História Concentrate - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Demi Lovato, Haruno Sakura, Hentai, Naruto, Oneshot, Romance, Sasusaku, Sexo, Uchiha Sasuke
Visualizações 320
Palavras 1.209
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu poderia fazer oneshot de todas as músicas do álbum Tell me you love me da minha rainha Demi Lovato, porque nossa. Que ícone de álbum e de mulher! E é incrível minha capacidade de associar as músicas a sasusaku.

Já tem ruin the friendship e agora concentrate. Espero que gostem, tá uma delícia.

Capítulo 1 - Capítulo único.



×



A noite de sábado estava tranquila até o homem alto de cabelos pretos e olhos profundos da mesma cor não chegasse cedo do seu dia de trabalho. Meu noivo era um homem muito atraente, muito mesmo. Alto, agora estava bronzeado pelas férias que tivemos em Malibu até duas semanas atrás. Cabelos negros, olhos lindos e chamativos que sempre me tiravam a concentração, seu sorriso de canto e sacana deixava minha calcinha de renda preta molhada, ele não precisava me tocar, só o seu cheiro amadeirado e seu corpo exposto enquanto lia um livro qualquer sobre política fazia minhas pernas tremerem. Eu precisava me concentrar no meu serviço. Beberiquei o vinho tinto e desviei meus olhos de seu abdômen exposto, Sasuke sorriu e suspirei pesadamente tentando me manter focada nas planilhas.

Ajeitei-me na cadeira e passei a ponta dos meus dedos pálidos entre minhas pernas desnudas sentindo minha intimidade molhada. Ok, eu não estava tão centrada desde que esse filho da puta sentou no sofá cinza em minha frente com um sorriso safado me oferecendo vinho tão repentinamente. Tombei minha cabeça para o lado e meu corpo tencionou quando as mãos grandes e grossas dele alisavam minha nuca e descia para dentro da camisa cinza do capitão América que peguei de sua gaveta. Larguei o notebook e gemi quando apertou um dos meus seios, seu dedo puxou o bico rosado me fazendo arfar e cruzar minhas pernas. Ele riu da minha tentativa frustrada de concentração.

Seus lábios úmidos beijaram meu pescoço alvo deixando marcado, gemi baixo e levantei da cadeira rapidamente jogando a cadeira de madeira pro chão, sentando meu quadril na mesa de trabalho e abrindo as pernas para Sasuke se encaixar entre elas. Riu entre meu pescoço travesso e tirou a camisa deixando-me apenas com a calcinha. Sua boca chupou meu peito esquerdo com vontade, engolindo-o enquanto eu gemia puxando alguns fios de seu cabelo. Seus braços envolveram minha cintura e ele grunhiu quando seu pau duro se chocou com minha intimidade ainda cobertura.

Deu beijos por todo o meu colo, lambendo entre os seios. Seus olhos se encontraram com os meus e sorri. Abriu mais minhas pernas ajoelhando-se e meus pés ficando em cada um de seus ombros largos. A calcinha deslizou do meu corpo e revirei os olhos. Não me aguentava. Deitei minhas costas na mesa e derrubei a garrafa de vinho no chão. Toda a concentração se foi quando a língua do meu noivo passou devagar pelos lábios da minha boceta, devagar, torturando-me.

- Céus... – Disse em protesto e chupou meu boceta como se fosse seu prato preferido, minhas costas saíram da mesa por alguns segundos e meu ventre ficou quente. Trouxe Sasuke para mais perto, para chupar-me mais fundo. Seu dedo entrou dentro de mim e gemi mais alto. Meteu mais dois dedos e começou a se movimentar me masturbando enquanto sua língua pressionava meu clitóris me fazendo delirar. – Sasu... Porra! – Reclamei torcendo todo o meu corpo.

- Goze para mim, princesa. – Sua voz rouca de desejo e suas mãos que me conheciam tão bem fizeram-me chegar no meu prazer máximo. Beijou minha intimidade com carinho enquanto eu tentava me recuperar. Olhei atenta para meu noivo tirar o moletom cinza e a cueca da mesma cor expondo seu pau grosso e duro só para mim. Lambi meus lábios faminta por ele dentro de minha boca. Ele começou a bater punheta, engoli seco. Queria chupar cada centímetro daquele homem, céus! Eu o amava tanto que chegava a doer, o sexo era tão gostoso. Levantei indo em sua direção, jogando-se na enorme cama que dividimos a exatos dois anos. Faltava sete dias para nosso casamento, nunca vou cansar desse homem gostoso que ainda movimentava o pau rindo para mim em expectativa.

Fiquei de quatro entre suas pernas torneadas e segurei seu pau com carinho, olhei para ele, passei minha língua na cabeça rosada e fiquei satisfeita quando sua respiração se alterou. Engoli tudo com gosto e comecei a chupar toda a extensão. Sua cabeça chamativa encostava em minha garganta e o motivo da minha falta de concentração gemia meu nome arrastado.

Era satisfatório vê-lo tão entregue a mim, só para mim. Aquela fortaleza que só eu conseguia entrar porque era só meu e de mais ninguém. Eu conhecia todas as faces de Uchiha Sasuke, era um privilégio. Eu não queria ter me apaixonado, ama-lo não foi uma escolha. Ele começou a foder minha boca naquele boquete, as veias saltadas me atraiam mais ainda a chupa-lo. Segurou meus cabelos róseos puxando-os. Rapidamente, ele se retirou de dentro da minha boca e estiquei minha língua para fora. Seu gozo era meu doce preferido.

- Deveria estar trabalhando. – Disse trocando de posição e me colocando de quatro virada para a parede e ele atrás de mim. – O que tirou sua concentração? – Bateu na minha bunda com força me fazendo empina-la. Esfreguei-me na sua ereção e recebi outro tapa com sua risada excitada. – Quanta pressa para ser fodida, Sakura. – Gemi alto quando seu dedo começou a estimular meu ânus. – Você gosta de ser fodida aqui? – Fiz que sim com a cabeça. – Muito bom. Vou ensina-la a se concentrar.

Entrou dentro de mim de uma vez, me fazendo rir de excitação, Sasuke começou a se mexer dentro da minha boceta com força, fundo, forte. Beijou minhas costas com carinho afundando seu pau por completo dentro da minha boceta que estava sempre pronta para ele.

- Sasuke-kun... Ahh! – Ele riu prendendo meu cabelo entre os dedos e indo mais fundo dentro de mim. – Desgraçado.... Você me desconcentra mas fode tão bem! – Falava com dificuldade enquanto as estocadas continuavam. Sua outra mão masturbava meu ânus. Minhas pernas estavam bambas com tanta informação e tesão que eu sentia por ser fodida por meu noivo. Nossos corpos estavam começando a ficar suados com tanto contato. – Eu vou...

- Eu sei, querida. – Apertou meu seio. – Quero que gozemos sentando no meu pau. – Meus pêlos da nuca se arrepiaram quando mordeu o lóbulo da minha orelha. Trocamos de posição novamente, dessa vez eu estava no controle. Encaixei-me dentro de Sasuke novamente. Comecei a cavalgar em seu pau com maestria e experiência, meus seios me acompanhavam nos movimentos enquanto aquele homem delicioso apertava minha bunda e não se aguentava em adrenalina, me fodia deliciosamente até chegarmos no ápice juntos aquela noite, na nossa cama. Deitei em seu peito e beijei ali, eu poderia beijar todo o seu corpo, era um mapa para minha perdição.

Ele saiu de dentro de mim com cuidado e ficamos em silêncio. Só se ouvia nossas respirações afobadas por todo o quarto. Levantei meu rosto para olha-lo e acariciou meu rosto com cuidado.

- Te atrapalhei? – Falou cínico puxando a coberta fina sobre nós dois ainda nus.

- Nunca, querido. Falta de concentração acontece. – Sorri para ele e toquei seus lábios doces, sua língua explorava cada canto da minha boca. – Sasuke...

Começaria tudo de novo, eu poderia transar com ele até amanhecer, até ouvindo Coldplay no rádio. Não me importaria nem com o vinho tinto que amanhã ficaria manchado no tapete do quarto para lembrar o quanto nos amávamos sem limite algum. Aquele homem que seria meu marido me desconcentra de todas as maneiras possíveis. De todas as mais deliciosas e sacanas formas possíveis.


Notas Finais


Eu simplesmente tô apaixonada nesse hentai que escrevi. Desculpem pela hora de postagem mas eu tava meio pra baixo e veio a ideia de escrever uma one! Espero que tenham gostado. Bjos! 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...