1. Spirit Fanfics >
  2. Comprada por ele >
  3. Cap 13

História Comprada por ele - Capítulo 13


Escrita por: Hima-Uzumaki

Notas do Autor


Desculpa.
Essa capítulo tava pra sair ontem, mas houve umas complicações então, só saiu hoje.
Boa leitura 💗💗

Capítulo 13 - Cap 13


Fanfic / Fanfiction Comprada por ele - Capítulo 13 - Cap 13

Essa festa está a ser um tédio. O anfitrião, que descubri ser o pai de Sasuke, deu as boas-vindas e falou  mais um monte de bobeiras pra depois de 10 minutos dizer que a festa estava aberta. Cara, se eu soubesse que festa de rico era assim, não teria vindo não.

Outra coisa que fez meu tédio aumentar, foi que nenhum homem se aproximou de mim! Os que se aproximaram, fugiam 2 minutos depois. Posso não ser rica e nem a mais bonita, mas estou gostosa hoje, quem em seu perfeito juízo não olharia pra mim? Parece até que Sasuke os ameaçou, o que eu não duvido nada. Enquanto eu estou aqui entediada, o desgraçado está lá, trocando de mulher, como uma mulher que vai procurar o vestido pro casamento e fica trocando até achar o certo.


Até a desgraçada "desculpa por usar muito essa palavra" da Tenten, me trocou por um pau!! Amigas de hoje em dia. Mas, não a julgo porque faria o mesmo também. Quem não deixaria a amiga na festa por um bom orgasmo, que atire a primeira pedra.


-- Sozinha? -- infelizmente, mais um que fugirá por causa do olhar que Sasuke o dará a distância. Mas, mesmo assim, me virei pra ver quem era e...nossa!!! Que pedaço de mal caminho é esse? Por favor, que Sasuke não o afugente também. -- Tudo bem com você? -- só assim, percebi que estava a olhar pra ele como uma Leoa faminta, que não respondi a sua primeira pergunta.


-- S-sim... ah ... Desculpa. -- que vergonha, o que ele vai pensar de mim? Eu tinha que gaguejar logo na frente dele?


-- Sem problemas. Então, a sua resposta foi pra primeira ou segunda pergunta? -- nossa!! Que sorriso lindo. Vocês acreditam que Sasuke numa sorriu pra mim. Lá se vão dois meses e ele está sempre com uma carranca.


-- É para as duas perguntas. -- ufa! não gaguejei dessa vez.


-- Você e o Sasuke, têm algo? -- alegria de pobre dura pouco mesmo. Tenho certeza que se eu afirmar, ele vai se desculpar e ir embora como os outros, e tudo isso é por culpa de Sasuke, filho de uma boa mãe que é dona Mikoto.


-- Se eu disser que sim, vais embora? -- só pra prevenir, se ele disser que sim, minha resposta será não. O que é? Já cansei de ver Sasuke, com uma mulher diferente a cada 5 minuto, enquanto eu estou aqui sozinha.


-- Porquê eu haveria de fazer isso? Se um homem abandona uma mulher linda em uma festa, é o mesmo que permitir que outro homem a corteje. -- cortejar! Já vi essa palavra em algo livro de romance de época, no nosso tempo quer dizer conquistar ou paquerar, não é? Não riam de mim, eu vivi a maior parte da minha vida em uma vila do interior de Tóquio, com menos de quinhentos mil habitantes, duas filias de empresa, uma universidade e um super mercado, sem contar que eu vivia em um orfanato então, peguem leve.


-- Queres me cortejar? -- perguntei só pra ter certeza, vai que ouvi mal.


-- Aceitarias? -- eu até negaria, mas como quero que Sasuke sinta o que é bom pra tosse, vou aceitar.


-- Como certeza...


-- Atrapalho? -- "o que você acha"? só não falei alto, porque não quero aumentar lenha na fogueira, mas o homem bonito que ainda não perguntei o nome, não pensava o mesmo que eu.


-- Sim! -- se Sasuke já estava com cara feia, agora piorou.


-- Kakashi, você não cansa de tentar pegar tudo que é meu? -- oh! Oh! Oh! Oh! Primeiro, não sou nada dele. Segundo, Kakashi, combinou muito bem com ele, grisalho de olhos negros e tem uma pintinha preta no canto da boca que aumentou ainda mais o seu charme.


-- O que prova que ela te pertence? -- acho que estou vivendo um sonho, porque tem dois deuses gregos querendo lutar por mim...


-- Ai!!! -- gritei quando tropecei por causa do puxão que Sasuke me deu, o que infelizmente chamou a atenção das pessoas.


-- Vamos embora! -- o quê!? Ele ficou aí a flertar com ruivas, morenas e até azulinha e eu não disse nada, agora na minha vez quer ir embora? Nem pensar.


-- Não! Eu não vou. -- respondi firme.


-- Acho bom pensares bem, antes de negar.


-- Isso é uma ameaça? -- ele está a me ameaçar?


-- Sakura!!


-- Se for pra viver assim, preferiria mil vezes continuar lá. -- saí de lá e fui pra rua, como não sabia o endereço da casa de Sasuke, pedi à Tenten por mensagem e chamei um táxi.


Estou puta com o Sasuke, quer dizer que ele pode flertar com quem quiser, enquanto eu tenho que ser a boa namorada falsa que não faz e diz nada? Nem que a vaca tussa.


Durante o caminho de volta, Sasuke ligou 15 vezes e não atendi nenhuma delas. Cheguei e fui diretamente pro meu quarto lamentar minha falta de sorte, mas Sasuke é um imbecil.


Mudei e fui diretamente pro banheiro, somente um banho me fará relaxar e esquecer um pouco das idiotices de Sasuke. Coloquei a banheira pra encher e fui preparar os saias de banho, eu sei que são 10 horas da noite, mas Sasuke me estressou tanto que só um banho de banheira me acalmará um pouco.


Depois da banheira encher e de colocar os sais, entrei e relaxei automaticamente, eu precisava mesmo disso. Fechei os olhos e apoiei a cabeça no encosto da banheira, estava tão distraída que não ouvi Sasuke entrar, até sentir suas mãos massageando meus ombros.


-- Puts!! Caralho, queres me matar de susto!?-- falei irritada e tentando me soltar, mas ele não deixou e continuou a massagem, não vou negar, está gostoso, mas ainda estou puta com ele.


-- O que você pensa que estás a fazer?


-- Como assim? -- pra começo de conversa, ele é quem entrou no meu quarto e não quer me soltar.


-- Você acha que está naquela casa de prostituição de novo? Como te atrevis a flertar com Kakashi tão despudoradamente? O que as pessoas vão pensar sobre isso? -- as sem vergonhices de Sasuke, têm me surpreendido a cada hora. Foi ele que ficou a noite toda mudando de mulher sem se importar com o que as pessoas iriam pensar, agora quer botar a culpa em mim?


-- Escute aqui!! Foi você que ficou a flertar com cada  mulher que te apareceu, então não tente virar a página e fazer de mim a culpada. -- me levantei da banheira com raiva e fui ao quarto. Estava nua, mas não me importei  -- Mal sua mãe me tirou do seu lado que você já estava com uma ruiva, minutos depois uma morena, depois uma loira, e claro que não paraste por aí, porque depois pegaste uma azulinha, o que você é, um colecionador de mulheres exóticas? -- falei andando de lado para o outro ainda nua.


-- Sakura...


-- Sem Sakura! Você não tem direito de reclamar. Eu posso ficar com quem quiser, uma vez que nosso namoro é falso...


-- Não se atreva Sakura! Você é minha, somente minha. -- no momento em que tentei raciocinar o que ele disse pra depois o responder, me beijou.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...