda, querido! A vontade é de bater, tipo uns tapas sabe. Pensa que só porque tem cara de fofinho, não vou fazer isso - opa falei demais. Percebi na hora que Henderson me olha surpreso.

-- Então, quer dizer que você me acha fofo - Henderson sussura de uma maneira que me fez arrepiar.

-- Não, você ouviu mau. Jordan, eu te odeio. Aliás, porque não está descansando?Dia de folga né- digo,mudando o assunto.

-- Fugindo do assunto. Te irritar é o meu novo hobby. Estar ao seu lado, me faz rir. Não dá pra ficar em um quarto olhando pro nada ou em uma piscina - Henderson fala e pega a sacola da minha mão, tirando a coroa da Inglaterra,reviro os olhos.


 

Ok, estar ao seu lado me faz rir. Ele parece que ainda não entendeu que o odeio. Não sei, se é isso ainda. É uma raiva, posso dizer. As palavras somem ao abrir a boca e ser encarada por ele.



 

-- Henderson, poderia estar lá aproveitando, melhor do que encher a minha paciência e ter que passar por apuros ao ser reconhecido, jogador - digo e ele parece não se importar com o que digo.

Jordan coloca a coroa sobre a minha cabeça e fica me olhando, faço careta.

-- Agora dá o seu celular - Ele pede e eu arqueo as sobrancelhas - Sem birra, Mand - sinto cosquinhas serem feitas na lateral do meu corpo. Isso é golpe baixo.

-- Para, que eu entrego - respondo, tirando o celular da bolsinha e entrego a ele.

 

Henderson me faz rir novamente com as cócegas,olho para o lado. Eu até queria segurar o riso, só que fazer cosquinhas é difícil, eu me entrego as risadas facilmente. Ao sentir ele segurar minha mão direita eu voltei a ficar séria. Não posso me acostumar com isso.

 

-- Pronto, princesinha revoltada - Henderson fala e me entrega o celular mostrando as fotos. Sabe quando dá pra perceber que estava feliz no momento da foto? Elas estão assim. Ok, Henderson manda bem nisso.

-- Obrigada, fotógrafo. Posto e dou seus créditos,pode ser? - falo e dessa vez ao olhá-lo não foi com raiva, nem rancor. Outra coisa eu senti. Aquele famoso as borboletas no estômago, o meu coração acelerou e sem contar que as bochechas queimarem.

-- Se você postar, terá que ir ver o jogo. Mand, sei que ama a sua seleção, apenas aceite ir! Quero olhar e ver a princesinha revoltada na arquibancada- Henderson diz, pousando uma mão na minha cintura, me puxando pra mais perto dele.Prestar atenção ao escutar ele dizer isso, prestei. Mais meus olhos insistem em descer para os lábios dele.

-- Você venceu. Eu vou, Henderson - respondo, levando uma mão a orelha dele,mania de fazer isso com todo mundo.



 

Se eu falar que isso não me deixou ainda mais arrepiada estarei me mentindo. Gostaria de continuar tendo raiva dele, só que a maneira como me trata, está mudando esse pensamento.







 

Se fossem menos complicados, poderiam até dizer que não há mais raiva ou algo do tipo. O que estão descobrindo é interesse de ambos.









 


Notas Finais


Obrigada por lerem 💕


Eii meninas, o que vocês acharam?

O que dizer dessa saída dos dois?
Meio impossível ficarem sem trocar insultos, mais parece que algo está mudando ou não?

Eles se merecem 😂😂

Gostaria de saber as opiniões de vocês ❤


Um cheiro no cangote 💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...