História •Complicated Love• Incesto {Imagine Kim Taehyung-BTS} - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Suga, V
Tags Bts
Visualizações 666
Palavras 838
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - Ninguém nunca mais vai te machucar!


Taehyung On

- adeus querida -ele ri, corro em direção ao mesmo.

-  NÃO ATIRA NELA - ele se vira e aponta pra mim.

- chegou mais um -ele ri alto, nesse momento olhei para a s/n que o encarava, quando olho pra ele de novo ele puxa o gatilho.

- NÃO! -ouço a s/n gritar, ela corre e passa na minha frente, quando vejo ela já estava no chão.

- S/N!! -corro até a mesma que estava desacordada- s/n fala comigo!!

- filha! -nossa mãe grita fazendo ele virar pra ela e ir em direção a mesma com a arma aponta na sua cabeça.

- cala a boca vadia.

Enquanto o mesmo ia em direção a mesma eu vou por tras dele e seguro no seu pescoço derrubando o mesmo no chão, e fazendo a arma cair de suas mãos, dou um soco no mesmo, quando vou dar outro ele segura minha mão e me empurra, ficando por cima de mim, ele começa a me dar socos.

- Taehyung! -minha mãe estava com um telefone nas mãos e na outra com a arma dele, ela joga a arma pra mim, fazendo a mesma cair perto de mim.

Dou un chute no pênis do mesmo, o empurro e ele se comtorce no chão, pego a arma e aponto pro mesmo.

O mesmo me olha e sorri.

- vai Taehyung atira.

O encaro, eu estava prestes a matar aquele desgraçado, minhas mãos tremiam.

- ATIRA TAEHYUNG! -ele grita mais logo começa a rir alto.

Meu rosto já estavam cheio de lágrimas, minha boca sangrava e meu nariz também, olho pro lado e vejo a s/n, onde minha mãe a abraçava.

Assim que olho pra ela minha tristeza muda pra raiva, olho pra ele e atiro, onde o mesmo da um grito baixo mas logo começa a rir.

- nos vemos no inferno -ele ri mas logo apaga.

Jogo a arma no chão, logo escuto a sirene da polícia e da ambulância, eu estava paralisado, eu tinha acabado de matar meu pai... 

Vou até a s/n é abraço, eu chorava muito, assim que a polícia e a ambulância chega minha mãe vai falar com os policiais enquanto botavam a s/n na ambulância.

- pode ir Taehyung, logo eu vou -minha mae me abraça e chorava, vou até a ambulância e entro.

- Não me deixa s/n.. -seguro sua mão- eu te amo... -sussuro.

Logo chegamos no hospital, eles levam a s/n pra sala de cirurgia, fiquei na sala de espera, avisei a July que depois de 10 minutos chegou.

- Taehyung! -ela vem até mim e me abraça, ela também já chorava- oque aconteceu? -ela se senta ao meu lado- me conta melhor.

- ela levou o tiro por mim -olho pra ela.

Já tinha se passado uma hora e alguns minutos, eu ainda estava chorando.

- Kim s/n? -o médio fala.

- aqui -me alevanto junto com a July e caminho até ele- como ela esta?

- tiramos a bala do peito dela, ela esta bem mas perdeu bastante sangue e vai precisar de doação e não temos o tipo de sangue dela no hospital.

Olho pra July, como minha mãe não estava respiro fundo e o encaro.

- eu doou.

- oque vc é dela?

- irmão.

- qual seu tipo sanguíneo.

AB.

Ele anota algumas coisas na prancheta dele e fala pra eu seguilo, sigo o mesmo e fomos até uma sala, logo ele começou a tirar o sangue, era como uma picada de mosquito, logo acabou, voltei pra sala de espera e vi minha mãe e a July nao estava mais lá.

- filho! -vou até ela é a abraço- como sua irma está?

- tiraram a bala, mas ela perdeu muito sangue e precisou de doação...

- vc doou? -faço positivo com a cabeça.

- a July foi?.

- sim, logo ela volta.

Depois de um tempo o médio volta.

- como a s/n está? -dessa vez minha mãe pergunta.

- ela já recebeu o sangue, esta usando soro mas já esta no quarto e pode receber visitas, você é.. -ele encara minha mãe.

- a mãe dela, podemos ir ela?

- um de cada vez, sala 325 segundo andar -ele se retira.

- quer ir primeiro? -ela me olha.

- ok.. -sorrio e vou até o elevador, assim que ele chega no segundo andar procurei o quarto dela, logo que encontrei eu entrei.

- s/n.. -sussurro.

Ela estava desacordada, com várias agulhas nos seus braços, caminho até a mesma e seguro sua mão.

- agora vc vai ficar bem.. aquele desgraçado não vai mais nos perturbar... -beijo sua mão - eu te amo s/n... -passo minhas maos pelos seus fios de cabelos que estavam no seu rosto, meu olhos estavam cheios de lágrimas que insistiam em cair.

Aproximo meu rosto do seu, selo nossos lábios, dando um selinho demorado, uma lágrima minha cai, molhando o seu rosto, afasto nossos rostos e a encaro, limpo seu rosto com minhas mãos.

- eu que devia estar no seu lugar..  mas mesmo assim obrigado por me proteger...eu prometo que ninguém vai te machucar! Nunca mais! Beijo sua bochecha e saio da sala, logo minha mae entra e eu fico na sala de espera, logo a July chega.





C o n t i n u a . . . 


Notas Finais


AÍ QUE FOFO O TAEHYUNG (♡o♡)
Desculpa a demora pra eu atualizar as fics, eu nao tive muito tempo livre, mas agora vou tentar o máximo atualizar todas amanhã ou hoje ^^
Annyeong Hasayo! :3

Me sigam please => @Docinho_De_Mel


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...