História Conceda-me um único motivo... (IMAGINE DE -PARK CHANYOEL ) - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias 100%
Tags Drama, Romance, Violencia
Visualizações 27
Palavras 1.065
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii. Voltei com esse aqui para vocês, espero que gostem...

Boa leitura...

Capítulo 20 - Uma das revelações...


Fanfic / Fanfiction Conceda-me um único motivo... (IMAGINE DE -PARK CHANYOEL ) - Capítulo 20 - Uma das revelações...

Chanyeol:: gosta do que ver? -perguntei ao notar que a mesma estava olhando para meu peito descoberto.

S/n:: do que es..estais falando? - fala ela gaguejando por estar nervosa.

chanyeol:: não finja de desentendida s/n, sabes muito bem do que falo!.- digo isso apertando sua cintura com as mãos.

S/n:: eu não estou fingindo de desentendida, apenas não compreendo sua pergunta!.-fala ela me olhando nos olhos dessa vez.- agora me deixe colocar uma roupa.- diz a garota fazendo mensão de se levantar, mais sou mais rápido e a seguro.

chanyeol:: Espera s/n, fica aqui comigo só mais um pouco. - falo descendo minhas mãos para suas coxas ali expostas.

Vejo que seu delicado rosto ainda estava avermelhado por causa das lágrimas antes derramadas, e então encaminho minha mão até o mesmo, logo o tocando levemente. Observo a garota permitir meu toque fechando seus olhos. 

Chanyeol:: estou aqui contigo agora  s/n, sou teu presente, quero que esqueça totalmente aquele passado que tanto te faz mal, não quero mais te ver chorar, quero apenas te proteger, cuidar de você...- Enquanto eu citava tais palavras, observava a garota derramar mais lágrimas solitárias, fazendo-me enxuga-las rapidamente. - quero que me obedeça e pare de chorar...vamos s/n, faça o que eu mandei. - não queria a ver derramar mais uma lágrima se quer.

Aquilo de tal forma doía em mim de um jeito horrível, cada lágrima derramada eu sentia um aperto no peito. E pensar que já foi eu o culpado por tal sofrer...

Chanyeol:: te tirei daquele inferno por não consiguir de ver sofrer, sei que fui embora, mais tive meus motivos... Por incrível que pareça, sempre te observei, sempre te vigiei...Acabou se tornando minha obsessão, meu vício! prometi a mim mesmo que um dia te tiraria de lá....quando dei conta, estavas aqui comigo, longe de todos que pudessem te  fazer mal. Longe daqueles que te machucavam...e agora estais aqui chorando. Não consigo fazer nada certo... Não deveria ter deixar sofrer assim s/n. - falo isso a olhando fixamente, nesse momento eu já estava entregue ao choro que descia rasgando minha garganta.- Me perdoa.

Ao dizer isso logo sinto seu corpo ao meu, a mesma me abraçava apertado com sua cabeça na curvatura do meu pescoço, e com umas de suas mãos limpou minhas lágrimas cuidadosamente.

S/n:: a culpa não é sua se nasci em um lugar tão atormentado chanyeol, não tinha obrigação de se meter nisso e me tirar de lá...não poderia ter se arriscado tanto por mim.- fala baixinho rente meu pescoço que chegava a se arrepia, assim como todo meu corpo. - sabes que cometeu um crime ao fazer tal atitude...

Chanyeol:: para mim não importa, nunca tive medo do crime, porque teria agora que você mais precisava?. 

S/n:: como assim "nunca teve medo do crime"? - pergunta ela ao se afastar um pouco de meu corpo para poder me olhar.

chanyeol:: .....

S/n:: chanyeol tem algo que queira me contar?.

Chanyeol:: não s/n, não quero que pense besteiras...então apenas esquece isso tá bom.- falo com minha mão em seu rosto. 

A mesma não disse mais nada apenas voltou a me abraçar, dessa vez com delicadeza.

S/n:: tudo bem!.- fala ela rente à meu ouvido. - chanyeol...- a mesma chama por meu nome com sua voz baixa.

chanyeol:: diga pequena...

S/n:: me desculpe se fui muito ingrata, ou se pensei que estiva me confundindo, mentindo para mim. Não sabia que realmente...- a enterrompo. 

Chanyeol:: tudo bem...No começo também não fui um dos melhores!. Só espero que agora entenda o porque das coisas...

S/n:: entendo sim...- fala a mesma. 

Enquanto  a garota permanecia ali na curvatura de meu pescoço, eu acariciava seus cabelos que tanto amo. Até que derrepente sinto a mesma erguer a cabeça dali. 

Chanyeol:: o que houve?.- perguntei para mesma que agora me encarava.

S/n não diz nada, apenas se aproxima de repente e me dá um selar, um beijo calmo e rápido. Fiquei confuso e paralisado. Até que vejo a mesma se afastando, e sem mais nem menos a puxo os braços e faço questão de lhe beijar. Beijar de verdade. Seguro sua nuca para aprofundar o então beijo, e a mesma leva suas mãos a meus ombros. Logo desço minhas mãos a suas coxas e começo apertar com força, enquanto a mesma já puxava de vagar meus fios bagunçados.

chanyeol::- ahh s/n - gemi evoluntáriamente seu nome, pois a mesma tinha se mexido sem malicia ali  em meu membro.

Mais logo dando prosseguimento ao beijo que até então era o suficiente para mim.

S/n:: ahh - esculto seu gemido após apertar sua coxa lateral com muita força. -  chanyeol...- ao ouvir  a s/n gemer meu nome fico completamente louco.

E sem perceber já estava por cima da mesma, logo abrindo suas pernas para poder me encaixar entre elas.

S/n:: cha..chanyeol- geme a garota depois que sente minha ereção em sua intimidade, fiz questão de preciona-la ali.

Desço minhas mãos para suas coxas, e subindo um pouco chego a tocar sua calcinha, sem pensar adentro minha mão por dentro do tecido fino que ali se encontrava.

S/n:: chanyeol.-  assustada, fala receosa.

Chanyeol:: quero que confie em mim s/n, hun?...- continuo com meus leves movimentos. - vamos fazer isso juntos...- pego sua mão a levando de encontro a meu membro que ainda estava coberto. A mesma não disse nada, apenas me deixou guia-la. Ergo o tecido do roupão um pouco para cima  para poder descobrir meu membro que até então estava coberto pelo roupão que atrapalhava tudo  e faço com que ela toque no mesmo que agora já estava totalmente precisando de atenção. A mesma com um olhar de receio me olha.

chanyeol:: não precisa ficar com medo ou tímidez meu amor...- falo isso e logo me curvo para lhe dar mais um selar.

E então a mesma me toca com cuidado, e receosa feicha os olhos com força. Aquela cena foi muito fofa,  então  apenas me permito sorrir baixinho a olhando. 

S/n:: o que tenho que fazer?.- pergunta ela baixinho, e toda vermelha por causa da vergonha  eminente. 

Chanyeol:: apenas assim...- seguro sua mão a ajudando com os movimentos certos que me proporcionariam prazer. - de vagar...ahh, a..assim s/n...- percebo que a mesma já havia pegado o jeito, pois eu já me encontrava gemendo. 

E então Continuo com os movimentos em sua intimidade. Enquanto eu fazia movimentos circulares a mesma fazia um vai e vem gostoso.

S/n:: owwnn chany...- preciono um pouco mais ali em seu clitóris a fazendo gemer manhosa,de um forma que nunca tinha visto.

chanyeol:: owwnn s/n...oo...

Estava quase lá, quando...





Notas Finais


Espero que tenha gostado. Desculpem-me pelos possíveis erros...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...