História Conectados-(Kiznaiver) - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce, Dove Cameron, Kiznaiver, Originais
Personagens Alexy, Armin, Castiel, Dove Cameron, Lysandre, Personagens Originais, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya
Tags Amor Doce, Drama, Kiznaiver, Mistério, Sexo
Visualizações 64
Palavras 2.531
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem!!!!!!!

Capítulo 8 - Capítulo 7


Fanfic / Fanfiction Conectados-(Kiznaiver) - Capítulo 8 - Capítulo 7

P.V. Emma

Depois que terminei meu banho coloquei minha lingerie de renda branca, eu ia pegar minha roupa quando lembro que esqueci de pegar na mala, quer saber foda-se, sai enrolada na toalha e vi que Castiel estava deitado na primeira cama perto da porta sozinha, Rosa estava na do meio mexendo na MINHA MALA, Armin estava na última cama jogando no seu PSP e Lysandre dando uma bronca na Rosa e ela nem estava ligando

- ROSALYA O QUE VOCÊ ESTÁ MEXENDO NAS MINHAS COISAS- gritei do nada e todos olharam para mim

- Estou vendo suas roupas e olha que você tem bom gosto- disse ela começando e tirar um sutiã de renda preta que conheço bem, eu sai corri até ela e segurei sua mão

- Você me paga- disse pegando qualquer coisa na mala e indo para o banheiro quando olhei o que peguei queria morrer, eu peguei uma camiseta cinza com vinho do meu primo que roubei, do jeito que a Rosa pensa vai achar merda, eu coloquei e ela ficou como um vestido curto para mim e com mangas longas como adoro, por fim escovei os dentes e dei uma olhada nos arranhões. Pelo menos a camiseta cobre os arranhões e  os arranhões estão melhores e quase cicatrizadas

Eu sai do banheiro e vi que minha mala já estava no seu lugarzinho e todos estavam me olhando e Rosa estava com um sorriso malicioso, eu passei por ela, me sentei ao lado dela e me cobri

- Eu te mato- disse a fuzilando com o olhar eu coloquei a toca que tinha na camisa e me deitei

- Você não vai me contar porque está usando uma camiseta de um garoto?- perguntou ela toda maliciosa me cutucando

- Não enche- disse com os olhos fechando ela me cutucou de novo e eu apenas a empurrei com o pé e ouvi ela caindo da cama e comecei a rir

- Isso que dá irritar que está quieto- disse Castiel rindo

- Luzes apagadas- escutamos uma voz de um auto falante e de repente as luzes se apagaram, depois de um tempo eu dormi.

Do nada eu comecei a ter outro pesadelo onde estava eu estava presa a sapatos de chumbo afundando, eu me debatia tentando me soltar, mas não consegui. De repente eu acordo ofegante, eu olho para ver se acordei alguém e vejo que não, eu vou para a sala que tinha, pego uma garrafa de suco na geladeira pequena e me jogo no sofá, começo a beber pesando de como vim parar aqui, eu sempre fui aquela garota invisível que ninguém nota aquela que senta no fundo da sala e fica no seu canto, minhas únicas amigas são a Iris que se mudou para longe e a Rosa.

- Que bom que está acordada?- escutei alguém falando atrás de mim me fazendo assustar e quase derrubar o resto do suco quando me virei vi a nosso professor de educação física

- Eu fui pro inferno- disse para mim mesma antes de terminar o suco

- Vou acordar os outros e acho melhor você se vestir logo de preferência com algo mais descente- disse ele me olhando de cima a baixo e jogando o nosso uniforme de educação física, eu mereço

- Ok- disse seca e depois troquei de roupa na sala mesmo(era um shorts verde de ed. Física e uma camiseta branca)

Quando entrei no quarto estavam todos com caras nada boas, eu fui olhar as horas e não acreditei, era 5 da manhã, eu olhei para Rosa e ela estava com cara de acabada e eu comecei a rir

- Te odeio- disse ela passando por mim para pegar algo

- Te amo também- respondi e ela mostrou o dedo do meio antes de entrar no banheiro

Depois de guardar minha roupa eu desci para tomar café, eu peguei suco natural de abacaxi e fiz uma salada de frutas, quando eu terminei meu café da manhã vi todos estrarem com caras nada boas, eu fui até eles.

- Bom dia para vocês também- disse meio rindo e todos fecharam a cara para mim

- Não foi você que acordou 5 da manhã- disse Rosa brava

- Claro que não, porque eu já estava acordada- disse dando de ombros e depois sai dando de cara com o professor

- Aonde a mocinha vai?- perguntou ele sério

- Bom eu já acordei, vesti o uniforme- disse apontando para meu corpo- e tomei café da manhã, quer que eu faça mais o que?- perguntei meio brava

- Porque você não vai lá fora e começa a correr assim você descobre- disse ele secamente

- Ok- respondi secamente e depois fui lá para fora, quando eu sai vi que tinha vários circuitos de treino e tinha alguns mascotes supervisionando

- Eu não vou ser trouxa- disse para mim mesma e depois eu deitei perto de uma árvore olhando para o céu pensando na vida, nos kiznaiver e em como Castiel está sendo legal.

- Aproveitando a vista- disse o professor secamente me olhando

- Claro, mas agora a vista está horrível- disse com um sorrisinho e depois o professor fechou a cara

- LEVANTA AGORA DAI-gritou ele

- Não precisa gritar- respondi- eu não sou surda- disse sussurrando e depois me levantei e vi os outros todos de pé em um canto conversando

- Como você está sendo bem obediente, VOCÊ COMEÇA A DAR 10 VOLTAS NO CIRCUITO CORRENDO- gritou ele e depois revirei os olhos, nós começamos a fazer os obstáculos e claro que o professor pegou bem mais pesado comigo, durante uma corrida no estacionamento do hotel uma dor de cabeça forte bateu, comecei a suar frio e tudo estava rodando, merda estava tendo um ataque de asma, eu tentei me equilibras, mas acabei caindo de joelhos

- Emma?- perguntou Rosa  se agachada perto de mim

- Onde está?- perguntou ela preocupada já sabendo o que estava acontecendo

- Minha mochila.....no quarto- disse pausadamente tentando respirar e me apoiei na Rosa

- AJUDA AQUI- gritou Rosa que nem um loka e vi o pessoal correndo até nós antes deles chegarem eu fique muito fraca e tentava manter os olhos abertos

- O que aconteceu?- perguntou Lysandre

- NÃO TEMOS TEMPO, TEMOS QUE LEVA-LA PARA O QUARTO AGORA- gritou Rosa e depois apaguei

P.V. Castiel

Depois que ouvi Rosa gritar parei de correr e me virei para ver o que estava acontecendo, quando eu virei vi Rosa no chão com Emma apoiada nela, eu e os garotos corremos em sua direção.

- O que aconteceu?- perguntou Lysandre quando chegamos perto delas

- NÃO TEMOS TEMPO, TEMOS QUE LEVA-LA PARA O QUARTO AGORA- gritou Rosa e depois Emma apagou eu peguei ela no colo e corri com ela com os outros logo atrás, corremos até o elevador e começou a subir

- Cass...- emma estava tentando falar

- Shhh, não fala Emma- pedi e depois chegamos no andar Rosa foi abrindo vulgo arrombando a porta e indo na frente em direção do quarto, enquanto Rosa revirava o quarto procurando algo eu coloquei Emma na minha cama que incrível que pareça  era única que não tinha nada sobre ela.

- Emma- a chamei e vi ela com os olhos semiabertos com dificuldade para respirar, acariciei o rosto dela, estava muito preocupado

- ME AJUDEM A ACHAR A MOCHILA DELA- gritou Rosa e os meninos começaram a procurar, eu dei um beijo na testa de Emma e comecei a procurar também

- AQUI- gritou Armin levantando a mochila, Rosa saiu correndo de onde estava pegou a mochila de Emma e virou ela em cima no pé da cama, ela revirou e encontrou uma bombinha do meio das coisas, ela agitou bem e falou algumas coisas com Emma e depois ela ajudou Emma a sentar na cama, eu me sentei perto dela.

P.V. Emma

Logo depois que Rosa fez meus primeiros socorros ela me ajudou a sentar e eu fiquei esperando a minha respiração melhorar, depois de 5 minutos eu já estava respirando normalmente

- Está melhor amiga?- perguntou Rosa e eu apenas a abracei

- Obrigada- disse a abraçando e ela retribuiu e depois olhei para resto do pessoal que estava sentado na cama

- Obrigada gente, de verdade- disse sorrindo e depois todos retribuíram o sorriso, mas Castiel não retribuiu e ficou estranho

P.V. Castiel

Depois que Emma melhorou eu senti menos preocupado, eu nunca fiquei tão preocupado com alguém na minha vida, deve ser porque fazem dias que não transo com uma garota

P.V. Emma

Antes que eu perguntasse o que Castiel tinha o professor de educação física entrou junto com uma equipe médica de verdade.

- Ali está ela- disseo professor ofegante

- Mas parece que está tudo bem com ela- disse um médico me olhando e depois a enfermeira veio até mim e me fez algumas perguntas e contei tudo que eu sabia e depois cada um contou o que aconteceu

- Vocês foram muito atenciosos e corajosos com ela, sem você ela poderia ter morrido- disse o médico sério- e você rapaz merece parabéns- disse ele dando um tapinha nas costas de Castiel

- Você é um herói- disse a enfermeira

- Eu não sou um herói- disse ele e depois saiu sem dizer nada, eu ia atrás dele, mas Lysandre segurou meu braço

- De tempo para ele- disse ele e depois cada um tomou banho e trocou de roupa(1), almoçamos e ficamos na piscina, Armin e Lysandre nadando enquanto eu e Rosa tomávamos sol. Castiel ainda estava sumido e não tínhamos noticia, não sei porque mas estou preocupada com ele

- No que está pensando?- perguntou Rosa e olhei para ela que estava de óculos escuro, ela tirou os óculos colocando em cima de sua cabeça e depois olhou para mim, eu suspirei antes de responder

- Ainda não tivemos notícia do Castiel- disse me sentando e olhando para os garotos que estavam jogando vôlei de piscina

- Emma tem certeza que é só isso?- perguntou Rosa se sentando e preocupado

- Eu sei lá, as vezes penso em como Castiel está sendo legal e gentil e depois do nada se afasta de todos. É difícil entender ele, admito que ele é gostoso, mas tem um gênero difícil, apenas Lysandre consegue conversar com ele, as vezes queria entender como uma pessoa muda rapidamente de humor- disse desabafando e um pouco irritada, confusa... aff nem sei o que estou sentindo

- Emma tem certeza que não está se apaixonando?- perguntou Rosa e eu me espante

- O QUE?- falei mais alto do que queria e acabei gritando os garotos olharam para mim

- Tá tudo bem?- perguntou Armin um pouco alto por causa da distância não muito grande

- Tá sim- respondeu Rosa e depois olhei para ela

- Claro que não estou apaixonada por ele, ele é o tipo de garoto rebelde que toda garota deseja e eu sou aquela garota invisível que ninguém nota- disse ficando um pouco na bad, mas depois respirei fundo e levantei

- Não sei você, mas estou a fim de andar um pouco e desenhar- disse pegando meu caderno de desenho e um lápis que coloquei junto com as coisas que trouxermos para a piscina, eu andei pelo hotel até encontrar uma sombra debaixo de uma árvore e comecei a rabiscar até que foi ganhando forma de uma flor (imagem capa), depois que terminei vi como fique encostada e fechei os olhos.

Conseguia sentir o vento batendo em meu rosto embaraçando meus cabelos, minha respiração calma, finalmente depois do acidente consigo me sentir calam e leve, principalmente me sentir bem.

- Emma- me chamaram, eu abri meus olhos e me deparei com quem eu menos queria ver no momento

- Sim professor- disse calmamente fechando meu caderno de desenho e me levantando

- O grupo Kiznaiver decidiu que estamos em debito com você por quase matar você e quase acabar com o experimento e nós decidimos que realizaremos qualquer pedido seu exeto sair do experimento

- O QUE?- gritei alto puta da vida e acabei assustando o professor

-  VOCÊS QUASE ME MATAM POR CAUSA DESSE EXPERIMENTO E AGORA VÃO REALIZAR QUALQUER PEDIDO MEU MENOS SAIR DO EXPERIMENTO QUE QUASE ME MATOU!!!QUE PORRA- gritei andando de um lado para o outro e depois soquei a árvore me machucando e os outros kiznaiver

- QUER SABER O QUE EU QUERO FAZER VOCÊS PROVAREM O PRÓPRIO VENENO, EU QUERO FAZER UMA FESTA NESSE LUGAR COM MUITA BEBIDA E UM DG E MUITA GENTE. QUERO QUE SEJA NA PISCINA ESSA FESTA- gritei desabafando, agora eles vão se fuder

- Você não pode escolher outra coisa- suplicou o professor e depois comecei a rir que nem uma louca

- VOCÊ DISSE QUE EU PODERIA ESCOLHER QUALQUER COISA E EU ESCOLHI E EU QUERO ORGANIZAR TUDO- disse indo embora mais antes me virei para o professor

- ANTES QUE EU ESQUEÇA- gritei por causa da distância e depois mostrei o dedo do meio para ele e sai andando eu passei pela piscina deixei minha coisas na minha cadeira, me sentei na beira da piscina e coloquei apenas minhas pernas na água e fique tentando me acalmar, mas é difícil com todos me olhando e principalmente Castiel que está me olhando segurando o riso, depois de uns 5 minutos eu levantei e fui tomar um sol, eu tirei minha saída de praia e me deitei na espreguiçadeira ao lado da Rosa

- O que aconteceu?- perguntou ela preocupada

- Nada de mais, antes que eu me esqueça- disse me sentando na espreguiçadeira- PESSOAL- gritei e todos olharam para mim- VAMOS TER UMA FESTA AQUI COM BEBIDA E TUDO- gritei por causa da distância e os garotos comemoraram.

- Como assim festa?- perguntou Rosa super animada e depois contei o que aconteceu

- Você escolheu bem amiga eu vou escolher nossas roupas e montar nossos looks que vão arrasar- disse ela toda confiante e feliz, eu estava aproveitando o sol até que algo tampou o sol, ou melhor alguém. Abri meus olhos e vi o secretário do prefeito junto com uma mulher arrumada, loira de olhos azuis e aparentar ter 37 anos

- Emma essa é a Senhorita Marshall ela te ajudará a organizar a festa do jeito que você quiser- disse o secretário do prefeito e depois olhei para Rosa que a mesma sorriu de ponta a ponta

- O que está acontecendo?- perguntou Castiel junto com os outros meninos se aproximando meio confusos

- Nada de mais. Eu e Rosa precisamos organizar a festa para ainda hoje, certo Rosa?- perguntei toda formal e seria

- Claro Senhorita Albuquerque- disse ela como se fosse minha secretária e eu segurei para não rir, eu e Rosa colocamos nossas roupas e fomos organizar a festa, eu e Rosa falávamos o que queríamos perto da piscina enquanto os garotos foram para a sala de jogos e a senhorita Marshall opinava, dava dicas e fazia ligações para fornecedores e para as pessoas que queríamos, depois do almoço acertamos os últimos detalhes da festa e depois nos despedimos, acho que essa festa vai dar o que falar...


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...