História Conceda-me um único motivo... (IMAGINE DE -PARK CHANYOEL ) - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias 100%
Tags Drama, Romance, Violencia
Visualizações 31
Palavras 1.323
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii...estou de volta com mais um episódio para vocês. Sei que falhei ontem em não postar o episódio que deveria ser postado!. Estou pensando em postar dois capítulos qualquer dia desses para compensar o não feito.

Boa leitura...

Capítulo 19 - Seria mesmo apenas um sonho?!


Fanfic / Fanfiction Conceda-me um único motivo... (IMAGINE DE -PARK CHANYOEL ) - Capítulo 19 - Seria mesmo apenas um sonho?!

(Chanyeol on)

Acordei no dia seguinte e logo olhei para o relógio que permanecia na parede  do quarto da garota que agora dormia ao meu lado, observo apertando os olhos por ter acabado de acordar e vejo ser apenas 5:00 da manhã. Olho para s/n que se encontrava ali, e logo percebo que a mesma tinha lágrimas em seus cílios, mesmo estando com os olhos fechados eu conseguia ver. 

Chanyeol:: s/n...acorde vamos.- prosigo chamando a mesma.

Até que observo a mesma se mexendo em sua cama, e virando para o meu lado a mesma continua dormindo.

chanyeol:: s/n...- a mesma não me respondia de maneira alguma, e logo esculto ruídos atormentantes vindo da mesma e uma expressão de choro. Parecia que iria chorar a qualquer momento. Fiquei logo preuculpado sem saber o que fazer naquela situação.

(S/n on)

Ainda presa em meus sonhos, me encontrava tentando acordar, mais de forma alguma consiguia sair dali. Lembro-me de algumas cenas que passam como flash Beck em minha memória. No começo de meu sonho apenas aparecia um garoto constantemente. Eu parecia ser bem mais nova que hoje em dia. Nele esse garoto tinha um olhar estranho sobre mim. Ele parecia alguém que me fez refém de suas confusões diárias, e esse alguém se  chama chanyeol, aquilo tudo estava me deixando confusa.

- Retratação do sonho...-

eu parecia ter por volta de meus 10 anos de idade.Naquele dia estava voltando da escola com um mochila nas costas e em um par de tênis pisava aquela rua na esquina de minha casa, estava de frente a porta, quando um garoto mais velho se aproximou, mais resolvir não ligar e continuei a andar. O mesmo tinha suas orelha grandes e seus cabelos negros estavam bagunçados, seu sorriso ao me ver foi de um lado a outro. Naquele momento não pensei em nada, apenas dei um passo para ir para minha casa...

Chanyeol:: Oi pequena...- se pronunciou ele.

Fiquei completamente assustada com o maior maisso resolvir não demostrar, ou tentei...o mesmo disse que não faria nada, então eu não precisava ter medo do mesmo. Logo depois divermos uma pequena conversa ali mesmo, de frente a minha casa. Até que esculto meu appa me chamando para entrar, logo saindo para fora e observando nos dois ali. O mais velho me gritava pois não queria que conversasse com estranhos ( como se importasse comigo)... também não deixei de olhar para o garoto que ali ficou nos olhando, seu olhar mostrava indignação, não entendi muito bem aquilo, mais também não dei muita importância. E mais uma vez esculto meu appa me chamando aos gritos e sem questiona-lo adentro o lugar que morava. Aquele lugar onde eu era    praticamente atormentanda todos dias de minha tão curta vida. E sem olhar para trás fui embora dali...logo depois disso fui obrigada a aturar mais de suas seções de agressões físicas e psicológicas... E então  logo depois tive mais recordações de momentos horríveis que se passaram em minha tão desprezível vida.

-Sonho of-

Eu tinha consciência que aquilo não era um sonho, e sim uma lembrança antiga...até que esculto uma voz masculina e grossa me chamar, tentei abrir os olhos mais não tive sucesso, me mexo na cama virando para o lado e acabo por sentir um corpo próximo ao meu.

(Chanyeol on)

Com seu corpo próximo  ao meu, senti um leve arrepio que passou por todo meu corpo provocando-me sensações impuras e inapropriada para o momento que se passava ali.

Chanyeol:: vamos minha pequena acorde...- falo tentando acorda-la.

Até que aos poucos vejo a mesma despertar de seus sonhos. Abrindo seus olhos a mesma logo se coloca sentada na cama.

chanyeol:: estais bem? - perguntei preuculpado com ela.

S/n:: ...

A mesma não se pronunciou respondendo minha pergunta, deixando-me  ainda mais preuculpado e curioso. 

Chanyeol:: redponda-me s/n. - peço baixinho.

S/n:: o que estais fazendo aqui? - se pronuncia com outro assunto ingonorando minha pergunta.

chanyeol:: quero que me responda s/n...- falo para mesma fixo em seus olhos.

S/n:: quero que me deixe sozinha...porfavor - diz ela contendo as lágrimas que logo cairiam.

chanyeol:: não irei sair daqui sem antes saber o que houve. Vamos me diga s/n...- falo já sentado ao seu lado.

S/n:: chanyeol porfavor pare de me perguntar sobre algo que não quero lembrar ou saber...agora não. - diz s/n com seus olhos marejados.

chanyeol:: não quero que chore s/n, só quero tentar de ajudar, se você me contar o que está acontecendo eu po...- interrompido a olho.

S/n:: não chanyeo, não quero ter que te contar. Isso é algo meu...me deixa.

chanyeol:: ...tudo bem. Se não quer contar-me sobre teus problemas, não posso te ajudar...- a olho e vejo a mesma abaixar sua cabeça.

S/n:: me deixa sozinha...- fala a mesma fazendo-me levantar e me dirigir até a porta de seu quarto.

Chanyeol:: está certo. - ao citar isso vejo a mesma me olhar e novamente olhar para sua mãos que estavam em suas pernas.

Quando estava prestes a sair do quarto esculto seu tão repentino pedido.

S/n:: não vai porfavor...fica - logo girando meu corpo volto e me direciono para pequena que permanecia com sua cabeça baixa.

chanyeol:: quer mesmo que eu fique aqui contigo? - perguntei confuso.

S/n:: sim!...- afirma ela me olhando.

E então em passos lentos me aproximo de sua cama e logo me sento ao seu lado.

chanyeol:: vai me contar agora?- perguntei curioso.

A mesma não disse nada além de encostar sua cabeça em meu ombro e aproximar seu corpo do meu.

S/n:: me dá um tempo - fala ela bem baixinho.

chanyeol:: o tempo que precisar.- digo para mesma. 

Logo arrisco-me em passar a mão em seus longos cabelos pretos, acariciando de leve os mesmos. E por encrivel que pareça s/n permitiu meu toque ousado.

chanyeol:: porque choras? - perguntei ao sentir lágrimas molharem meu ombro que estava coberto apenas pelo roupão da noite passada. Suas gotas de lágrimas solitárias estavam ensopando aquele tecido que eu usava.

S/n:: não gosto de lembrar do passado!.- afirma ela com sua voz levemente rouca.

chanyeol:: então não lembre dele, o esqueça de uma vez. Ele não influencia nada mais em sua vida s/n.- falo acariciando seus fios.

S/n:: não dá!...não controlo meus sonhos, lembranças ou pesadelos...- fala ela triste.- nem meus próprios sentimentos consigo!...- permanece derramando lágrimas.

Chanyeol:: não quero que chore gatinha minha!.Não posso deixar que sofra...- falo e logo lhe dou um abraço de lado.

Derrepente ficamos calados e abraçados um a outro.

S/n:: acredito em você!...-fala ela me deixando confuso novamente.

Chanyeol:: como?- perguntei, pois não tinha bem entendido.

S/n:: não era apenas um sonho qualquer...- a mesma silência alguns segundos.- eram lembranças, lembranças antigas.

chanyeol:: quais são elas?...

S/n:: você estava em várias delas! - afirma mais uma vez.- era mais novo, assim como eu.

chanyeol:: proceda...

S/n:: eu estava voltando da escola quando falou comigo...sei que aquele era você chanyeol!. Agora sei de onde me conhece, também sei que não estavas mentindo ou me deixando confusa...Mais porque?.

Chanyeol:: como assim?- perguntei para mesma que questionou algo.

S/n:: porque resolveu me sequestrar?.- pergunta ela com seus olhos encharcados.

Não tive reação alguma além de puxar a mesma fazendo ela sentar em meu colo.

S/n:: porque sempre me faz sentar em seu colo dessas formas tão repentinas?. -fala ela com um pequeno sorriso.

Chanyeol:: gosto de te ter nos braços...ou colo!.- Respondo para mesma que  ainda estava apenas com suas peças íntimas.

Parecia mais que ela não tinha notado que estava qualse dispida. E não seria eu que iria pedir que se trocasse.

S/n:: porque me olha assim? - pergunta ela ao perceber que eu olhava para seu pescoço e seios. 

Chanyeol:: desculpe-me eu...

S/n:: ai meu Deus...- fala a mesma ao acabar de notar suas vestis.

Ela tentou se levanta dali mais não permitir. 

S/n:: o que estar fazendo?, deixe-me colocar uma roupa ao menos- fala irritada.

chanyeol:: ficaste linda desta forma...não precisa de roupa alguma.

S/n:: chanyeol...- fala ela me repreendendo. 

Não digo nada e logo lhe dou um pequeno selar.

chanyeol:: me desculpe, não quis dizer isso.

A mesma não diz nada ao perceber que eu me encontrava só com o roupão da noite passada, o mesmo deixava amostra meu peito, ate que vejo a garota ficar logo corada e constrangida.

Chanyeol:: gosta do que ver?...


Notas Finais


Desculpas pelo episódio se não ficou tão bom...mais mesmo assim espero mesmo que tenha agradado vocês.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...